Arquivo da tag: Coveiros

Cemitério de Itaporanga não cabe mais ninguém e coveiros temem ficar sem trabalho

cemiterio itaHá pelo menos dois anos, Itaporanga precisa ampliar o seu cemitério, que não dispõe mais de espaço para novos sepultamentos, um problema que vem causando constrangimento aos familiares dos falecidos. Para que os corpos dos itaporanguenses não tenham que ser sepultados em outras cidades, covas estão sendo improvisadas entre túmulos já existentes, o que não é ideal por comprometer a organização estrutural e a estética do cemitério, mas necessário no momento por não haver outro jeito.

O cemitério é de responsabilidade da Prefeitura e precisa urgentemente ser ampliado, no entanto, nada foi feito nos últimos anos, agravando o problema. “Uma pessoa morre e é a maior dificuldade para conseguir um espaço para ser sepultada, e fica umas covas quase em cima das outras”, lamentou um cidadão local que recentemente sepultou um ente querido.

Os coveiros também estão preocupados com a falta de espaço no cemitério. São eles que precisam quebrar a cabeça em busca de um pedaço qualquer de chão quando morre alguém na cidade, e os enterros são quase que diariamente em Itaporanga, conforme apurou a Folha (www.folhadovali.com.br). Eles também temem ficar sem trabalho.

Se hoje a maior cidade do Vale já depende de Pedra Branca para manter seu comércio de carne, uma vez que está há quase dois anos sem matadouro, poderá depender também de outras cidades para enterrar seus mortos se nada for feito nos próximos meses.

 

Redação da Folha

Coveiros, garis e faxineiros querem ser eleitos na PB

São dezenas de profissões declaradas pelos candidatos a um cargo eletivo na Paraíba. Em meio as profissões declaradas estão coveiros, gari, faxineiros e empregados domésticos que pretendem chegar a câmara municipal em 2013.

João Pessoa, Monteiro e Riachão do Poço podem perder um coveiro, acontece que três candidatos estão pensando em deixar a movimentação dos cemitérios, se eleitos, largando os mortos para lidar com os ‘vivos’ que estão na política.

O pessoal da limpeza também estão sonhado com o parlamento: 17 garis e 8 faxineiros querem ser eleitos em 7 de outubro.

Cada vez mais difícil de se encontrar no mercado, os empregados domésticos também querem virar vereadores, ao todo, sete são candidatos na Paraíba.

Écliton Monteiro – MaisPB