Arquivo da tag: grupo

Grupo potiguar arremata, mas desiste do Hotel Tambaú

O Tambaú Hotel, em João Pessoa, foi arrematado pelo grupo Arnaldo Gaspar, por R$ 40,020 milhões, mas depois os empresários desistiram da operação. Eles encaminharam um documento ao leiloeiro De Paula Leilões informando sobre a desistência da compra. O mesmo documento foi encaminhado ao Juízo de Direito da 4º Vara Empresarial da Comarca do Rio de Janeiro. No documento, assinado pelo presidente do Grupo, Arnaldo Gaspar Neto, ele pede o “cancelamento de proposta de arrematação com pagamento parcelado”, sem informar o motivo da desistência.

O leilão aconteceu no Rio de Janeiro na tarde de hoje e se realizou de forma online. O preço mínimo estabelecido seria de pouco mais de R$ 63 milhões, mas um edital publicado no final de semana liberou a venda pelo melhor lance, mesmo não atingindo a metade do valor. Essa foi a segunda praça. Na primeira, com valor estipulado em R$ 133 milhões, não houve lance.

A medida não é passível de qualquer ônus para o grupo, porque os demais lances – foram feitos outros dois – também foram cancelados dentro dos prazos legais. Então, os cancelamentos não têm nenhum tipo de punição. O juiz deve analisar o caso e marcar uma nota data para que o leilão ocorra.

O arremate aconteceu 27 minutos após início do processo, às 14h27. Antes do valor de R$ 40 milhões, houve outros dois lances, o primeiro no valor de R$ 20 milhões dado por um grupo cujo o nome foi identificado por Galdino.

O empresário Arnaldo Neto Gaspar, presidente do grupo, esteve em João Pessoa na semana passada fazendo uma visita às instalações do Tambaú Hotel.

O grupo Arnaldo Gaspar é o mesmo que assinou protocolo com o Governo da Paraíba para construir um resort no Polo Turístico do Cabo Branco – o Ocean Palace Jampa Eco Beach Resort. Esse grupo, do Rio Grande do Norte, tem larga experiência em hoteleira e já administra o Ocean Palace, na Via Costeira de Natal (RN).

Projeto no Polo Turístico do Cabo Branco

O Ocean Palace Jampa Eco Beach Resort terá uma área de construção de 43,8 mil m², onde serão instalados 405 apartamentos, complexo de piscinas, quadras esportivas, quiosques, toboágua, restaurante regional, restaurante francês com bar, pizzaria, steak grill, sushi bar, wine bar e área de buffet, sala de yoga, sala de pilates, academia (musculação e aeróbica), local para eventos, cinema, lobby, bares, lounges, cyber café, salão de beleza, lojas, SPA, Centro de Convenções, jardim central e pavimento kids com berçário e jogos. A concepção do projeto prevê um empreendimento autossuficiente energeticamente, com a utilização de energia fotovoltaica.

 

 

Turismo em Foco

 

 

 

Grupo explode agência da Caixa na Avenida Beira Rio em João Pessoa

A agência da Caixa Econômica Federal foi explodida por bandidos durante a madrugada de hoje (1º), na capital paraibana. O estabelecimento foi atacado por volta de 4h, segundo a PM.

As investigações apuraram que cinco homens armados com fuzis participaram da ação no estabelecimento do Avenida Beira Rio. Ainda de acordo com a PM, os criminosos fugiram do local sem roubar nada, porém uma perícia será realizada no local.

Até o momento, ninguém foi preso.

 

pbagora

 

 

Patrocinadores ameaçam romper seus contratos se grupo investigado na ‘Operação Cartola” voltar a dirigir Botafogo/PB

Em 2018, foi deflagrada a ‘Operação Cartola’ na Paraíba. Além de entidades do futebol paraibano, a operação apura o envolvimento do ex-vice-presidente do Botafogo-PB, Breno Morais Almeida. Ele é acusado de integrar o núcleo da liderança do esquema criminoso, para manipular resultado de partida de futebol.

Mesmo após dois anos, a ‘Operação Cartola’ têm respigado conseqüências no Botafogo-PB. Hoje (11), os dirigentes do clube foram surpreendidos por alguns patrocinadores. Eles ameaçaram romper seus contratos, considerando a possibilidade do retorno de grupo que praticou corrupção no futebol da Paraíba por anos.

Diante disso, o Belo poderá perder patrocínios, pois as empresas não querem vincular sua marca, caso o retrocesso na direção do clube aconteça.

 

pbagora

 

Em Borborema, grupo cria “Delivery de Amor e Carinho” para visitar idosos à distância

Já imaginou receber um serviço de delivery entregando amor e carinho? Isso foi o que alguns idosos da cidade de Borborema, no Brejo paraibano, receberam na última semana.

Com a pandemia do novo coronavírus, o grupo de idosos do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do município tiveram que suspender as atividades. Muitos dos integrantes, após semanas isolados em suas casas, começaram a externar o desejo do retorno ao grupo.

Para matar essa saudade, as profissionais de assistência social criaram uma espécie de “delivery de amor e carinho”. Elas confeccionaram faixas e cartazes com os nomes dos idosos e palavras de esperança e visitaram a casa deles. Do lado de fora, com o auxílio de um carro de som, elas mostraram os cartazes e fizeram homenagens a esses idosos, que as receberam com muita emoção.

“Momentos de gratidão, satisfação, emoção e agradecimento para todos. Em tempos de pandemia não há nada melhor que levar um pouquinho de afeto e lembrar do quanto eles são importantes.”, foi a mensagem deixada a uma das idosas da cidade de Borborema.

portaldobrejo

 

 

Polícia prende grupo de assaltantes em Solânea-PB

A Polícia Civil da Paraíba, através da 21ª Delegacia Seccional em Solânea, com apoio do N.I. da 7ª CIA/PM, desarticulou um grupo de assaltantes que vinha agindo na região, sendo elucidado roubos a motocicletas, celulares de transeuntes, farmácias e um mercadinho na região.

Foram identificadas 5 (cinco) pessoas do quadrilha, sendo 4 já presas na manhã desta quinta-feira (23) em Solânea, sendo um menor e um quinto elemento que segue foragido.

Além de celulares recuperados, uma motocicleta roubada, que foi utilizada no roubo a um estabelecimento (mercadinho) no Conjunto Serraria, na data ontem, foi localizada enterrada em uma granja abandonada, na Rua Panorâmica.

De acordo com a investigação da Policia Civil, parte do grupo era de ex presidiários que agora em curto prazo regressam a prisão.

 

Com Assessoria

 

 

Grupo é preso após roubar cargas avaliadas em R$ 1 milhão

Quatro assaltantes foram presos, entre a noite dessa terça (21) e madrugada desta quarta (22), após roubarem cargas de leite em pó avaliadas em R$ 1 milhão. Os motoristas das carretas eram feitos reféns e foram resgatados fisicamente ilesos. As abordagens aconteceram na BR-230, nas proximidades de Café do Vento, município de Sobrado. Os roubos aconteceram em Alcantil e Campina Grande.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), suspeitos e vítimas trafegavam em veículos de passeio, enquanto as carretas foram deixadas em localidades mais afastadas. “Esse é o modus operandi da quadrilha. Os assaltantes abandonam a carga e, em seguida, chegam os cúmplices para saquear a carga, clonar o veículo. Uma só ação costuma envolver vários crimes”, explica a superintendente executiva do órgão, Keilla Melo.

Em ambos os carros haviam dois suspeitos e uma vítima. Os próprios trabalhadores rendidos informaram que tinham sofrido um assalto ao ver os policiais.

A primeira abordagem aconteceu por volta das 20h, a um veículo Volkswagen Gol, com placas de Recife, Pernambuco. Os assaltantes estavam com uma pistola calibre 380 e, a vítima, amarrada.

A carga roubada por esta dupla foi abandonada no quilômetro 103 da BR-230, no município de Ingá. Quando a PRF chegou ao local, ela estava intacta e não havia suspeitos por perto.

Na segunda abordagem, a um Peugeot 408, com placas aparentes de Maceió, Alagoas, foram encontrados um revólver e uma pistola. Havia ainda muita munição e rádios HTs para comunicação, além de vários aparelhos celulares. A PRF constatou que o carro foi roubado em setembro do ano passado, em Palmares, Pernambuco.

A carreta interceptada por esta dupla foi localizada somente durante a madrugada, pela Força Tática da Polícia Militar, que foi acionada pela PRF. A carga estava no município de Sumé. Um suspeito, possivelmente o responsável pelo saqueamento da carga, reagiu à presença da PM, disparou tiros e fugiu por uma região de mata. Foram realizadas buscas, mas ele ainda não havia sido localizado até o fechamento desta matéria.

“Nós já tínhamos informações sobre o roubo das cargas e características dos veículos de passeio usados pela quadrilha, então já estávamos esperando a passagem dos suspeitos. Eles possuem extensa ficha criminal e agora devem responder por porte ilegal de arma de fogo, roubo de carga, sequestro e cárcere privado, associação criminosa, receptação de veículo roubado e adulteração veicular”, completa Keilla Melo.

Os suspeitos, dois de 29 anos e dois de 25 anos, foram levados para a Central de Polícia Civil de João Pessoa.

 

portalcorreio

 

 

Pessoas no grupo de risco do coronavírus devem ter mais cuidados com a saúde

Portadores de doenças crônicas como diabetes hipertensão e asma, além das pessoas a partir dos 60 anos foram identificadas como o grupo de pessoas com maior risco de desenvolver casos graves e morte por conta do coronavírus. A melhor forma de evitar essa doença é se protegendo, uma vez que o vírus é transmitido de uma pessoa doente para uma pessoa que não está ou pelo contato com objetos e superfícies contaminadas. Então, para saber como se proteger melhor, ouça as dicas da médica pneumologista da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz), Patrícia Canto Ribeiro.

“As medidas de cuidados são as mesmas, o que elas precisam é que as pessoas ao redor delas tenham cuidado também. Se for possível, essas pessoas não devem sair de casa. Peça que alguém, um filho, um vizinho ou um amigo saia para elas, faça as compras, vá à farmácia, ao banco. Agora, as medidas de higiene são as mesmas. Se precisar sair, de máscara! Lavar as mãos com bastante frequência; se for possível leve seu álcool gel; evite tocar o rosto, os olhos, a boca, o nariz e nunca tocar na máscara, pela parte da frente da máscara, usar sempre as fitinhas da máscara ou o elástico. Ao chegar em casa tirar os sapatos do lado de fora; trocar imediatamente a roupa, colocar essa roupa da rua para lavar. Se for possível, tomar um banho imediatamente. São medidas que podem ajudar”.

Segundo o Ministério da Saúde, a transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de toque do aperto de mão, gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro e objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador, entre outros. Por isso, não abra mão da distância mínima de 2 metros entre você e as outras pessoas nos estabelecimentos comerciais, além do uso de máscara. Lave bem as mãos e faça uso do álcool em gel depois de manusear objetos e equipamentos. A melhor forma de evitar o coronavírus é se protegendo. Se você tem dúvida se está com coronavírus, basta ligar para 136 ou acessar no chat pelo site saude.gov.br/coronavírus.

 

agenciadoradio

 

 

Gestantes agora integram grupo de risco da Covid-19 e especialista destaca cuidados com higiene e isolamento social

Enxoval montando e aguardando ansiosamente para ser mãe pela primeira vez. A autônoma Mayara Nascimento, que está com 16 semanas de gestação e parto previsto para setembro deste ano, está em sua primeira gestação e afirma ter se surpreendido ao saber que passou a integrar o grupo de risco para Covid-19, doença provocada pela ação do coronavírus no organismo humano. “Apesar de saber e, de certo modo, esperar os riscos da doença para as gestantes, confesso que me surpreendi, já que almejamos sempre o melhor”, declara.

O Ministério da Saúde incluiu gestantes e mulheres que deram à luz até 45 dias no grupo de risco para o novo coronavírus. Antes, apenas gestantes de alto risco estavam entre os mais vulneráveis para evoluir para quadros graves. O médico ginecologista e obstetra do Hapvida em João Pessoa Romeu Menezes Neto destaca que essas mulheres devem ter cuidados redobrados, com atenção especial a medidas de higiene e reforço do isolamento social.

A surpresa por ingressar no grupo de risco vem acompanhada do medo pelo desconhecido, assim como é para muitas pessoas estejam elas no grupo de risco ou não. “Tenho medo, pois como é uma doença nova o receio é contrair e assim transferir para o bebê, até porque não existe um estudo preciso sobre o assunto ainda”, explica.

Apesar do receio Mayara assegura que está tomando as recomendações passadas pelo Ministério da Saúde. “Sempre que preciso sair para realizar algum exame ou para as consulta de pré-natal, faço uso de máscaras e mantenho distância. Se o local tiver lavabo, lavo sempre as mãos com água e sabão, caso contrário, uso álcool em gel”, afirma.

A dona de casa Juliana Rodrigues também se encontra no grupo de risco, mas diferente de Mayara Nascimento, que espera pelo seu primeiro filho, Juliana há 14 dias foi mãe pela terceira vez. Apesar de no âmbito da maternidade a dona de casa ter mais experiência que a autônoma, quando o assunto é Covid-19, não tem conhecimento que não provoque receio pelos danos que a doença pode causar. “Meu medo maior é pelos meus três filhos, então o que eu puder fazer para preservá-los, farei”, assegura a mamãe.

Juliana Rodrigues também tem tomado os devidos cuidados e seguido as recomendações das autoridades de saúde. “Primeiramente tenho evitado sair de casa, não estou recebendo visitas e sempre higienizo as mãos”, declara.

Seja para Juliana ou para Mayara, o médico ginecologista e obstetra do Hapvida afirma que em relação aos cuidados para combater à Covid-19 as orientações são seguir o que determina o Ministério da Saúde e que vale para toda população. “Cuidados com higiene, lavar as mãos com sabão, uso do álcool em gel na ausência de água e sabão, evitar levar às mãos ao nariz, boca e olhos e o principal, que é obedecer o distanciamento social”, ressalta.

O obstetra destaca que no caso de Juliana e tantas outras mulheres que se encontram no puerpério esses cuidados devem ser redobrados. “Isso porque após o parto as mulheres ficam mais propensas a ter complicações graves com a Covid-19”, reforça.

Além disso, Romeu Menezes Neto lembra que gestantes que tiveram ou têm alguma comorbidade a mais, como asma, hipertensão, diabetes ou doenças crônicas, e gestantes no terceiro trimestre devem redobrar os cuidados, pois se enquadram em grupo de risco maior.

Saiba Mais – As gestantes e puérperas foram incluídas no grupo de risco para Covid-19 por meio de uma determinação do Ministério da Saúde que, segundo informações da pasta, as mulheres que se enquadram nesse perfil estão mais vulneráveis aos efeitos da doença ocasionada pelo coronavírus. Não existem estudos conclusivos acerca da comprovação de um perigo maior da Covid-19 para grávidas e puérperas, mas a decisão foi tomada levando em consideração a ação de outros coronavírus e vírus gripais já conhecidos e estudados anteriormente.

Dados – O Brasil registrou, na cidade do Recife, em Pernambuco, a primeira morte de mulher grávida pela Covid-19 no último dia 5 de abril. Porém, um dia antes foi realizado um parto de emergência para retirado do bebê segue internado.  A mãe da criança era uma mulher de 33 anos, que estava gestante de 32 semanas quando acometida pela doença causada pelo coronavírus.

 

Assessoria de Imprensa

 

 

Campinense marca no fim, vence a Perilima e permanece na liderança do Grupo B do Campeonato Paraibano

O Campinense Clube garantiu a segunda vitória consecutiva, na noite deste sábado (7), ao superar a Perilima, em partida que abriu a 7ª Rodada do Campeonato Paraibano, no Estádio Amigão, em Campina Grande. O jogo foi bastante movimentado, mas a Raposa sofreu para poder sair de campo com mais 3 pontos garantidos, e a manutenção da liderança do Grupo B.

O JOGO

O jogo começou truncado, com muitos erros de cada lado. A Perilima realizava forte marcação com as linhas altas, enquanto que o Campinense apostava nas bolas longas e ligação direta, mas sem êxito nos lançamentos.

Mas, aos 35 minutos do primeiro tempo, em lance isolado, a estrela do artilheiro Rafael Ibiapino apareceu. Ele chutou, o goleiro da Perilima, Conrado, espalmou e o meia Robertinho emendou para o fundo das redes. Era o Campinense abrindo o placar

O jogo continuou sem muita criatividade até o final da primeira etapa. O mal futebol do primeiro tempo fez os técnicos mexerem bastante nas equipes no intervalo. O professor Eudes Pedro, da Perilima, sacou Marcelinho Paraíba e Igor Balotelli e colocou em campo Lucas Silva e Igor Ruan. Pela Raposa, Oliveira Canindé tirou o autor do gol, Robertinho e Vargas e colocou em campo os atacantes Jairo e Zé Paulo.

SEGUNDO TEMPO

E o Perilima voltou melhor em campo no segundo tempo, sufocando a defesa rubro-negra em busca do empate. E, aos 35 minutos a Águia conseguiu igualar o placar. Jairo subiu mais do que todo mundo e marcou de cabeça, uma bola indefensável para o goleiro raposeiro.

A partir daí o jogo ficou lá e cá. Aos 41 minutos, Dênis, que havia entrado minutos antes na Perilima, arriscou um chute de fora da área e a bola passou muito perto da meta do goleiro Adilson Júnior. Um minuto depois, a reposta da Raposa, o atacante Zé Paulo recebeu dentro da área da Perilima, e tentou um toquinho por cima do goleiro Conrado, mas a bola foi forte demais e saiu pela linha de fundo.

O desempate veio aos 45 minutos, com gol salvador de Jairo, camisa 25 do Campinense, que entrou no decorrer da partida. O atacante soltou a bomba de fora da área e marcou o segundo para a Raposa, decretando números finais a partida.

TABELA

O Campinense conseguiu chegar aos 13 pontos conquistados, se mantendo na liderança do Grupo B. Já a Perilima permaneceu com sete pontos, na quarta colocação da Grupo A.

 

(Foto: Danlinsfoto)

Portal WSCOM

 

 

Operação cumpre mandados de prisão contra grupo suspeito de criar empresas de fachada, na PB

Dez mandados de prisão, sendo cinco preventivas e cinco temporárias, e 14 mandados de busca e apreensão são cumpridos na manhã desta quarta-feira (4), nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos e Sousa, na Paraíba. A Operação Noteiras tem como objetivo desarticular uma organização criminosa suspeita de criar empresas de fachada para simular operações de compra e venda de mercadorias. Até as 7h30, quatro pessoas já tinham sido conduzidas para a Central de Polícia de Campina Grande.

Participam da operação a Secretaria de Estado da Fazenda, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributária e o Ministério Público Estadual, por meio da Promotoria de Justiça de Crimes Contra a Ordem Tributária, com apoio do Gaeco. Durante a ação, são três promotores de Justiça, cerca de 50 policiais civis e 34 auditores fiscais da Fazenda Estadual, com suas respectivas equipes.

Os mandados de prisão preventiva, prisão temporária e de busca e apreensão estão sendo cumpridos nas residências, empresas e escritórios de contabilidade dos envolvidos, expedidos pela 6ª Vara Criminal da Comarca de João Pessoa.

O esquema de fraude fiscal estruturada, investigado pela operação, envolve uma organização criminosa e um grupo de empresas que, juntas, movimentaram, de forma ilícita, aproximadamente R$ 200 milhões em mercadorias e notas fiscais falsas.

Durante as investigações, constatou-se a existência de uma organização criminosa especializada na constituição de empresas de fachada que simulam operações de compra e venda de mercadorias, com o fim de acobertar operações realizadas por outras empresas que, por sua vez, funcionam com ares de regularidade, promovendo a circulação de mercadorias sem o recolhimento do imposto devido, causando grave dano ao Estado da Paraíba.

Os investigados na Operação Noteiras responderão por crimes contra a ordem tributária, organização criminosa e falsidade ideológica, cujas penas, somadas, chegam a 18 anos de reclusão.

G1