Arquivo da tag: começo

Pelo menos 12 pessoas são assassinadas no começo do feriado santo na Paraíba

plantão policialPelo menos 12 assassinatos foram confirmados pela Polícia Militar na Paraíba entre a sexta (3) e o sábado (4), feriado da Semana Santa. Os casos ocorreram na região metropolitana da Capital e em outras do estado. A PM realiza a Operação Semana Santa em vários pontos da Paraíba, com o objetivo de manter a segurança reforçada no feriadão.

Litoral e Grande João Pessoa

Na madrugada deste sábado (4), três pessoas foram assassinadas em uma área de difícil acesso de Baía da traição, no Litoral Norte do estado. Uma quarta vítima foi baleada, mas o estado de saúde não foi informado. A Polícia Militar confirmou a ocorrência, mas não deu mais detalhes do caso.

Na Zona Rural da cidade do Conde, na Grande João Pessoa, um casal foi morto a tiros na noite de sexta-feira (3). Segundo a PM, dois homens armados teriam vigiado o casal; o homem teria ido atender à porta quando a abordagem começou. Os dois morreram dentro de casa e os suspeitos ainda não foram presos. Os motivos do crime são investigados.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Um agente penitenciário teve a casa invadida e foi morto a tiros na noite dessa sexta-feira (3), no Jardim 13 de Maio, Zona Norte de João Pessoa. A polícia informou que a vítima estaria na frente da residência onde morava quando foi abordada por mais de uma pessoa e todos estariam de moto.

Ainda segundo a polícia, o agente teria tentado reagir usando uma arma, mas, após uma troca de tiros, ele acabou baleado. A vítima foi socorrida para o Hospital de Trauma da Capital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Até a manhã deste sábado (4), ninguém havia sido preso. Os motivos do crime também não foram esclarecidos.

Em Bayeux, na Grande João Pessoa, um homem de 39 anos foi assassinado na frente da casa onde morava. Os detalhes do crime não forma informados, mas a polícia repassou que a vítima seria um ex-presidiário.

No começo da noite de sexta (3), em Patos, a 320 km de João Pessoa, um adolescente de 16 anos foi morto a tiros por dois homens armados que teriam usado uma moto para executar o crime. Ninguém foi preso e os motivos do crime são desconhecidos.

Em João Pessoa, um homem morreu no bairro de Jaguaribe, na Zona Oeste da cidade, nessa sexta (3). Os motivos do crime também não foram esclarecidos

Interior

Na noite de sexta (3), uma mulher foi morta a tiros no bairro das Malvinas, em Campina Grande. Segundo a PM, ela teria ido atender à porta quando acabou assassinada. Testemunhas teriam visto dois suspeitos, mas não souberam prestar detalhes. O caso ainda é investigado.

Na mesma noite, um homem de 62 anos foi morto com três tiros em Sapé, a 55 km de João Pessoa. A polícia local informou que a família repassou características de um suspeito e que ele deve ser preso a qualquer momento. Os motivos do crime não foram esclarecidos.

Na Zona Rural da cidade de Paulista, no interior do estado, um homem foi morto por conta de um som alto.
Polícia Militar

A PM informou na noite dessa sexta-feira (3) que o primeiro dia da Operação Impacto, que ocorre durante o feriado Santo na Paraíba, teve um suspeito de homicídio preso, 14 mandados de prisão executados (sendo oito no Sertão; um em Cabedelo; um no Geisel-JP; um nos Bancários-JP; um no Cristo-JP; um no município de Nova Floresta e um na cidade de Soledade); sete Armas apreendidas (Sousa, Teixeira, Areia, Patos e Fagundes); nove veículos roubadas recuperados (Solânea, Araruna, João Pessoa e Santa Rita; dois presos por tráfico de drogas (236 papelotes de crack e 50 gramas de maconha apreendidos – Bayeux, Guarabira e Conceição); e 12 presos por roubos ou furtos (João Pessoa, Teixeira, Pilões, Campina Grande, Guarabira e Santa Rita e Nova Floresta).

Segundo a polícia, a operação impacto aconteceu entre a tarde da quinta-feira (2) e madrugada de sexta (3). Ela faz parte da Operação Semana Santa, que continua até o este domingo (5).

 

portalcorreio

10 órgãos abrem inscrições para mil vagas no começo da semana

concursoPelo menos 10 órgãos abrem inscrições na segunda-feira (21) e terça-feira (22) para 998 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 9.035,55 na Polícia Civil de Mato Grosso do Sul. Só no Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo são 398 vagas.

Os órgãos que abrem inscrições na segunda-feira para 968 vagas são os seguintes: Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS), Fundação para o Desenvolvimento da Unesp (Fundunesp), Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo, Prefeitura de Caraguatatuba (SP), Prefeitura de São Lourenço do Oeste (SC), Prefeitura de Tarauacá (AC), Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Na terça-feira, a Polícia Civil de Mato Grosso do Sul abre prazo para 30 vagas de delegado.

Dia 21
Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS)

O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS) abriu processo seletivo para 64 vagas de examinadores de trânsito para atender à grande demanda por provas práticas desde que o departamento assumiu os exames em 2009. O  Detran/RS realiza 80 mil exames mensais (veja aqui o edital).

Os contratados emergenciais são regidos pelo regime estatutário com remuneração de R$ 1.829,35, acrescida da Gratificação de Examinador (GRAEx) correspondente a R$ 1.500 para jornada de trabalho de 40 horas semanais, totalizando R$ 3.329,35.

A contratação será em caráter emergencial e temporário, pelo período de um ano. Nesse período o Detran/RS abrirá concurso público para a contratação de servidores de carreira.

O candidato deve ter possuir carteira nacional de habilitação (CNH) no mínimo há dois anos, ter escolaridade mínima de ensino médio, ter curso de formação de examinador de trânsito, idade mínima de 21 anos, não ter cometido nenhuma infração de trânsito de natureza gravíssima no último ano e não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir.

O contratado emergencial terá lotação, conforme a necessidade, na sede em Porto Alegre ou em uma das regionais em Alegrete, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria ou Santo Ângelo e exercerá suas atividades na circunscrição do Estado do Rio Grande do Sul, de acordo com a relação de municípios que possuem Centro de Formação de Condutores – CFC.

As inscrições devem ser feitas de 21 de janeiro a 19 de fevereiro, das 9h às 12h e das 13h30 às 17h, na Coordenadoria Protocolo do Detran/RS, localizada na Rua Voluntários da Pátria, nº 1.358, térreo, bairro Floresta, em Porto Alegre. Não há taxa de inscrição.

Os candidatos serão selecionados a partir da soma dos pontos atribuídos de acordo com a categoria da Carteira Nacional de Habilitação, da perícia médica e avaliação psicológica.

Fundação para o Desenvolvimento da Unesp (Fundunesp)
A Fundação para o Desenvolvimento da Unesp (Fundunesp) divulgou dois editais de processo seletivo para 2 vagas em cargos de nível superior. Os salários variam de R$ 5.631,81 a R$ 6.102 (veja aqui o edital).

Para o cargo de engenheiro de segurança, os candidatos devem ter nível superior em engenharia, registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia e curso de especialização em engenharia de segurança o trabalho. O salário é de R$ 6.102. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Já para analista programador júnior é necessário ter nível superior em informática, administração ou engenharia e experiência comprovada de 6 meses. O salário é de R$ 5.631,81. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

As inscrições devem ser feitas no período de 21 de janeiro a 26 de fevereiro pelo site www.vunesp.com.br. A taxa é de R$ 75.

A prova objetiva será aplicada no dia 28 abril, na cidade de São Paulo.

Os processos seletivos terão 1 ano de validade e poderá ser prorrogados, uma vez, pelo mesmo período.

Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo
O Hospital do Servidor Público Municipal, em São Paulo, divulgou edital de concurso público para 398 vagas em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários vão de R$ 334,23 e R$ 2.736,17 (veja aqui o edital).

Os cargos de nível superior são para analista de gestão e infraestrutura nas funções de programador, técnico em seleção e treinamento pessoal e técnico em avaliação e desempenho pessoal, médico especialidades de anestesia, clínica geral PS, neurocirurgia PS, psiquiatria PS, pediatria PS, UTI 6º – intensivista adulto, UTI 7º – intensivista adulto, cardiologia, gastrocirurgia, oftalmologia (estrabismo e catarata), proctologia, otorrinolaringologia, clínica médica – ambulatório, endocrinologia, geriatria, nefrologia, neurologia, oncologia e psiquiatria.

As vagas de nível médio são para assistente de suporte – administrativo, assistente de infraestrutura nas funções de técnico em informática, técnico em segurança do trabalho, técnico em refrigeração, técnico em manutenção EQ. Hosp I, e técnico em enfermagem.

Os postos de nível fundamental são para agente de suporte de infraestrutura e assistência nas funções de auxiliar de serviço hospitalar, auxiliar de radiologia e motorista, agente de suporte operacional nas funções de ascensorista e telefonista, e agente de suporte em manutenção nas funções de caldeireiro, eletricista, encanador, pedreiro e pintor.

As inscrições devem ser feitas no período de 21 de janeiro a 13 de fevereiro pelo site www.cetroconcursos.org.br. A taxa é de R$ 22 para nível fundamental, R$ 32 para nível médio e R$ 45 para nível superior.

A prova objetiva será aplicada no dia 10 de março. Ainda haverá prova de títulos para os cargos de nível superior.

O concurso terá 2 anos de validade e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.

Prefeitura de Caraguatatuba (SP)
A Prefeitura de Caraguatatuba, no litoral de São Paulo, divulgou edital de processo seletivo para 120 vagas para professores. São 60 vagas imediatas e 60 para formação de cadastro de reserva. Os salários variam de R$ 622 a R$ 1.697,79 (veja aqui o edital).

Os cargos de nível superior são para professor adjunto I e professor de educação básica II – ensino fundamental 6º ao 9º ano nas disciplinas de língua portuguesa, inglês, artes, matemática, educação física, história, geografia e ciências.

As inscrições devem ser feitas no período de 21 de janeiro a 4 de fevereiro pelo site www.epts.com.br. A taxa é de R$ 30 para professor adjunto e R$ 70 para professor de educação básica.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 17 de fevereiro. Ainda haverá prova de títulos para todos os cargos.

O processo seletivo terá validade de 6 meses e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.

Prefeitura de São Lourenço do Oeste (SC)
A Prefeitura de São Lourenço do Oeste (SC) divulgou edital de processo seletivo para 83 vagas e formação de cadastro de reserva para professores. Os salários variam de R$ 1.024,74 a R$ 1.573,97 (veja aqui o edital).

Para participar da seleção, os candidatos devem ter nível superior. Os cargos são para professor – educação infantil, professor – anos iniciais do ensino fundamental, professor – correção de fluxo, professor – reforço escolar e professor – educação especial.

As inscrições devem ser feitas no período de 21 a 23 de janeiro pelo site www.soalourenco.sc.gov.br. Não há cobrança de taxa.

Após a inscrição online, os candidatos devem se dirigir até a secretaria de educação, localizada na Avenida Brasil, 1.097 – piso superior – Centro Comercial Janczeski, das 8h às 11h e das 14h às 17h, e apresentar original e cópia do documento de identidade, CPF, título de eleitor e quitação eleitoral, declaração atualizada de tempo de serviço, certidão de nascimento dos filhos menores de 14 anos, comprovante de habilitação na área de atuação e comprovante de conclusão de cursos de pós-graduação em nível de especialização, mestrado e doutorado.

A seleção será feita por meio de análise curricular. O processo seletivo será válido durante o ano letivo de 2013.

Prefeitura de Tarauacá (AC)
A Prefeitura de Tarauacá (AC) divulgou edital de processo seletivo para 70 vagas de professores. São 30 vagas imediatas e 40 para formação de cadastro de reserva. Os salários vão de R$ 700 a R$ 1.025,02 (veja aqui o edital).

As vagas são para professor do ensino infantil e professor do 1º ao 5º ano. Para participar da seleção, os candidatos devem ter nível médio (magistério) ou nível superior em pedagogia.

O salário é de R$ 700 para os profissionais que têm nível médio (magistério) e de R$ 1.025,02 para nível superior em pedagogia. A jornada de trabalho é de 25 horas semanais.
As inscrições devem ser feitas entre os dias 21 e 23 de janeiro, das 8h as 12h e das 14h as 18h, na secretaria de educação, localizada na Rua Coronel Juvêncio de Menezes, s/nº. Não há cobrança de taxa.

Os candidatos devem levar a ficha cadastral preenchida (disponível no anexo I do edital), envelope com currículo atualizado e comprovado, cópia do diploma, do RG e do CPF e comprovante de estar em dia com as obrigações da Justiça Eleitoral.

A avaliação será feita por meio de análise de currículo.

O processo seletivo terá 1 ano de validade e poderá ser prorrogado por igual período.

Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo
A Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo abriu concurso público para 200 vagas de agente de segurança penitenciária de classe I – 150 para candidatos do sexo masculino e 50 para o sexo feminino. As vagas são destinadas às unidades prisionais pertencentes à Secretaria da Administração Penitenciária. Ficam reservados 5% das vagas, por código de cargo em concurso, para candidatos com deficiência (veja aqui o edital).

Os candidatos devem ter entre 18 e 69 anos e nível médio de escolaridade. O salário é de R$ 2.206,90.

As inscrições devem ser feitas no site www.vunesp.com.br de 21 de janeiro a 1º de março. A taxa é de R$ 60.

O concurso terá provas objetivas, prova de aptidão psicológica, prova de condicionamento físico e comprovação de idoneidade e conduta ilibada nas vidas pública e privada e investigação social.

A data prevista da prova objetiva é 14 de abril, no período da tarde, nos municípios de Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São Paulo, Sorocaba e Taubaté, com duração de 3 horas.

As candidatas habilitadas e remanescentes do concurso público para o sexo feminino, do edital de abertura de inscrições nº 010/2009, publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo de 17 de fevereiro de 2009, homologado conforme publicação em 16 de abril de 2011, terão preferência à nomeação durante o prazo de vigência.

Os candidatos habilitados e remanescentes do concurso para o sexo masculino, do edital nº 043/2011, publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo de 25 de outubro de 2011, a ser homologado, terão preferência à nomeação durante o prazo de vigência.

O concurso tem validade de 2 anos, podendo ser prorrogada por igual período.

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
A Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) divulgou edital de concurso público para 7 vagas de nível superior. O salário é de R$ 3.362,33 (veja aqui o edital).

Os cargos de nível superior são para arquiteto e urbanista e engenheiro civil nas especialidades de construção civil, estruturas e hidrossanitário.

No salário, já está incluso o auxílio alimentação de R$ 373.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.copeve.ufms.br no período de 21 de janeiro a 17 de fevereiro. A taxa é de R$ 75.

As provas objetivas serão realizadas no dia 17 de março, às 14h, na cidade de Campo Grande.

O concurso terá validade de 1 ano e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.

Universidade Federal do Paraná (UFPR)
A Universidade Federal do Paraná (UFPR) divulgou seis editais de concursos públicos para 24 vagas em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 1.473,58 a R$ 2.989,33. As vagas são para as cidades de Curitiba, Palotina e Quatro Barras (veja aqui o edital).

No edital nº 314 são 10 vagas. Os cargos de nível superior são para farmacêutico, revisor de texto e técnico desportivo.
As vagas de nível médio são para técnico de laboratório física e técnico de laboratório química.
Os postos de nível fundamental são para assistente de laboratório.

O edital nº 315 oferece 1 vaga para enfermeiro (nível superior).

No edital nº 316 são 6 vagas. O cargo de nível superior é para médico veterinário. As vagas de nível médio são para assistente em administração, técnico de laboratório química e técnico em agropecuária.

O edital nº 317 oferece 1 vaga para técnico em agropecuária (nível médio).

No edital nº 318 são 5 vagas de nível superior para médicos nas especialidades de cirurgia vascular, nefrologia (transplante renal), otorrinolaringologia, radiologia (intervencionista e ressonância magnética).

O edital nº 319 oferece 1 vaga para médico na especialidade de endoscopia digestiva.

As inscrições devem ser feitas no período de 21 de janeiro a 22 de fevereiro pelos sistes www.nc.ufpr.br e www.progepe.ufpr.br. A taxa é de R$ 75 para nível superior, R$ 45 para nível médio e R$ 37 para nível fundamental.

As provas objetivas serão aplicadas no dia 24 de março, nas cidades de Curitiba, Palotina e Quatro Barras.

O concursos terão 1 ano de validade e poderão ser prorrogados pelo mesmo período.

Dia 22
Polícia Civil de Mato Grosso do Sul

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul abriu concurso para 30 vagas de delegado de polícia substituto para as unidades do estado, exceto para o município de Campo Grande. O salário é de R$ 9.035,55 para jornada de 40 horas semanais (veja aqui o edital).

Aos candidatos que, no momento da inscrição, se declararem negros ou índios será reservada a cota de 10% e de 3%, respectivamente, das vagas.

Os candidatos devem ter idade mínima de 21 e máxima de 45 anos completos na data de encerramento de inscrições,  curso superior de direito, além de carteira nacional de habilitação, no mínimo, categoria B, e 3 anos no mínimo de atividade jurídica, comprovados até a data de inicio da matricula no curso de formação policial.

As inscrições devem ser feitas de 22 de janeiro a 8 de fevereiro no site www.concurso.ms.gov.br. A taxa é de R$ 139,68.

 

 

G1

Analista entende que Serra nunca teve começo de eleição tão ruim

O candidato tucano à prefeitura paulistana, José Serra, ainda com pouca expectativa de vitória (Fábio R. Pozzebom/ABr/Arquivo)

São Paulo – Conhecido por quase todos, rejeitado por muitos e votado por poucos: José Serra (PSDB) nunca teve um início de disputa eleitoral tão desfavorável. Ao mesmo tempo em que é, de longe, o pré-candidato mais conhecido entre os que disputarão em agosto a prefeitura de São Paulo, o tucano tem poucos instrumentos na mão para mudar o cenário.

Vindo de uma derrota na eleição presidencial de 2010 e desgastado junto ao partido, Serra é um dos nomes com maior rejeição até agora. Marcos Coimbra, diretor do Instituto Vox Populi, entende que este nem é o maior obstáculo. “Ele é 100% conhecido e tem, digamos, entre 25% e 30% da intenção de voto, significa inversamente que 70% a 75% da cidade em princípio não vota nele. Esse que é o problema do Serra.”

Na segunda parte da entrevista à Rede Brasil Atual, Coimbra aponta que a imposição da candidatura de Serra é emblemática do momento do PSDB, com dificuldade de renovar quadros e discurso, e sempre se baseando em pesquisas em vez de apostar na formação partidária para o futuro.

Confira a seguir a segunda parte da entrevista à Rede Brasil Atual.

A tendência com o passar dos meses é que a candidatura do Serra veja crescer a rejeição ou consiga superar de alguma maneira essa rejeição?

O problema do Serra não é que a rejeição aumente, pode até acontecer. Do modo como ele conduziu a campanha de 2010, por exemplo, não seria surpreendente se ele voltasse a usar estratégias que possam provocar um aumento de rejeição.  Eu não acho que esse seja o problema. O problema do Serra é que a candidatura dele, a imagem dele já chegou num teto em matéria de conhecimento da cidade. Quando pega qualquer pesquisa feita há mais tempo e outra agora, é conhecido por praticamente 100%. E uma maioria diz que conhece muito bem. Então, se é verdade que ele tem poucas chances de que a rejeição aumente, ele também tem poucas chances de que a simpatia por ele aumente.

Ele já formou uma imagem quase que integralmente repertoriada. Ele não tem nada que possa dizer para o eleitor – pelo menos ao que parece – que faça com que o eleitor melhore a imagem que tem dele. Também tem pouca coisa a dizer que provoque rejeição porque todo mundo já sabe o que ele tem de bom e o que ele tem de ruim. É nesse balanço de coisas boas e ruins que a candidatura dele tem uma grande dificuldade. Ele é 100% conhecido e tem, digamos, entre 25% e 30% da intenção de voto, significa inversamente que 70% a 75% da cidade em princípio não vota nele. Esse que é o problema do Serra. Não é que tenha uma rejeição, é que ele não parece convencer uma parcela majoritária da opinião pública da cidade. Quer dizer que ele não vai ganhar? Claro que não. Em última instância, a eleição se resolve numa comparação entre dois candidatos, provavelmente no segundo turno. O que o adversário dele fizer também vai ser importante. O fato é que o Serra está começando a candidatura a prefeito nas piores condições da vida dele. Ele nunca teve esse conjunto de elementos tão desfavoráveis, com um conhecimento tão grande, uma rejeição tão alta e uma intenção de votos tão baixa.

O fato de o PSDB apostar num candidato que já se candidatou uma série de outras vezes, não só em São Paulo, no estado, como na presidência, é emblemático do momento do partido?

Integralmente. E representa um recuo. Uma parcela grande do PSDB de São Paulo não queria que a eleição ficasse dessa forma. Queria avançar com as prévias, queria fazer com que elas permitissem, pelo menos começassem uma vida partidária real dentro do PSDB e pelos integrantes das instâncias mais capilares e que efetivamente tivessem voto e influência na decisão do partido. Isso que não aconteceu, essa é a frustração que marcou a candidatura do Serra desde o nascimento e que se traduziu na vitória apertada que ele teve no que acabou ficando como prévia. Então as prévias de verdade foram suspensas, os candidatos de renovação tiveram que recuar e ao invés de dar o passo adiante, que parecia que iria dar, deram dois passos para trás.

É claro que isso é sintomático dos impasses da oposição, mas não é a primeira vez que isso acontece. A própria ideia de lançar um candidato que estava à frente das pesquisas é recorrente na história do PSDB, especialmente em São Paulo. No fundo, a candidatura do Serra, em 2007, foi justificada por ele estar à frente das pesquisas. Agora ele foi lançado porque não tinha nenhum nome do PSDB que estava bem nas pesquisas, como se a pesquisa fosse o critério. De outro lado, você tem o Lula mostrando que pesquisa não é para ser obedecida. Pesquisa é para ser analisada politicamente. Se Lula tivesse se baseado em pesquisa, não teria lançado a Dilma nunca, e nem tinha lançado o Fernando Haddad. O Lula está pensando na frente e o PSDB está pensando para trás, essa que é a diferença.

Uma vitória em São Paulo para o PT cria de fato um cenário tão favorável para 2014 ou uma coisa não se conecta com a outra? 

O cenário de favoritismo para o PT em 2014 é tão expressivo que ganhar ou não ganhar a eleição de prefeito de São Paulo tem pouca importância real. É simbólico, mas a importância eleitoral concreta para 2014 é secundária. Hoje, o Lula, em todas as pesquisas, independente do  adversário, faz cerca de 70%. A Dilma faz cerca de 60%. Na verdade, os dois são tão favoritos, tanto um quanto o outro. A diferença de 10 pontos é irrelevante. Então, hoje o PT tem dois candidatos fortíssimos para 2014. E se o Haddad ganha em São Paulo, o Lula não vai passar de 70%, e nem precisa, e a Dilma não vai passar de 60% e nem precisa.

O fato é que o PT tem no horizonte uma eleição presidencial com grandes favoritos e a eleição de São Paulo é importante para o jogo estadual porque, se o Haddad ganha, passa a ser um candidato natural para a sucessão estadual, não agora do Alckmin porque eu acho que seria maluco se ele ganhasse a prefeitura e saísse para disputar contra o Alckmin. Ele completa o período dele e aí, sim, está pronto para representar um novo PT no estado. Já estaria na posição e se projetaria para o estado. Essa que é a importância da eleição, não é o impasse em 2014.

A aposta que foi feita após as eleições de 2010, de que Aécio Neves seria o grande nome da oposição, está vivendo frustrada constantemente?

A candidatura do PSDB está praticamente resolvida. Para ganhar – ou, mais provavelmente, não para ganhar – o Aécio Neves é o candidato natural.  A não ser que surja qualquer problema de imagem dele. Ele está pronto para ser candidato, não sei se ele está pronto para ganhar a eleição, isso é outra questão, que depende desse fator de grande importância que é como é que vem o PT. O que era problema para Dilma em 2010, que era ser pouco conhecida, agora está resolvido. Isso não quer dizer que não seja racional para o PSDB finalmente se apresentar com uma cara diferente da turma do PSDB de São Paulo, que ofereceu todos os candidatos à Presidência. Covas, Fernando Henrique, Serra e Alckmin. Sempre foi assim.  Está na hora de deixar de ser.

redebrasilatual