Arquivo da tag: extrato

Anvisa proíbe venda de extrato e molho de tomate com pelo de roedor de 5 marcas

estratos de tomateA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização e a distribuição de quatro lotes de extrato de tomate das marcas Amorita, Predilecta, Aro e Elefante, além de um lote de molho de tomate tradicional da marca Pomarola.

A punição às cinco marcas se deu com base em laudos que detectaram matéria estranha indicativa de risco à saúde humana – pelo de roedor – acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente. As empresas terão de recolher os estoques dos produtos existentes no mercado.

As decisões da Anvisa estão publicadas em resoluções no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (28).

A primeira refere-se ao lote L 076 M2P e validade de 01/04/2017 do extrato de tomate Amorita, fabricado por Stella D’Oro.

A segunda, ao extrato de tomate Predilecta lote 213 23IE e validade 03/2017, e extrato de tomate da marca Aro, lote 002 M2P, válido até 05/2017.

A terceira trata do molho de tomate tradicional Pomarola lote 030903 e validade 31/08/2017 e também do extrato de tomate Elefante lote 032502 e validade 18/08/2017.

As empresas não se manifestaram.

Estadão

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Extrato de tomate com pelo de rato é interditado pela Anvisa

extratoUm lote do extrato de tomate Bonare, fabricado pela empresa Goiás Verde Alimentos Ltda, foi interditado por 90 dias pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por ter pelo de rato acima do limite tolerado. Segundo a agência reguladora, pesquisas no lote 29 H1 mostraram resultado insatisfatório na análise de matéria estranha macroscópica e microscópica, “devido à presença de fragmentos de pelo de roedor, matéria estranha indicativa de risco à saúde, acima do limite de tolerância estabelecido, que é 1 em 100g”.

A Anvisa também suspendeu a distribuição, venda e uso da Máscara Care Repair Portier Fine Professional Hair, fabricado por Di Fiorena Indústria Cosmética Ltda EPP. O lote 0940713020 tem validade até julho de 2016. O lote apresentou resultado insatisfatório no ensaio de identificação de formaldeído. O fabricante protocolou o cancelamento a pedido de produto notificado, por suspeita de falsificação, disse a agência.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Acompanhe o noticiário de Economia pelo Twitter @AnoteePoupe

Extra

 

Cidadão pode consultar extrato da Previdência pela internet

Brasília – O número de consultas sobre informações previdenciárias no Banco do Brasil (BB) em terminais de autoatendimento ou na internet, nos quatro primeiros meses do ano, representa 43,84% do total registrado em 2011. Enquanto o BB, recebeu 967.263 acessos em 2011, este ano, até o fim de abril, foram 424.102 acessos, informou o banco à Agência Brasil. As consultas aumentaram também em comparação ao primeiro quadrimestre, já que, em 2011, foram 345.143 acessos.

De acordo com a instituição, o extrato de informações previdenciárias pode ser retirado nos terminais de autoatendimento ou na internet pelos correntistas ou pessoas que têm outro tipo de relação com o pagamento dos benefícios. No autoatendimento, está disponível na opção “Extratos”. Na internet (www.bb.com.br), o caminho para acessá-lo é: Extrato – Outros Extratos – Demonstrativo de crédito do INSS.

A Caixa Econômica Federal não informou o número de acessos, mas quem tem cadastro no Internet Banking da instituição e teve em algum momento vínculo com a Previdência Social, como empregado, trabalhador avulso, o segurado facultativo ou contribuinte individual pode fazer a consulta no site do banco (www.caixa.gov.br ).

Para obter o extrato da Caixa Econômica Federal , o interessado deve acessar o portal e digitar os dados. Ao encontrar a opção Cidadão Online, deve-se clicar no Extrato da Previdência Social.

Caso o interessado não tenha acesso a esses dois bancos, outra alternativa é localizar o Extrato de Informações Previdenciárias no portal da Previdência Social Agência Eletrônica Segurado. Para isso, é necessário uma senha fornecida pelas agências da Previdência Social após o agendamento pelo telefone 135 (ligação de telefone fixo ou público) ou no  site  da própria Previdência.

Os dados do extrato são os constantes no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) e permitem o acompanhamento dos depósitos feitos pelo empregador. De acordo com o Decreto nº 6.772, de 30 de dezembro de 2008, os dados constantes no CNIS valem para todos os efeitos como prova de filiação à Previdência Social, relação de emprego, tempo de serviço ou de contribuição e salários de contribuição, podendo, em caso de dúvida, ser exigida pelo INSS a apresentação dos documentos complementares.

Edição: Aécio Amado