Arquivo da tag: chão

Enquanto ‘Em família’ despenca no Ibope, ‘Meu Pedacinho de Chão’ ganha as graças do público

meu-pedacinho-de-chaoMeu Pedacinho de Chão (Globo, 18 horas, de segunda a sábado) é o maior aglomerado de citações literais ou implícitas da história da tevê brasileira. Começa por citar a si mesma, aqueleMeu Padacinho de Chão que se estendeu por 185 longuíssimos capítulos, de 1971 a 1972, estreando o que viria a ser o horário cativo da novela das 6, e escrito pelo mesmo Benedito Ruy Barbosa que, num remake que ele diz não ser um remake, recorre desta vez à expertise de duas gerações da família (a filha Edilene e o neto Marcos assinam com ele a trama).

O enredo é meio conto de fadas, meio cordel, meio romance armorial, como se Ariano Suassuna fosse subitamente aparecer em cena trazendo pelas mãos Dom Quixote e Dulcineia. Tem ecos de chanchada e alvoroços de saltimbancos, o que justifica o talentoso casting de atrizes do Galpão (Inês Peixoto, Teuda Bara), a trupe jogralesca de Minas. A toada nordestina é temperada pelo eventual sotaque de caipira paulista. Total melting pot.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na cenografia, as alusões explodem em fartura policromática que evoca, do início ao fim, o Tim Burton de Peixe GrandeA Fantástica Fábrica de Chocolate. O figurino de golas, perucas e looks à Maria Antonieta promove um revivalenigmático que, de tão irreal, de tão fictício, provoca a nostalgia ambígua de um tempo jamais vivido. Desde o seriadoHoje é Dia de Maria, Luiz Fernando de Carvalho (agora, com Carlos Araújo) se esmera num faz de conta corajoso e inovador, de persongens que, propositalmente caricatos, ainda assim não deixam de ser ligeiramente espectrais.

Carvalho não tem à mão Johnny Depp ou Marion Cotillard, mas tem Irandhir Santos (o Zelão) e Bruna Linzmeyer (a Juliana) roubando a cena em meio a um elenco de notáveis. O horário das 6 agradece. A novela, quando criativa, quando irrequieta, ainda tem seu lugar.

Carta Capital

MPPB apura denúncia de mulheres dando à luz no chão em maternidade de CG

pacientesMédicos que prestam serviços no Instituto de Saúde da Prefeitura de Campina Grande Elpídio de Almeida (Isea) prestaram denúncia na promotoria de Defesa da Saúde de Campina Grande, através de documentos, sobre o suposto tratamento desumano, que o hospital vem dispensado aos pacientes.

De acordo com a denúncia, o Isea apresenta superlotação, bem como péssimas condições de trabalho enfrentadas pelos profissionais da saúde, como falta de equipamentos básicos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os documentos, que relatam o suposto caos instalado no hospital, vieram acompanhados de algumas fotografias nas quais as pacientes são atendidas no chão, partos são realizados em sofás, parturientes são amontoadas em corredores, mostrando o quadro de irregularidades do Isea.

Segundo o promotor de Justiça Luciano de Almeida Maracajá esses fatos são inadmissíveis.

“Por maior que seja a crise na saúde pública e estrutural, não se admite que pessoas sejam atendidas no chão como animais. As fotos espelham uma triste realidade: mães tendo seus filhos em sofás porque não dispõem do mínimo, que é o leito, além de mulheres sendo atendidas no chão frio de um corredor”.

Diante da denúncia, foi aberto um procedimento preparatório na Promotoria da Saúde, requisitando explicações à Secretária Municipal de Saúde e à diretoria do hospital, bem como inspeção por parte Conselho Regional de Medicina (CRM).

Da Redação com Assessoria
Foto: Reprodução TV Cabo

Homem é encontrado caído ao chão e esfaqueado na cidade de Pilões

Um homem foi encontrado caído ao chão e esfaqueado na noite deste sábado (5) no bar do Riachão, na cidade de Pilões, no Brejo da Paraíba.

homem esfaqueado

De acordo com informações da polícia, dois homens estavam chegando no bar quando encontraram a vítima, identificada como Cícero Pedreira de Oliveira, no chão e com perfurações de faca.

Imediatamente, eles socorreram Cícero ao Hospital Regional de Guarabira. A vítima sofreu quatro golpes de faca peixeira, dois na cabeça e dois nas costelas.

homem esfaqueado

A polícia não informou quem seria o suspeito de cometer a tentativa de homicídio. No local, impera a lei do silêncio.

Da Redação, com PortalMidia.net