Arquivo da tag: consultar

FGTS: veja o passo a passo para consultar o saldo pelo celular

fgtsA partir de março, o trabalhador poderá sacar o dinheiro do FGTS que estiver em contas inativas até 31 de dezembro de 2015. Mas antes de fazer o resgate, é preciso consultar se há saldo disponível. Além do site e agências da Caixa Econômica, é possível fazer a consulta pelo próprio celular.

O aplicativo do FGTS pode ser baixado nos smartphones e tablets com versões compatíveis aos sistemas Android, iOS e Windows. Há uma série de apps disponíveis com o nome FGTS, mas o aplicativo oficial leva o nome da Caixa Econômica Federal.

No sistema Android, mais de 1 milhão de pessoas já baixaram o aplicativo. No iOS, o aplicativo da do FGTS aparece entre os mais baixados. Além de acessar o saldo de suas contas, é possível atualizar seu endereço e localizar pontos de atendimento pelo celular.

Veja abaixo o passo a passo para visualizar seu saldo pelo aplicativo do FGTS:

PASSO 1: É seu primeiro acesso?

Quem ainda não possui a senha da internet, obtida pelo site da Caixa, deve escolher a opção “Primeiro Acesso”, que aparece na parte inferior da primeira tela do aplicativo. Quem já possui o cadastro pode fazer o login da forma como é feito pela web.

Aceite os termos do contrato

Após clicar nesta opção, o trabalhador precisa ler e aceitar as condições estabelecidas no contrato da Caixa Econômica para prosseguir.

Digite seu NIS

O NIS (PIS/Pasep) é o número de identificação social do trabalhador e pode ser consultado nos extratos do FGTS, no Cartão do Cidadão ou na própria carteira de trabalho. Digite o número sem pontos e sem hífen.

Preencha seus dados pessoais

Em seguida, preencha seus dados pessoais: nome completo, nome da mãe, data de nascimento, CPF etc. O nome de sua mãe deve ser exatamente o mesmo registrado na Carteira de Trabalho. Já o número do RG deve ser preenchido sem o último dígito. Clique em “próximo”.

Crie uma senha

Sua nova senha deve conter entre 6 e 8 caracteres alfanuméricos (números e/ou letras), como a criada pelo site da Caixa. Digite-a duas vezes, confirme e clique em cadastrar.

PASSO 2: Com a conta já cadastrada

Se seu cadastro já está feito, digite o seu número do NIS (PIS/Pasep) e a senha para consultar o FGTS. Nesta etapa, quem ainda não tiver uma senha da internet pode usar a senha do Cartão Cidadão.

Atualize seu endereço

Para continuar, você precisa atualizar seu endereço. Clique no ícone no canto superior esquerdo do seu celular e acesse o menu. Clique em “Atualizar endereço” e digite seu novo CEP. Depois, clique em “salvar endereço”.

PASSO 3: Visualize seu saldo do FGTS

Com todas as etapas cumpridas anteriormente, faça o login com o número do NIS (Pis Pasep), que pode ser consultado na Carteira de Trabalho, e a senha. Se as informações estiverem corretas, você poderá visualizar suas contas e saldos do FGTS na tela do celular.

Esqueci minha senha. E agora?

Você vai precisar informar o número do seu NIS (PIS/Pasep). Em seguida, o aplicativo pedirá para você confirmar seus dados pessoais. O número da carteira de identidade (RG) não deve ter o último dígito. Já o nome da sua mãe deve ser igual ao da Carteira de Trabalho. Em seguida, você deverá escolher uma nova senha. Digite e aperte o botão “cadastrar”.

Como vejo o extrato detalhado das minhas contas?

Para visualizar o extrato detalhado de cada uma, você deve clicar sobre a conta. Você também pode salvar seu extrato em um arquivo PDF.

Como saber se meu saldo poderá ser sacado?


Se seu saldo estiver em uma conta inativa (que teve o contrato de trabalho suspenso) até o dia 31 de dezembro de 2015, você poderá resgatar todo o valor desta conta. Os saques serão permitidos a partir de março, dentro de um calendário que será divulgado pelo governo.

Como consulto postos de atendimento próximos?


Volte para o menu, no canto superior esquerdo da tela, e escolha o item correspondente. É possível encontrar o ponto mais próximo por sua localização atual ou pelo seu endereço, que foi informado no cadastro. Clique sobre um ponto de localização para acessar o mapa.

Como consulto meu saldo do FGTS por outros meios?

Além do aplicativo, também é possível acessar seu saldo pelo próprio site da Caixa, pessoalmente, por email ou SMS. Veja aqui como fazer a consulta.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Renan diz que ‘não é bom’ plebiscito para consultar sobre novas eleições

renan-calheirosQuatro meses após defender a realização de eleições gerais antes de 2018, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou nesta terça-feira (16) que fazer um plebiscito para consultar a opinião do eleitorado sobre eventual antecipação das eleições presidenciais “não é bom” para o país.

O peemedebista deu a declaração após ser questionado por repórteres no Senado sobre a carta ao Senado e à população que a presidente afastada Dilma Rousseff  apresenta na tarde desta terça-feira (16) no Palácio da Alvorada.

No documento, a petista deve defender que a população seja consultada sobre a antecipação, para este ano, das eleições presidenciais de 2018.

“Na democracia, a melhor saída é sempre a saída constitucional. Plebiscitos, novas eleições não estão previstos na Constituição. Isso não é bom”, ressaltou Renan aos jornalistas.

Em abril, no entanto, o presidente do Senado havia afirmado em uma entrevista que via “com bons olhos” a possibilidade de antecipar a eleição presidencial. Na ocasião, Dilma ainda não havia sido afastada temporariamente do comando do Palácio do Planalto por decisão do Senado, e Renan demonstrava ambiguidade em suas manifestações em relação ao impeachment.

A carta de Dilma, intitulada de “Mensagem ao Senado e ao Povo Brasileiro”, vem sendo preparada nas últimas semanas pela petista e é uma tentativa de barrar o processo de impeachment em tramitação no Congresso Nacional.

Inicialmente, o manifesto iria ser divulgado na semana passada, mas a presidente afastada decidiu adiar a entrega para ouvir mais sugestões de aliados para a mensagem. Entre os políticos que participaram da elaboração do texto estão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-presidente do PT Ricardo Berzoini e o ex-ministro da Casa Civil Jaques Wagner.

Rito do impeachment
Aos jornalistas, Renan Calheiros também disse que comandará, nesta quarta-feira (17), uma reunião com líderes partidários do Senado e com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, na qual serão acertados detalhes de procedimentos do julgamento do impeachment. O julgamento final de Dilma no Senado está marcado para começar no dia 25.

Indagado sobre a hipótese de as sessões do julgamento ocorrerem também no sábado (27) e no domingo (28), Renan Calheiros disse que isso será decidido na reunião desta quarta, mas não descartou a possibilidade.

Em reunião com o presidente da comissão especial do impeachment, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), Lewandowski afastou, segundo o parlamentar, a possibilidade presidir o julgamento ao longo do final de semana. Na ocasião, o magistrado argumentou que estender o julgamento no fim de semana seria “estranho” ao funcionamento do Legislativo e, também, do Judiciário.

Segundo o G1 apurou, está sendo preparado o seguinte cronograma para o julgamento final: na quinta-feira (25) e na sexta-feira (26) os senadores deverão ouvir as três testemunhas da acusação e as seis da defesa.

O julgamento deverá ser interrompido no sábado (27) e no domingo (28). Depois disso, na segunda-feira (29) o julgamento será retomado com o depoimento de Dilma Rousseff, caso ela decida comparecer ao Senado. Senão, será lida uma manifestação da petista pelo seu advogado, o ex-ministro José Eduardo Cardozo. Depois, acusação e defesa vão debater o processo.

Cardozo ainda não disse se a presidente afastada vai comparecer ao julgamento final.
Na terça-feira (30), os senadores deverão fazer a última discussão sobre o processo. A votação final aconteceria após a discussão entre os parlamentares.

 

Para Dilma ser afastada definitivamente, são necessários os votos de pelo menos 54 senadores. Caso contrário, o processo será arquivado e a petista reassumirá a Presidência da República.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Como consultar FGTS, nome sujo e outros dados indispensáveis

lupaAlgumas informações são essenciais para administrar as finanças pessoais, como saber se o seu nome está sujo, o saldo que você tem no FGTS ou quanto a poupança está rendendo em relação a outros investimentos.

Mas, nem sempre é fácil checar essas informações. Algumas delas, inclusive, fariam qualquer expert em Google passar por uma crise de identidade, já que não é nada simples encontrá-las.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para facilitar sua vida, EXAME.com reuniu alguns sites que permitem fazer consultas gratuitas a dados importantíssimos para sua gestão financeira pessoal. São links que mostram desde os preços dos carros no mercado, até quanto custaria financiar um imóvel. Confira a seguir.

1) Saldo do FGTS  

A consulta ao saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), aos depósitos feitos pelo empregador e a atualização de endereço para receber os extratos do FGTS em casa podem ser feitar pelo site da Caixa.

Ao acessar a página dedicada às consultas do FGTS, basta informar o número do PIS/PASEP que consta na sua carteira de trabalho e uma senha, que pode ser cadastrada na hora. Em seguida é só digitar o código de confirmação enviado por e-mail e você verá uma tela com todas as informações referentes ao seu fundo de garantia.

Link para a consulta

2) Rendimento da poupança

Apesar de ser o investimento preferido do brasileiro, nem todos sabem como a caderneta de poupança funciona ou quanto ela rende exatamente.

Para aqueles que fazem alguma confusão, o Banco Central disponibiliza uma ferramenta que mostra exatamente qual foi o rendimento da poupança em um determinado período passado, a Calculadora do Cidadão.

Para fazer a sua consulta, basta acessar a página da Calculadora no site do BC e informar os dados solicitados: data inicial da aplicação, data final, valor a ser corrigido (quanto você investiu) e regra de correção (poupança nova ou antiga).

Link para a consulta

3) Rendimento de títulos públicos, debêntures e aplicações indexadas à taxa DI

A Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos Privados (Cetip) disponibiliza para consulta gratuita três calculadoras que mostram o rendimento dos investimentos atrelados à taxa DI, dos títulos públicos e das debêntures, títulos de dívidas de empresas.

As consultas são feitas pela ferramenta Applica Cetip, que pode ser acessada pelo computador ou pelos aplicativos para Android e iOS.

Aplicações como Certificados de Depósito Bancários (CDBs), Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) e fundos DI são alguns dos exemplos de investimentos de renda fixa que têm seu rendimento atrelado à taxa DI (veja como é formada a taxa).

A remuneração dos CDBs, por exemplo, costuma ser um percentual da taxa DI. Assim, ao fazer a consulta na ferramenta, além de informar a data de realização do investimento e a data de resgate, o usuário informa o percentual de remuneração da taxa DI para obter o retorno final da aplicação.

Já para obter as informações sobre o rendimento das debêntures e dos títulos públicos, o usuário informa exatamente o papel que deseja pesquisar, como LFT 03/2017, que seria a Letra Financeira do Tesouro com vencimento em 2017, ou VALE18, que é a debênture da Vale.

O aplicativo disponibiliza também a atualização em tempo real de alguns dos principais indicadores macroeconômicos, como a cotação do dólar (PTAX), a taxa Selic e o IPCA.

Link para a consulta

4) Preços de veículos

Foi-se o tempo em que era necessário ir até as concessionárias para comparar os preços de diferentes modelos de carros. Hoje existem tabelas disponíveis para consulta gratuita na internet que mostram os preços da maioria dos veículos à venda no mercado.

A Tabela Fipe é a mais completa. Ela expressa os preços médios dos carros a partir de pesquisas de mercado realizadas pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Ela é usada como base de cálculo do IPVA e como parâmetro para definição do valor pago em indenizações de seguros.

Outra tabela que mostra os preços médios dos carros no mercado é a Molicar, disponível para acesso em EXAME.com. A ferramenta possui uma aba para consulta de veículos blindados e mostra se o carro é básico ou completo, em termos de acessórios.

Link para a consulta da Tabela Fipe

Link para a consulta da Tabela Molicar
5) Nome sujo

A consulta gratuita de nome sujo é disponibilizada pela Boa Vista Serviços. Ao fazer a busca, o consumidor verifica se possui dívidas registradas no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), cadastro de inadimplência administrado pela Boa Vista.

Para fazer a consulta, basta entrar no Portal Boa Vista Consumidor Positivo e clicar em “consulta de débito”. Quem não é cadastrado deve fazer a inscrição e depois digitar o e-mail e a senha. Em seguida, o site informa se consta algum registo no SCPC.

Se houver, é possível checar os detalhes sobre os débitos e identificar em qual empresa consta a pendência.

O SCPC é um dos maiores cadastros de inadimplência do país, mas além dele existem outros bancos de dados que servem como referência para empresas que desejam consultar a situação do CPF de potenciais clientes, como o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), que é o sistema de informações das Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) e o Serasa, que pertence à Serasa Experian.

Link para a consulta

6) Quanto custa financiar um imóvel

Os financiamentos de imóveis incluem não só a cobrança de juros, como seguros obrigatórios e outros encargos que tornam complexa a simulação do custo final da operação e o valor das parcelas.

O site Canal do Crédito soluciona facilita esse tipo de cálculo ao mostrar os financiamentos mais baratos do mercado e os custos das operações.

Para realizar a consulta, o usuário precisa apenas informar o valor do imóvel desejado, o percentual de entrada, idade, renda familiar, prazo do financiamento, estado e cidade. O acesso é gratuito.

Link para a consulta

 

Revista Exame

Saiba como consultar o valor do IPVA

André Lessa/Estadão
André Lessa/Estadão

Os prazos para o pagamento do IPVA 2015 começam a vencer nesta sexta-feira (9), mas muitos contribuintes não receberam o aviso com os valores a serem quitados (essa notificação é apenas um lembrete, não um boleto). Por isso, é preciso ficar de olho no calendário (abaixo) para não perder o prazo e arcar com os juros de 0,33% ao dia ou 20% do valor total do imposto após 60 dias.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Se esse for o seu caso, saiba que é possível consultar o valor do IPVA no site da Secretaria da Fazenda. É preciso ter apenas o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), que se encontra no Certificado de Registro e Licenciamento, documento de porte obrigatório.

Além da consulta, é possível fazer o pagamento online. À vista, há desconto de 3% em janeiro, mas é possível  pagar em cota única sem desconto em fevereiro ou parcelar o valor em três vezes nos meses de janeiro, fevereiro e março. Outros locais para a quitação do débito são toda a rede bancária (caixas, terminais de autoatendimento ou internet), casas lotéricas e agências dos Correios.

O tributo é calculado de acordo com o valor venal do veículo (modelos a gasolina e flexíveis pagam 4% do valor do carro). Se o carro vale R$ 30 mil, por exemplo, o imposto será de R$ 1.200. Vale lembrar que é preciso pagar ainda o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) à vista junto com o IPVA – para carros, o valor é de R$ 105,65. Já o seguro obrigatório para motos, de R$ 292,01, pode ser parcelado em três vezes.

Estadão

Trabalhador pode consultar rendimentos do FGTS em página da internet

internetO Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) criou um página na internet que permite ao trabalhador consultar os rendimentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O site faz parte da campanha do ministério #meufgts, lançada nas redes sociais para esclarecer a população sobre os recursos do fundo.

A página tira dúvidas sobre o Fundo e disponibiliza uma lista dos questionamentos mais comuns, como direitos e condições para utilizar os recursos para aquisição da casa própria, por exemplo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O site reune também informações para quem quer sacar o FGTS e como o trabalhador que não tem acesso à internet pode consultar o extrato do fundo. Além dessas dicas, dá informações sobre os demais canais de atendimento disponíveis e como sacar os recursos no exterior, além de vídeos.

 Agência Brasil

Paraibanos já podem consultar valor do IPVA 2015 pela internet

IPVAOs proprietários de veículos usados registrados na Paraíba já podem consultar o valor do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2015. A Secretaria de Estado da Receita (SER) liberou a consulta do valor do IPVA que pode ser acessada na internet.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para identificar o valor do IPVA, os donos dos veículos precisam apenas saber algumas características como, por exemplo, ano de fabricação e descrição do modelo para identificar o valor do tributo que será pago em 2015. O IPVA de cada veículo sofre alterações com as especificações dos modelos, que estão divulgados no período compreendido de 2000 a 2014, tomando como base a pesquisa da Fipe no mercado regional. Dados do Detran-PB mostram que a frota atual da Paraíba já ultrapassou um milhão de veículos, sendo 45% de motocicletas e outros 55% de automóveis.

De acordo ainda com a pesquisa da Fipe, os proprietários de veículos usados no Estado da Paraíba terão uma redução média de 3,8% no pagamento do IPVA em 2015, quando comparado ao valor pago neste ano. A redução do pagamento do tributo toma como base a pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). A queda média considera todos os tipos de veículos, como automóveis, motos, utilitários, ônibus e caminhões.

Segundo ainda a pesquisa da Fipe, a redução média do IPVA de automóveis usados será de 3,2%, enquanto a queda do tributo de motos e similares será maior (4,4%). Já o IPVA de camionetas e de utilitários ficará com redução de 3% no próximo ano, enquanto o valor do tributo de caminhões, ônibus e micro-ônibus será, em média, 3,1% menor. A pesquisa da Fipe revela ainda que os veículos fabricados no intervalo de 2007-2013 terão uma redução maior no pagamento do tributo do  IPVA em 2015 (4,5%).

O Governo do Estado vai assegurar novamente o desconto de 10% para o proprietário que optar pelo pagamento à vista do tributo em cota única. Outra forma de pagamento é o parcelamento em três vezes sucessivas. “A Paraíba continua sendo uma das poucas unidades da federação do país, que mantém um desconto 10% e, ao mesmo tempo, faz o escalonamento do pagamento do IPVA, de acordo com o final da placa, por até 10 meses no ano”, aponta o secretário de Estado da Receita, Marialvo Laureano, reforçando que o valor encontrado na tabela da Fipe pode sofrer 10% de desconto, caso paga à vista em cota.

Os veículos com ano de fabricação abaixo de 1999 ficarão isentos de pagamento do IPVA em 2015. “A legislação em vigor assegura isenção do imposto para proprietários de carros, motos ou qualquer outro veículo com 16 anos completos do ano de fabricação. Contudo, esses veículos não ficarão isentos das demais taxas que envolvem o emplacamento: oseguro obrigatório (Dpvat), licenciamento do Detran e a taxa de bombeiro”, frisou Marialvo Laureano.

Segundo a Superintendência de Seguros Privados (Susep), autarquia vinculada ao Ministério da Fazenda, o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, conhecido como Seguro Dpvat, não terá reajuste em 2015. Este é o segundo ano consecutivo sem que o seguro sofra alterações.

O valor do Dpvat 2015 será novamente de R$ 292,01 para motocicletas, motonetas, ciclomotores e similares, enquanto para automóveis e camionetas particulares, missão diplomática, corpo consular e órgão internacional de R$ 105,65. Já o Dpvat de micro-ônibus com cobrança de frete com lotação não superior a 10 passageiros e ônibus, micro-ônibus e lotações sem cobrança de frete (Urbanos, Interurbanos, Rurais e Interestaduais) continua também R$ 247,42 no próximo ano.

Calendário 2015

Para os proprietários das placas com final 1 ou 2, a data limite para o pagamento do IPVA será dia 30 de janeiro tanto para aqueles que tanto vão optar pela cota única, com 10% de desconto, ou também optar pelo parcelamento em três vezes iguais, sem o desconto. Neste caso, a primeira parcela deverá ser paga também no dia 30 de janeiro.

Nas demais placas, o calendário segue também escalonado: finais de placa 3 e 4 (28 de fevereiro); final placa 5 (30 de março); final placa 6 (30 de abril); final placa 7 (30 de maio); final placa 8 (31 de junho); final placa 9 (29 de julho); final placa O (30 de agosto).

 

portalcorreio

Aplicativos desenvolvidos pela Justiça Eleitoral ajudarão eleitor a consultar local de votação e acompanhar apuração

aplicativoJá estão disponíveis para download, gratuitamente, na Aplle Store e Google Play dois aplicativos criados pela Justiça Eleitoral para auxiliar os eleitores no dia das eleições.

Através dos aplicativos, o eleitor poderá obter endereços dos locais de votação e acompanhar a totalização dos votos apurados nas urnas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O aplicativo oficial “Onde votar ou Justificar” permite ao eleitor consultar o endereço do seu local de votação e a relação dos locais especialmente destinados ao recebimento das justificativas em todo o Brasil, por Unidade da Federação e município.

Após o término da votação o aplicativo “Apuração Eleições 2014” divulga em tempo real os resultados da apuração em todo o Brasil e apresenta o quantitativo de votos totalizados para cada candidato com a indicação dos eleitos ou dos que foram para o 2º turno.

MaisPB

com assessoria do TRE-PB

Eleitores já podem consultar locais de votação na internet

urnaOs eleitores que não sabem onde vão votar no dia 5 de outubro já podem fazer uma consulta rápida no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A pesquisa pode ser feita a partir do nome completo do eleitor ou com o número do título eleitoral.

O site também informa onde pessoas que votarão no exterior ou solicitaram voto em trânsito deverão comparecer. Nesses casos a votação será só para o cargo de presidente da República. Para receber os votos em trânsito 216 seções foram criadas. Quem preferir também poderá fazer a consulta por meio de aplicativos que podem ser baixados gratuitamente em smartphones que utilizam sistema iOS ou Android.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo a Justiça Eleitoral, as seções no exterior funcionarão nas sedes das embaixadas, em repartições consulares ou em locais onde existam serviços do governo brasileiro. As missões diplomáticas ou repartições consulares comunicarão aos eleitores votantes no exterior o horário e o local da votação. Apenas os eleitores que estiverem com nome no caderno de votação da seção eleitoral poderão votar.

O eleitor deve apresentar documento oficial com foto e o título de eleitor. No caso de não comparecimento, deve justificar a ausência. Para isso é preciso preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE), que pode ser obtido gratuitamente nos cartórios eleitorais, nos postos de atendimento ao eleitor, nas páginas da internet do Tribunal Superior Eleitoral e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) de cada estado e, no dia do pleito, nos locais de votação ou de justificativa.

O formulário preenchido deve ser entregue nos locais destinados pelo eleitor, que precisará apresentar um documento oficial de identificação com foto.

Agência Brasil

Cidadãos poderão consultar na internet andamento de obras de infraestrutura de transportes

Boletim eletrônico mensal vai informar o custo e o prazo de execução de obras de transportes do PAC

DNIT Implantar e manter sinalização e dispositivos auxiliares de segurança viária e serviços relacionados à área de engenharia de trânsito

  • Implantar e manter sinalização e dispositivos auxiliares de segurança viária e serviços relacionados à área de engenharia de trânsito

A partir desta segunda-feira (12) os cidadãos brasileiros vão poder consultar pela internet informações sobre o andamento das 107 principais obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) sob responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Mensalmente, o Boletim Eletrônico de Medição (BEM) também vai informar o custo e o prazo de execução de cada uma das obras.

Até o primeiro semestre de 2013, a expectativa é de que todas as 400 obras sob responsabilidade da autarquia que estão em curso, incluídas ou não no PAC, estejam disponíveis no site. Os reparos e manutenções realizados pelo Dnit devem ser acrescentados no próximo ano.

Para facilitar a compreensão, foi elaborado um glossário com as siglas utilizadas nos documentos. É possível verificar em cada boletim o que foi feito desde o início da obra, em cada trecho, e quanto foi gasto em cada serviço realizado.

Antes de ser divulgado, o boletim passa por quatro etapas. Primeiro a elaboração, feita por empresa supervisora, contratada pelo Dnit. Há o registro dos serviços executados e aprovação do fiscal da unidade em questão. Em seguida, o boletim é avaliado por um superintendente da autarquia, que verifica a conformidade documental e de medição. Quando aprovada, a medição é publicada no site.

Desde a finalização do boletim até a publicação, o prazo é cerca de oito dias. “O que antes precisava de 30 a 35 assinaturas foi reduzido para quatro etapas”, informa o diretor-geral da autarquia, o general Jorge Fraxe.

“Quando não há transparência, abre-se espaço para boatos. O objetivo do Boletim Eletrônico de Medição(BEM) é levar, sem intermediários, a informação ao cidadão. Isso cria uma relação de confiança com ele, além de aumentar a autoestima do Dnit”, afirma o diretor-geral da autarquia, o general Jorge Fraxe.

Balanço do PAC

Segundo o 4º balanço do PAC, até junho deste ano, 29,8% das ações previstas pela segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) até 2014 já estão finalizadas. O valor total as obras concluídas corresponde a R$ 211 bilhões. O resultado é 84% superior ao registrado no mesmo período de 2011, ano em que foi lançado.

O total de investimento do programa chegou a R$ 324,3 bilhões no primeiro semestre deste ano, o que corresponde a 34% do total previsto até 2014. O valor é 39% maior do que o registrado em igual período de 2011.

O valor pago pelo governo federal até o dia 23 de julho foi de R$ 19,7 bilhões, 32% maior do que os R$ 14,9 bilhões pagos até 31 de julho de 2011. O setor privado investiu R$ 69,1 bilhões até junho de 2012. E o empenho das verbas, estágio em que os recursos são reservados para depois serem liberados, alcançou R$ 18,3 bilhões, um aumento de 57% em comparação ao ano passado.

A previsão é que o programa execute, entre 2011 e 2014, R$ 955 bilhões. Desse total, 74% das ações, o equivalente a R$ 708 bilhões, já serão concluídas em 2014. Os 26% restantes serão entregues depois, pois são obras de grande porte como a Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA).

Transporte

No setor de transportes, já foram investidos R$ 24,4 bilhões em um ano e meio, com a conclusão de 909 km de rodovias, 16 empreendimentos em aeroportos, 12 em portos e a entrega de 1.275 retroescavadeiras para manutenção de estradas vicinais e sem pavimentação em 1.299 municípios.

Entre as rodovias entregues, têm destaque as obras na BR-163, entre o Pará e o Mato Grosso; construção do Túnel Morro Agudo em trecho da BR-101 em Santa Catarina; duplicação de 40km de trecho da BR-101 em Pernambuco, e duplicação de 29km da BR-101 também em Santa Catarina.

De obras em aeroportos, se destacam a construção de segundo módulo operacional no aeroporto de Brasília; restauração das pistas de pouso e decolagem no aeroporto de Curitiba (PR); primeira fase da construção do quarto terminal de passageiros e ampliação e ampliação do sistema de pista em Garulhos (SP), e obras no módulo operacional dos aeroportos de Porto Alegre (RS), Cuiabá (MT), Goiânia (GO), Vitória (ES) e Campinas (SP).

Fonte:

Agência Brasil
Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito
Portal Brasil

Estudantes já podem consultar vagas do Sisu para o segundo semestre de 2012

Os estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem consultar as 30.548 vagas em universidades públicas que estarão disponíveis por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o segundo semestre de 2012. As inscrições começam no próximo dia 18 (segunda-feira) e seguem até 22 de junho (sexta-feira).

Ao todo, 56 instituições de ensino superior participam desta edição do Sisu. O sistema foi criado pelo Ministério da Educação (MEC) para unificar a oferta de vagas em universidades públicas, que são disputadas a partir do Enem.

Ao acessar o sistema, o candidato pode escolher duas opções de curso, indicando a sua prioridade. Ao longo do período de inscrições, o aluno pode visualizar a nota de corte preliminar de cada curso e a sua classificação parcial. O participante pode alterar as opções de curso escolhidas previamente se achar que tem mais chances de ser aprovado em outra graduação ou instituição. Cada alteração invalida a inscrição feita anteriormente.

O resultado final será divulgado no dia 25 de junho e os alunos selecionados deverão fazer a matrículas nas instituições de ensino entre 29 de junho e 2 de julho. Está prevista ainda uma segunda chamada para o dia 6 de julho. Quem não for convocado em nenhuma das duas chamadas poderá participar de uma lista de espera que será usada pelas universidades para selecionar os alunos em caso de sobra de vagas.

O cronograma completo e a consulta das vagas disponíveis podem ser conferidos no site do Sisu.

Agência Brasil