Arquivo da tag: indeferido

Beto do Brasil garante ser elegível e vai recorrer ao TRE sobre indeferimento de candidatura

O candidato a prefeito de Solânea, Beto do Brasil, garantiu, em contato com o Focando a Notícia, ser elegível e apto para concorrer às eleições deste ano. Ele informou que vai recorrer  ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) sobre a decisão do juiz Osenival dos Santos Costa, que indeferiu seu registro de candidatura.

Leia também: Justiça Eleitoral indefere registro de candidatura de Beto do Brasil

“Vamos recorrer ao TRE com a certeza de que lá teremos a confirmação da nossa elegibilidade, porque sou elegível. O TRE já confirmou isso quando, em 2018, fui candidato a deputado estadual e tive o registro de candidatura deferido”, alegou o candidato.

Beto lembrou que o Ministério Público Eleitoral (MPE) já havia dado parecer favorável à sua candidatura e que a decisão do magistrado local foi contrária a esse parecer. “Todo mundo sabe que todas as vezes que Beto do Brasil é candidato é uma luta, mas continuamos firmes com a certeza que no TRE teremos a decisão favorável e todos podem ter certeza que Beto é elegível”, disse.

Candidato a vice-prefeito na PB tem registro indeferido por ser analfabeto

urnaO candidato a vice-prefeito na Coligação Forte é o Povo em São José do Sabugi, no Sertão paraibano, Gilvan Morais (PSD), teve o registro de candidatura indeferido por ser analfabeto. A sentença foi divulgada no domingo (4) pela Justiça Eleitoral. A decisão ainda cabe recurso.

O G1 entrou em contato com a advogada do candidato, Nathalie da Nóbrega Medeiros, para saber se a defesa vai recorrer da decisão, mas as ligações não foram atendidas até as 10h05 desta segunda-feira (5).

Gilvan Morais compõe chapa com a candidata Karine Kely Cabral Alves (PSD). De acordo com o juiz que assinou a sentença, responsável pela 26ª Zona eleitoral, Rossini Amorim Bastos, o candidato a vice-prefeito fez testes de escrita e leitura e o resultado foi considerado insatisfatório.

Ainda na decisão, o magistrado relata que Gilvan Morais escreveu uma declaração e se disse ‘alfabesado’. Ele ainda passou por um teste de leitura no qual, segundo o juiz, trocou as palavras ‘homem’ por ‘governo’ e ‘sofrido’ por ‘surpreendido’. Numa tentativa de releitura, os mesmos erros ocorreram.

O juiz Rossini Amorim então decidiu pelo indeferimento da candidatura de Gilvan Morais. Karine Kely Cabral Alves está em condições legais, conforme a Justiça, mas a chapa está impugnada até a possível substituição do candidato a vice-prefeito ou até julgamento do recurso.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Após ter registro indeferido, prefeito eleito diz ter certeza que decisão será reformulada pela Corte do TSE

O prefeito reeleito de São José de Piranhas, Domingos Neto (PMDB), falou pela 1ª vez após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidir monocraticamente por meio da Ministra, Luciana Lóssio, o indeferiemento do registro de sua candidatura à prefeitura. A fala do prefeito na tarde deste sábado (10), foi no programa “Radar 104” da emissora de rádio local apresentado pelos radialistas Celso e Alex Gonçalves.

Acompanhado de secretários de governo, vereadores e assessores e uma multidão de simpatizantes, o prefeito Domingos Neto se mostrou confiante na reforma da decisão da Ministra sibstituta. Para ele o entendimento de Luciana não representa a decisão dos demais membros da corte. “Estamos aguardando a publicação da decisão do relato da Ministra para que, através de nossos advogados, possamos entrar com recurso para que todos os Ministros do TSE avaliem a decisão dela.” Destacou.

O prefeito mantém sua confiança em uma decisão favorável a ele quando se refere também ao registro de sua canditatura, tanto na 1ª instância como no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE), quando decidiram pelo deferimento de registro.

Ainda segundo Domingos, caso o pleno acompanhe o entendimento da Ministra, Luciana Lóssio, o grupo está pronto para disputar nova eleição já que a segunda colocada, Cleide Carvalho (PP), fica impedida de assumir por ter tirado apenas 41% dos votos válidos e pelo Código Eleitoral é preciso ter 50% dos votos mais um para assumir mandato.

O advogado e ex-deputado estadual, Jeová Campos do PT, participou por telefone direto de São Luíz-MA e tratou de tranquilizar os aliados de Domingos. Jeová lamentou a pressa sobre as comemorações da militância da candidata derrotada Cleide Carvalho. Para Jeová o caso será reversível no TSE com a votação no pleno, ou se negado pela corte, ele acredita que o o grupo do atual prefeito ganhará novamente as eleições com uma maioria ainda maior do que os quase 2000 votos à frente da concorrente na eleição passada.

Fonte: radar sertanejo