Arquivo da tag: esposo

Durante briga, mulher atinge esposo com golpe de faca e foge, no bairro do Rangel; cresce em JP casos de violência doméstica

Mais um caso de violência domestica foi registrado pela Polícia Militar na noite desta quinta-feira (22), no bairro do Rangel, em João Pessoa, quando uma discussão de casal culminou em um homem ferido com golpes de faca. O caso foi registrado na noite desta quinta-feira (22), no bairro do Rangel, em João Pessoa. João Pessoa registra mais de 900 casos de violência contra a mulher no primeiro semestre de 2020.

De acordo com a Polícia Militar (PM), as informações iniciais repassadas à corporação são de que a vítima teria chegado em casa após ingerir bebida alcoólica e discutido com a esposa. Mediante a situação, ela teria se armado com a faca e desferido um golpe – que atingiu a mão do homem.

Na sequência, a mulher teria saído do local deixando a vítima. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e prestou atendimento. O homem foi encaminhado ao Trauminha de Mangabeira.

Casos de violência contra a mulher na capital
Pelo menos 911 casos de violência contra a mulher foram registrados no primeiro semestre de 2020, em João Pessoa. O número foi divulgado recentemente, após ser foi extraído do banco de dados do Sistema de Procedimentos Policiais (SPP) da Delegacia Geral da Polícia Civil.

Como denunciar violência contra a mulher
180: Central de Atendimento à Mulher
197: Disque Denúncia da Polícia Civil
190: Disque Denúncia da Polícia Militar (para casos de emergência)
Delegacia online

pbagora

 

Jovem tem parte do corpo queimado após esposo jogar água quente

Mais um caso de violência foi registrado nesta quarta-feira (25) no estado. É que uma mulher teve parte do corpo queimadas após o companheiro jogar água quente nela. O episódio aconteceu na cidade de Campina Grande, a 120 quilômetros de João Pessoa.

A vítima tem 22 anos e teve que ser levado para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade.

Apesar de já ter tido alta, a mulher teve queimaduras de 2º e 3º graus. O estado de saúde dela é considerado estável.

O caso foi registrado através de um boletim de ocorrência, mas até o fechamento desta matéria o suspeito não havia sido localizado. A polícia segue em diligência para tentar prendê-lo.

paraiba.com.br

 

 

“Ela estava com suspeita de gravidez”, diz esposo de jovem morta em Guarabira

Rodrigo, de 22 anos, disse em entrevista a repórter Pedro Júnior (Rádio Talismã FM 99,3), que quer ajuda da polícia para desvendar a morte da sua esposa, Deysiane Taynelle, de 23 anos, encontrada morta nesta terça-feira (6), na cidade de Guarabira.

Rodrigo afirmou na entrevista que a morte da sua esposa foi uma covardia. “Sem explicação, ela não devia e nem conhecia ninguém”, disse.

Perguntado se estava sofrendo acusação, Rodrigo disse que jamais teria como fazer isso com ela. “Eu amava muito ela”, declarou.

O delegado Norival Portela do NI – Núcleo de Homicídios da 8ª DSPC, também se pronunciou e afirmou que o crime se trata de um – CVLI – Crime Violento Letal Intencional. Os familiares foram ouvidos e diligências internas e externas estão sendo realizadas no intuito de elucidar o fato.

“Estamos trabalhando no caso e o propósito é elucidar o fato e descobrir o responsável, mas dentro de um trabalho com coletas de indícios que realmente possa surtir efeitos”, frisou Portela em entrevista ao repórter Pedro Júnior.

 

portal25horas

 

 

Mãe acusa esposo de tentar estuprar filha de 3 anos durante bebedeira na Paraíba

Foto: TV Correio

Um homem de aproximadamente 40 anos está sendo acusado de tentativa de estupro contra a filha de 3 anos de idade. O caso ocorreu nessa quarta-feira (10), no município de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa. A denúncia foi feita pela mãe da garota.

De acordo com policiais do 7º BPM, a mãe da criança informou que estava bebendo com o esposo e uma amiga quando ela foi até a cozinha preparar um ‘tira-gosto’.

Ao retornar para a sala, segundo a mulher, presenciou o esposa acariciando as partes íntimas da filha. Revoltada com a situação, a mãe saiu gritando pela rua pedindo socorro aos vizinhos.

Segundo a PM, o suspeito do crime está foragido. O caso foi registrado na Delegacia da Mulher em João Pessoa.

portalcorreio

A GRANDE FAMÍLIA: vereadora que tem pai secretário, esposo secretário-adjunto e irmão ‘diretor’ em gestão embolsam juntos quase R$30 mil/ mês

A GRANDE FAMÍLIA: vereadora que tem pai secretário, esposo secretário-adjunto e irmão como ‘diretor’ em gestão embolsam quase R$30 mil por mês

Cabide de emprego no meio político significa perpetuação de um grupo político ou familiar na administração pública, esse é o melhor significado para entendermos o ‘fisiologismo’ praticado pela família Lacerda, capitaneada pela única detentora de mandato, a vereadora Raissa Lacerda (PSD), que conseguiu com muito ‘prestígio’ emplacar na gestão socialista ‘apadrinhados’ com remunerações, somando-se ao salário dela algo em torno de R$30.000,00 na Prefeitura de João Pessoa e no Governo do Estado.

O primeiro a ser beneficiado com um contracheque oficial foi o ‘decano’ e recordista de mandatos consecutivos na Assembléia Legislativa José Lacerda Neto (PSD) que como secretário de articulação política embolsa a bagatela de R$12.000,00 por mês, não levando-se em conta os benefícios e as ‘regalias’ que a função propicia Lacerda nunca é visto em reuniões com deputados ou arquitetando e costurando maiorias nas votações no Legislativo, papel que era desempenhado com louvor pelo ex-secretário de Comunicação Nonato Bandeira.

Na escala de beneficiados, o mais novo ‘mimo’ para Raissa foi à conquista da secretária adjunta do turismo de João Pessoa, função que foi delegada ao seu esposo Roberto Rodrigues de Aquino, ex-assessor de seu gabinete e pouco conhecedor da área, pois sua formação profissional é a área jurídica. Para trabalhar com afinco, o advogado recebe aproximadamente R$6.000,OO

Outro familiar da vereadora Raissa Lacerda que a reportagem do PB Agora descobriu nas ‘tetas’ do Poder Público, foi o irmão da vereadora que se chama Eduardo Lacerda, que foi indicado pela parlamentar para ocupar uma diretoria técnica na secretária de ciência e tecnologia de João Pessoa, para não aparecer lá Eduardo recebe em torno de R$2.000,00.

Algo extremamente corriqueiro, se Raissa, como legitima representante do povo não recebesse algo em torno de R$9.000,00, mais as regalias de verba de gabinete, combustível, assessoria de imprensa e de gabinete, além trabalhar apenas três dias da semana no período da manhã, algo de fazer inveja.

Definição que também pode ser empregada para o fisiologismo, que podemos exemplificar o caso de políticos que aproveitam da importância de seus cargos para adquirir vantagens pessoais, como utilizar, bens públicos para uso pessoal, contratação de parentes etc..algo constatado no conteúdo da matéria.

Portanto a família Lacerda sabe muito bem ‘socializar’ os cargos e a participação nas administrações do Governo do Estado e Prefeitura de João Pessoa, bandeira política tão bem defendida pela vereadora Raissa Lacerda que está apenas no seu primeiro mandato.

PB Agora