Arquivo da tag: Cehap

Em nota, CEHAP anuncia retomada de obras do Residencial Carnaúbas em Belém, PB

O Governo do Estado através da Companhia Estadual de Habitação Popular da Paraíba (Cehap) divulgou na tarde desta sexta-feira (16), uma nota anunciando a retomada  das obras do Residencial Carnaúbas, localizado no distrito de Rua Nova, no município de Belém, Agreste paraibano. A nota foi divulgada após um grupo de pessoas tentarem invadir o conjunto habitacional na noite desta quinta-feira (15).

De acordo com a nota, as obras serão retomadas a partir desta segunda-feira (19) com operários e responsáveis pelo canteiro de obras. Ainda segundo a nota, o trabalho foi temporariamente suspenso devido ao atraso na liberação de recursos e que para prosseguir foi necessário aprovação da Caixa Econômico Federal de Brasília.

O órgão também destacou que o percentual de execução de obra já ultrapassou os 75%, faltando apenas 25% para sua conclusão.

Confira a nota completa abaixo:

O Governo do Estado através da Companhia Estadual de Habitação Popular da Paraíba (Cehap) informa que a construção do Residencial Carnaúbas foi retomada e a partir da próxima segunda-feira (19) os operários e responsáveis já estarão no canteiro de obras.

O empreendimento construído por meio de Parceria com Entidade de Moradia Popular chegou a ter o trabalho temporariamente suspenso devido atraso na liberação de recursos e para prosseguir foi necessário aprovação pela Caixa Econômica Federal em Brasília. É importante ressaltar que o percentual de execução da obra já ultrapassa os 75% faltando, portanto, pouco para sua conclusão.

Como se trata de um empreendimento feito com recursos públicos, caso haja algum dano ou depredação, encaminharemos as ações passíveis.

 

portaldobrejo

 

 

Portadores de HIV/Aids terão prioridade nas casas construídas pela Cehap

Os portadores de HIV/Aids terão 3% das unidades reservadas nos empreendimentos habitacionais construídos pela Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap). A decisão faz parte do decreto de Lei n° 11.361/2019, sancionado pelo governador João Azevêdo, que dispõe sobre a comercialização pelo Estado de imóveis populares, reservando percentagem para os portadores do vírus. A Gerência Operacional das ISTs/HIV/Aids/ Hepatites Virais, da Secretaria de Estado da Saúde (SES), será responsável pelo monitoramento da lista de pessoas aptas a receberem o benefício.

A presidente da Cehap, Emilia Correia Lima, afirmou que o próximo empreendimento a ser entregue é o residencial Canaã, no Bairro das Indústrias. “O imóvel terá cerca de 950 apartamentos e, destes, aproximadamente 30 serão reservados para os portadores do vírus HIV/Aids”, revelou.

Para a seleção, pessoas portadoras do vírus que apresentem maior vulnerabilidade social e que tenham cadastro na Cehap, em ordem cronológica, serão priorizadas. Segundo a gerente operacional das ISTs/HIV/Aids/Hepatites Virais da SES, Ivoneide Lucena, há uma série de critérios para seleção. A pessoa deve ser moradora do município do imóvel, não pode ter recebido nenhum imóvel do poder público, tem que ter renda familiar de até $ 1.800,00 e não ter pendências no Cadin (Cadastro Informativo de créditos não quitados do setor público).

“As listas com as pessoas nestas condições devem ser encaminhadas para a Gerência de IST/Aids da SES. Já entramos em contato com várias entidades que trabalham diretamente com essa população para trabalhar nesse levantamento dos dados. No dia 18 próximo, teremos um novo encontro na sede da secretaria para darmos início à construção da lista a ser enviada à Cehap para posterior visita técnica”, explica.

Para Ivoneide, pensando em saúde de forma integral, a ação é muito importante pois essa pessoa portadora do vírus terá uma moradia digna e, consequentemente, oportunizará a adesão ao medicamento e terá uma melhor qualidade de vida. “A habitação é um determinante da saúde”, concluiu.

 

Secom

 

 

Após protesto, moradores se reúnem com representantes da CEHAP, em Guarabira

encontroRepresentantes da Companhia Estadual de Habitação Popular (CEHAP) estiveram no conjunto Lucas Porpino, em Guarabira, na manhã desta quinta-feira (26). O objetivo foi realizar o cadastro das famílias que ocuparam o terreno do Estado de forma irregular. No local, será construído casas para os bombeiros.  A ideia é avaliar quem está necessitando mais de moradia, para só assim direcionar a programas habitacionais.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os moradores não aceitaram participar do cadastro e apresentaram uma contraproposta de pagar uma taxa habitacional e permanecer no terreno. Os representantes vão levar a proposta para a diretoria avaliar.

Protesto

Cerca de 130 famílias participaram da manifestação

Cerca de 130 famílias participaram da manifestação

 

Um grupo de manifestantes fechou a rodovia PB-073, que liga Guarabira à Mari, na manhã da última quarta-feira (25). Os manifestantes são moradores que invadiram um terreno do Governo do Estado no Conjunto Lucas Porpino. Eles reivindicam a permanência no local.

De acordo com informações, cerca de 130 famílias participaram da manifestação.

 

manchetepb

Cehap divulga relação de candidatos aptos ao ‘Minha Casa Minha Vida’ de Serraria e mais 36 municípios

A edição do Diário Oficial desta sexta-feira (19) publicou a lista dos municípios paraibanos selecionados no Programa Minha Casa Minha Vida II para cidades com até 50 mil habitantes. A publicação também traz os nomes dos candidatos aptos a serem beneficiários do programa em cada município…

Na Paraíba, foram 37 municípios contemplados: Aguiar, Alagoa Grande, Alcantil, Assunção, Barra de Santana, Bernardino Batista, Brejo dos Santos, Cacimbas, Caturité, Igaracy, Itabaiana, Jacaraú, Juazeirinho, Juripiranga, Juru, Marcação, Marizópolis, Mataraca, Monteiro, Mulungu, Olho D’água, Piancó, Pocinhos, Poço Dantas, São José de Princesa, São José do Sabugi, São José do Rio do Peixe, São José dos Ramos, Santa Inês, Santa Terezinha, Santarém, Santo André, São Bentinho, Serra da Raiz, Serraria, Sertãozinho e Uiraúna.

No total, serão construídas 1.325 unidades habitacionais, em um investimento na ordem de mais de R$30 milhões. As casas terão 36m² de área construída, sala, dois quartos, cozinha, banheiro e área de serviço.

A lista publicada nesta sexta-feira é fruto de um trabalho elaborado pela Cehap junto aos municípios proponentes e ao Ministério das Cidades, que começou ainda no ano de 2011. De acordo com a presidente da Cehap, Emilia Correia Lima, esta é apenas a primeira etapa de um projeto muito representativo já que, depois de 10 anos, a Companhia de Habitação Popular volta a atuar como agente financeiro na execução de obras.

“Ao invés da Caixa Econômica Federal repassar o dinheiro para nós construirmos com os municípios, é a Cehap quem vai receber esses recursos diretamente do Tesouro Nacional e do Ministério das Cidades. Trinta e sete municípios representam a primeira etapa de um trabalho que imaginamos ir bem mais além. Nossa meta também é reestruturar e reconstruir a Cehap”, afirmou.

A Cehap começa, a partir de agora, a preparar os contratos de todos os municípios que, em contrapartida, irão realizar o projeto social da obra enviando, entre os nomes aptos, os que serão selecionados para receber as moradias. Concluído esse trabalho, as obras devem começar em até 90 dias.

Secom/PB