Arquivo da tag: Cagepa

Cagepa fará limpeza de reservatórios e 6 cidades ficam sem água, nesta terça

COMUNICADO DE INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ÁGUA

A Cagepa comunica que o abastecimento de água será suspenso temporariamente nesta terça-feira (6), das 8h da manhã, até às 18h, nas cidades de Sapé, Sobrado, Mari, Mulungu, Gurinhém e Cajá/Caldas Brandão.

A interrupção do fornecimento se fará necessária para que seja executada manutenção preventiva com serviço de limpeza e desinfecção dos reservatórios que atendem os municípios, objetivando aprimorar a qualidade dos serviços prestados pela Companhia.

Mais informações podem ser obtidas gratuitamente através do telefone 115. Acesse nosso site www.cagepa.pb.gov.br e tenha acesso a todos os serviços.

 

portal25horas

 

 

Cagepa programa limpeza e desinfecção de reservatórios no Regional do Brejo

A Cagepa está realizando trabalho de limpeza e desinfecção de todos os reservatórios do Regional do Brejo, uma manutenção programada que tem como objetivo oferecer melhor serviço aos consumidores. A programação foi iniciada nesta segunda-feira (21) e tem prosseguimento até dia 15 de outubro. Ao todo, serão 53 reservatórios que receberão serviço de limpeza. Uma empresa especializada foi contratada pela Cagepa para executar a manutenção.

Para que seja executado o serviço, a Cagepa está suspendendo temporariamente o abastecimentos de água das 8h da manhã até às 16h, pois os reservatórios precisam estar vazios.

Ontem foi feita limpeza e desinfecção nos reservatórios que atendem as cidades de Jacaraú, Pedro Régis e Pirpirituba. Nesta terça-feira (22) é vez de atender Sertãozinho, Duas Estradas, Serra da Raiz e Lagoa de Dentro. Na quarta-feira, dia 23, serão limpos e desinfectados os reservatórios que atendem Belém, Caiçara, Logradouro e distritos de Rua Nova, Cachoeirinha e Braga.

Outras cidades

Bananeiras – 25 de setembro

Solânea – 26 de setembro

Casserengue – 26 de setembro

Cacimba de Dentro – 29 de setembro

Araruna – 29 de setembro

Araçagi – 30 de setembro

Cuitegi – 01 de outubro

Pilõezinhos – 01 de outubro

Guarabira – 05 de outubro

Sapé – 06 de outubro

Sobrado – 06 de outubro

Mari – 06 de outubro

Mulungu – 06 de outubro

Cajá/Caldas Brandão – 06 de outubro

Itatuba – 07 de outubro

Ingá – 07 de outubro

Alagoa Grande e distrito de Zumbi – 08 de outubro

Juarez Távora – 15 de outubro

 

portal25horas

 

 

Funcionário da Cagepa de Guarabira morre vítima de Covid-19

No começo da noite desta segunda-feira (31), a família confirmou o falecimento do funcionário da Cagepa de Guarabira, Marcos Marques de Araújo, de 63 anos, de 63 anos, conhecido por ‘Maia’. Ele se internou no Hospital da Unimed, em João Pessoa, para realizar cirurgia para retirada de trombos nas duas pernas e ao realizar testes para a Covid-19, foi positivado. Maia também sofria de problemas cardíacos.

Maia era desenhista, lotado no Regional do Brejo, e por décadas exerceu com maestria sua função na Companhia, sendo reconhecido por seu talento no que fazia. Reconhecido entre os colegas de trabalho por sua presteza e generosidade quando um companheiro estava em dificuldade.

Sempre foi bastante ligado ao esporte e chegou a jogar no Guarabirinha e outras equipes do futebol amador durante sua juventude.

O sepultamento ocorrerá às 10h da manhã desta terça-feira (1) no cemitério central em Guarabira. Por causa do contágio com a Covid-19 não haverá velório. Os familiares informaram que o carro da funerário, que vai guiar o cortejo, irá parar em frente da Cagepa para que os colegas de trabalho presta a homenagem derradeira.

Em nota, a Cagepa lamentou o falecimento de Maia e reconheceu a sua colaboração para o crescimento da Companhia durante mais de 30 anos.

 

portal25horas

 

 

Cagepa terá que demitir todos os comissionados até setembro

Após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) deverá exonerar todos os cargos comissionados até o mês de setembro, com exceção apenas aos membros da diretoria, conselho fiscal e conselho de administração, além de cumprir outras obrigações.

A decisão põe fim a uma Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) que apurava a contratação ilegal de cargos comissionados. De acordo com o TRT13, a Cagepa deve se abster de contratar trabalhadores comissionados, em função de confiança ou com função gratificada (exceto diretoria, conselho fiscal e conselho de administração).

Ela terá um prazo de até 120 dias, a partir da decisão do STF, para fazer a demissão do pessoal contratado de forma irregular, sem concurso público. O Acórdão do TRT prevê, ainda, multa de R$ 10 mil por dia de atraso por trabalhador mantido irregularmente na Companhia.

A ação

A Ação Civil Pública foi ajuizada em agosto de 2010 pelo MPT na Paraíba, pelo procurador do Trabalho Paulo Germano Costa de Arruda. O objetivo era afastar os cargos comissionados ilegalmente contratados e inibir a contratação ilegal (sem concurso) de novos cargos comissionados.

A denúncia era de que a Cagepa mantinha ilegalmente em seus quadros 460 pessoas admitidas sem concurso público, em empregos comissionados criados por normas internas. A ocupação dos cargos era feita por indicações políticas de interesse do governador do Estado, deputados e prefeitos que o apoiavam, à época.

Entenda o caso

O MPT-PB, após constatar que a Cagepa criou 460 cargos comissionados, e concluir pela procedência da denúncia, ajuizou ação em 2010 contra a entidade e o juiz de 1º grau julgou improcedente. O MPT recorreu para o TRT13, que reformou a sentença, condenando a Cagepa a cumprir as obrigações postuladas pelo MPT e deu um prazo de 120 dias para que a Companhia realizasse a demissão dos cargos comissionados.

No Acórdão do Tribunal foi reconhecido que a Cagepa “mantém em seus quadros, de forma ilícita, vários trabalhadores ocupantes de falsos ‘cargos em comissão’, com o manifesto objeto de burlar a regra constitucional do concurso público, promovendo, com isto, a utilização do bem público para o favorecimento de apaniguados e asseclas políticos. A conduta da ré constitui clara ofensa aos princípios da legalidade, moralidade, eficiência e impessoalidade, revelando uma cultura patrimonialista não admitida na ordem constitucional vigente”.

A Cagepa entrou com recurso no Tribunal Superior do Trabalho (TST), que não deu provimento ao recurso. Novamente, a Companhia recorreu, desta vez, ao Supremo Tribunal Federal, mas o STF não conheceu do recurso e manteve a decisão do TST. Muitos recursos foram interpostos, que fizeram com que a ação se arrastasse durante uma década.

Após negados todos os recursos e transitado em julgado a decisão, os autos foram remetidos ao juízo de primeiro grau para cumprimento da decisão do TRT13, especialmente para que a Cagepa passe a cumprir as obrigações, como se abster de contratar trabalhadores comissionados, além de afastar os ocupantes de cargos comissionados, funções gratificadas ou outros empregados contratados sem concurso público, exceto cargos da diretoria e membros da direção.

“Empreguismo”

Para o procurador de Trabalho Paulo Germano, responsável pela ação, “passados 32 anos da vigência da Constituição Federal de 1988, o ‘empreguismo’ permanece a ser um ‘cancro’ que precisa ser extirpado da administração pública brasileira, sem o que não haverá um serviço público eficiente, ágil e enxuto, que caiba no bolso do contribuinte”, disse.

 

portalcorreio

 

 

Consumo de água aumenta na quarentena e presidente da Cagepa faz alerta

O presidente da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) Marcus Vinícius Fernandes, disse que o consumo de água aumentou nos últimos dias na Paraíba por conta do confinamento feito por parte da população em função da pandemia do novo coronavírus. Segundo ele, isso preocupa, já que a produção não aumentou e esse ritmo pode gerar desabastecimento.

“Temos que ponderar o equilíbrio entre oferta e demanda. O consumo desenfreado pode baixar o nível dos reservatórios rapidamente. Se abusar, vai faltar”, comentou. Marcos pede que a população comece a agir de maneira solidária.

“No cenário atual de pandemia, precisamos unir esforços para combater essa ameaça. Precisamos ter responsabilidade e senso coletivo para enfrentarmos esse problema. Sabemos que a principal medida preventiva é a higienização, então estamos trabalhando para evitar a falta d’água. Mas à população precisa ser nossa parceira nesse processo”, disse o presidente da Cagepa.

 

pbagora

 

 

CAGEPA altera abastecimento em Belém, Caiçara e Logradouro

A Gerência Regional da CAGEPA em Guarabira, agreste Paraibano, enviou um comunicado através de sua assessoria onde altera o abastecimento diante da necessidade da população devido ao isolamento social e está mais em casa.

– COMUNICADO

A Cagepa comunica que, com as recentes chuvas ocorridas na região, a barragem Lagoa do Matias teve um aumento de água acumulada, o que permitiu alterar a escala de racionamento. Face ao exposto, e diante da crise vivenciada por causa do coronavírus e da necessidade de assegurar as condições de higiene, a distribuição de água será prorrogada até o dia 15 de abril, nas localidades de Belém, Caiçara, Logradouro, e distritos de Rua Nova, Cachoeirinha e Braga.

A Cagepa continua monitorando o comportamento da barragem e, se houver necessidade, voltará a adotar outras medidas para garantir o abastecimento do sistema integrado de Lagoa do Matias.

Guarabira, 26 de março de 2020.

Gerência Regional do Brejo

 

blogdofelipesilva

 

 

Cagepa garante que não haverá corte de água e anuncia parcelamento de dívidas

O presidente da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba, Marcos Vinícius garantiu na tarde desta quinta-feira (19) que a Companhia não irá cortar a água de nenhum consumidor.

Marcos Vinícius, que foi o entrevistado Programa Arapuan Verdade do Sistema Arapaun de Comunicação, garantiu que todas as equipes de trabalho estão nas ruas fazendo os serviços necessários para garantir o abastecimento a toda a população.  Ele deixou claro que restringiu apenas o atendimento na área administrativa.

Outra medida anunciada pelo presidente da Cagepa mediante o Coronavírus foi estender o valor do débito para RS 10 mil para as pessoas interessadas em negociar com a Cagepa e que esse montante pode ser negociado pelo 115.

Mesmo garantindo que não haverá corte no fornecimento de água, o presidente da Cagepa fez um apelo para que os consumidores paguem suas contas de em dia, “ pois é com esse dinheiro que pagamos as despesas com gasolina, insumos e outros gastos e com isso garantirmos o abastecimento”, justificou.

 

Foto: Alexandre Freire

paraiba.com.br/

 

 

Cagepa interrompe abastecimento em Bananeiras e Solânea para melhorar qualidade da água

As cidades de Bananeiras e Solânea, região do Brejo paraibano, terão o abastecimento interrompido a partir da próxima segunda-feira (10). De acordo com a Cagepa, serão adotadas medidas para melhorar a qualidade da água distribuída, com a instalação de captação flutuante na barragem de Canafístula II, que está operando no volume morto, com apenas 10% de sua capacidade.

Em comunicado divulgado com a imprensa, a Cagepa informa que o abastecimento deve ser retomado no dia 17 de fevereiro, seguindo o mesmo cronograma de racionamento ao qual estão submetidos os municípios.

Leia a íntegra

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) comunica que, devido ao baixo nível do volume da barragem Canafístula II, o abastecimento dos municípios de Solânea e Bananeiras, no Brejo paraibano, será interrompido a partir da próxima segunda-feira (10).

O volume reduzido do manancial dificulta o processo de tratamento da água. Em virtude disso, a Cagepa está trabalhando na instalação de um sistema de captação flutuante na barragem, que vai possibilitar retirar a água, mesmo em baixo nível, para distribuí-la com qualidade para a população. A previsão é que o abastecimento seja retomado, nas mesmas condições atuais, a partir do dia 17 de fevereiro.

 

portal25horas

 

 

Funcionário da Cagepa morre eletrocutado enquanto trabalhava, na Paraíba

Um funcionário da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) morreu eletrocutado nesta quarta-feira (15), no município de Belém de Brejo do Cruz, no Alto Sertão paraibano. Ele estava trabalhando no momento da descarga elétrica.

Um vídeo mostra o momento em que o funcionário sofre a descarga elétrica. Os colegas de trabalho observam sem entender o que estava acontecendo e depois se desesperam.

José Wellington Locio dos Santos Filhos tinha 37 anos. O Sindicato dos Urbanitários da Paraíba publicou uma nota lamentando a morte do funcionário. O enterro acontece na tarde desta quinta-feira (16).

O sindicato ainda informou que o funcionário não usava equipamentos de segurança no momento do acidente. A Cagepa declarou que está investigando o caso.

G1

 

Cagepa anuncia racionamento de água para Belém, Caiçara e Logradouro

A Cagepa divulgou comunicado nesta sexta-feira (6) informando que as cidades de Belém, Caiçara e Logradouro, além dos distritos de Rua Nova, Cachoeirinha e Braga, abastecidas pela barragem de Lagoa do Matias, serão submetidas a escala de racionamento de água, a partir da próxima semana.

De acordo com a Cagepa, o racionamento será adotado em razão do bairro volume de água existente no manancial e objetiva evitar o colapso no abastecimento.

Dessa forma, o sistema será interrompido nos dias 11, 12, 13, 14 e 15, retornando o abastecimento no dia 16 de dezembro, sequenciando o rodízio com 10 dias de abastecimento e cinco dias parados. O volume de água armazenada é possível atender até o mês de maio de 2020.

O racionamento será mantido até que haja ocorrência de chuvas suficientes para recarregar a barragem.

 

 

portal25horas