Arquivo da tag: chip

Brasileiros estão abandonando hábito de usar mais de um chip no celular

celularPara pagar mais barato nas ligações de celular, muitos brasileiros costumam ter mais de um chip no mesmo aparelho, ou usar vários aparelhos. Assim, é possível ligar para o número de uma mesma operadora pagando menos e, às vezes até de graça. Mas esse hábito está mudando no país, porque o preço das ligações entre operadoras diferentes vem sendo reduzido nos últimos anos.

“Isso reduziu o fenômeno do ‘consumidor com todos os chips‘. O motivo principal para ter os chips de todas as operadoras era economizar. Com preços menores de ligações para operadoras distintas, o consumidor percebeu que poderia ter somente um chip. Com isso, temos a redução do número de linhas, pois muitos planos pré-pagos estão sendo desativados”, explicou o pesquisador em telecomunicações do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Rafael Zanatta, à Agência Brasil.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), com preços menores para chamadas entre operadoras diferentes, o mercado de múltiplos chips perdeu espaço, gerando cancelamentos dos consumidores que possuíam linhas móveis de diferentes prestadores. Entre outubro de 2015 e outubro deste ano, foram desligadas 26,3 milhões de linhas de celulares no país, uma queda de 9,62%. Só entre setembro e outubro de 2016, a queda foi de 3,5 milhões de linhas. Atualmente, o país tem 247,4 milhões de linhas de celulares ativas.

A queda maior foi na modalidade pré-paga. Em outubro do ano passado, 73,5% do total de clientes de celulares tinham linhas pré-pagas e, em outubro deste ano o percentual passou para 68,75%. A Anatel também aponta a desaceleração da economia como um dos motivos do encolhimento da base de acessos móveis.

Mudança de hábito

Outro fator apontado para a queda no número de celulares no país é a mudança na forma de comunicação dos brasileiros, que estão deixando de usar o telefone para falar e usando mais aplicativos de troca de mensagens. “As pessoas estão escrevendo mais do que falando. Preferem aplicações como WhatsApp e Telegram, pois são práticas e permitem uma comunicação mais fluida”, diz Zanatta.

Segundo ele, os consumidores perceberam que precisam de apenas um telefone celular com um bom pacote de dados de conexão. “Todo usuário de WhatsApp precisa da internet como suporte. As pessoas querem conexão a todo momento”, diz.

Impostos

As operadoras de telefonia apontam ainda outro motivo para a queda no número de linhas de celulares ativas no último ano: o aumento de impostos sobre o setor de telecomunicações em alguns estados. Segundo o diretor-executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), Eduardo Levy, 12 estados aumentaram o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre a telefonia em 2016.

“Na medida em que você aumenta o imposto sobre a voz, você vai empurrando a população para os serviços de texto que não pagam imposto nenhum. É um contrassenso o que os estados estão fazendo”, reclama Levy.

Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

“Já fui a shows seus. Por isso vou deixar seu chip”, diz ladrão ao roubar celular de cantor na PB

brunoUm cantor de 32 anos teve o celular roubado durante a invasão a uma residência na cidade de Campina Grande, no Agreste do estado. Bruno Marques, que é vocalista da banda Forró de Elite, disse que antes dos assaltantes levaram o aparelho um deles falou: “Já fui a muito show seu. Por conta disso vou deixar seu chip”. O caso aconteceu no sábado (1º) e foi relatado pelo músico em uma rede social.

Ao Portal Correio, o artista revelou que estava chegando à casa de amigos no bairro da Liberdade onde participaria de um almoço, quando foi alvo dos assaltantes. “Ao entrar na casa vi que meus amigos estavam encurralados, mas pensei que era por causa da festa mesmo. Até brinquei: aqui está é animado. Logo em seguida, os dois jovens mostraram um revólver e uma faca e disseram que era um assalto”, disse.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Marques confirmou que ao entregar o aparelho celular, um dos assaltantes o reconheceu como cantor de uma banda de forró da cidade. “Um deles disse que iria me entregar o chip e o cartão de memória porque já tinha ido a alguns shows meus e gostado. Ele falou ainda que ‘dava valor’ a banda”, sorriu ao falar da situação.

De acordo com a Polícia Militar, os jovens invadiram à casa ao pedir água ao morador. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil do bairro do Catolé. Os suspeitos roubaram celulares e outros aparelhos eletrônicos.  A dupla fugiu a pé, mas pegou duas mototaxis que o esperavam perto do local. Ninguém foi preso.

 

 

portalcorreio

Pente fino em cadeia da PB encontra chip de celular dentro de ovo e máquina de barbear em cela

Agentes Penitenciários e a Polícia Militar realizaram, nesta quarta-feira (12), uma operação ‘Pente Fino’ na cadeia pública da cidade de Picuí, no Curimataú paraibano, e encontraram chip de celular dentro de uma casca de ovo e até uma máquina de barbear.

De acordo com informações da Sétima Regional, o chip era destinado a um detento que cumpre por tráfico de drogas.

Durante a revista na cela do presidiário, quatro aparelhos celulares foram encontrados, além de carregadores, espetos e pedaços de espelhos.

Os materiais apreendidos foram entregues na Superintendência de Regional de Polícia Civil da região para providências cabíveis.

Fotos: Sétima Regional

Hyldo Pereira

Portalcorreio

Justiça nega liminar pedida pela TIM para voltar a comercializar chip e modem

O juiz federal substituto da 4ª Vara do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1), Tales Krauss Queiroz, negou o pedido de liminar da operadora da TIM que pretendia suspender a decisão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que proíbe a venda de chip e modem da companhia em 18 estados e no Distrito Federal.

Como a decisão da Justiça Federal é referente apenas ao pedido de liminar, o processo de mérito do mandado de segurança continua correndo na Justiça.

“Avalio que a medida da Anatel não foi ilícita e nem desrespeitou o devido processo legal. A medida foi dura e austera. Mas era necessária”, descreveu em seu despacho do juiz. “Não há, obviamente, uma solução  fácil. Mas é preciso que se chegue a uma solução de compromisso, intermediária e equilibrada, que alinhe os objetivos econômicos das teles com os anseios do consumidor. O consumidor, legitimamente, quer pagar menos e falar mais. E quer um serviço de qualidade”, complementou.

A TIM, com cerca de 70 milhões de usuários, foi a única operadora que entrou na Justiça contra a Anatel. A decisão do juiz está disponível na página de consulta processual do TRF. A empresa ainda pode recorrer da decisão por meio de recurso jurídico chamado agravo de instrumento.

Segundo o procurador-geral da Anatel, Victor Cravo, o juiz do TRF aceitou os argumentos da Advocacia-Geral da União de que a decisão da agência reguladora não causava prejuízo de competição e que os clientes manteriam a possibilidade de escolha.

Para Victor Cravo, pesou na decisão do juiz Tales Krauss Queiroz o fato de que a medida cautelar da Anatel “não era decisão inédita” e que foi baseada em “dados de conhecimento da empresa”.

Agência Brasil