Arquivo da tag: cordelista

Morte do cordelista Manoel Monteiro repercute nas redes sociais; corpo ainda será liberado

Manoel Monteiro tem mais de 150 publicações
Manoel Monteiro tem mais de 150 publicações

Depois de ter tido sua morte constatada em Belém do Pará, neste sábado (7), após dias desaparecido, o corpo poeta e cordelista Manoel Monteiro deverá ser velado no Teatro Severino Cabral, em Campina Grande, conforme afirmou o filho do artista, Robson Monteiro

 

Segundo ele, a irmã Kátia Monteiro foi ao Pará para tratar das questões legais para a liberação do corpo, que se encontra no Instituto Médico Legal do Estado, no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Ainda não podemos dizer com certeza quando e como será o translado. Minha irmã ficou responsável por resolver essa situação. Quanto ao local de sepultamento, ainda estamos decidindo onde será. Tudo ainda está dependendo da liberação e vinda do corpo”, disse Robson, consternado.

A morte do cordelista repercutiu nas redes sociais, onde foi feita uma campanha para a localização do mesmo. Internautas deixaram publicações na página oficial do artista no facebook, lamentando o ocorrido e prestando solidariedade à família. Em postagem, o usuário da rede Anderson Souza exprimiu sua tristeza lançando a hashtag #LutoCampina.

A Universidade Estadual da Paraíba, entidade que mantém em seu acervo várias publicações do poeta, recebidas por doações do próprio, emitiu uma nota oficial lamentando o acontecimento. De acordo com as palavras da instituição, Manoel Monteiro contribuiu significativamente para a valorização da cultura do Nordeste, chegando a ser considerado o mais importante cordelista brasileiro, com uma produção densa e diversificada, envolvendo praticamente todas as áreas da atividade humana.

Manoel Monteiro da Silva era diabético e havia tido, meses atrás, um infarto. Era natural de Bezerros, a 102 km de Recife (PE), mas desde 1955 morava em Campina, onde foi radicado.

Ele era membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel e tinha mais de 150 folhetos publicados.

 

Por Gustavo Medeiros

Irmã do cordelista Márcio Bezerril é encontrada morta na serra de Pilões/PB

A jovem Clarisse Betanea Bizerril, irmão do cordelista, poeta e artista plástico guarabirense Márcio Bizerril de Brito, foi encontrada morta na manhã desta segunda-feira (30), às margens da rodovia que liga as cidades de Cuitegi e Pilões, no Brejo paraibano.

Betanea Bizeril - Foto: Facebook
Betanea Bizeril – Foto: Facebook

Segundo relatos do perito, o corpo de Betânia, como era mais conhecida, apresentava vários hematomas, principalmente na região da barriga, possivelmente provocado por espancamento.

Um detalhe que chamou a atenção dos peritos e dos policiais que estiveram no local, é que os ouvidos e nariz da vítima estavam tapados com algodão, o que leva a crer que ela tenha sido morta em outro lugar e jogada onde foi encontrada. O algodão seria para que o sangue dela não sujasse o veículo que possivelmente a tenha levado até lá.

Uma das linhas de investigação que, provavelmente seja seguida pela polícia, é que ela tenha sido vítima de acerto de contas. Segundo a mesma polícia, ela era usuária de drogas.Betanea Bizeril - Foto: Nordeste1

Betanea Bizeril – Foto: Nordeste1