Arquivo da tag: convocado

Dudu é convocado para a vaga de Douglas Costa na seleção brasileira

duduNa noite desta sexta-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou pelo seu site oficial a convocação de Dudu, meia/atacante do Palmeiras, o jogador foi convocado para a vaga de Douglas Costa, que foi cortado no início da tarde de hoje, devido a uma lesão no joelho esquerdo.

Vivendo uma ótima fase no Palmeiras, o meia/atacante Dudu está com tudo em 2017, o jogador voltou a vestir a camisa da Seleção Brasileira em um amistoso contra a Colômbia e de quebra marcou seu primeiro gol vestindo a amarelinha.

O jogador vivia a expectativa de seguir na lista do técnico Tite, mas acabou “frustado” em um primeiro momento, mas quis o destino que o jogador estivesse entre os convocados que irão enfrentar o Uruguai no dia 23/03 e o Paraguai no dia 28/03.

Quem perde com a convocação de Dudu é o Palmeiras que já somava três desfalques certos para seus próximos compromissos no Paulistão, o meia venezuelano Alejandro Guerra e os colombianos Yerry Mina e Miguel Borja.

torcedores

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Cláudio Lima diz que Marinho Mendes vai ser convocado para depor sobre o caso Rebeca

claudio-limaO secretário de Segurança da Paraíba, Cláudio Lima, comentou em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM, nesta sexta-feira (15), que o promotor de Justiça, Marinho Mendes será convocado para depor, após ter ventilado na imprensa o nome do suposto assassino da jovem Rebecca, em 2011.

Para Lima, se Mendes sabe quem fez isso e ele é membro de uma instituição que tem poder de ação penal e dois promotores, ele não precisa nem de inquérito para denunciar e questiona: “Essa informação é ética com os demais procuradores que estão trabalhando? O Dr. Marinho Mendes é vice presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos e se essa pessoa que ele acusa não for ela? E se for ela por que não indicou para seus pares? Se a polícia soubesse já teria terminado esse caso”, destaca.

“Acompanho o trabalho de perto e não falo nada porque estaria traindo a investigação do delegado, mas se o doutor Marinho Mendes sabe é bom que ele leve ao MP, inclusive o delegado vai chamá-lo, porque se ele sabe, então é testemunha e vai ser intimado”, afirmou lembrando ainda que o rapaz que Mendes está acusando já entrou com representação contra ele na corregedoria e na Justiça”, garante.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Mudanças de delegado – o caso Rebecca levantou suspeitas devido ao grande número de delegados à frente. Lima afirmou que até agora foram cinco, mas justificou que o primeiro entrou de férias prolongadas por uma licença e para não deixar o trabalho parado mudou-se o delegado, os demais saíram por licença médica, porém garantiu que o trabalho não precisa ser feito do zero, pois é acompanhado pelo Ministério Público.

O secretário afirmou que espera um desfecho para as investigações e que não pode adiantar dados, pois correm em segredo de justiça, porém acredita não há pessoas influentes envolvidas, não que ele saiba.

Marília Domingues

Convocado, secretário de Saúde diz que oposição vai dar tiro no pé

waldsonO secretário Waldson Souza (Saúde) estará nesta quarta-feira na Assembleia Legislativa para prestar contas de ações de sua pasta, inclusive sobre a Cruz Vermelha na Paraíba. Waldson disse que os deputados da oposição vão dar um tiro no pé, pois essa convocação é eleitoreira. Conforme o secretário, os parlamentares de oposição querem avaliar até as contas do governador Ricardo Coutinho, que já foram aprovadas pelo TCE.

A ida de Waldson à Assembleia Legislativa é fruto da aprovação, por unanimidade, de um requerimento apresentado no início do ano pelo deputado Aníbal Marcolino (PEN).

De acordo com o parlamentar, a convocação do secretário seria para o dia 24 de abril, mas acabou não se concretizando, porque o gestor alegou impossibilidade de estar presente na data marcada.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Anibal Marcolino disse estranhar essa posição do secretário, e considerou a ausência dele como deselegância para com a Assembleia. “O secretário disse simplesmente que não podia vir e não veio, por isso tivemos que remarcar para o dia 7, para que ele possa prestar contas de sua secretaria”, comentou.

Já o líder da bancada do governo na Casa, deputado Hervázio Bezerra (PSB), criticou o comportamento da oposição e disse que a ida de Waldson Souza se deve à obrigação legal que gestores da Saúde têm de comparecerem para prestarem contas a cada três meses. Hervázio disse que ano passado o próprio secretário protocolou expediente na Assembleia comunicando que estaria debatendo as questões pertinentes à saúde com os parlamentares. “O que estranho é a forma como a oposição vem se comportando dessa forma na Assembleia”, afirmou.

Hervázio também questionou pela continuidade da Caravana da Saúde, iniciativa da Assembleia Legislativa, que tem por objetivo averiguar as condições de unidades hospitalares no Estado. “Cadê a Caravana da Saúde, se dissolveu por que não encontraram nada no Trauma”, perguntou.

Caso o secretário não compareça à Assembleia Legislativa nesta quarta (7), o deputado Anibal Marcolino adiantou que acionará a Procuradoria da Casa para tomar as medidas cabíveis, e se for o caso, ingressar com uma ação de desobediência contra o gestor.

MaisPB

Centrais sindicais negam adesão a protesto convocado pela internet

centraisCentrais sindicais, ONGs, representantes de movimentos sociais e demais setores da sociedade civil negam que participarão de uma greve geral, convocada para esta segunda-feira (1) em todo o Brasil, pelo Facebook.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Força Sindical, principais centrais sindicais do país, informaram que não irão participar do movimento. Em nota, a CUT reafirmou que “quem convoca greve geral é sindicato e não eventos do Facebook. Nem a CUT nem as demais centrais sindicais, legítimas representantes da classe trabalhadora, convocaram greve geral para o dia 1º de julho”, diz o texto da central sindical, que acusa “grupos oportunistas” pela criação do evento no Facebook.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Wagner Gomes, destacou que essa convocação não possui validade e que é mais uma ação de setores conservadores e oportunistas.

Segundo ele, a CTB, bem como as demais centrais, tem sua agenda de ação apresentada às suas respectivas bases e frisou “os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil sabem que rede social não convoca paralisação e nem greve, mais sim, os sindicatos e as centrais sindicais. Eles conhecem e confiam em suas representações”.

Na oportunidade, Wagner informou que a CTB está orientando suas estaduais a realizarem uma série de manifestações, no próximo dia 2 de julho, em aeroportos das principais capitais brasileiras.

Em entrevista à imprensa, o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna. “(O ato de) 1º de julho não é do movimento sindical, de nenhuma central, não é de nenhum sindicato, não é de nenhuma federação. É fria”, alertou o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna.

Segundo o dirigente, os eventos agendados pelas redes sociais estão criando informações desencontradas que não correspondem à realidade. “O Facebook é apenas uma rede social, qualquer um escreve o que quiser. O trabalhador deve seguir a orientação do seu sindicato”, afirmou.

Todas as centrais do país (Além da CUT e da Força, UGT, CSP/Conlutas, CGTB, CSB e NCST), mantêm a decisão de organizar atos conjuntos – do movimento sindical e social — no próximo dia 11 de julho.

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo divulgou nota em que afirma que não participará de nenhuma paralisação na segunda-feira e que essa mobilização não tem caráter oficial. Segundo o sindicato, “diante da falsa informação que circula nas redes sociais sobre uma possível greve geral, marcada para o dia 1.º de julho, os metroviários informam que não vão parar no dia 1”.

Até mesmo o governo do estado de São Paulo disse desconhecer o movimento. De acordo com a assessoria da Secretaria de Segurança Pública, não houve nenhuma informação sobre passeata ou ato público marcado para a capital paulista. A assessoria da Polícia Militar também afirmou que “como não há nada de concreto e confirmado, ainda não foi estabelecido nenhum esquema especial de segurança”.

Grandes jornais e redes de TV preferiram ignorar o falso chamamento para a paralisação geral, em vez de esclarecer que se trata de mais um caso de boato que se espalha rapidamente, sem que os internautas se preocupem com a veracidade do conteúdo – a “convocação” teve mais de um milhão de compartilhamentos, mas menos de 40 mil confirmações de presença.

 

 

Redação da RBA

Presidente da torcida organizada do Campinense é convocado para prestar depoimento e acaba preso

torcidaO presidente da torcida organizada do Campinense foi convocado para prestar depoimento e acabou sendo preso nesta sexta-feira (15). A informação é da delegada de homicídios Maíra Roberta, que investiga a morte do presidente da torcida jovem do Treze, Wagner Pereira, 23 anos.

Segundo a delegada, logo após o assassinato de Wagner, alguns torcedores do Campinense, principal adversário do alvinegro, foram convocados para prestar depoimento. Quando o torcedor da Raposa estava sendo ouvido, foi descoberto um mandado de prisão em aberto expedido pela comarca de Lucena. Ele estava sendo procurado por ter praticado um crime de trânsito.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“No depoimento, foi comprovado que ele não tem ligação com a morte do presidente da torcida jovem do Treze, mas descobrimos esse mandado de prisão em aberto pela prática de um crime de trânsito”, explicou a delegada.

O nome do acusado não foi divulgado a pedido do advogado de defesa. Ele está preso na Central de Polícia e, neste sábado (16), será encaminhado a um dos presídios da Rainha da Borborema.

No próximo domingo (17), pela primeira vez em sua história, o Campinense vai decidir a Copa do Nordeste, no estádio Amigão, em Campina Grande. A previsão é de casa cheia no segundo jogo contra o Asa (Arapiraca-AL). No domingo passado, o rubro-negro campinense ganhou por 2 a 1 e pode perder por 1 a 0 ou se sagrar campeão com qualquer empate.

 

 

Portalcorreio

Deputado estadual é convocado para depor sob acusação de espancar e torturar advogada em barco do parlamentar

O deputado estadual Samuel Corrêa da Rocha Junior (PR-RJ), conhecido popularmente como ‘Samuquinha’ está sendo acusado de espancar e torturar a advogada Christine Calixto. O parlamentar foi convocado para prestar depoimento ao delegado Deoclécio Francisco de Assis Filho, titular da 37ª DP (Ilha do Governador) sobre o caso sobre lesão corporal e dano.

A advogada mostrou durante entrevista ao G1, hematomas no braço esquerdo, atrás do pescoço e nas pernas, que teria sido resultado das agressões de Samuquinha na madrugada do último dia 13 de outubro no barco do deputado, ancorado no Iate Clube Jardim Guanabara, na Ilha do Governador.

Através do seu chefe de gabinete, o deputado afirmou que sequer conhece Christine Calixto, e que as acusações da advogada são “calúnias” e que estaria “entrando com medidas judiciais com contra ela.

Christine, que também registrou queixa na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), contou também que conheceu Samuquinha em julho, quando recebeu um convite de um amigo do deputado para ir ao churrasco.

Os dois passaram a se encontrar com frequência e ela teria ido ao apartamento com frequência ao apartamento do legislador em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca. “Ele me apresentava a todo mundo como namorada”, lembrou a advogada.

“O Samuel nunca tinha se mostrado uma pessoa violenta. Muito pelo contrário: era a pessoa mais dócil do mundo e me tratava muito bem. Sempre me deu flores. Eu retribuí com vários presentes, que estão no barco dele”, revelou Christine.

A advogada narrou com teria acontecido a agressão. Ela conta que saindo de um restaurante, ao casal foi ao Iate Clube Jardim Guanabara, onde estava o barco do deputado. Dentro do barco, os dois dançaram Fábio Júnior e Roberto Carlos e tivemos relações sexuais. Após Samuquinha teria a pedido em casamento. Em um surto, o deputado pegou garrafa de vodca e tacou na minha cabeça da advogada.

“Ele dizia que eu o havia traído com o amigo dele, que nos apresentou. Falei: ‘Vamos embora, Samuel.’ Ele respondeu: ‘Não. Só tá começando. Eu vou te matar.’ Quando peguei minha bolsa para ir embora, ele me deu uma rasteira e eu caí. Ele me socou foi muito: chutes e socos. Cheguei a ter hemorragia interna”, complementa a advogada. Christine afirma ainda que Samuquinha usou um sapato dela, com salto, nas agressões: “Fiquei com a boca e o rosto ensaguentados. Meu sapato está lá em casa, ainda com sangue e fios de cabelo meus.”

Christine conta que resolveu procurar a imprensa porque ele falou que ia matar o meu pai’ dela.

“Ele disse: ‘Vou botar uma corda no pescoço com uma pedra, e vou te jogar no mar. E, depois, vou matar teu pai.’”, recorda. “Eu estava semidesmaiada, mas quando o ouvi falar do meu pai, disse: ‘Meu pai não! Não mexe com meu pai!’”, acrescenta a advogada.

De acordo com Christine, por volta das 5h, Samuquinha a teria deixado no barco e ido embora, a pé. “Fiquei dentro do iate, deitada na proa, sozinha. Ele mandou dois seguranças, dizendo que eu estava invadindo propriedade alheia. Os seguranças viram meu estado, me levantaram e me levaram até meu carro”, conta. “No caminho, passei pelo Samuel, que estava em um ponto de ônibus. Ele gritou: ‘Vai na 37ª DP. Eu conheço o delegado de lá. Isso não vai dar em nada. Já fiz isso várias vezes. Tenho imunidade parlamentar.’”, complementa a advogada.

Christine diz que, então, foi registrar a ocorrência na 37ª DP. Em seguida, foi ao Hospital Municipal Paulino Werneck, na Ilha do Governador e, depois, ao Instituto Médico Legal (IML), onde fez exame de corpo de delito.

MaisPB

com G1

Eleitor convocado para ser mesário nas eleições pode recusar nomeação até esta segunda-feira

Eleitores de todo o Brasil convocados para trabalhar nas Eleições 2012 têm até a segunda-feira (13) para recusar a nomeação da Justiça Eleitoral. O prazo está fixado no calendário eleitoral deste pleito, lançado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) através da Resolução Nº 23.341/2011, e deve ser observado por aqueles que não desejam compor as juntas.

A recusa, no entanto, deve ser acompanhada de justificativa apresentada à Zona Eleitoral responsável pela convocação. Entre as principais justificativas aceitas pela Justiça estão a impossibilidade por exercício profissional no dia da votação, a atuação em campanhas políticas e o parentesco com candidatos às câmaras e prefeituras municipais.

Para compensar essa responsabilidade assumida pelas juntas eleitorais e garantir a segurança do processo, a Justiça Eleitoral oferece alguns benefícios. Dias de folga, que variam em quantidade de acordo com a função exercida, e certificados de participação com descrição de carga-horária são alguns dos maiores atrativos para os cidadãos, que podem garantir um descanso do trabalho ou complementar o currículo dos cursos universitários.

Os convocados que não comparecem nem apresentam justificativa à Justiça Eleitoral podem responder a processo por descuprimento de ordem judicial. A pena para a infração é geralmente uma multa aplicada de acordo com o prejuízo causado ao andamento do pleito, mas também pode terminar em punição penal.

paraibaja