Arquivo da tag: gestante

Gestante morre vítima de Coronavírus na Paraíba; bebê não resiste à cesariana de emergência e também acaba falecendo

Uma gestante de 24 anos morreu na noite deste sábado (23), vítima de Coronavírus, na Paraíba. Joyce Rodrigues era assistente social e morava no bairro de Tibiri, em Santa Rita.

A vítima apresentou os primeiros sintomas no início do mês de maio e precisou ser internada às pressas. Logo em seguida ela apresentou piora no quadro de saúde e ficou intubada por 10 dias.

De acordo com informações, na noite deste sábado (23), ela sofreu uma parada cardíaca e precisou passar por uma cesariana de emergência. Nem ela nem o bebê resistiram e foram a óbito.

 

clickpb

 

 

Capotagem na BR-101 deixa quatro pessoas feridas, entre elas uma gestante, em João Pessoa

Quatro pessoas ficaram feridas, entre elas uma gestante, após acidente na madrugada deste domingo (8) na BR-101 em João Pessoa. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo em que seguiam os ocupantes feridos bateu em um objeto estático e capotou.

O acidente, registrado pouco depois da meia-noite deste domingo, ocorreu no km 97,8 da rodovia federal. Ainda de acordo com a PRF, não há informações se houve mais de um veículo envolvido no acidente.

Os quatro feridos no acidente, sendo três com ferimentos leves e um com ferimento grave, foram levados para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Não houve identificação do estado de saúde da gestante, que está entre os feridos, segundo a PRF.

G1

 

Família denuncia que objeto foi esquecido em gestante na Cândida Vargas

Um grupo composto por familiares e amigos de Kelyane Neri do Nascimento, de 28 anos, realizaram um protesto na manhã de hoje em frente à Maternidade Cândida Vargas, no Centro de João Pessoa, denunciando suposto erro médico no parto da moça, realizado no dia 11 de setembro deste ano. Kelyane deu a luz um menino saudável, recebeu alta e foi para casa, mas passou a se sentir mal, com febre e dores abdominais, quadro que a levou de volta à Cândida Vargas, onde está internada em estado grave. A família afirma que um objeto metálico teria sido esquecido no corpo da paciente.

“Pegaram minha filha, mandaram para casa. Um mês depois, ela começou a ter dores e febre. Aqui no Cândida Vargas, deram antibiótico e disseram que era uma bactéria. Falaram para minha irmã que tinha uma peça de metal e gaze na minha filha, além de terem tirado uma parte do intestino da minha filha, que pesava 1,1 kg”, denunciou Maria das Dores Lima, mãe de Kelyane.

O secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, participou do Jornal da Manhã da Rádio Jovem Pan e comentou o caso:

“Estamos dando toda a assistência à paciente que fez uma cesárea em setembro, depois teve uma complicação e voltou, fez duas cirurgias por causa de dores pélvicas e está tendo todo o atendimento protocolar. Obviamente que o estado dela é grave. Toda a documentação e prontuário que segue estão à disposição da família. Aliás, o prontuário da paciente é propriedade da família. Eu vou determinar à Cândida Vargas que faça uma apuração do que aconteceu, mas fazer juízo de valor não leva a nada. A família tem todo direito de estar indignada, mas temos que investigar o que foi que aconteceu e assumimos publicamente que isso será feito”, disse Fulgêncio.

 

Parlamentopb

 

 

Gestante sofre queimaduras ao tentar usar álcool para acender fogão artesanal

Uma grávida sofreu queimaduras ao tentar acender um fogão artesanal com álcool na tarde deste domingo (31), no bairro Cristo Redentor, em João Pessoa.

De acordo com o relato, a mulher pensou que o fogo havia apagado e tentou despejar álcool para reacender as chamas, causando uma explosão. Ela sofreu queimaduras, e o marido que estava próximo, também foi atingido na perna. Alguns objetos da residência foram consumidos pelas chamas.

A gestante foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

 

clickpb

 

 

Com identidade falsa, gestante é presa quando tentava vender gêmeos em maternidade de João Pessoa

Uma mulher grávida de gêmeos foi presa em flagrante na quarta-feira (29/8) na Maternidade Frei Damião no bairro de Cruz das Armas em João Pessoa tentando vender seus bebês. Segundo informações da polícia à grávida de 27 anos estava utilizando uma identidade falsa para viabilizar a “comercialização” dos bebês para uma mulher de São Paulo que viria da cidade apenas para receber as crianças.

O esquema foi descoberto através de uma cunhada da gestante desconfiou do nome que estranho que a mulher deu no hospital. As funcionárias da maternidade acharam a atitude da grávida suspeita e acionaram a polícia.

A polícia acredita que o objetivo da gestante era usar o nome da mulher que vinha de São Paulo pegar as crianças para facilitar a emissão da documentação. De acordo com a delegada Magna Maria de Almeida, titular da 1ª Delegacia Distrital, Logo após o nascimento dos bebês, a mulher iria registrar as crianças e levar para São Paulo. As duas foram presas e serão encaminhadas para o presídio feminino da capital.

Segundo a polícia, a gestante reside do bairro dos Funcionários II, em João Pessoa além dos gêmeos que estão para nascer tem três filhos. A acusada disse que iria vender as crianças porque não tinha mais condições de criar os filhos. Ela revelou também que o pai das crianças não queria mais saber dela e nem dos bebês.

“O pai rejeitou quando descobri que estava grávida, por esse motivo decidi dar as crianças. Todo mundo me aconselha a entregar essas crianças porque eu não tenho condição de criar”, revelou.

Fonte: Paraíba.com
Focando a Notícia