Arquivo da tag: Canadá

Torcida dá show, mas Brasil é derrotado pelo Canadá e fica sem o bronze

imagem: Alexandre Schneider/Getty
imagem: Alexandre Schneider/Getty

A seleção brasileira feminina de futebol ficou apenas com o 4º lugar nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. Nitidamente abatidas na partida desta sexta-feira (19), as meninas não suportaram o Canadá e foram derrotadas por 2 a 1 em plena Arena Corinthians, em São Paulo. Os gols foram marcados por Rose e por Sinclair. As canadenses repetem o resultado de Londres, em 2012.

Mais do que a dor da derrota, a seleção vive agora a expectativa de saber como será o futuro da modalidade. A exemplo do que sempre acontece após o ciclo olímpico, as mulheres não sabem qual o tamanho do apoio que terão no país, especialmente para o desenvolvimento de novas jogadoras. A medalha de ouro será decidida ainda nesta sexta-feira, entre Suécia e Alemanha, às 17h30.

Apoio de sobra e futebol de menos

O que não faltou foi o apoio da torcida. Desde o trajeto durante no metrô e nas ruas, o clima era completamente dominado pelo otimismo da torcida, composta, em sua maioria, por famílias. Por vezes, o apoio superava até o que se viu em São Paulo no jogo entre Brasil e Colômbia, nas quartas de final do futebol masculino.

Apesar disso, aos 8 minutos, o Canadá mostrou que não se importaria com toda a pressão. Sinclair bateu falta na entrada da área e acertou o travessão de Bárbara naquele que seria só o primeiro susto para a torcida brasileira.

As visitantes mantiveram a pressão e o sufoco. Aparentemente, estavam sobrando no aspecto físico. Aos 25 minutos, Lawrence puxou contra-ataque e tocou para Rose completar quase que livre para o gol. Depois, foi controlar a vantagem e explorar os erros brasileiros para não correr muitos riscos.

Marta muito bem marcada, e Cristiane sumida

Marta e Cristiane, as duas melhores jogadoras da seleção, não apareceram muito para o jogo. A primeira foi muito bem marcada e mostrou certa irritação por não conseguir desenvolver o bom futebol. Em uma reposição errada do gândula, por exemplo, chutou a bola longe e esbravejou. No apito final, deixou o campo antes de todas as companheiras, cabisbaixa e reclamando.

Cristiane, por sua vez, mostrou que não estava em dia fisicamente após se recuperar de uma lesão na coxa. Também bem marcada, ela não apareceu e foi substituída no intervalo pelo técnico Vadão.

Muita posse de bola e pouca chance de gol

Logo aos 7 minutos de jogo, o Canadá dificultou ainda mais a missão brasileira de dar alegria para os presentes na Arena. Lawrence tocou para Sinclair, que ganhou sem dificuldades da zaga brasileira e aumentou o placar. Ainda assim, a torcida tentou apoiar e soltou o tradicional grito de “Eu acredito!”.

O time tinha bastante a posse de bola, mas não adiantou. Aos 10 minutos do segundo tempo, o Brasil teve a sua primeira chance de balançar a rede do Canadá. Depois de bate-rebate, Formiga cabeceou para a área e achou Rafaelle enfiada entre as zagueiras. Ela cabeceou à direita da goleira. Depois, em lance parecido, Debinha desviou cruzamento de Marta também para fora.

As canadenses apenas se seguraram atrás e exploraram os constantes erros brasileiros. De todos os tipos. No penúltimo passes antes de concluir a gol, na saída de bola na defesa e na exposição demasiada ao tentar diminuir o placar. A tática foi explorar o contra-ataque e ficar mais perto de marcar o terceiro do que sofrer o primeiro.

O gol brasileiro veio já aos 33 minutos do 2º tempo, para a explosão da torcida que clamava por um gol. Bia girou em cima da zaga adversária para diminuir a diferença e dar esperança ao público. Mas foi só.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Brasil vence o Canadá e vai à semi do futebol feminino com campanha 100%

meninas-brasilO Brasil entrou em campo na noite deste domingo para enfrentar o Canadá com a vaga nas semifinais já garantida. Situação que pode ser usada para justificar o ritmo morno das meninas no primeiro tempo. Porém, bastou forçar um pouco no início da segunda etapa para saírem os gols que garantiram a campanha 100% da seleção brasileira feminina na primeira fase dos Jogos Pan-Americanos de Toronto: vitória por 2 a 0 sobre a jovem equipe canadense.

Andressa Alves abriu o placar para a seleção brasileira aos 10 minutos da etapa final. As 42, Cristiane ainda aumentou a vantagem, em bonito chute de fora da área – o sexto gol da centroavante, que havia marcado cinco vezes na goleada por 7 a 1 sobre o Equador e é a artilheira isolada do torneio.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Com o resultado, o Brasil terminou a primeira fase com nove pontos, na ponta do Grupo B. Mesmo derrotado, o Canadá se beneficiou da vitória do Equador por 2 a 0 sobre a Costa Rica mais cedo e também avançou à semi. As três seleções terminaram empatadas com três pontos, mas as canadenses ficaram com a vaga por vantagem no saldo de gols.

Na semifinal, o Brasil terá pela frente a seleção do México, que se classificou em segundo no Grupo A. O jogo está marcado para a próxima quarta-feira, às 21h35 (de Brasília). Colômbia e Canadá disputam a outra vaga na decisão.

Raquel Fernandes Futebol feminino Brasil x Canadá Pan-Americana (Foto: Peter Power/AP)Raquel Fernandes em ação contra equipe canadense (Foto: Peter Power/AP)

O JOGO

Uma grande chance de gol criada pelo Brasil logo no primeiro minuto, em bola alçada na área, deu a impressão de a partida teria um ritmo acelerado. Apenas impressão. Na sequência, o que se viu foi uma seleção brasileira morna, controlando a posse de bola e sem levar muito perigo. As canadenses, que entraram no Pan com uma equipe bastante jovem e modificada em relação ao time que disputou a Copa do Mundo feminina no mês passado, arriscavam alguns contra-ataques, mas sempre sem sucesso.

As duas goleiras voltariam para os vestiários praticamente sem sujar os uniformes não fosse um chute de Andressinha aos 41 minutos, que obrigou a canadense Stephanie Labbe a se esticar toda para fazer a defesa. No rebote, Cristiane acabou chutando longe do gol e o primeiro tempo terminou mesmo em zero a zero.

Na volta dos vestiários, o técnico Vadão inverteu Andressa Alves e Raquel de lado, com a primeira voltando a cair mais pelo lado esquerdo do ataque. Mudança que rendeu um escanteio logo aos 2 minutos. Na cobrança, um lance polêmico: a goleira Labbe saiu mal, soltou a bola, e Formiga tocou para a rede. Porém, a arbitragem anulou o gol do Brasil por falta de Cristiane na canadense.

O gol anulado pareceu dar uma acordada na seleção brasileira, que pouco depois voltou a assustar em outro cruzamento na área. Por outro lado, o Canadá começou a encontrar espaços e, empurrado pela torcida, se arriscar mais na frente. Foi justamente em uma dessas subidas das donas da casa que a goleira Bárbara ligou rápido contra-ataque aos 10 minutos, que terminou nos pés de Andressa Alves, para abrir o placar: 1 a 0 para o Brasil.

Por pouco o Canadá não empatou logo na sequência, em uma cochilada da zaga brasileira. A torcida ainda tentou empurrar o time, que voltou a chegar outras vezes ao ataque. No entanto, sem grandes ameaças à vitória brasileira, que ainda ampliou a vantagem a três minutos do fim, com Cristiane, em chute forte de fora da área. Fim do jogo, Brasil 2 a 0 e as duas equipes classificadas às semifinais.

Globo Esporte

Mulher é atingida por hélice de avião em pouso de emergência no Canadá

aviaoUma passageira de um voo da Air Canada Express que fez um pouso de emergência na semana passada no aeroporto de Edmonton, no Canadá, relatou ter sido atingida na cabeça por uma das hélices do avião durante o acidente.

“Tive muita sorte”, disse Christina Kurylo à emissora CTV. “Do nada, algo veio rasgando minha janela e eu fui atingida na cabeça”, contou a mulher, que teve apenas ferimentos leves. Outras duas pessoas também ficaram feridas no acidente, todas sem gravidade.  “Poderia ter sido um milhão de vezes pior, eu poderia ter morrido.”

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Investigadores disseram que o avião Bombardier Dash 8 com 75 pessoas a bordo aparentemente teve um pneu do trem de pouso furado durante a decolagem e foi forçado a realizar o pouso de emergência.

Segundo os passageiros, o avião caiu de barriga e escorregou pela pista, causando fumaça dentro da cabine antes de parar completamente.

Christina contou que seus óculos voaram após o impacto da hélice e que o impacto a deixou atordoada e coberta de fibra de vidro. Com a cabine cheia de fumaça, um desconhecido que sentava ao seu lado a ajudou a sair do avião em segurança.

O acidente aconteceu por volta das 20h30 de quinta-feira (6). Investigadores do setor de aviação já ouviram os tripulantes e estão agora inspecionando a aeronave para detectar possíveis falhas que possam ter causado o acidente.

Christina Kurylo foi atingida pela hélice do avião em que estava durante acidente; ela teve apenas ferimentos leves (Foto: Reprodução/Facebook/Christina Kurylo)Christina Kurylo foi atingida pela hélice do avião em que estava durante acidente; ela teve apenas ferimentos leves (Foto: Reprodução/Facebook/Christina Kurylo)

G1

Luiza, que voltou do Canadá, está preocupada com amigos após tiroteio

 (Foto: Reprodução Facebook)
(Foto: Reprodução Facebook)

A modelo Luiza Rabello, de 20 anos, que ficou famosa como a “Luiza que voltou do Canadá”, está preocupada com os seus amigos que estão naquele país. Na tarde desta quarta-feira, 22, duas pessoas foram mortas em tiroteiro no Parlamento, Centro de Ottawa, e um soldado canadense ficou ferido.

O edifício do Parlamento foi fechado, e policiais e equipes táticas foram para o local, que foi cercado. Pessoas que estavam dentro dos prédios foram retiradas após uma triagem.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em conversa com o EGO, Luiza disse que está surpresa. “Escolhi o Canadá como destino do meu intercâmbio justamente por ser um país seguro. Quando tinha os diversos destinos para viajar, a segurança foi um fator de desempate. Já tínhamos visto situações em países como Estados Unidos e Inglaterra, mas lá não”, conta ela que deixou amigos próximos por lá.

“Estou bastante preocupada com eles. Deixei amigos muito próximos e também a família que me recebeu no Canadá. Quero saber como eles estão e reagiram ao que aconteceu. Nunca tinha acontecido nada, nem de assalto, comigo lá… Imagina uma situação como esta. É muito preocupante”, considera Luiza que voltou do Canadá em janeiro de 2012 e está no 3º período de Odontologia.

“Luiza do Canadá” virou sucesso em 2012. Tudo começou com um comercial de TV, estrelado pelo pai dela, que é colunista social. Foi o suficiente para a jovem cair na internet e virar destaque nas redes sociais. Sua temporada no Canadá como destino de um intercâmbio de 6 meses foi um dos assuntos mais comentados do ano e ganhou até dedicatória no show do cantor Lenine, em João Pessoa. De volta ao Brasil, ela virou até tema de reportagem do Jornal Hoje, da TV Globo.

A fama de Luiza Rabello foi tão grande que, em solo brasileiro, ela ganhou status de celebridade e marcou presença nos principais eventos do país: do Festival de Verão de Salvador, passando pelo São Paulo Fashio Week, até o Carnaval do Rio.  Na época, Luiza chegou a comentar sobre a sua fama estantânea: “Nunca pensei em viver de um vídeo e me tornar famosa. Fiquei assustada no começo e fui até o limite certo. Já tinha me planejado para isso e essa questão esteve bem resolvida para mim”, declarou ela.

 

Ego

Estátua de satanás com ereção chama atenção em praça de Vancouver, no Canadá

Moradores de Grandview-Woodlands, bairro de Vancouver (Canadá), tomaram um susto na terça-feira (9/9), quando viram uma estátua com Satã exibindo o pênis ereto em uma pequena praça da região. A polêmica se instalou e a notícia se espalhou. Muitos foram ao local, próximo de uma movimentada rodovia e de linha férrea, para tirar foto ao lado da estátua e postar nas redes sociais da internet.

Reprodução/Twitter

Horas depois, a estátua foi removida pela prefeitura.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“A estátua não é uma obra de arte autorizada e, consequentemente, foi removida”, disse Sara Couper, porta-voz da Prefeitura, ao “Global News”.

Reprodução/Twitter

O pedestal estava vazio antes da chegada da polêmica estátua. Ele era ocupado por uma imagem de Cristóvão Colombo, que acabou transferida para outro local dez anos atrás. O autor da estátua “diabólica” é desconhecido.

Uol

Universitários podem concorrer a bolsas de estágios em empresas no Canadá

Divulgação/Governo do Estado do Piauí
Divulgação/Governo do Estado do Piauí

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou na última sexta-feira (6) o edital nº 65/2013, referente ao Programa de Estágio Supervisionado na Modalidade de Graduação Sanduíche no Canadá. O foco é estágio de pesquisa ou inovação tecnológica em indústrias.

O programa é uma parceria entre a Capes e a organização canadense Mathematics of Information Technology and Complex Systems (Mitacs) e será feita na modalidade de graduação sanduíche, ou seja, garante uma parte dos estudos no outro país, porém o universitário precisa retornar ao Brasil para se formar.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Quem pode participar

Para se candidatar, o estudante deve ser brasileiro, não ter participado de bolsa de graduação no exterior financiada pela Capes e estar regularmente matriculado em curso de nível superior nas áreas e temas indicados no edital, dentre eles, Engenharia, Computação e Biologia. Outro requisito é que o estudante já tenha concluído no mínimo 40% e, no máximo, 90% do currículo previsto para seu curso.

O candidato tem até o dia 15 de outubro para se inscrever no portal da Mitacs, por meio do Formulário de Inscrições. Após resultado, publicado também no site da organização, os pré-selecionados terão do dia 1º até o dia 16 de dezembro para se inscrever no portal da Capes.

O resultado final está previsto para o dia 14 de janeiro de 2014, que será publicado no Diário Oficial da União e no portal da Coordenação.

 

Benefícios

A permanência dos alunos selecionados será custeada pela Capes e pelo Mitacs pelo período de até três meses, que serão dedicados ao estágio de pesquisa ou inovação tecnológica em indústria em tempo integral nas instituições eleitas.

Dentre os benefícios estão a bolsa mensal de R$ 800 (oitocentos dólares canadenses), o pagamento de taxas escolares, o auxílio instalação, o auxílio seguro-saúde e o auxílio deslocamento, que é a aquisição das passagens de ida e volta.

Outras informações ou qualquer dúvida podem ser enviadas para o emailmitacs@capes.gov.br.

 

 

Fonte:
Capes