Arquivo da tag: cordas

Bananeiras recebe doação de instrumentos musicais do MPT e cria a Camerata de Cordas

banananeirasA escola de teatro da cidade de Bananeiras, município localizado no brejo da Paraíba, um dos principais destinos turísticos do Estado, ganhou a doação de instrumentos musicais para a criação de uma Camerata de Cordas. A entrega oficial da doação aconteceu na manhã do último sábado, 14 de março, no Espaço Centro da cidade.

O projeto, resultado de uma importante parceria entre o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Secretaria de Cultura e Turismo do Município, articulado pela Secretária Mirian Trindade, já começa atendendo 15 crianças e jovens, que terão aulas aos sábados.

Envolvendo Teatro, Música e Dança, a Primeira e única Escola de Teatro do Estado da Paraíba, passa a ser a Escola Municipal de Artes. O que para Jucinaldo Pereira, coordenador do projeto Camerata de Cordas, é um grande passo para a formação dos envolvidos no projeto de artes no município.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A articuladora da parceria, Mirian Trindade, disse que “tudo só aconteceu após muitos esforço da gestão, depois de mostrar o potencial do município nas artes”. O projeto também conta com a colaboração da ex-prefeita, Marta Ramalho. Ao todo a Escola recebeu do MPT 6 violinos, 4 violoncelos e 3 violas. Já a ex-prefeita, Marta Ramalho, doou dois violinos.

O projeto da Escola Municipal de Artes, envolve mais de 150 crianças e jovens, em sua maioria, da zona rural.

Para ao Prefeito Douglas Lucena, “o projeto é a materialização de um sonho”. O Chefe do Executivo Municipal, parabenizou todos os envolvidos na conquista, reforçando que “o objetivo, é fazer com que as crianças e jovens do município se desenvolvam na arte”.

Além dos instrumentos musicais, o MPT doou 15 estantes para a partitura e o salário durante 10 meses para duas professoras, de forma experimental.

Vereadores, Secretários, alunos da Escola de Artes e populares, prestigiaram o vento. A procuradora do Trabalho, Maria Edlene Lins Felizardo, representante do MPT, não pode comparecer ao evento, sendo representada pela Secretária de Cultura e Turismo do município Bananeirense.

Assessoria

Cigarro agride as cordas vocais, deixando a voz mais grossa

cigarroApesar do aumento das políticas públicas que visam combater o tabagismo, o cigarro continua sendo a principal causa de mortes evitáveis em todo o mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o cigarro causa seis milhões de mortes no mundo por ano, a maioria em países de baixa e média renda. Além disso, a OMS alerta que, se essa tendência se mantiver, o número de mortes ligadas ao fumo deve aumentar para oito milhões ao ano em 2030 – e 80% desses óbitos deverão acontecer nos países mais pobres.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Um fumante de 30 anos de idade tem sua expectativa de vida diminuída em 18 anos. Fumantes que morreram entre os 35 e os 69 anos perderam, em média 22 anos de vida por causa do tabaco.

A fumaça e o alcatrão dos cigarros, charutos e cachimbos ressecam o trato vocal, causando irritação do revestimento mucoso das vias aéreas, indispensável para qualidade vocal.

As pregas ou cordas vocais, quando agredidas pelo calor e os mais de cinco mil tipos de substancias tóxicas advindas do cigarro apresentam depósito de secreção ao longo de toda a extensão, levando ao aparecimento do pigarro.

Isso se deve tanto pela própria fumaça e componentes, como pelo fato das células ciliadas, presentes nas bordas das cordas vocais e importantíssimas para renovação do muco que a recobre, pararem de se movimentar por uma hora a cada cigarro utilizado. Diante desse quadro, a tosse e pigarro frequentes ocorrem em resposta à irritação da mucosa, sendo causados pelos agentes nocivos e pelo calor das substâncias inaladas pelo tabagista.

As cordas vocais funcionam como aparadores de impurezas ao longo da laringe, favorecendo assim a instalação de alterações laríngeas diversas como edemas, pólipos, hiperplasias, displasias e câncer. Se o sistema respiratório estiver comprometido, haverá uma modificação na produção da voz. Alguns fumantes apresentam pregas vocais polipóideas flácidas que resultam em disfonia (voz comprometida) significativa.

Mesmo na ausência da patologia laríngea, os efeitos do fumo sobre a função pulmonar são suficientes para produzir uma ampla alteração na voz.

Há evidências de que fumar cigarros relaciona-se intimamente ao câncer de laringe. A maioria dos indivíduos com carcinoma laríngeo tem história de fumo durante longo tempo de sua vida. Condições pré-cancerosas como leucoplasia e hiperceratose também estão intimamente ligadas ao fumo.

Conhecida pela sigla ETS (Environmental Tobacco Smoke), a fumaça ambiental do tabaco é formada principalmente (até 85%) pela fumaça desprendida da ponta acesa de um cigarro e é também exalada pelo fumante.

180 Graus

 

Criança morre enforcada por cordas do varal de sua casa

Um menino de oito anos foi encontrado morto dentro de casa, com uma corda de varal em volta do pescoço. O caso aconteceu na tarde de quinta-feira (27), em Campina Grande, no Bairro Monte Santo.

A mãe, uma mulher de 31 anos que trabalha como operadora de telemarketing, deixou a criança em casa com a babá. A babá ficou no andar térreo da casa e a criança foi para o andar superior para brincar. Passado algum tempo, a babá estranhou o silêncio e subiu para ver o que estava acontecendo com a criança. A porta do quarto do menino estava fechada e a babá teve que arrombá-la para entrar. Foi quando encontrou a criança já sem vida e com os cabos de varal enroscados em seu pescoço.

A Polícia foi acionada e o corpo do menino foi levado para perícia no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande. À primeira vista, a criança teria se enforcado acidentalmente nos varais enquanto brincava sozinha e não teve como pedir socorro.

Por Wanja Nóbrega