Arquivo da tag: Globo

Apresentador da Globo e ex-juiz iniciam aliança para a eleição de 2022

O apresentador da Rede Globo, Luciano Huck, e o ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro iniciaram conversas para formar uma aliança na eleição presidencial de 2022, notícia neste domingo o jornal Folha de São Paulo.

Os dois estiveram juntos no apartamento de Moro, em Curitiba, no dia 30 de outubro, e manifestaram a intenção de se unir numa espécie de ´terceira via´.

Ainda segundo o jornal, não ficou decidido no encontro quem seria o cabeça de chapa de uma eventual candidatura conjunta.

*com informações do uol

 

 

SBT bate Globo com Fla-Flu e impõe primeira derrota ao Jornal Nacional desde 2015

O Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) bateu nesta quarta-feira (15), a Rede Globo na transmissão exclusiva em televisão da final do Campeonato Carioca entre Flamengo e Fluminense.

No Rio de Janeiro, o SBT chegou a vencer a Globo por vários momentos e em cima do Jornal Nacional. Foi a primeira vez que a Globo foi derrotada na faixa de horário desde 2015, quando era superada em algumas ocasiões pela novela “Os Dez Mandamentos”, da Record.

Segundo dados prévios de audiência, obtidos pelo UOL Esporte, o SBT superou a Globo por volta das 21h15, no início do primeiro tempo com Fla-Flu, registrando 27 pontos no Ibope do Rio de Janeiro.

A liderança sobre a Globo foi mantida ao longo do segundo tempo, com o fim do JN e o início da exibição da novela “Fina Estampa”.

 

clickpb

 

 

Luciano Huck anuncia retorno do ‘Caldeirão do Huck’ aos Estúdios Globo

Luciano Huck, 48, aproveitou os momentos finais do “Caldeirão do Huck” deste sábado (4) para anunciar que, a partir da próxima semana, o programa volta a ser apresentado dos Estúdios Globo. Durante a quarentena para evitar a disseminação do coronavírus, a atração foi comandada da casa do apresentador, que chamava quadros produzidos antes da pandemia.

De acordo com a Comunicação da Globo, as gravações seguirão um rigoroso protocolo de segurança. “Após o retorno do ‘Encontro com Fátima’ e de experimentar novas maneiras e conceitos de criar e gravar, chegou a vez de o ‘Caldeirão do Huck’ recomeçar a gravar nos Estúdios Globo”, diz comunicado.

“Em esquema especial, seguindo todos os cuidados do protocolo, mas sem perder a sua marca registrada, o programa conta, pela primeira vez, com uma plateia virtual”, afirma a emissora. “O público participa das gravações e conversa com Luciano Huck através de uma chamada de vídeo exibida no telão.”

O apresentador gravou pela primeira vez seguindo o novo esquema na última quarta-feira (1º). Segundo a Globo, foram gravados episódios dos quadros “Gonga La Gonga” e “Que Tal um Pouco de Esperança e Boas Notícias”, além de entrevistas especiais. “Assim como a plateia, todas as atrações e convidados entraram no programa remotamente, por vídeo”, informa.

 

FOLHAPRESS

 

 

Após ordem judicial, Globo transmitirá duelo entre Fluminense e Botafogo

A TV Globo informou neste sábado (4) que vai exibir a partida entre Fluminense e Botafogo, pela semifinal da Taça da Rio, neste domingo (5), às 16h. Em nota, a emissora diz que cumprirá uma decisão judicial que a obriga a exibir o duelo mesmo após ter rescindido o contrato de transmissão do Estadual do Rio na última quinta (2), alegando quebra de exclusividade.

A Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) obteve na noite de sexta-feira (3) uma liminar na 24ª Vara Cível do Rio de Janeiro contra a rescisão unilateral do contrato pela Globo. A juíza Eunice Bittencourt Haddad, responsável pela decisão, também determinou que a emissora exiba as semifinais e final da Taça Rio e a final do Estadual e estabeleceu multa de R$ 5 milhões em caso de descumprimento da decisão judicial.

“A Globo vai recorrer da decisão, mas, em respeito à Justiça e aos clubes, dos quais é parceira histórica, vai transmitir a partida”, diz o comunicado da emissora. “A Globo esclarece que os clubes são livres para transmitir seus jogos ou autorizar que terceiros os transmitam, uma vez que o contrato foi rescindido.”

Além da exibição da partida em TV aberta para as praças do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Juiz de Fora (MG), Distrito Federal, Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Pará, Amapá, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Sergip, o SporTV e o Premiere também exibem Fluminense x Botafogo.

Na quinta, a emissora carioca decidiu rescindir o contrato firmado com a federação (Ferj) e os outros 11 times da competição um dia após o Flamengo exibir o jogo diante do Boavista em seu canal oficial no YouTube.

“No entendimento da Globo, o contrato foi violado ontem [quarta, dia 1º], quando a FlaTV exibiu ao vivo a partida entre Flamengo e Boavista”, afirmou a emissora.

Apesar de ter decidido romper o contrato e encerrar suas transmissões do campeonato deste ano, a Globo afirma que, “por liberalidade”, manterá os pagamentos devidos aos times com quem acertou.

Para exibir a partida na FlaTV, o clube rubro-negro se diz amparado pela Medida Provisória 984, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e publicada no Diário Oficial do último dia 18.

A medida dá ao clube mandante a prerrogativa de comercializar seus direitos de transmissão. Até então, o texto da Lei Pelé previa que esse direito pertencia às duas partes envolvidas na partida.

A MP poderá ser aprovada ou rejeita pelo Congresso em até 60 dias, renováveis pelo mesmo período, e enquanto isso vigora com poder de lei.

“A Globo entende que a Medida Provisória não poderia alterar um contrato celebrado antes de sua edição e protegido pela Constituição”, diz a emissora em seu comunicado.

A Folha de S.Paulo teve acesso à carta da Globo enviada para os clubes e a Ferj. Ela diz que a federação não fez cumprir o artigo 136 do regulamento geral da competição (“somente a entidade pode autorizar a transmissão de partidas”) e que “falhou no dever contratual, o que por si só justifica a rescisão”.

A equipe rubro-negra sinalizou que continuará transmitindo em seu canal as próximas partidas do estadual em que for mandante. Mas é possível que isso ocorra apenas mais uma vez, na semifinal da Taça Rio. O mando da decisão do turno será definido por sorteio.

A Ferj disse que o caso será entregue ao departamento jurídico da entidade e pediu aos times que, mesmo como mandantes, não transmitam suas partidas até que haja uma decisão posterior.

 

FOLHAPRESS

 

 

Botafodo-PB vence o Globo por 3 a 0 no RN e encosta no G4

Após vencer o Confiança no Almeidão, em João Pessoa, o Botafogo-PB doi ao RN enfrentar o Globo. O time da Capital paraibana não se intimidou diante da torcida potiguar e venceu a partida por 3 a 0.

O jogo aconteceu na noite deste sábado (10) pela Série C, do Campeonato Brasileiro. Com a vitória, o Belo volta a sonhar com o G4, já que a vitória sobre o Globo deixou o Botafogo-PB na 5ª posição.

Os gols da partida foram marcados por Neilson e Felipe Alves, que acertou a rede adversária duas vezes. Felipe Alves assumiu a vaga de titular na partida após Nando ser liberado para ir a São Paulo. A mãe do jogador do Belo passa por um problema de saúde.

A situação do Globo ficou ainda mais complicada. O time ocupa a 8ª posição, com 16 pontos, e corre o risco de ser rebaixado. Na próxima partida, a equipe enfrentará o Santa Cruz, de Recife, no Arruda.

Já o Belo vai enfrentar o Náutico, no Almeidão no próximo sábado.

O Treze, de Campina Grande, segue como lanterna da chave.

 

PB Agora

 

 

Botafogo enfrenta o Globo e pode encaminhar classificação

Em grande fase e muito próximo de garantir sua classificação para as quartas de final da Série C, o Botafogo-PB tem um duelo decisivo neste domingo (5), às 16h, contra o Globo-RN, no estádio Barrettão, em Ceará-Mirim, pela penúltima rodada da primeira fase da competição nacional. O Belo tem 24 pontos, enquanto o time do Rio Grande do Norte tem 20 e precisa do triunfo para seguir vivo na luta pela vaga.

O Botafogo-PB vem numa sequência muito boa. Nos últimos jogos, o time comandado por Evaristo Piza venceu ABC-RN, Santa Cruz-PE e Atlético-AC, além de ter empatado com Confiança-SE e Remo-PA. Além disso, a zaga do time da Capital não é vazada pelos adversários há quatro rodadas.  Por tudo isso, o clima é de muita confiança para o duelo de logo mais.

“Chegamos ao momento decisivo da competição e a gente está crescendo no momento certo. Eu sempre disse que a reta final é que vai dizer o que a gente foi na competição. Espero que a gente possa continuar nesse crescimento nos últimos dois jogos da primeira fase para que a tão sonhada classificação e, posteriormente o acesso, possam vir para o Botafogo esse ano”, falou o zagueiro Gladstone.

Apesar do bom momento, Evaristo Piza terá dois desfalques importantes para a partida. Os meias Clayton e Marcos Aurélio receberam o terceiro cartão amarelo diante do Atlético Acreano e são as baixas. Em compensação, o volante Rafael Jataí e o centroavante Nando retornam após cumprirem suspensão.

Por conta dos desfalques, Piza chegou até a testar o time com três zagueiros, atuando no 3-6-1. No entanto, a tendência é que ele mantenha a equipe no 4-2-3-1, que vem dando certo.

Os escolhidos

Um provável time para encarar o Globo terá: Saulo, Gedeílson, Gladstone, Júnior Lopes e Fábio Alves; Rafael Jataí, Rogério, Juninho, Allan Dias (Hiroshi) e Jobinho (Carlos Renato); Leandro Kivel (Nando).

*Por Allan Hebert, do Jornal Correio.

Helicóptero da Globo cai na orla do Recife e deixa dois mortos

Buscas pelo Globocop acontecem na Praia do Pina, na Zona Sul do Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

O Globocop da Globo em Pernambuco caiu, na manhã desta terça-feira (23), na Praia do Pina, na Zona Sul do Recife. O acidente com o helicóptero ocorreu por volta das 6h15 (horário local). De acordo com informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), três pessoas estavam na aeronave. Duas delas morreram e uma foi encaminhada para o Hospital da Restauração (HR), na área central capital.

Os ocupantes eram funcionários da empresa Helisae, que presta serviços para a TV Globo há mais de 15 anos. O helicóptero era pilotado pelo comandante Daniel Galvão, que morreu no local. Também estavam a bordo Lia Maria Abreu de Souza, que chegou a ser socorrida, mas faleceu, e o operador de transmissão Miguel Brendo, que encotra-se em estado grave no HR.

O acidente aconteceu logo depois que o helicóptero fez as imagens da abertura do telejornal Bom Dia Pernambuco, nesta terça-feira. A aeronave foi revisada na semana passada e já tinha feito vários voos normais desde então.

“De início, quando a gente chegou ao local, a informação é que teria quatro tripulantes. A gente tem, em solo, resgatado pela Comunidade do Pina, três pessoas. Dois óbitos, sendo uma moça que obitou durante o procedimento de reanimação. Uma pessoa do sexo masculino foi removida para o Hospital da Restauração”, afirmou o técnico de enfermagem do Samu, Valdemir, em entrevista ao Bom Dia Pernambuco.

Chovia no Recife quando ocorreu o acidente. Bombeiros foram acionados para fazer o resgate e usam motos aquáticas para localizar o helicóptero. Segundo informações de testemunhas, haveria um quarto tripulante. A corporação tenta localizar a vítima.

Ainda de acordo com testemunhas, houve um clarão e uma explosão no mar.

G1 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Bolsonaro empregou ex-mulher e parentes dela, diz ‘O Globo’

O deputado federal e pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e seus filhos empregaram, nos últimos 20 anos, uma ex-mulher do parlamentar e dois parentes dela em cargos públicos em seus gabinetes. Ana Cristina Valle, ex de Bolsonaro e mãe de Jair Renan, o quarto filho do presidenciável; a irmã dela, Andrea, e o pai das duas, José Cândido Procópio, ocuparam as vagas a partir de 1998, ano de nascimento de Jair Renan. Ana Cristina e José Cândido não estão mais nos gabinetes da família, mas Andrea continua no do deputado estadual Flávio Bolsonaro, filho do presidenciável.

Embora esteja lotada no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), ela não trabalha no local. O GLOBO a procurou duas vezes no gabinete nos últimos dias, e os funcionários disseram desconhecê-la. A ex-mulher de Bolsonaro, Ana Cristina, alegou que a irmã, assim como o pai, sempre trabalhou em Resende, uma das bases eleitorais de Bolsonaro. O trabalho de assessores nas bases dos parlamentares é permitido.

Apesar dos quase 20 anos de nomeações, os casos não podem ser tecnicamente enquadrados como nepotismo. A contratação de parentes foi normatizada por uma súmula do Supremo Tribunal Federal, em 2008. Os casos da família Bolsonaro ocorreram antes disso. Andrea, pelo grau de parentesco com Flávio Bolsonaro, não se enquadra na proibição expressa na súmula do STF.

O cargo com Flávio não é o primeiro de Andrea perto do presidenciável. Sua trajetória junto à família Bolsonaro começou após o nascimento de seu sobrinho Jair Renan, em 1998. Naquele ano, Jair Bolsonaro a nomeou como assessora na Câmara.

Andrea ficou lotada ali até novembro de 2006, quando deixou o cargo. Em 2008, uma semana depois da publicação da súmula antinepotismo pelo STF, foi nomeada no gabinete do deputado estadual Flávio Bolsonaro e de lá não mais saiu. Pela folha salarial de setembro, ela recebe R$ 7,3 mil entre salário e gratificações, além de R$ 1,1 mil em auxílio escolar. O valor líquido recebido por Andrea, depois do desconto de Imposto de Renda e Previdência, foi de R$ 6,5 mil.

A entrada de Andrea no gabinete de Flávio Bolsonaro se deu no mesmo dia em que o pai dela e de Ana Cristina, José Cândido Procópio Valle, foi exonerado. Ele estava lotado no gabinete do deputado estadual desde fevereiro de 2003, quando Flávio assumiu seu primeiro mandato. Mas, segundo regra editada pelo STF sobre nepotismo, o vínculo familiar entre Procópio e Flávio Bolsonaro é um grau mais próximo que o de Andrea. O trabalho na Alerj, no entanto, não foi o primeiro do patriarca dos Valle no clã Bolsonaro. Ele já havia sido contratado em novembro de 1998 para o gabinete de Jair, então seu genro, onde ficou até abril de 2000.

Já Ana Cristina trabalhou no gabinete de Carlos Bolsonaro, o primeiro filho de Jair a entrar para a política, eleito vereador aos 17 anos, em 2000. A Câmara do Rio não informou o período em que ela atuou na casa. Embora ressalte que não se lembra do período exato trabalhado, Ana Cristina afirma ter deixado a Câmara em 2006, quando terminou a relação com Jair Bolsonaro.

• José Candido Procópio, pai de Ana Cristina, é contratado no gabinete
de Jair Bolsonaro, onde fica até 2000
• Andrea Valle, irmã de Ana Cristina, é contratada pelo gabinete de Jair Bolsonaro, onde permanece até 2006
• Ana Cristina é contratada pela liderança do PPB, partido pelo qual Jair Bolsonaro se reelegeu deputado naquele ano
2002
Ana Cristina é contratada pelo
gabinete de Carlos Bolsonaro, na Câmara do Rio, onde fica até 2006
2003
Em 1º de fevereiro, José Candido Procópio é nomeado no gabinete de Flávio Bolsonaro, na Alerj
2008
Em 29 de agosto é publicada a Súmula do STF que normatiza contratação de parentes, a chamada “Lei do Nepotismo”
No dia 4 de setembro, José Candido Procópio é exonerado do gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj. Andrea Valle é contratada pelo gabinete de Flávio Bolsonaro, onde permanece lotada até hoje, trabalhando em
Resende.

Antes, Ana Cristina ocupou outros cargos no serviço público. Ela começou a trabalhar na Câmara em abril de 1992, no gabinete do deputado Mendonça Neto (PDT-AL), onde ficou até agosto do mesmo ano. Quatro meses depois, assumiu cargo na liderança do PDC, partido pelo qual Jair Bolsonaro cumpria seu primeiro mandato de deputado. Entre agosto de 1993 e maio de 1994, atuou como secretária parlamentar com o deputado Jonival Lucas (BA), que foi correligionário de Bolsonaro no PDC e migrou para o PSD.

A partir de 1995, ela passou a trabalhar no Executivo — na Casa Civil e na Integração Regional —, e só voltou à Câmara no fim de 1998, quando seu filho não tinha ainda completado um ano, e foi lotada no gabinete da liderança do PPB, partido pelo qual Bolsonaro acabara de ser reeleito. Ana Cristina foi nomeada para o cargo menos de dez dias depois de seu pai assumir um posto de assessoria no gabinete de Bolsonaro, e dois meses após a irmã fazer o mesmo. Ou seja, os três estavam empregados em cargos ligados ao clã.

Em abril de 2005, durante uma sessão da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, Bolsonaro defendeu a contratação dos parentes e citou a situação do filho Eduardo, hoje deputado federal por São Paulo. Ele foi funcionário da liderança do PTB entre 2003 e 2004, quando o hoje presidenciável estava no partido.

— Já tive um filho empregado nesta casa e não nego isso. É um garoto que atualmente está concluindo a Federal do Rio de Janeiro, uma faculdade, fala inglês fluentemente, é um excelente garoto. Agora, se ele fosse um imbecil, logicamente estaria preocupado com o nepotismo, ou se minha esposa fosse uma jumenta eu estaria preocupado com nepotismo também — justificou.

O relacionamento entre Jair e Ana Cristina durou dez anos, de acordo com declaração do deputado em um processo judicial, em 2011, sobre a guarda do filho Jair Renan. Atualmente, a ex-mulher de Bolsonaro é chefe de gabinete do vereador Renan Marassi (PPS), em Resende. Em outubro, o salário de Ana Cristina foi de R$ 5,8 mil. No dia 14 de novembro, o vereador foi recebido por Jair para divulgar a apresentação, pelo deputado, de duas emendas para o município.

O QUE DIZ JAIR BOLSONARO

O deputado e presidenciável Jair Bolsonaro afirma que sempre agiu dentro da lei, respeitando a súmula vinculante editada pelo STF, em 2008, que normatizou a contratação de parentes. Bolsonaro reconhece que sugeriu o nome de sua ex-mulher Ana Cristina Valle para trabalhar como assessora de um de seus filhos, o vereador Carlos Bolsonaro, na Câmara Municipal do Rio, e que contratou em seu gabinete o pai e a irmã de Ana Cristina, mas ressalta que essas indicações e contratações ocorreram antes da decisão do Supremo.

O deputado enviou nota ao GLOBO, que segue na íntegra:

“1. Mantive, do final de 1997 até o início de 2007, união estável com a Sra. Ana Cristina Siqueira Valle que já havia exercido atividades de assessoramento a 2 parlamentares e Comissões da Câmara dos Deputados, ressaltando que nunca foi comissionada em meu Gabinete;

2. Considerando a experiência adquirida no exercício de atividades anteriormente desempenhadas em assessoramento a parlamentares, aliado ao fato de sua formação escolar, sendo atualmente advogada, sugeri o nome da Sra Ana Cristina para assessorar o Vereador Carlos Bolsonaro, em seu primeiro mandato, tendo sido demitida há cerca de 10 anos.

3. O Sr. José Procópio e a Sra. Andrea Valle estiveram algum tempo comissionados em meu Gabinete, exercendo funções de assessoramento parlamentar no Estado do Rio de Janeiro. Posteriormente o Sr José Procópio foi comissionados no Gab do Deputado Flavio Bolsonaro, exercendo funções de assessoramento parlamentar. A Sra Andre Valle foi demitida em 2006 e o Sr. José Procópio, em 2008.

4. Até o ano de 2008, antes da edição da Súmula Vinculante nº 13, do STF, não havia vedação de comissionar parentes em cargos temporários e indiquei, para gabinetes no Estado do Rio de Janeiro, onde residiam, alguns parentes da Sra Ana Cristina para exercício de funções relacionadas a assessoramento de atividades parlamentares, sendo que após esse período não houve mais nomeação de parentes até o 3º grau em meu Gabinete.;

5. Recebi em meu Gabinete, no corrente ano, o Vereador Renan Marassi, de Resende-RJ, que acompanhava o Prefeito daquela Cidade, assim como recebi centenas de outros prefeitos e vereadores, não só neste, mas também em outros anos, que no interesse de seus municípios buscam recursos orçamentários via Emendas de Parlamentares e desde 2005, com frequência, destaco recursos para aquele Munícipio, independente do partido político a que pertença seu Chefe do Executivo.

6. Não fiz indicação do nome da Sra Ana Cristina e de nenhum outro a qualquer político visando nomeação para cargo de confiança.”

O QUE DIZEM FLÁVIO E CARLOS BOLSONARO

O deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSC-RJ) disse que Andrea trabalha para seu gabinete em Resende, organizando reuniões e fazendo divulgação e panfletagem das atividades parlamentares na cidade, além de fazer a triagem de pessoas que querem entrar em contato com o deputado. Em contato com o GLOBO por telefone na última quinta-feira, Flávio Bolsonaro

– Ela está lotada no meu gabinete, mas é trabalho parlamentar, ela organiza uma série de coisas para mim em Resende. Ela tem um trabalho que não tem de estar aqui no gabinete batendo ponto, mas é um trabalho importantíssimo. Tanto é que lá em Resende é o município onde tive, proporcionalmente, minha segunda maior votação no estado. Sou natural de lá, tenho família e amigos lá. Ela me dá ótimo retorno. (Sua contratação) Não tem nada a ver com a questão familiar. Ela entrou no meu gabinete em 2008, quando meu pai já nem estava mais casado com a Cristina.

O deputado estadual diz que respeita a legislação vigente:

— Tem que separar os casos, né? Tem gente que fazia isso e o pessoal não trabalhava. Com base na competência, para fazer aquele trabalho, não via problema nenhum. Mas, a lei é para todo mundo, a gente respeita a lei. Se eu fosse governador do Rio de Janeiro, meu secretário de segurança, eu queria que fosse Jair Bolsonaro. Alguém ia discutir que ele tem a competência e o perfil? Então, cada caso é um caso, tem que estar sempre dentro da lei.

Sobre a contratação em seu gabinete, entre 2003 e 2008, de José Candido Procópio, pai de Ana Cristina e Andrea, o deputado estadual comentou:

— Tudo que falei da Andreia pode transcrever para ele. Ele é uma pessoa bem relacionada lá (em Resende), fincou raízes na cidade, é de confiança nossa, e trabalhou para o gabinete lá.

O vereador Carlos Bolsonaro afirmou, por meio de seu gabinete, que contratou Ana Cristina Valle por seu currículo e qualidades profissionais, e que ela deixou o trabalho porque ganharia mais como advogada.

O Globo 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Fabio Assunção recebe ultimato da TV Globo por tratamento

A permanência de Fabio Assunção na TV Globo está incerta. Após ser detido e autuado por resistência à prisão, desacato e dano ao patrimônio público durante confusão na madrugada de sábado (24) em Arcoverde, em Pernambuco, a emissora deu um ultimato no ator, exigindo que ele inicie o tratamento para controlar o consumo de álcool e drogas ilícitas.

Fabio Assunção se desculpou após uso excessivo de bebida alcoólica que culminou em sua prisão em Arcoverde, em Pernambuco, na madruga de sábado, dia 24 de junho de 2017
Fabio Assunção se desculpou após uso excessivo de bebida alcoólica que culminou em sua prisão em Arcoverde, em Pernambuco, na madruga de sábado, dia 24 de junho de 2017

Foto: AGNews / PurePeople

Segundo o colunista Léo Dias, do programa “Fofocalizando”, do SBT, a Globo não quer ter seu nome envolvido em novos escândalos do tipo e, por isso, colocou o tratamento como condição para que ele continue com o contrato na empresa. A emissora já teria oferecido assistência para o ator tratar a dependência química e alcoólica em outra ocasião.

Ator se desculpou por briga em Pernambuco

Fabio Assunção foi a Pernambuco para divulgar o documentário “Samba de Coco”, feito em parceria com Pally Siqueira, com quem namora há pouco mais de 1 ano, quando se envolveu em brigas com moradores e policiais após ingestão excessiva de bebidas alcoólicas. Liberado após pagar fiança de cerca de R$ 9 mil, o ator usou sua conta no Instagram para se desculpar com os fãs.

“Lamento muitíssimo o ocorrido em Arcoverde. Era uma noite de celebração. Tínhamos acabado de exibir nosso documentário filmado no sertão pernambucano no palco principal do festival de São João. Então fomos com a equipe confraternizar e a situação saiu do controle. Infelizmente aconteceu uma briga”. Continuando, o artista afirmou ter pedido para ser feito um exame toxicológico para ser comprovado que ele não usou drogas ilícitas e ainda garante que irá arcar com todos os prejuízos. ” Peço a todos sinceras desculpas. Não é fácil, mas reconhecer meus erros e procurar sempre aprender com eles é o que eu desejo “, finalizou Fabio.

Artistas deram apoio a Fabio Assunção nas redes sociais

Em resposta aos comentários negativos feitos na internet após a veiculação de vídeos em que Fabio Assunção aparece alterado, muitos artistas foram solidários com o estado do ator e fizeram homenagens a ele em suas redes sociais.

Drica Moraes compartilhou dois vídeos em seu Instagram para demonstrar seu apoio ao colega de trabalho. “Ele é uma das pessoas mais preparadas para o convívio social que eu conheço. Para o convívio profissional, político, social. É uma pessoa que tem um olhar para qualquer ser humano ao redor dele extremamente carinhoso e humano”, falou a atriz.

Klebber Toledo, que interpretará a versão mais nova de Fabio na série “A Fórmula”, com estreia prevista para o segundo semestre de 2017, repostou o pedido de desculpa do ator em seu perfil. Ivete Sangalo, Luisa Arraes, Bruno Gagliasso, Fernanda Rodrigues e Walcyr Carrasco foram outros famosos que também apoiaram Fabio Assunção na web.

purepeople

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Cauã Reymond deixa elenco da próxima novela do Walcyr Carrasco na Globo

Cauã ReymondCauã Reymond, nome disputadíssimo na Globo, pediu para não fazer a próxima novela de Walcyr Carrasco, substituta de “A Força do Querer” na faixa das 21h e com estreia prevista para outubro. Pediu e foi atendido, confirma a emissora.

Como justificativa para não integrar o elenco, Cauã alegou ter realizado vários trabalhos seguidos na casa, e, principalmente, o compromisso já assumido com novas produções para o cinema.

Trata-se de um desfalque importante, é verdade, por se tratar de um protagonista, e por ainda não existir ninguém fechado para o seu lugar. A Teledramaturgia pretende escolher este novo nome nos próximos dias.

O projeto que levou Cauã a recusar a novela do Walcyr é sobre a vida de Dom Pedro I, que ele irá protagonizar e também produzir, com direção de Laís Bodanzki. As locações serão no Brasil e na Europa.

*Colaboração de José Carlos Nery

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br