Arquivo da tag: especialização

Especialização em Educação Étnico-Racial na Educação Infantil é implantada no Câmpus III

UEPBMais um curso de pós-graduação foi implantado no Câmpus III da Universidade Estadual da Paraíba, em Guarabira. Trata-se da Especialização em Educação Étnico-Racial na Educação Infantil, promovido pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas Afro-brasileiros e Indígenas do Centro de Humanidades (NEAB-Í). Estão sendo ofertadas 40 vagas destinadas a professores da rede pública que atuam na primeira fase do ensino fundamental, inclusive em creches, e a concluintes de qualquer graduação que já estejam exercendo a prática docente.

A especialização é fruto da parceria entre a UEPB e o projeto educativo de valorização cultural “A cor da cultura”, que foi criado em 2004 através do Canal Futura, Petrobras, Centro de Informação e Documentação do Artista Negro (Cidan), TV Globo e Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir). A implantação do curso ainda conta com o apoio da Organização de Mulheres Negras na Paraíba (Bamidelê) e do NEAB-Í da Universidade Federal da Paraíba.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo a professora Ivonildes Fonseca, coordenadoria da Especialização, a iniciativa visa atender o que está preconizado na Lei Federal 10.639/03, que torna obrigatório o ensino de História da África, dos povos africanos e da cultura afro-brasileira na Educação Básica, e contribuir na instrumentalização conceitual, a partir de propostas e desenvolvimentos de práticas pedagógicas, dos profissionais que trabalham a temática nas escolas públicas.

“O Brasil é um país com poucas pesquisas e poucas publicações acerca da criança afrodescendente ou negra e, em consequência disso, seu cotidiano escolar é de não acolhimento, provocando sofrimento e embotamento da autoestima. Essa situação é mais visível na realidade das escolas públicas, embora não seja exclusiva deste espaço. Assim, esta pós-graduação tem a finalidade de refletir sobre essas questões e de trazer metodologias de ensino que contribuam com a educação étnico-racial”, destacou Ivonildes.

A especialização terá 360 horas/aula de duração, sendo as aulas ministradas aos sábados. Os interessados devem efetuar suas inscrições na Secretaria do Departamento de Educação do CH até o dia 20 de maio, nas segundas, terças e sextas-feiras, das 14h às 17h, ou no turno da noite, todos os dias da semana, das 19h às 21h.

No ato da inscrição, o candidato deve preencher um formulário com os dados pessoais e entregar xerox do RG, CPF, diploma, certidão de conclusão ou declaração de que é concluinte de curso de graduação, além de cópia do último contra cheque. O processo seletivo constará de uma prova escrita, que será aplicada no dia 27 de maio, às 8h, no Centro de Humanidades.

 

GOVERNO DA PARAIBA

Bananeiras: CCHSA abre vagas para Especialização em Agricultura Familiar

UFPB BananeirasO Centro de Ciências Humanas Sociais Agrárias da Universidade Federal da Paraíba (CCHSA/UFPB), em Bananeiras, abriu inscrições para o Processo de Seleção do curso de Especialização em Agricultura Familiar Camponesa e Educação do Campo – Residência Agrária, criado pela Resolução 55/2013. No total, estão sendo disponibilizadas 50 vagas para o biênio 2013/2014. O objetivo do curso é preparar profissionais das Ciências Agrárias e áreas correlatas para interagir e intervir em processos educativos com o homem do campo. Inscrições podem ser feitas até o dia 22 deste mês.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Serão disponibilizadas 25 vagas para candidatos assentados/agregados do Plano Nacional da Reforma Agrária; 10 vagas para candidatos graduados no curso de Ciências Agrárias; cinco vagas para candidatos graduados no curso de Licenciatura em Pedagogia, do Campus III da UFPB (Bananeiras); e 10 vagas para candidatos graduados nos cursos de Biologia, Agronomia, Zootecnia e Medicina Veterinária do Campus II da UFPB (Areia).

 

Para participar, o candidato deve enviar o formulário de inscrição disponibilizada na página http://www.cchsa.ufpb.br/attachments/article/162/Proposta%20de%20edital%20de%20sele%C3%A7%C3%A3o%20do%20curos%20de%20especializa%C3%A7_%C3%A3o%20[definitivo].pdfe enviar para o e-mail residenciaagrariacchsa@gmail.com, juntamente com a seguinte documentação: diploma de conclusão de curso de graduação; currículo vitae; histórico escolar; cópia da carteira de identidade e CPF; uma foto 3×4; declaração do INCRA como assentado ou prestador de serviços; e comprovação de vinculação com os movimentos sociais.

 

O processo de seleção ocorrerá no período de 22 a 26 de julho de 2013 no CCHSA/UFPB, em Bananeiras. O resultado final será divulgado no dia 2 de agosto através do endereço www.cchsa.ufpb.br.

Fonte:

Agência de Notícias da UFPB – Ítalo Rômany (estagiário)

Governo inicia especialização para servidores da Educação

especializaçãoO Curso de Especialização em Fundamentos da Educação: Práticas Pedagógicas Interdisciplinares, iniciado neste sábado (23), obteve presença maciça dos matriculados. No polo de João Pessoa, que funciona na Escola José Lins do Rego, no Cristo Redentor, as aulas foram ministradas em 12 salas com uma média de 55 alunos em cada uma, com aproximadamente 600 alunos. A secretária de Estado da Educação em exercício, Márcia Lucena, foi conferir o início das aulas e levou mensagem de incentivo aos participantes. Ela anunciou que serão abertas inscrições, a partir de abril, para os 5.180 professores e servidores aprovados nos últimos concursos.

Nos 12 polos do Estado, a especialização conta com 2.223 participantes. O curso é promovido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEE) em parceria com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). No início das atividades, foram distribuídos com os alunos o primeiro dos cinco livros didáticos trabalhados durante o curso.
CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
A capacitação acontece nos polos localizados nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Itabaiana, Cuité, Catolé do Rocha, Araruna, Guarabira, Monteiro, Princesa Isabel, Sousa, Itaporanga e Patos.

O professor de Biologia da Escola Estadual Débora Duarte, em João Pessoa, Kleber Vitor, disse que a especialização é uma oportunidade de capacitar o trabalho do professor e o entendimento sobre Educação. “Vemos como grande oportunidade que o Governo do Estado nos dá de valorizar nossa profissão”.

Ele também ressaltou a importância da parceria entre o Governo do Estado e a UEPB. “O sistema de parceria é o que há de melhor para a Educação, para que as pessoas possam reconhecer a si mesmo e ao outro e daí obter novas experiências. Essa troca é riquíssima para Educação e para sociedade”

A professora de História da Escola Estadual Dagmar Mendonça, Rogéria Flávia de Melo, avalia que “a especialização é tudo, pois nunca tinha tido essa oportunidade. Quando o Governo do Estado ofereceu não pensei duas vezes. Reconheço que está sendo um desafio para mim, pois não tenho muito conhecimento de Informática, mas estou disposta a me esforçar e aprender”.

Formato – O curso acontece aos sábados (das 7h30 às 12h30) e será formado por nove módulos, com previsão para término no dia 11 de março de 2014 com a defesa das monografias. A especialização contempla aulas presenciais e à distância. A grade curricular conta com os seguintes módulos: Identidade e Pluralidade Cultural, Tecnologias Educacionais, Processos de Cidadania e Relações Sociais, Comunicação e Linguagem, Trabalho e Sociedade, Mídia, Cultura e Imaginário Urbano, Teorias e Práticas de Pesquisa, Elaboração e Defesas de Monografias e Encerramento das Defesas de Monografias.

Com inscrições gratuitas, o curso tem como objetivo promover a formação continuada dos profissionais graduados e efetivos que atuam na rede estadual de educação básica.

De acordo com a secretária Márcia Lucena, no curso de especialização os profissionais terão a oportunidade de fazer a capacitação e uma reflexão sobre práticas pedagógicas interdisciplinares, na perspectiva de melhoria da qualidade do processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. Tudo de acordo com as normas estabelecidas na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB nº 9394/1996, em seu artigo 67, e a meta 16 do Plano Nacional de Educação (PNE 2011-2020).

“O Curso de Especialização em Fundamentos da Educação: Práticas Pedagógicas Interdisciplinares é parte integrante do Plano de Gestão Paraíba Faz Educação, lançado em agosto de 2011. Terá duração de 12 meses e será realizado em nove módulos, cujos conteúdos curriculares estarão voltados para os eixos temáticos norteadores da Educação no Estado da Paraíba: Educação e Identidade, Educação e Tecnologia, Educação e Campo, Educação e Cidadania, Educação e Cultura, Educação e Cidade, Educação e Comunicação, Educação e Trabalho e Educação e Pesquisa”, destacou a secretária.

Secom-PB

Segurança abre inscrições para cursos de especialização

Começa no próximo dia 24, o período de inscrições para os cursos da Rede Nacional de Educação a Distância (Rede EAD) para a segurança pública. No total, são mais de 50 cursos diferentes, nas diversas áreas temáticas da segurança, destinados aos policiais militares, civis e bombeiros militares que estão na ativa. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 30 de janeiro, através dos endereços: mj.gov.br/ead ou ead.senasp.gov.br

Todas as qualificações são oferecidas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) – do Ministério da Justiça, na modalidade ensino a distância e cargas horárias de 40 ou 60h. Conforme a gestora da Rede EAD na Paraíba, Maria José de Souza, os alunos novos só poderão se inscrever em um curso. Já o aluno com cadastro, que não esteja bloqueado por evasão, poderá solicitar inscrição em até dois cursos até o limite de vagas.

Ela lembrou, ainda, que os servidores vinculados aos órgãos que compõem o Sistema de Segurança Pública local podem se inscrever apenas nos cursos de caráter geral, na opção ‘servidores administrativos’. “É importante que os usuários da Rede EAD mantenham sempre atualizado seus e-mails e demais informações pessoais, assim como chequem constantemente suas caixas postais para onde são enviadas todas as informações dos cursos”, alertou Maria José.

Quaisquer dúvidas podem ser esclarecidas através do telefone 3213-9025, ou no e-mail: majosesb@hotmail.com. Para o comandante do Centro de Educação da Polícia Militar da Paraíba, coronel Sales Júnior, a Rede EAD é essencial para manter os policiais sempre qualificados e atualizados. “Para incentivar a contínua formação dos PMs, tornamos os cursos da Rede EAD pré-requisito para cursos de formação que habilitam o PM para as graduações superiores, a exemplo do Curso de Formação para Sargentos”, contou Sales Júnior.

O que é a Rede EAD – Criada em 2005 pela Senasp/MJ, em parceria com a Academia Nacional de Polícia, a Rede Nacional de Educação a Distância (Rede EAD) é uma escola virtual destinada aos profissionais de segurança pública em todo o Brasil, que tem como objetivo viabilizar o acesso desses profissionais à capacitação continuada gratuita, independentemente das limitações geográficas e considerando as peculiaridades institucionais existentes. A Rede está implementada nas 27 Unidades da Federação, por meio de 270 Telecentros, já instalados nas capitais e principais municípios do interior.

Confira o período de aulas:

Cursos de 40 horas

01/03/2013 a 05/04/2013

60 horas

01/03/2013 a 19/04/2013

Secom-PB

UEPB cria 11 cursos entre mestrado, doutorado e especialização; Campus de Guarabira é contemplado

Foi publicado no Diário Oficial do Estado da Paraíba da quinta-feira (18) a criação de 11 cursos de pós-graduação, entre especialização, mestrado e doutorado na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). São cursos em áreas como ciências ambientais, gestão pública, história, educação, direito e geografia.

Os cursos são distribuídos em quatro dos sete campi da instituição: Campina Grande (campus I), Guarabira (campus III), João Pessoa (campus V) e Monteiro (campus VI).

Segundo o pró-reitor de Ensino de Graduação da instituição, o professor Eli Brandão, cada departamento ficará responsável por publicar o edital com vagas e data de inscrição para os cursos criados.

Veja abaixo os cursos criados:

– Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde (Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas – CCBSA, campus V);
– Mestrado em História (Centro de Humanidades – CH, campus III);
– Mestrado e Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática (Centro Ciência e Tecnologia – CCT, campus I);
– Especialização em Prática Judiciária (Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa);
– Especialização em Planejamento e Gestão Pública (Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, campi I e V);
– Especialização em Direitos Fundamentais e Democracia (Centro de Ciências Jurídicas – CCJ, campus I);
– Especialização em Auditória e Perícia Contábil (Centro de Ciências Humanas e Exatas – CCHE, campus VI);
– Especialização em Letras: Estudos Lingüísticos e Literários (Centro de Ciências Humanas e Exatas – CCHE, campus VI);
– Especialização em Desenvolvimento Humano e Educação Escolar (Centro de Educação do campus I);
– Especialização em Ensino de Geografia (Centro de Educação – CE, campus I);
– Especialização em Fundamentos da Educação, Práticas Pedagógicas Interdisciplinares (Coordenadoria de Programas Especiais – CIPE, campus I).

Brejo.com

Margareth quer diminuir número de especialização de docentes fora do país; foco é UFPB

A reitora eleita da Universidade Federal da Paraíba, Margareth Diniz, afirmou que pretende fazer com que a UFPB disponibilize especialização para os docentes, eliminando assim a necessidade de os professores fazerem capacitação fora do país, como vem acontecendo.

Em entrevista ao programa Rede Verdade da TV Arapuan, Margareth contou que pretende fazer com que a UFPB proporcione condições para os docentes trabalharem e fazerem pesquisa e extensão. Ela comentou que vai investir em também na capacitação dos servidores e assistência estudantil.

A professora comentou que 60% dos professores da UFPB são doutores e 30% mestres, ela comentou também que 30% são recém-chegados e garantiu que já vêm qualificados e querem ‘encontrar condições para trabalhar, pesquisar e fazer extensão’.

Margareth garantiu ainda que vai cumprir com o compromisso de campanha de criar a pró-reitoria de Arte e Cultura, além de seguir o que foi colocado na carta programa.

Marília Domingues

Esma e UFPB disponibilizam 50 vagas para especialização em Direitos Humanos, Econômicos e Sociais

Um convênio entre a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Escola Superior da Magistratura (Esma), do Tribunal de Justiça da Paraíba, vai disponibilizar 50 vagas para o curso de Especialização em Direitos Humanos, Econômicos e Sociais. O curso será ministrado pelo Departamento de Direito Privado (DDPr) do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), Campus I, ano letivo 2012 e as inscrições têm início nesta segunda-feira (23) e vão até o dia 4 de maio.
“A concretização desta especialização é uma prova concreta que a Esma, com total apoio do atual presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Abraham Lincoln da Cunha Ramos, se preocupa em fechar parcerias com instituições de notável reconhecimento na sociedade e na comunidade acadêmica, como é o caso da UFPB”, comentou o diretor da Escola, desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides. O magistrado ressaltou que a especialização também conta com o suporte da Gerência de Capacitação do TJPB.
Conforme o edital, que foi publicado nessa quarta-feira (18) no Diário Eletrônico da Justiça, as vagas são distribuídas da seguinte forma: cinco vagas para funcionários do CCJ-UFPB; cinco vagas para demanda social; cinco vagas para membros do Ministério Público do Estado da Paraíba; cinco vagas para membros da Defensoria Pública do Estado da Paraíba; cinco vagas para servidores do Poder Judiciário do Estado da Paraíba; e 25 vagas para magistrados do TJPB.
As inscrições deverão ser efetuadas pessoalmente, por procuração, ou pelos correios, na Secretaria da Esma, situada à Rua Abelardo S.G. Barreto, Altiplano, João Pessoa/PB, sempre de segunda a sexta- feira, das 14h às 20h. Será cobrada uma taxa de inscrição, no valor de R$ 50,00 para magistrados, promotores de justiça e defensores públicos e R$ 25,00 para servidores do TJPB, através de boleto bancário emitido pela Esma. Ficha de inscrição está disponível no site da Escola (www.esma@tjpb.jus.br).
No dia 23 deste mês de abril, às 8h, na Esma, será realizada uma reunião de orientação sobre a elaboração do projeto de pesquisa e outras informações. O curso será realizado nas instalações da Esma e o Tribunal de Justiça não arcará com quaisquer despesas do alunado para deslocamento, hospedagem e alimentação. As matrículas dos candidatos aprovados serão realizadas no período de 9 a 11 de maio. As aulas serão quinzenais e terão início no dia 11 de maio.
Etapas – Análise do currículo e do projeto de pesquisa para o trabalho final – monografia ou artigo vale 50% da avaliação. Será considerado aprovado quem obtiver média igual ou superior a 7,0. O projeto de pesquisa deverá ser elaborado em, no máximo, dez páginas, da introdução ao cronograma, fonte 12, papel A-4 e espaçamento 1,5. A admissão ao curso de especialização dependerá, além da aprovação, da classificação do candidato, em função do número de vagas, por categoria.

TJPB/Gecom – Fernando Patriota
Focando a Notícia