Arquivo da tag: Idosa

Idosa de 81 anos é esfaqueada, em João Pessoa, e suspeito é o ex-namorado da neta

Uma idosa de 81 anos foi esfaqueada várias vezes, na manhã desta sexta-feira (6), no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. O único suspeito do crime é o ex-namorado da neta da vítima. A idosa foi encaminhada para o Hospital de Trauma da capital.

Conforme o sargento da Polícia Militar Kléber, a idosa e a filha dela não aceitavam o relacionamento da neta, que tem 14 anos, com o suspeito do crime, que tem 22 anos. Como forma de vingança, o homem teria ido até a casa da vítima, que mora sozinha, e cometido o crime. Ainda de acordo com o sargento, o suspeito também agrediu a vítima com socos e pontapés.

A vítima foi socorrida pela Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital de Trauma de João Pessoa. Segundo o médico do Samu Vinícius, a idosa foi ferida com cinco facadas no tórax.

Até a publicação desta matéria, a idosa passava pelos primeiros atendimentos e por isso não teria o estado de saúde definido pelo hospital.

Foto: reprodução/TV Cabo Branco

G1

Idosa de 103 anos tem alta após 20 dias internada com Covid-19 em João Pessoa

Uma idosa de 103 anos recebeu alta nesta segunda-feira (28), após passar 20 dias internada com Covid-19, em João Pessoa.

No Hospital Clementino Fraga, dona Maria Elvira Meireles, ficou dois dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 18 dias na enfermaria.

Um vídeo gravado no hospital mostra dona Maria Elvira saindo da unidade de saúde sendo aplaudida pelos profissionais.

De acordo com a secretaria de saúde, a idosa passa bem e já está em casa com os familiares.

clickpb

 

Idosa de 67 anos é internada após ser atacada por cachorro, em Campina Grande

Uma idosa de 67 anos foi internada após ser atacada por um cachorro de estimação, na noite quarta-feira (2), em Campina Grande. Segundo informações da assessoria de comunicação do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde ela está hospitalizada, a vítima deu entrada no local com ferimentos graves nos e braços e pernas, provocados pelas mordidas do animal.

Familiares da mulher contaram à TV Paraíba que ela estava sozinha em casa quando o acidente aconteceu. A idosa estava tentando defender uma galinha quando foi mordida pelo cachorro.

Um vizinho, que ouviu os gritos de socorro da vítima, pulou o muro da casa dela e afastou o animal. A mulher foi socorrida pelo Samu. Ela entrou no hospital com estado grave de saúde e passou por uma cirurgia.

Nesta quinta-feira (3), a unidade hospitalar informou que o estado de saúde dela está estável. A idosa está em uma enfermaria. Ela passará por novos exames para indicar se uma nova cirurgia será necessária.

A família disse que se surpreendeu com o ataque, já que o cachorro tinha um comportamento dócil. Ele permanece no local e será colocado para adoção.

G1

 

Idosa que contraiu raiva humana após ser mordida por raposa morre em João Pessoa

Uma mulher de 68 anos que estava internada no Hospital Universitário (HU) Lauro Wanderley, em João Pessoa, após contrair raiva humana, faleceu no fim da tarde dessa segunda-feira (13), após cerca de três meses com a doença.

Ela havia sido mordida na mão por uma raposa, no dia 8 de abril, em Riacho dos Cavalos, no Sertão paraibano. A idosa precisou amputar parte da mão e após dar entrada no Hospital de Catolé do Rocha, foi transferida para o HU de João Pessoa, no dia 10 de junho.

Ela estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave.

Este foi o primeiro caso de raiva humana registrado na Paraíba desde 2015, quando foi registrado um caso em Jacaraú.

 

clickpb

 

 

Idosa com Covid-19 interrompe tratamento e foge de hospital

Uma mulher de 71 anos, paciente infectada pela Covid-19, fugiu do Hospital Municipal Pedro I, em Campina Grande, na noite dessa terça-feira (7). A informação sobre a interrupção do tratamento da idosa foi confirmada na manhã desta quarta-feira (8) pela Secretaria Municipal de Saúde, que emitiu uma nota oficial sobre o caso. No texto, a pasta esclarece que está adotando as medidas sanitárias necessárias a respeito desta questão.

“De acordo com o boletim médico do hospital, a paciente estava internada em estado de saúde estável, consciente e orientada. Apesar da recomendação médica para seguir o tratamento, a idosa retirou os dispositivos médicos por conta própria e informou aos profissionais de saúde do plantão que iria retornar para a residência dela, desconsiderando os esclarecimentos dados sobre a gravidade da interrupção do tratamento”, diz a nota da Secretaria de Saúde.

A pasta afirma ainda que a paciente também se recusou a assinar o termo de responsabilidade antes de interromper o tratamento, conforme determina o protocolo do hospital. “O setor de serviço social do hospital fez contato com os familiares, informou sobre a situação e está colaborando para que a idosa possa retomar o tratamento o mais breve possível”, informa a secretaria.

A Portaria Interministerial 5/2020 do Governo Federal garante que o serviço público possa instituir a internação compulsória em casos de Covid-19 como forma de proteger o indivíduo e a coletividade. A Secretaria de Saúde poderá acionar a legislação para fazer cumprir o tratamento da paciente.

 

portalcorreio

 

 

Idosa contrai raiva humana após ser mordida por raposa no Sertão da Paraíba

Em nota a Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba confirmou um caso de raiva humana no Sertão. Uma idosa de 68 anos, de Riacho dos Cavalos foi mordida na mão por uma raposa, no último dia 8 de abril. Parte do membro precisou ser amputado.

De acordo co informações, no dia seguinte ao incidente, a mulher procurou uma Unidade Básica de Saúde, mas a internação só teria ocorrido no dia 10, na cidade de Catolé do Rocha.

A idosa apresentava disfagia, espasmos, desorientação e agitação psicomotora. Ainda no dia 10, ela foi transferida para o Hospital Universitário Lauro Wanderley, o HU de João Pessoa, referência no tratamento do caso.

O exame realizado pelo Instituto Pasteur detectou a presença do vírus.

Confira nota emitida pela Secretaria de Estado da Saúde:

PB Agora

 

 

Caiçara registra óbito de idosa por Coronavírus

Conforme informações da Secretaria, o primeiro óbito foi registrado em Caiçara, agreste Paraibano. Uma mulher idosa, 65 anos, com comorbidade, diabética, hipertensa, doença hepática crônica, doença cardiovascular crônica, residente em Caiçara. Início dos sintomas 29/04, interna em hospital público, veio a óbito no dia 10/05.

 

blogdofelipesilva

 

 

Ambulância capota e deixa enfermeiro e idosa com suspeita de Covid-19 mortos, na PB

Um acidente envolvendo uma ambulância do Samu deixou uma idosa de 91 anos com suspeita de Covid-19 e um enfermeiro mortos, na madrugada desta terça-feira (12), em Santa Rita, na Grande João Pessoa, na BR-230, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A ambulância caiu em uma ribanceira perto do Hospital Metropolitano.

A ambulância do Samu era uma Unidade de Suporte Avançado (USA), usada para transportar pacientes suspeitos de Covid-19 para o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires. O motorista da ambulância teria perdido o controle do veículo, enquanto chovia forte no local, colidiu com o meio fio e capotou em seguida, caindo na ribanceira, conforme relato da PRF.

A PRF acredita que tenha acontecido o efeito aquaplanagem, quando o veículo perde a aderência na pista devido às chuvas. Ainda segundo a PRF, a idosa estava saindo da UPA de Cruz das Armas para o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita.

O Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados, mas ao chegar no local, constataram os dois óbitos. As equipes dos Bombeiros estavam paramentadas com as roupas necessárias para evitar a contaminação pelo coronavírus. O neto e a filha da vítima estavam em um carro atrás da viatura, seguindo o veículo até o hospital, e presenciaram o acidente.

Outras duas pessoas foram levadas para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Uma dela é um médico, de 36 anos, que já recebeu alta, e o condutor da ambulância, de 37 anos, que também já deixou a unidade de saúde.

O Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho (HPMGER), onde o enfermeiro trabalhava, emitiu uma nota em nome de todos os colaboradores, solidarizando-se com a os familiares e amigos do enfermeiro Patrick Villarim, que morreu no acidente. “Patrick perdeu sua vida na tentativa de salvar a do próximo. Que Deus o receba de braços abertos e o conduza ao descanso eterno”, disse a nota.

Ambulância caiu em ribanceira logo depois do motorista perder o controle da direção durante fortes chuvas no local, na BR-230, na Paraíba — Foto: Divulgação/PRF-PB

Ambulância caiu em ribanceira logo depois do motorista perder o controle da direção durante fortes chuvas no local, na BR-230, na Paraíba — Foto: Divulgação/PRF-PB

 

G1

 

 

Idosa de 66 anos é encontrada morta e despida em canteiro de obras em JP

Uma idosa de 66 anos de idade foi encontrada despida e morta em um canteiro de obras de uma construtora no bairro da Penha, próximo à sua residência, neste domingo (05).

A família suspeita que ela tenha sido violentada e depois morta. A polícia foi acionada para determinar as circunstâncias da morte.

Ninguém foi preso e a autoria do crime continua desconhecida.

paraiba.com.br

 

 

Em Sousa: idosa de 70 anos morre com suspeita da Covid-19; município tem outros 11 casos suspeitos sendo investigados

Uma idosa de 70 anos, com histórico de diabetes, morreu na tarde de ontem, sábado (04), no município de Sousa, Sertão da Paraíba, com suspeita do novo coronavírus. Ela estava internada desde o início da semana no Hospital Regional de Sousa após apresentar os sintomas da Covid-19.

De acordo com o último boletim epidemiológico, essa é a segunda morte com suspeita do Covid-19 no município.

O município de Sousa tem um caso confirmado de Coronavírus, seis casos descartados e outros 11 sendo investigados.

PB Agora