Arquivo da tag: confortável

“A PB está em situação confortável”, diz representantes das escolas particulares ao defender a retomada das aulas

Divergindo das orientações do secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, que se mostrou contra o retorno das aulas presenciais nas cidades paraibanas, o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado da Paraíba, (Sinepe-PB), Odésio Medeiros, comemorou a nova etapa da flexibilização, anunciada na última sexta-feira (2), pela prefeitura de João Pessoa.

“A Paraíba está em situação confortável em relação à covid-19 e as escolas estão preparadas para a nova fase”, disse Odésio Medeiros. No entanto, o presidente do Sinepe-PB falou também sobre a importância das instituições de ensino não relaxarem com os cuidados. “Os protocolos de segurança estarão em vigor para que não haja nenhum problema. As escolas já estão prontas e os alunos ansiosos até porque estão às portas do Enem e mesmo com ensino remoto a gente sabe da importância do presencial”, disse.

Já Geraldo Medeiros, em vídeo nesta semana falou sobre os possíveis riscos que podem ocorrer com o retorno das aulas presenciais nas cidades paraibanas. “Nós temos relatos em países como os Estados Unidos que, no espaço de cinco meses, teve aumento de 500% no número de crianças contaminadas. Além disso, nós temos uma nova manifestação tardia da covid-19 em crianças que é a Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica em que as crianças manifestam um quadro tardio, geralmente 15 dias após adquirir o novo coronavírus e que se apresenta com sintomas graves”, disse o secretário. O secretário falou em cautela e sugeriu aguardar um pouco mais. “Em janeiro teremos seis milhões de vacinas no país e entre janeiro e junho teremos 100 milhões de vacinas distribuídas pelo Ministério da Saúde”.

 

pbagora

 

 

De rádio a DVD: itens deixam a viagem de carro confortável

Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

Bastante comuns durante as férias de fim de ano, as viagens de carro, apesar de indispensáveis para quem deseja passar o Natal e Ano Novo longe de casa, quase sempre se tornam cansativas, provocando dores físicas nos passageiros que passam horas a fio na mesma posição. No entanto, algumas medidas simples podem tornar o passeio mais tranquilo e agradável.

 

“Antes de pegar a estrada, vale a pena investir em alguns produtos que podem ajudar a distrair e aumentar o conforto do motorista e de seus acompanhantes”, afirma Janaína Calaça, criadora do blog Jeguiando, especializado em viagens.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Playlist especial
Para que o percurso traçado não se torne muito cansativo e sem graça, o aparelho de som do carro deve ser previamente preparado com uma lista de músicas especiais que agrade aos ouvidos de todos. Nesta hora, canções animadas e relaxantes caem bem e podem embalar a viagem do começo ao fim.

 

Brinquedos para as crianças
Tornar a viagem agradável se torna ainda mais difícil quando há crianças no banco de trás. Para distraí-las, vale tudo. Uma dica bacana é separar um ou dois brinquedos que elas mais gostam, evitando somente os sonoros que podem distrair o motorista, e inseri-los no contexto do passeio.

 

“Um bonequinho pode ser a companhia em uma aventura a bordo do carro para a criança, que pode se entreter criando histórias na sua cabeça”, ressalta. Caso haja aparelho de DVD no veículo, também é interessante investir em filmes e desenhos, sem deixar de lado os livros ilustrativos.

 

Travesseiro de pescoço
Item essencial para qualquer viagem longa, ajuda o passageiro a encontrar uma posição confortável para descansar, além de ser importantíssimo para que ele fique com a postura correta durante o percurso, evitando dores no pescoço e nas costas.

 

Roupas confortáveis
Na hora de viajar, a dica é optar por roupas e acessórios confortáveis como camisetas de algodão, moletons e tênis. Isso porque, durante o caminho, o corpo tende a inchar devido à falta de movimentação, tornando o incômodo das peças ainda maior.

 

Meias de compressão 
Figurinhas carimbadas dentro do avião, as meias de compressão elástica melhoram a circulação sanguínea, diminuindo o risco de lesões e dores nas pernas que ficam muito tempo paradas. Por isso, também podem ser utilizadas nas viagens de carro.

Máscara côncava para os olhos
Ideais para quem não consegue dormir com o dia claro, elas vedam completamente a entrada de luz na região ocular, sem tocar nas pálpebras e nos cílios, permitindo assim um adormecer mais natural e um sono tranquilo dentro do veículo.

 

Caixas de isopor e bolsas térmicas 
Na estrada, alguns alimentos e bebidas devem ser levados em caixas de isopor ou bolsas térmicas para que ninguém fique com fome no caminho. “Para a viagem, vale levar água mineral, sucos, sanduíches bem embalados e bastante gelo. Dessa forma, não há a necessidade de comer em restaurantes à beira de rodovias e correr o risco de infecções”, indica Janaína.

 

Agência Hélice
Terra 

São Paulo faz lição de casa, bate o Goiás e leva vantagem confortável

O São Paulo deu um passo importante rumo à semifinal da Copa do Brasil, torneio que a equipe nunca conquistou e que dá ao vencedor uma vaga na Taça Libertadores da América de 2013. Na fria noite desta quarta-feira no Morumbi, a equipe soube se aproveitar do fator casa e bateu o Goiás por 2 a 0 – os gols foram marcados pelo lateral-direito Douglas e por Luis Fabiano, que chegou a 21 na história do torneio, igualando a marca de França como maior artilheiro do São Paulo na competição.

Com o placar conquistado, o Tricolor leva boa vantagem para o jogo da volta, quarta-feira, no Serra Dourada. Quatro placares garantem o São Paulo na etapa seguinte: vitória, empate, derrota por um gol ou derrota por dois gols, desde que faça um. Para os esmeraldinos, um triunfo por 2 a 0 levará a decisão para os pênaltis. Para garantir a vaga nos 90 minutos, será necessário ganhar por três gols de diferença.

Os dois times, momentaneamente, deixarão a Copa do Brasil de lado neste fim de semana. O Tricolor estreia no Campeonato Brasileiro contra o Botafogo, domingo, no Engenhão. Um dia antes, o Goiás fará sua primeira partida na Série B também fora de casa, contra o América-RN, em Natal.

São Paulo x Goias, Luis Fabiano (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Luis Fabiano abre o placar contra o Goiás do goleiro Harlei (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Luis Fabiano aparece e desafoga o Tricolor no primeiro tempo

O primeiro tempo do Morumbi pode ser dividido em duas partes. Até os 31 minutos, quando Luis Fabiano fez 1 a 0, o São Paulo repetiu suas últimas atuações, com pouca eficiência coletiva e só levando perigo quando as individualidades apareciam. Mesmo com a entrada de Jadson no meio-campo, o time pecou pela falta de criatividade, principalmente pela lentidão mostrada em alguns lances para tentar fugir da forte marcação do Goiás.

A impressão inicial, porém, tinha sido a melhor possível. Com 10 segundos, Lucas roubou uma bola no meio-campo, arrancou, passou por três marcadores e tocou para Luis Fabiano, que perdeu grande chance. No entanto, com o passar do tempo, a equipe diminuiu seu ritmo e voltou a mostrar as mesmas dificuldades das últimas partidas.

O Goiás, por sua vez, passou a jogar no erro do São Paulo. Thiago Humberto tinha espaço para jogar no meio-campo, principalmente após Denilson receber o cartão amarelo que o tira do decisivo duelo em Goiânia, na próxima semana. O problema do Goiás é que os atacantes Júnior Viçosa e Ricardo Goulart não conseguiam levar perigo ao gol defendido por Denis, que se atrapalhou em um cruzamento de Egídio aos 26.

Aos 31, saiu o gol que mudou a partida. Lucas avançou pelo meio e deu passe açucarado para Luis Fabiano que, ao seu estilo, avançou livre e, na saída de Harlei, tocou com categoria, no canto direito, para fazer 1 a 0. A partir daí, a equipe cresceu muito em campo. Lucas, em dois lances, aos 34 e 39, só não marcou o segundo porque parou em Harlei, que fez belas defesas. O time tricolor, com a vantagem parcial, saiu aplaudido do gramado no primeiro tempo.

São Paulo x Goias (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Douglas, do São Paulo, disputa com Júnior Viçosa, do Goiás (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Douglas faz golaço, e Goiás dá trabalho no segundo tempo

O Goiás voltou com uma alteração para o segundo tempo: Ernando no lugar de Amaral. A etapa complementar começou como havia terminado a inicial, com o São Paulo controlando a partida, e o rival assustado, sem saber se saía ao ataque para buscar o empate ou se segurava a derrota mínima. O Tricolor, à vontade, precisou de apenas seis minutos para aumentar sua vantagem, com o lateral-direito Douglas, que aproveitou sobra e, de fora da área, acertou um belo chute, no ângulo esquerdo de Harlei. Foi o primeiro gol de Douglas pelo São Paulo, o oitavo reforço do clube no ano e que foi contratado justamente do Goiás, onde jogou por 11 anos.

A partir daí, o jogo ganhou em emoção. Com 2 a 0 contra, não restou outra alternativa ao time comandado por Enderson Moreira a não ser partir para o ataque, o que deixava espaço de sobra para o Tricolor tentar o contragolpe. Aos nove, Denis, no puro reflexo, defendeu cabeçada de Ricardo Goulart. Aos 15, o goleiro trabalhou de novo, desta vez em lance de Thiago Humberto. O São Paulo respondeu na sequência com Douglas, que bateu de pé esquerdo de fora da área e obrigou Harlei a fazer grande defesa. Aos 19, Thiago Humberto, de falta, acertou o travessão tricolor.

Para dar novo ritmo ao time, Leão resolveu mexer aos 25, com Maicon na vaga do apagado Jadson. No Goiás, David entrou no lugar de Ramon. O jogo, que estava tranquilo, começou a se complicar para o Tricolor, principalmente porque o time não conseguia mais controlar o jogo. A bola batia no ataque e voltava. Maicon entrou muito mal, completamente sem ritmo.

Aos 41, Leão colocou Rafinha no lugar de Lucas para dar velocidade na frente. Mas o time, à essa altura, apenas se defendia. Aos 43, em lance confuso na área do Goiás, Rafael Tolói evitou o terceiro gol do São Paulo, que soube garantir a cômoda vantagem até o final.

Globoesporte.com