Arquivo da tag: Datavox

PB Agora/Datavox: Matheus Bezerra lidera disputa em Bananeiras; Guga Aragão é segundo; veja os números

A 30 dias da realização das eleições municipais, o candidato Matheus Bezerra, do MDB, aparece liderando a corrida eleitoral pela prefeitura de Bananeiras, com 49,5% das intenções de voto. Já Guga Aragão, do DEM, aparece em segundo lugar, com 29%.  Já o candidato José Baracho, do PT, pontuou com 1,5%.

Os números são resultado da pesquisa Datavox, – modalidade estimulada – contratada pelo portal PB Agora e divulgados nesta quinta-feira (15).

Na pesquisa, o número de indecisos atinge 15,2% dos entrevistados, já os que votariam branco ou nulo somam 4,8%.

DADOS DA PESQUISA

Data do Registro – 09 de outubro de 2020

Protocolo – PB-06115/2020 – TSE – TRE

Período de Campo – 09 de outubro de 2020

Número de entrevistados – 400

Margem de erro – 4,9% pontos percentuais para mais ou para menos

Margem de confiança – 95%

CONFIRA O GRÁFICO

 

PB Agora

 

PB Agora/Datavox divulga nesta quinta números da corrida eleitoral em Bananeiras

O portal PB Agora, em parceria com o Instituto Datavox, divulga nesta quinta-feira (15) os números da corrida eleitoral na cidade de Bananeiras, no Brejo paraibano. Os resultados das pesquisas apresentam a aferição da corrida eleitoral no município faltando exatos 30 dias para realização do pleito eleitoral.

A pesquisa Datavox para a cidade de Bananeiras foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral no dia 09 de outubro de 2020 com o Protocolo PB-06115/2020 – TSE – TRE. As entrevistas foram realizadas no mesmo dia e ouviu 400 pessoas com mais de 16 anos.

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 4,9% pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados.

Na pesquisa, os entrevistados foram questionados sobre ’em quem votariam para prefeito de Bananeiras entre os candidatos Matheus Bezerra, Guga Aragão e José Baracho.

Dentre os candidatos apresentados, também foi questionado aos entrevistados em quem eles não votariam.

O portal PB Agora é o primeiro no segmento internet a trazer os números da pesquisa eleitoral na cidade.

 

PB Agora

 

 

Justiça ratifica lisura de pesquisas Datavox em Pedras de Fogo, Bananeiras e Patos

Os juízes responsáveis pelas zonas eleitorais de Pedras e Fogo, Bananeiras e Patos rejeitaram as representações contra as pesquisas divulgadas pela Datavox Pesquisa de Opinião e ratificaram a lisura dos números aferidos e divulgados pelo Instituto nos últimos dias através do portal PB Agora.

Em Pedras de Fogo, a juíza Higyna Jositas S. de Almeida responsável pela 44ª Zona Eleitoral ressaltou, em sua decisão, que o método empregado na ponderação era questão de ordem subjetiva que não podia ser levada em consideração para proibir a divulgação da pesquisa, uma das teses que era questionada pela Coligação do candidato Lucas Romão (Cidadania) e que acabou sendo julgada improcedente. “Não há que se perquirir se este ou aquele método amostral ou de ponderação é justo ou não”, diz a decisão.

Na cidade de Bananeiras, o juiz Jailson Shizue Suassuna responsável pela 14ª Zona Eleitoral também ressaltou que não vislumbrava a ocorrência de indícios de fraude ou erro na realização das pesquisas em questão, sendo as alegações do representante incapazes de macular a pesquisa eleitoral em foco, haja vista que estes são aspectos secundários que não interferiram na intenção de votos dos pesquisados, ficando, na espécie, reservado pelo pesquisador ao plano interno.

“Em outras palavras, a princípio, entendo que a pesquisa prestigiou a publicação da vontade de voto, segundo os aspectos de gênero, idade, escolaridade e faixa de renda para todos os candidatos”, destaca a sentença.

Já na cidade de Patos, a juíza Anna Maria do Socorro Hilário Lacerda, responsável pela 28ª Zona Eleitoral também indeferiu a Tutela Antecipada Pretendida pela Coligação Pra Devolver Patos a Seu Povo e ressaltou inexistir irregularidade quanto ao registro da pesquisa junto ao Tribunal Superior Eleitoral.

VEJA SENTENÇAS

SENTENÇA PEDRAS DE FOGO

SENTENÇA BANANEIRAS

SETENÇA PATOS

Em nota, a assessoria jurídica do Instituto destacou que as decisões favoráveis só comprovam a regularidade e os acertos dos estudos, sempre cumprindo fielmente a legislação.

CONFIRA

NOTA INSTITUTO DATA VOX

DATAVOX PESQUISA DE OPINIÃO PUBLICA E ESTATISTICA LTDA, através da sua Assessoria Jurídica, diante das várias decisões judiciais favoráveis à divulgação das suas pesquisas eleitorais registradas neste pleito de 2020 no portal do TSE em diversas cidades da Paraíba e Estado de Pernambuco que confirmou em diversos casos a regularidade e acertos dos nossos estudos, e como é de costume, vem a público ratificar o seu fiel cumprimento a Lei e a melhor técnica da Ciência Estatística, asseverando que sempre esteve e sempre estará pautada em trabalho sério e de acordo com a melhor metodologia de estudos científicos em todos os campos de consultas populares conforme prescreve a Lei Federal 4.739/65 , Lei 9504/97 e a resolução 23.600/19 do TSE.

Atenciosamente ,

DATAVOX PESQUISA DE OPINIÃO PUBLICA E ESTATISTICA LTDA

 

PB Agora

 

 

PB Agora/Datavox: Nelinho lidera disputa em Cacimba de Dentro com 49,3%

A menos de 45 dias para a realização das eleições municipais, o atual prefeito Nelinho (Cidadania), candidato à reeleição na cidade de Cacimba de Dentro é quem aparece liderando a corrida eleitoral na cidade, com 49,3% das intenções de voto conforme resultado da pesquisa PB Agora/Datavox, divulgada nesta segunda-feira (05).

Já o ex-prefeito Dr. Edmilson, do MDB, aparece em segundo lugar. Ele obteve 27,7% das intenções de voto dos entrevistados. Na cidade, o número de indecisos atingiu 19% dos entrevistados, enquanto os que votariam branco ou nulo somaram 4%.

Os resultados dizem respeito a pesquisa na modalidade espontânea. Nela não são apresentados nomes dos candidatos e o entrevistado fala o que lhe vem à cabeça quando é questionado em quem pretende votar. O levantamento espontâneo mede principalmente a lembrança que o eleitor tem de um político e o grau de interesse nas eleições.

GRÁFICO DA PESQUISA

DADOS TÉCNICOS DA PESQUISA

A pesquisa Datavox foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral no dia 29 de setembro de 2020 com o Protocolo PB-09932/2020 – TSE – TRE. As entrevistas foram realizadas também no dia 29 de setembro de 2020 e ouviu 400 pessoas com mais de 16 anos no município de Cacimba de Dentro.

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 4,9% pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados.
As entrevistas foram pessoais com utilização de questionário elaborado de acordo com os objetivos da pesquisa e foram realizadas por uma equipe de entrevistadores do DATAVOX – Pesquisas de Opinião Pública e Estatísticas Ltda, devidamente treinada para abordagem deste tipo de público.

Na zona urbana, foram realizadas entrevistas nos seguintes bairros: Centro, Bairro Novo, Palmeira, Conjunto Benjamim Gomes, Frei Damião, Conjunto Bela Vista, Lúcia Braga, Conjunto Velho e Conjunto Francisco Gomes. Já na zona rural, foram escolhidas as seguintes rotas:
Rota 1- Lagoa da Onça e Capivara.
Rota 2- Boi Manso, Mium e Caraúbas.
Rota 3- Lagoa Dágua e Timbaúba.
Rota 4- Lagoa de Pedra, Lagoa Salgada e Barreiros.
Rota 5- Mocotó, Cano, Boa Vista e Conceição
Rota 6- Distrito de Logradouro.
Rota 7- Três Lagoas e Matas do Riachão.

As perguntas cujas somas das percentagens não totalizam 100% são decorrentes de
arredondamentos ou de múltiplas respostas.

PB Agora

 

PB Agora/Datavox divulga hoje números da corrida eleitoral em Cacimba de Dentro

O portal PB Agora, em parceria com o Instituto Datavox, divulga no final da tarde desta segunda-feira (05), os primeiros números da corrida eleitoral pela prefeitura de Cacimba de Dentro.

O resultado trará o termômetro da disputa no município faltando pouco mais de um mês para a realização do pleito.

A pesquisa Datavox foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral no dia 29 de setembro de 2020 com o Protocolo PB-09932/2020 – TSE – TRE.

As entrevistas foram realizadas também no dia 29 de setembro de 2020 e ouviu 400 pessoas com mais de 16 anos.

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 4,9% pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados.

As entrevistas foram pessoais com utilização de questionário elaborado de acordo com os objetivos da pesquisa e foram realizadas por uma equipe de entrevistadores do DATAVOX – Pesquisas de Opinião Pública e Estatísticas Ltda, devidamente treinada para abordagem deste tipo de público.

Na zona urbana, foram realizadas entrevistas nos seguintes bairros: Centro, Bairro Novo, Palmeira, Conjunto Benjamim Gomes, Frei Damião, Conjunto Bela Vista, Lúcia Braga, Conjunto Velho e Conjunto Francisco Gomes.

Já na zona rural, foram escolhidas as seguintes rotas:
Rota 1- Lagoa da Onça e Capivara.

Rota 2- Boi Manso, Mium e Caraúbas.

Rota 3- Lagoa Dágua e Timbaúba.

Rota 4- Lagoa de Pedra, Lagoa Salgada e Barreiros.

Rota 5- Mocotó, Cano, Boa Vista e Conceição

Rota 6- Distrito de Logradouro.

Rota 7- Três Lagoas e Matas do Riachão.

PB Agora

 

Juiz vê “gritante contradição” e determina suspensão de pesquisa Datavox em Bayeux sob pena de multa de R$ 100 mil

datavoxO juiz da 61ª Zona Eleitoral, Marcial Henrique Ferraz da Cruz, acolheu pedido formulado pela coligação “Experiência, Juventude e Trabalho” e suspendeu a publicação da pesquisa Datavox para prefeito de Bayeux, prevista para ser divulgada nesta terça-feira (27).

O magistrado observou uma “gritante contradição” na pesquisa que informou à Justiça Federal um campo amostral  de 4000 pessoas e um público pesquisado reduzido para 400 entrevistados.

“Ora, tal descompasso impossibilita aferir a efetiva credibilidade da pesquisa, considerando a enorme disparidade entre uma informação e outra, vez que há uma diferença de 3.600 (três mil e seiscentas) pessoas. Note-se que esta divergência impede até mesmo de se verificar a margem de erro, já que o plano amostral é imprescindível para se estabelecer este dado da pesquisa”, despachou.

Ele também chamou a atenção para o fato do Instituto não indicar onde residem os entrevistados.

“Esta ausência, a meu juízo, também afeta a credibilidade da pesquisa, na medida em que não é possível indicar se efetivamente as pessoas entrevistadas realmente residem nos locais indicados no campo Relação dos bairros que serão pesquisados” , sustentou.

O juiz eleitoral ainda determinou uma multa de R$ 100 mil, em caso de descumprimento da decisão.

“As alegações da representante são, pois, bastante plausíveis. De outra banda, verificando estas graves falhas na pesquisa, concluo sem qualquer margem de dúvida que a divulgação da pesquisa pode acarretar para a coligação representante – e evidentemente para seus candidatos – , assim como para outros candidatos também, um prejuízo irremediável, na medida em que poderá incutir no ânimo do eleitorado uma percepção inexata da realidade quanto à intenção de votos em Bayeux”, concluiu.

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br