Arquivo da tag: doméstica

Durante briga, mulher atinge esposo com golpe de faca e foge, no bairro do Rangel; cresce em JP casos de violência doméstica

Mais um caso de violência domestica foi registrado pela Polícia Militar na noite desta quinta-feira (22), no bairro do Rangel, em João Pessoa, quando uma discussão de casal culminou em um homem ferido com golpes de faca. O caso foi registrado na noite desta quinta-feira (22), no bairro do Rangel, em João Pessoa. João Pessoa registra mais de 900 casos de violência contra a mulher no primeiro semestre de 2020.

De acordo com a Polícia Militar (PM), as informações iniciais repassadas à corporação são de que a vítima teria chegado em casa após ingerir bebida alcoólica e discutido com a esposa. Mediante a situação, ela teria se armado com a faca e desferido um golpe – que atingiu a mão do homem.

Na sequência, a mulher teria saído do local deixando a vítima. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e prestou atendimento. O homem foi encaminhado ao Trauminha de Mangabeira.

Casos de violência contra a mulher na capital
Pelo menos 911 casos de violência contra a mulher foram registrados no primeiro semestre de 2020, em João Pessoa. O número foi divulgado recentemente, após ser foi extraído do banco de dados do Sistema de Procedimentos Policiais (SPP) da Delegacia Geral da Polícia Civil.

Como denunciar violência contra a mulher
180: Central de Atendimento à Mulher
197: Disque Denúncia da Polícia Civil
190: Disque Denúncia da Polícia Militar (para casos de emergência)
Delegacia online

pbagora

 

Em reunião das Mulheres, Guga anuncia Auxílio Aluguel para mulheres vítimas de violência doméstica

Em reunião realizada na noite desta sexta no distrito de Vila Maia, denominada Mulheres do 25, o candidato a Prefeito de Bananeiras, Guga Aragão, anunciou o auxílio aluguel para mulheres vítimas de violência doméstica como uma proposta para seu governo.

Segundo Guga, o índice de reincidência em violência doméstica é alto justamente porque, muitas vezes em razão de não ter pra onde ir, a mulher violentada é obrigada a conviver no mesmo ambiente do agressor.

O auxílio aluguel permitiria que a mulher violentada ou ameaçada pudesse viver em segurança, com mais dignidade, podendo tocar a vida sem ter o terror da agressão ao lado.

O evento contou com a presença de várias mulheres do distrito de Vila Maia, da ex prefeita Marta Ramalho, das candidatas a vereadoras e representantes femininas dos candidatos a vereadores, além de Guga, Ramom, do prefeito Douglas e Ramalho Leite.

 

Assessoria

 

 

Estela defende criação de programa para custear moradia de mulheres vítimas de violência doméstica

A pauta da defesa das mulheres vítimas de violência é constante no mandato da deputada estadual Estela Bezerra. Para isso, tem discutido nas sessões da Assembleia Legislativa da Paraíba o crescimento da violência doméstica e a situação de vulnerabilidade que as mulheres têm passado, especialmente durante a pandemia do novo coronavírus.

Em requerimento aprovado na Assembleia Legislativa da Paraíba na sessão extraordinária desta quarta-feira (7), a deputada Estela Bezerra indicou ao Governador do Estado da Paraíba o Projeto de Lei que estabelece a criação do “Programa Aluguel Maria da Penha”, a ser pago às mulheres vítimas de violência doméstica no âmbito do Estado da Paraíba, por se tratar de iniciativa exclusiva do poder executivo.

O Projeto de Lei é inspirado na iniciativa do Governo do Estado do Maranhão, onde a legislação já foi aprovada por unanimidade e tem por respaldo a preocupação com a necessidade de romper com os ciclos de violência que afetam milhares de mulheres e seus filhos, e que dependem financeiramente dos maridos agressores.

 O Programa “Aluguel Maria da Penha”, tem como finalidade a promoção da proteção às mulheres e filhos (prioritariamente – quando houver) e manutenção de sua integridade física e emocional das vítimas.

 A proposta de Aluguel Social se traduz na garantia de auxílio financeiro à mulheres vítimas de violência doméstica, para aluguel temporário de moradia, no valor de 600 reais mensais, pelo período de um ano para mulheres que estejam sob medida protetiva e estejam impedidas de retomar para seus lares, em virtude do risco de sofrer qualquer risco de morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial.

 

Assessoria

 

 

Pelo menos sete casos de violência doméstica são registrados pela PM neste domingo (30), em Sousa, PB

Durante este domingo (30), pelo menos sete casos de violência doméstica foram registrados pela Polícia Militar no município de Sousa, Sertão da Paraíba. Em um dos casos, um homem espancou a esposa de 32 anos até ela desmaiar, além de ter espancado também a filha da mulher de 12 anos de idade. Ele fugiu, depois voltou até a residência da família e matou o cachorro da casa.

O crime aconteceu no bairro Jardim Santana. O suspeito das agressões é um homem de 40 anos. As duas vítimas foram socorridas pela polícia após denúncia dos vizinhos que escutaram as agressões. Não há informações se as vítimas foram levadas para o hospital da cidade.

De acordo com a Polícia Militar, o homem teria chegado em casa bêbado e cometeu as agressões. Ele é um ex-presidiário da cidade de Catolé do Rocha e está foragido.

G1

 

Polícia Militar cumpre mandado e prende acusado de violência doméstica em Cuitegi

Policiais do 4° BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam, nessa segunda-feira (17), em Cuitegi, um homem acusado de violência doméstica e com mandado expedido pela 2ª Vara Mista da cidade de Guarabira. A guarnição do destacamento local foi acionada pelo oficial de Justiça e deu cumprimento ao mandado de prisão.

O acusado foi localizado na sua residência e depois de preso foi conduzido para o Presídio Regional Vicente Claudino de Pontes, em Guarabira, para o cumprimento da pena.

P/5 – Seção de Comunicação Social e Marketing Institucional do 4º BPM

 

 

Polícia Militar prende em Caiçara suspeito de violência doméstica

Policiais da 3ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam, no início da madrugada desta segunda-feira (29), na cidade de Caiçara, um homem suspeito de violência doméstica depois dele agredir fisicamente a companheira e tentar invadir a residência de parentes, para onde ela foi se abrigar depois de conseguir fugir das agressões.

Ao chegarem à residência, os policiais mantiveram contato com a proprietária do imóvel, que é tia da vítima, que confirmou a denúncia de que no local o suspeito queria continuar as agressões, que teriam começado na residência do casal.

A companheira do suspeito confirmou que teria sido agredida fisicamente após dizer que não teria dinheiro para que ele comprasse cigarros e ele também teria tentado sufocá-la utilizando-se de um saco plástico, mas ela conseguir se desvencilhar e fugir para a casa de familiares.

O suspeito foi preso e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com a vítima, para autuação em flagrante pelo crime de violência doméstica.

P/5 – Seção de Comunicação Social e Marketing Institucional do 4º BPM

 

 

Polícia Militar prende mais um suspeito de violência doméstica em Guarabira

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram, nesse sábado (20), no centro de Guarabira, mais uma prisão de um suspeito de violência doméstica, a segunda em menos de 24h na cidade. A prisão aconteceu no final da tarde, depois que o Copom recebeu a denúncia de que uma mulher estaria sendo agredida fisicamente pelo companheiro.

Ao tomar conhecimento do fato, de imediato uma guarnição compareceu ao local e foi informada pela vítima que as agressões teria começado depois que o companheiro a presenciou ingerindo bebida alcoólica com os vizinhos. Depois de ser detido, o suspeito foi conduzido à delegacia para a autuação em flagrante.

P/5 – Seção de Comunicação Social e Marketing Institucional do 4º BPM

 

 

Policiais do 4º BPM prendem suspeito de violência doméstica em Alagoinha

Um homem suspeito de violência doméstica foi preso em flagrante por policiais da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) nessa quinta-feira (28), no Conjunto Morada Nova II, na cidade de Alagoinha. A guarnição comandada pelo cabo Jewson foi informada que uma mulher teria sido agredida pelo companheiro e se dirigiu ao local, onde encontrou a vítima com vários hematomas pelo corpo.

A mulher relatou aos policiais que tinha sido agredida pelo esposo, que utilizou um pedaço de fio. O suspeito tinha se evadido do local, mas após diligências, cerca de duas horas depois ele foi localizado e preso. Em seguida, foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para a autuação em flagrante.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Preso por violência doméstica morre e policiais ficam feridos após serem atropelados durante ocorrência na Paraíba

Um homem foi preso suspeito de atropelar um preso e dois policiais militares na estrada entre Capim e Sapé, na Zona da Mata paraibana. O fato aconteceu na noite deste domingo (24).

As primeiras informações são de que um detido pela PM morreu e os policiais ficaram feridos. Eles teriam atendido uma ocorrência em que uma mulher havia denunciado o marido por violência doméstica.

Durante a condução do suposto agressor, um outro homem surgiu com o carro e atropelou as três pessoas. As circunstâncias do atropelamento ainda não foram esclarecidas.

Ainda de acordo com as informações preliminares, os policiais tiveram apenas ferimentos. O condutor do veículo foi preso.

 

clickpb

 

 

Em Cuitegi, homem agride a esposa e é preso em flagrante por violência doméstica

Um homem foi preso em flagrante por policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) na noite dessa terça-feira (12), no Conjunto Roberto Paulino, em Cuitegi, depois de agredir fisicamente a esposa. A guarnição do Destacamento local foi acionada pelo Copom para atender a uma ocorrência envolvendo um conflito entre um casal. Chegando ao local, os policiais foram informados pela vítima que o marido teria chegado do trabalho e se desentendeu com ela por causa dos filhos.

Como ela não gostou da reclamação dele, os dois entraram em vias de fato e ele a teria lesionado na perna e no braço. Após o relato da vítima, os policias encontraram o suspeito trancado dentro do banheiro da residência. Ele foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia Civil, juntamente com a vítima, para a lavratura do auto de prisão em flagrante por violência doméstica.

 

Assessoria 4º BPM