Arquivo da tag: eleger

A partir deste ano, candidato precisa alcançar número mínimo de votos para se eleger vereador

urna-eletronicaOs brasileiros votam no próximo domingo para eleger os prefeitos e vereadores de seus municípios. Como de costume, vão escolher primeiro o vereador na urna eletrônica, depois o prefeito (o Tribunal Superior Eleitoral disponibiliza um simulador para quem quiser treinar o voto). Mas uma pequena alteração na regra, fruto da minirreforma eleitoral do ano passado, pode levar o vereador que você escolheu a não conseguir se eleger.

Neste ano, os vereadores precisam de um mínimo de votos para serem eleitos. Um exemplo direto ajuda a entender o sistema. O mínimo de votos para um partido conseguir uma cadeira na Câmara Municipal de São Paulo, por exemplo, é de 110.000 votos. Esse é o chamado quociente eleitoral, e já existia nas últimas eleições. O que mudou neste ano é que, além desse mínimo partidário, o candidato também precisa de um mínimo de votos: 10% do quociente eleitoral. O que, em São Paulo, significa 11.000 votos.

A alteração tira o sentido do chamado voto em legenda, como alguns partidos têm alertado seus eleitores. Ainda existe a opção de votar apenas no partido, mas, caso muitos eleitores dessa legenda não escolham um candidato, o partido pode conseguir duas ou três vagas na câmara, mas corre o risco de ficar sem nenhuma. Nesse caso, o cálculo é refeito e candidatos de partidos que conseguiram menos votos podem acabar eleitos.

El País 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Dois candidatos a prefeito na Paraíba só precisam de um voto para se eleger

(Foto: Walla Santos )
(Foto: Walla Santos )

Duas cidades da Paraíba vão ter apenas um candidato a prefeito nas eleições municipais deste ano de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No município de Bernardino Batista, no sertão paraibano, o único candidato a prefeito vai ser Gervázio Gomes (PSB) e na cidade de São Mamede, também no Sertão do estado, o candidato isolado vai ser Jefferson Morais (DEM).

De acordo com a coordenadora da Corregedoria Tribunal Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), Vanessa do Egypto, para serem eleitos basta que cada candidato obtenha pelo menos um voto. “As únicas chances deles não se elegerem são se não votarem nem mesmo em si próprios ou realmente morrerem antes da eleição”, explica.

Ainda na Paraíba, 147 municípios (65,9%) vão ter apenas dois candidatos na disputa de prefeituras municipais. Os dados do TSE mostram que a maior concentração de prefeituras em que a disputa para o cargo é entre dois candidatos está em cidades com menor número de habitantes, como São José de Brejo do Cruz e Parari.

Conforme levantamento o TSE, eleitores de 97 municípios de 13 estados brasileiros terão apenas um candidato ao cargo de prefeito para votar. O Rio Grande do Sul é o estado com mais cidades com apenas um candidato à Prefeitura: 32. Em seguida, estão os estados de São Paulo (17), Minas Gerais (16), Paraná (14), Santa Catarina (5), Goiás (4), Mato Grosso (2), Paraíba (2), Ceará (1), Mato Grosso do Sul (1), Piauí (1), Rio Grande do Norte (1) e Tocantins (1).
Os estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Roraima e Sergipe não registraram nenhum município com apenas um candidato a prefeito.

Em 2016, não há eleição no Distrito Federal e em Fernando de Noronha.

Veja a seguir a lista dos municípios, por unidade da Federação, com apenas um candidato a prefeito:

CE: Jati
GO: Moiporá, Mutunópolis, São João da Paraúna e Vianópolis
MG: Bom Jesus da Penha, Carmésia, Carrancas, Comendador Gomes, Divisa Nova, Doresópolis, Espírito Santo do Dourado, Gameleiras, Guarda-Mor, Inimutaba, Jequitibá, Machacalis, Maripá de Minas, Ninheira, Porto Firme e Vargem Bonita
MS: Douradina
MT: Nova Mutum e Nova Xavantina
PB: Bernardino Batista e São Mamede
PI: Olho D’água do Piauí
PR: Altamira do Paraná, Araruna, Assis Chateaubriand, Bom Jesus do Sul, Brasilândia do Sul, Cidade Gaúcha, Itaguajé, Janiópolis, Miraselva, Santa Izabel do Oeste, Santa Mariana, São Jorge do Ivaí, São José da Boa Vista e Terra boa
RN: Lucrécia
RS: Almirante Tamandaré do Sul, Anta Gorda, Barra do Rio Azul, Barra Funda, Canudos do Vale, Carlos Gomes, Condor, Cotiporã, Crissiumal, Doutor Maurício Cardoso, Engenho Velho, Erval Grande, Estrela Velha, Ivorá, Lagoa dos Três Cantos, Mato Queimado, Nova Pádua, Novo Barreiro, Pejuçara, Pinhal, Porto Mauá, Protásio Alves, Putinga, Rodeio Bonito, Santo Antônio do Planalto, São José das Missões, São José do Herval, São José do Ouro, São Pedro das Missões, Tio Hugo, Vista Gaúcha, Westfália
SC: Caibi, Cordilheira Alta, Planalto Alegre, Salto Veloso e Tigrinhos
SP: Alto Alegre, Balbinos, Bocaina, Brejo Alegre, Itaju, Itaoca, Jales, Lucianópolis, Mira Estrela, Nova Granada, Ocauçú, Orindiúva, Pedreira, Santópolis do Aguapeí, Tupi Paulista, Valentim Gentil e Viradouro
TO: Itapiratins

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Em Campina Grande, PMDB consegue eleger maioria de vereadores seguido pelo PSDB e PMN

O PMDB terá a maior bancada na Câmara Municipal de Campina Grande a partir de janeiro de 2013 com quatro vereadores eleitos. O PSDB e o PMN conseguiu eleger três novos parlamentares para a nova legislatura.

No PMDB, estão eleitos Pimentel Filho, Dr. Olimpio, Matuselá Agra e Ivan Batista. Já o PSDB elegeu Bruno Cunha Lima (o vereador mais bem votado), Inácio Falcão e Tovar. O PMN terá uma bancada formada por Rodrigo Ramos, Galego do Leite e SGT Regis.

Na terceira colocação estão o PRP com a eleição de Joia Germano e Nelson Gomes; o DEM com Saulo Noronha e Vaninho Aragão; o PRB com Marinaldo Cardoso e Lula Cabral; e o PSC com Orlando Farias e Lafite.

Com um vereador eleito estão o PPS com Miguel Rodrigues; o PPL com Alexandre do Sindicato; o PTN com Buchada; o PCdoB com Napoleão Maracajá; e o PSB com Murilo Galdino.

Fonte: PolíticaPB

Enquete quer saber o principal critério utilizado na hora de eleger um candidato

 

Partindo do princípio de que o voto tem conseqüência direta na melhoria ou piora de vida das pessoas, o FOCANDO A NOTÍCIA resolveu indagar sobre os critérios que cada um utiliza para eleger aqueles que durante quatro anos vão conduzir os destinos do município.

É sabido por todos que num processo eleitoral muitos fatores contribuem para a vitória de um candidato. A direção do FN escolheu seis elementos. Um deverá aparecer como aquele que terá maior influência na decisão que ocorrerá em 7 de outubro.

A pergunta a ser respondida é: Qual é o seu critério para votar num prefeito ou vereador?

Favorecimento pessoal

Promessa de emprego

Apresentação de propostas

História do candidato

Discurso bonito

Relação de amizade

Enquete encerrada

No decorrer de um mês e 12 dias os internautas opinaram sobre a apresentação de bens dos candidatos à Justiça Eleitoral. Pelo menos 588 pessoas responderam o quesito: Os concorrentes ao cargo de prefeito declararam corretamente os bens à Justiça Eleitoral? 63 (11%) votantes assinalaram que sim; 525 (89%) responderam que não.

Redação/Focando a Notícia

Jornal: Assembleia de Deus quer eleger mais de 5 mil vereadores

Com a maior representação na bancada evangélica do Congresso, a Assembleia de Deus quer eleger um vereador em cada uma das 5.565 cidades brasileiras. Para fazer essa projeção, a igreja usa dados do Censo, que mostram que dos 42 milhões de evangélicos, 12 milhões são da Assembleia, 4 milhões a mais que em 2010…

“Temos igrejas em 95% das cidades. Isso favorece a divulgação dos candidatos”, diz o pastor Lélis Marinhos, presidente do conselho político nacional da Convenção Geral das Igrejas Assembleia de Deus no Brasil (CGIADB). As informações são do jornal [I]Folha de S. Paulo[/I].

O investimento na política é parte de uma transição na Assembleia de Deus. “Antes, ouvir rádio ou ver TV era pecado. Hoje entendemos que são veículos extraordinários para pregar o evangelho”, diz o pastor Abner Ferreira. As concessões de TV e rádio estão na pauta dos parlamentares da bancada. Outra prioridade é lutar contra temas criticados pela doutrina, como o aborto.

Terra