Arquivo da tag: enteada

Homem suspeito de abusar de enteada de 11 anos em Pilões é procurado pela polícia

Uma mulher residente na cidade de Pilões, no Brejo paraibano, procurou a Polícia Civil e o Conselho Tutelar daquele município desta terça-feira (29), para denunciar o ex-companheiro que, segundo ela, estava abusando sexualmente da sua filha, uma criança de apenas 11 anos de idade.

De acordo com a mãe da criança, ela tomou conhecimento do crime após ver uma mensagem enviada pelo ex, identificado como “Toinho”, de 38 anos de idade, no celular da menor, perguntando se a vítima havia gostado do que teria acontecido dias antes. Se passando pela filha, ela passou a conversar com o elemento e acabou confirmando as suspeitas.

Em entrevista ao repórter Zé Roberto, da Rádio Constelação FM, a mãe da criança disse que era agredida fisicamente constantemente pelo acusado e detalhou como os abusos aconteciam. Revoltada, a mulher declarou que apenas a prisão não seria suficiente para o Toinho pagara pelo que fez. “Pra mim ele só paga o que fez, estuprando a minha filha, me matasse ele, não apenas prendesse”, falou.

Ontem a criança foi levada para fazer os exames no NUMOL de Guarabira, mas por falta de perito o exame foi agendado para esta quarta. O acusado se encontra foragido e a população está revoltada, chegando a ocorrer ameaças em redes sociais.

Fonte: Folha do Brejo

 

 

Padrasto é preso suspeito de abusar de enteada de 10 anos, em Cabedelo

Mais um caso de abuso contra criança, foi registrado na noite de ontem (25), onde uma mulher denunciou o companheiro após encontrar imagens suspeitas no celular da filha de 10 anos de idade. Ela procurou a Guarda Civil Metropolitana (GCM) de Cabedelo, na Grande João Pessoa, para denunciar o homem de 34 anos por estupro.

O suspeito foi levado para a central de flagrantes em João Pessoa, no bairro do Geisel, Zona Sul. O conselho tutelar da região também foi acionado e acompanhou a mãe e a criança até a delegacia.

De acordo com informações colhidas na Central de Polícia, o suspeito é ex-presidiário. Ele teria envolvimento com o tráfico de drogas no Jardim Manguinhos, em Cabedelo. A menor teria relatado que os abusos estariam acontecendo há muito tempo. A mãe da criança afirma que está com o suspeito há cerca de 5 anos.

Já o padrasto diz que se separou da mãe da criança e ela estaria tentando o incriminar para se vingar. Ele informou que já estava em um outro relacionamento e nega as acusações.

pbagora

 

 

Suspeito de agredir companheira, enteada e filha é liberado após audiência de custódia, na PB

O homem preso na noite desta quinta-feira (19), suspeito de agredir, ofender e ameaçar a companheira, a enteada e a filha, foi solto e será monitorado eletronicamente, conforme estabelecido em audiência de custódia realizada no Fórum Criminal de João Pessoa, nesta sexta-feira (20).

De acordo com a Diretoria do Fórum, a decisão de conceder o alvará de soltura ao homem de 40 anos, mediante o uso de tornozeleira eletrônica, foi da juíza Isa Mônia.

A denúncia contra o homem foi feita pela enteada dele, uma adolescente de 16 anos, que gravou um vídeo das agressões contra a mãe e publicou em um aplicativo particular de apoio às mulheres, segundo a Polícia Civil.

Quando a Delegacia da Mulher recebeu o vídeo, enviou uma equipe até a casa e prendeu o suspeito em flagrante. A delegada Cláudia Germano informou que a mãe era agredida fisicamente pelo suspeito há 11 anos e que a enteada era vítima desde os cinco anos de idade. Uma criança, filha do casal, também era vítima das agressões.

Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

G1

 

Em Alagoa Grande, padrasto é preso suspeito de estupro contra enteada de 11 anos

Um homem de 46 anos de idade foi preso por policiais da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e policiais civis suspeito de estupro de vulnerável praticado contra a própria enteada, uma menina de 11 anos. A prisão aconteceu nesta terça-feira (10), na cidade de Alagoa Grande, depois que a mãe da menina denunciou o caso ao Conselho Tutelar.

Os abusos vinham sendo praticados há aproximadamente um ano, de acordo com o relato da mãe, que tão logo tomou conhecimento, através da própria filha, denunciou o caso. A guarnição comandada pelo cabo Porfírio, juntamente com conselheiros tutelares e policiais civis, conseguiu localizar e prender o acusado, que foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil.

Em Araçagi, a guarnição do Destacamento local foi acionada pelo delegado plantonista para conduzir um acusado para uma audiência de custódia por tentativa de homicídio e, logo após a audiência, foi constatado que contra ele havia um mandado de prisão expedido pela Justiça. Diante do fato, o acusado foi conduzido novamente para a delegacia.

Em Guarabira, no Bairro São José, os policiais militares prenderam um homem após receberem informações de que ele teria agredido a própria esposa. No local, a guarnição observou que a vítima estava com a face machucada e ela confirmou ter sido provocada pela agressão física do seu marido. Ela também relatou que ele faz uso de medicamento controlado, prescrito pelo médico do Caps, mas tem se recusado a tomá-lo. O suspeito e a vítima foram conduzidos à delegacia.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Polícia procura homem suspeito de estuprar enteada de 7 anos em Desterro, no Sertão da Paraíba

Um homem suspeito de estuprar a enteada, de 7 anos, está sendo procurando pela polícia no município de Desterro, no Sertão da Paraíba. A denúncia chegou à Polícia Militar na sexta-feira (6) através do Conselho Tutelar da cidade, que foi informado de forma anônima sobre o crime.

Ainda de acordo com a PM, a mãe da menina disse que soube do abuso através do outro filho, que também é uma criança, e flagrou o crime. Ela contou ainda que era comum deixar os filhos sob os cuidados do companheiro para ir à igreja.

Foram feitas buscas pelo suspeito em Desterro e municípios próximos como Livramento, onde ele trabalha. Mas até o momento ele não foi localizado. A vítima passou por exames médicos para comprovar o abuso.

G1

 

Suspeito de matar ex-esposa e esfaquear enteada de 13 anos no Sertão da PB se apresenta à polícia

Um homem de 39 anos apontado como principal suspeito de matar a ex-esposa e ainda esfaquear a enteada de 13 anos foi preso na noite desta quinta-feira (29), em Patos, no Sertão paraibano. Segundo a Polícia Civil, ele se apresentou com um advogado e confessou o crime.

A informação foi confirmada pelo delegado Manoel Martins Fernandes. Porém, quem ficou responsável por acompanhar o caso foi o delegado George Martins. O G1 tentou entrar em contato com ele, mas ligações não foram atendidas.

De acordo com o delegado George, o suspeito se apresentou ainda durante a tarde com um advogado e confessou que cometeu o crime. O delegado não quis entrar em detalhes sobre o depoimento em que o suspeito conta porque cometeu o crime.

O caso ocorreu na madrugada da última quarta-feira (28), na cidade de Condado, também no Sertão. De acordo com a investigação, o autor do crime arrombou a porta da casa e esfaqueou a mulher identificada como Juberlúcia de Oliveira e a filha dela, de 13 anos. A mulher morreu ainda no local, e a filha – que levou quatro facadas e teve os pulsos quebrados – foi internada em estado grave. Na casa ainda havia um menino de 5 anos, também filho da vítima, que viu tudo.

A Polícia Civil chegou ao nome do suspeito depois de encontrar o celular dele e documentos em um matagal próximo a casa. Segundo a Polícia Civil, na cena de crime foi possível ver o rastro de sangue do suspeito entre a casa e o matagal. Dentro da casa, o delegado que acompanhou a perícia no local do crime disse que a cena era macabra e que havia tanto sangue misturado que não era possível saber de quem ao certo era.

G1

 

Padrasto é suspeito de estuprar enteada de 12 anos em Patos

Um homem é suspeito de abusar sexualmente de sua enteada, de 12 anos na cidade de Patos, na Paraíba. A menina deu entrada, nesta quinta-feira (8), no Hospital infantil de Patos, após ter sido violentada sexualmente.

O delegado Wender Borges informou que foi acionado pelo médico da unidade de saúde.  A mãe da menina ainda relatou que flagrou o ato e a criança confirmou que foi abusada pelo padrasto.

A unidade de saúde emitiu um laudo confirmando o abuso sexual.

O delegado também informou que segue a investigação e que vai ouvir à vítima e testemunhas.

 

clickpb

 

 

Vigilante de escola é preso suspeito de estuprar enteada de dez anos na PB

Reprodução
Imagem ilustrativa

Um vigilante de uma escola pública de Patos, município do Sertão paraibano, a 315 quilômetros de João Pessoa, foi preso na noite dessa quarta-feira (4) suspeito de estuprar a enteada, uma menina de dez anos de idade. O crime vinha sendo praticado na casa da família, no município de São José do Bonfim, também no Sertão, a 336 km da Capital, onde a menina era abusada desde os nove anos.

De acordo com o delegado Demétrius Lima, que investiga o caso, a polícia começou a apurar os abusos a partir de uma denúncia do Conselho Tutelar e os estupros foram confirmados por laudos médicos e depoimentos da vítima.

Porém, o suspeito havia sumido de casa quando soube que estava sendo investigado, mas foi encontrado por policiais quando estava entrando na escola onde trabalha.

Levado para prestar depoimento, o suspeito negou que havia abusado da enteada, mas foi preso e encaminhado para o Presídio Romero Nóbrega, em Patos, para cumprir prisão preventiva.

Este é o segundo caso registrado só nesta semana na Paraíba. Nessa terça, um homem foi preso suspeito de estuprar e engravidar a enteada de 14 anos, em Cajazeiras, também no Sertão.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem é suspeito de manter enteada em cárcere privado no interior da Paraíba

Reprodução
Imagem ilustrativa

Um homem está sendo procurado pela polícia suspeito de manter a enteada, de 15 anos, em cárcere privado, na cidade de Itabaiana, Agreste paraibano, a 89 km de João Pessoa. A adolescente foi resgatada nessa segunda-feira (11) e apresentava sinais de violência física e psicológica.

De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) da Polícia Militar, o caso foi denunciado pela mãe da vítima. Ao perceber a chegada da polícia à residência, o suspeito fugiu pela porta dos fundos. Na casa, os militares encontraram apenas a adolescente, que chorava muito e estava com ferimentos no rosto.

Viaturas fizeram rondas na cidade, mas não conseguiram encontrar o suspeito. Tanto a vítima, quanto a mãe dela foram levadas a uma delegacia para prestar depoimento. O Conselho Tutelar foi acionado para dar assistência à adolescente e a Polícia Civil vai investigar o paradeiro do suspeito.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Condenado a 14 anos de prisão homem que estuprava enteada para ‘tirar o estresse’, na PB

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) condenou de maneira definitiva, nesta quarta-feira (9), após analisar recursos, um homem acusado de ter estuprado por cinco vezes a própria enteada, que tinha nove anos. Os crimes ocorreram entre os anos de 2015 e 2016, na região do município de Sousa, Sertão paraibano, a 440 quilômetros de João Pessoa. Quando foi preso, o réu afirmou que abusava da menina para “tirar o estresse”.

De acordo com o processo, em 2015, o réu constrangeu a enteada à prática de atos sexuais diversos e ainda ameaçou de matá-la, caso ela contasse os fatos para alguma pessoa. Os crimes só foram descobertos em janeiro de 2016 quando o irmão menor da vítima descobriu os abusos e denunciou o padrasto.

Na primeira decisão judicial, o réu foi condenado à pena de 11 anos e 8 meses de reclusão, a ser cumprida, inicialmente, no regime fechado pela prática de um único crime de estupro de vulnerável.

Nos recursos analisados nesta quarta, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) solicitou reforma da decisão e aumento da pena. Já o réu solicitou absolvição ao pedir que a Justiça desacreditasse a denúncia porque o exame sexológico não confirmou estupro. O relator dos recursos, juiz Carlos Antônio Sarmento, não acolheu a tese de inocência da defesa.

“O conjunto probatório é farto e aponta para uma única direção: O réu realmente praticou as lamentáveis condutas criminosas descritas nos autos e agiu com vontade livre e consciente de constranger sexualmente a vítima a praticar atos libidinosos diversos da conjunção carnal, amoldando-se à figura típica prevista no art. 217 – A do Código Penal”, disse o juiz.

Com a decisão, o réu vai permanecer preso e cumprir a pena estabelecida no julgamento desta quarta-feira.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br