Arquivo da tag: carrinho

Bebê é encontrado morto em carrinho, no Roger, em João Pessoa

Um bebê foi encontrado morto na tarde deste sábado (18), no bairro do Roger, em João Pessoa. Segundo a Polícia Militar, Larissa, de dois meses, tinha hematomas roxos no braço e abdômen. O corpo da criança foi encaminhado para a perícia.

Ainda de acordo com a polícia, o pai do bebê acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) após encontrar a criança morta no carrinho. A Polícia Militar foi chamada pelo Samu após socorristas perceberem que o bebê estava morto e tinha vários hematomas no corpo.

O pai disse à polícia que foi ao banheiro e deixou a filha aos cuidados de um garoto de 12 anos, primo de Larissa. Ao retornar, encontrou o menino gritando e o bebê morto. A mãe estava no hospital com sua outra filha, gêmea de Larissa, por conta de uma complicação de saúde que não foi informada.

O garoto de 12 anos foi ouvido, mas não deu nenhuma informação importante, conforme informações da Polícia Militar. Os pais da vítima não foram encaminhados para a delegacia. Uma perícia foi realizada no local da morte.

 Foto: Walter Paparazzo/G1 PB

G1

 

Guarabira: mulher com carrinho de bebê é atacada por bandido e tem celular roubado

Na noite deste domingo (17), um marginal armado com um punhal atacou uma mulher em frente ao Colégio Geo Santo Antônio, em Guarabira. A vítima estava empurrando um carrinho de bebê e em companhia de outras crianças, mas mesmo assim foi atacada e teve o celular roubado.

Imagens de monitoramento flagraram momento do ataque. Assustada com o assaltante, a mulher soltou o carrinho, caiu e teve o celular tomado. O carrinho foi alcançado por uma das crianças e por sorte não desceu ladeira abaixo.

A Polícia Militar foi acionada, agiu rápido e conseguiu prender o indivíduo em flagrante.

 Assista ao vídeo:

Leia o relatório da PM

A Polícia Militar efetuava rondas quando recebeu uma denúncia que um indivíduo armado com um punhal acabara de roubar o celular da vítima.

De imediato a guarnição foi ao local e mediante informações repassadas pela vítima foram realizadas diligências vindo a lograr êxito na localização do acusado.

Após abordagem foi encontrado em seu poder um punhal. A guarnição da Força Tática comandada pelo Cabo Evangelista conduziu o acusado à Delegacia de Polícia Civil para o auto de lavratura em flagrante delito.

 

portal25horas

 

 

Pai mata homem que se masturbava para filha e é preso carregando corpo em carrinho de mão na PB

homicidioUm servente de pedreiro, de 41 anos, foi preso em flagrante quando transportava o corpo de um homem em um carrinho de mão pelas ruas do bairro Mario Andreazza, em Bayeux, na Região Metropolitana de João Pessoa, nesse domingo (27). O suspeito confessou a autoria do assassinato e disse que matou porque o homem se masturbava para a filha dele. No corpo da vítima tinha a palavra: “estuprador”. Na localidade fazia um ano que não tinha registro de homicídio.

De acordo com o delegado Pedro Ivo, chefe do Núcleo de Homicídios de Bayeux, a Polícia Militar fazia rondas pelo Mario Andreazza quando se deparou com um grupo de cerca de 10 pessoas caminhando com um corpo dentro de um carrinho de mão, com os pés amarrados com fios. “As pessoas quando viram a viatura uma delas atirou contra os policiais da Rotam, que revidaram ao ataque. Os suspeitos correram e apenas o servente de pedreiro foi preso e confessou a autoria do crime”, disse.

Na delegacia, o suspeito revelou que o homem estava se masturbando para uma menina de 6 anos em um sítio. A criança seria filha do suspeito, que ao saber do caso, se armou com um pedaço de madeira e conseguiu efetuar vários golpes nas contas do homem, que caiu desacordado. Ainda segundo o preso, após matar a vítima, o corpo seria jogado em um lixão do bairro.

A Polícia Civil constatou que o homem morto tinha a palavra ‘estuprador’, que foi escrita no peito com batom. “A vítima estava fora do bairro há algum tempo por ter fama de estuprador. Nesse domingo (27), o servente de pedreiro voltou e foi morto”, falou o delegado Pedro Ivo, que acrescentou que o bairro Mario Andreazza estava há um ano sem registro de assassinato, depois que as forças de segurança conseguiram prender alguns dos envolvidos em crimes e ocuparam a área. .

O homem preso em flagrante foi levado para a Delegacia de Homicídios de João Pessoa. Ele será apresentado na audiência de custódia nesta segunda-feira (28). O corpo foi levado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol), no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa, para ser periciado. Até o fechamento da matéria o corpo estava sem identificação, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança do Estado.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Homem é preso suspeito de matar a filha de 9 meses com um carrinho de bebê

 Foto: Thiago Freitas / Extra
Foto: Thiago Freitas / Extra

Um rapaz de 18 anos foi preso na manhã desta quinta-feira, por agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), suspeito de ter matado a filha de 9 meses com um carrinho de bebê. De acordo com Wellington Vieira, titular da especializada, na última semana de julho, a avó paterna da criança disse que escutou o filho discutindo com a mulher e em seguida a ouviu gritando que ele tinha arremessado o carrinho na cabeça da pequena Diana Vitória da Silva Júnior.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Diana, de 9 meses, teria sido morta pelo pai em São Gonçalo
Diana, de 9 meses, teria sido morta pelo pai em São Gonçalo Foto: Reprodução / Álbum de família

 

A família contou ao delegado que no dia 3 de agosto, cerca de uma semana depois de o fato acontecer, a criança foi levada para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), onde foi diagnosticado que ela sofreu um traumatismo craniano fechado, quando os ferimentos são internos.

Ainda segundo o delegado, três testemunhas já ouvidas informaram que os pais da criança são usuários de drogas e que ela vinha, há algum tempo, sofrendo agressões por parte do casal.

– Não temos dúvidas de que a criança era maltratada pelos pais. Agora, estamos procurando a mãe da criança para ela também ser interrogada – informou Wellington.

A prisão temporária de 30 dias para o Alcyr Gomes de Oliveira Júnior foi decretada pela 4ª Vara de Criminal de São Gonçalo. A avó paterna da criança prestará um novo depoimento na tarde desta quinta-feira.
Extra