Arquivo da tag: Brasileirão

Início do Brasileirão marcado por equilíbrio, mas quem será favorito?

Dando mais uma vez prova de que o Brasileirão é um dos Campeonatos de futebol profissionais de elite mais competitivos e imprevisíveis do mundo do futebol, o primeiro terço da Série A está sendo concluído, colocando muitos times anda na luta pela conquista do Brasileirão, que nesse ano só termina em dezembro. Quem será que vai se mostrar mais forte?

Image source: https://flipboard.com/@YahooBrasil/libertadores-palmeiras-e-inter-vencem-gr-mio-trope-a/a-HzrOZ-VuSX2nX2FxhV6zQw%3Aa%3A3140255151-648fc20525%2Fyahoo.com

Antes do Brasileirão 2020 se ter iniciado, todas as casas de apostas legais no Brasil, incluindo o Esporte Bet, colocavam o time do Flamengo e do Palmeiras como claros favoritos para lutarem até ao final pelo Campeonato brasileiro. Contudo, a verdade é que, avaliando por esse primeiro terço, as duas potências do futebol brasileiro estão longe de convencerem.

Enquanto o Flamengo, já sem Jorge Jesus, perdeu seus primeiros dois jogos, o Palmeiras está, nesse momento, a 5 pontos da liderança e somente com um de vantagem em relação ao Flamengo. Aliás, do 9º classificado até ao 2º lugar, apenas 4 pontos estão separando todos esses times. Haverá um Campeonato mais equilibrado que esse?

Atlético-MG contraria empates e está firme na liderança

Não seriam muitos os comentaristas e especialistas do futebol brasileiro que, após as 12 rodadas iniciais, poderiam prever que o Atlético-MG se mantivesse firme na liderança, com dois pontos de vantagem face ao segundo, que no caso é o time do Internacional. Porém, será que o time do Atlético irá continuar produzindo bons resultados, como com a recente vitória face ao Grêmio?

A verdade é que o time, que não estava sendo contabilizado nas “contas do título” por muitos comentaristas, tem conseguido beneficiar de ausência de empates, contabilizando, assim, 8 vitórias e apenas 3 derrotas. De fato, o que acaba atrasando muito seus mais diretos rivais estão sendo mesmo os empates. Enquanto o Internacional já tem dois, o Palmeiras tem sete e o Santos cinco.

Quais são os atuais favoritos a vencer o Brasileirão 2020?

Tendo em consideração que a competitividade elevada da Série A faz com que os prognósticos e previsões corram o risco de estarem erradas, a verdade é que os sites de apostas ainda colocam o Palmeiras como sendo o grande favorito a poder vencer, no final de fevereiro, o Brasileirão. As razões para tal estarão na qualidade do elenco, mas também no forte investimento realizado pelo time.

Por outro lado, empatado em termos de odds com o Corinthians, está o time do Flamengo. Sem dúvida que esse posicionamento acaba refletindo mais o que o time fez na temporada passada, do que propriamente nessa. Porém, apesar de duas derrotas seguidas, o atual campeão brasileiro e da Copa Libertadores está somente “apenas” seis pontos do Atlético-MG, pelo que tudo pode acontecer, até porque o time se esforçou para manter o elenco vencedor.

Quanto ao Atlético-MG, o atual líder do Brasileirão, os sites de apostas colocam o time apenas como quarto favorito, refletindo a ideia de que o Atlético poderá começar cedendo um pouco à pressão da liderança. Ora, times como o Santos, Grêmio e Cruzeiro também estariam correndo por fora, sustentando a ideia de que, em todas as temporadas no futebol brasileiro, existem sempre entre 6 a 7 times que têm condições para lutarem pelo Brasileirão.

 

 

Quatro times paraibanos jogam pelo Brasileirão no fim de semana

O time do Campinense será o primeiro, entre os representantes paraibanos no Campeonato Brasileiro, a entrar em campo neste fim de semana. Neste sábado (19), a Raposa joga contra o América-RN, estreando na Série D, às 16h, na Arena das Dunas, em Natal-RN. O Treze enfrenta a Jacuipense-BA, às 17h, também neste sábado (19), no Amigão, em Campina Grande pela Série C.

Para o domingo (20), mais duas equipes paraibanas estarão em campo pela competição nacional. O Atlético de Cajazeiras faz seu primeiro jogo na Série D, às 16h, no estádio Perpetão, em Cajazeiras, contra o Globo-RN. O Botafogo da Paraíba visita o Remo-PA, às 18h, no estádio Mangueirão, em Belém-PA, pela Série C.

Campinense e Atlético de Cajazeiras vão iniciar uma caminhada na Série D, fazendo parte do mesmo grupo, enquanto Treze e Botafogo da Paraíba já estão envolvidos no Brasileiro da Série C. Os botafoguenses vão para a sétima partida da competição. Os trezeanos têm um jogo a menos, pois não atuaram contra o Imperatriz-MA na primeira rodada.

Estreia da Raposa

A missão do Campinense é dobrada. O rubro-negro luta para se classificar para a fase seguinte e depois buscar a queda de um tabu: a Raposa tenta sair da Série D depois de uma década. O clube fez 16 contratações, além de aproveitar uma base das disputas do certame estadual.

O treinador Givanildo Sales está convicto de levar o Campinense aos objetivos. Ele reconhece o tamanho da missão. O grau de dificuldade já começa na partida deste sábado, contra o América, em Natal, um clube tradicional do Rio Grande do Norte. Os americanos vêm o status de terem disputado a Série A.

Mas o América é apenas um dos fortes adversários que o Campinense terá no Grupo 3 da competição. Depois, a Raposa ainda vai encarar, na primeira fase da competição, Afogados-PE, Atlético de Cajazeiras, Floresta-CE, Guarany Sobral-CE, Globo-RN e Salgueiro-PE.

Treze

O Treze também joga neste sábado contra a Jacuipense-BA, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Com apenas dois pontos em cinco partidas, o Galo da Borborema tem dois empates e três derrotas.

O Galo vai para o terceiro compromisso na condição de mandante. Antes, foram uma derrota de 3 a 0 para o Ferroviário-CE e um empate de 2 a 2 contra o Remo-PA. Aproveitar a condição de atuar em casa é a proposta do treinador Moacir Júnior, mesmo admitindo que na Série C não tem jogo fácil, sendo mandante ou visitante.

Para este jogo, o Treze tem quatro desfalques. Não conta com o lateral-esquerdo e o meia Marcos Vinícius, ambos punidos pelo cartão vermelho. Além disso, o ala Tales e o atacante Edson Carioca estão no departamento médico. O Treze vem de um empate (1×1) com o Manaus-AM.

Estreia do Atlético de Cajazeiras

Depois de 14 anos, o Atlético de Cajazeiras volta a disputar uma competição brasileira, enfrentando o Globo-RN, neste domingo, às 16h, no Perpetão. Terceiro colocado no Campeonato Paraibano no ano passado, o Trovão Azul é um dos representantes do estado na Série D, ao lado do Campinense.

O Atlético tem como objetivo ser o primeiro clube do Sertão paraibano a chegar na nova versão do Campeonato Brasileiro Série C. Para isso, o elenco do Trovão iniciou a fase de treinamentos logo após encerrar a participação na competição estadual.

Para travar a luta pela classificação e avançar na competição, o Atlético manteve a base da equipe e contratou vários reforços. Além do Globo-RN, o Trovão Azul vai encarar na fase de grupos os times Afogados-PE, Atlético de Cajazeiras, Floresta-CE, Guarany Sobral-CE, Campinense e Salgueiro-PE.

Botafogo-PB

O Botafogo da Paraíba tenta se firmar na Série C do Brasileiro, faltando três partidas para completar os jogos de ida da primeira fase. Para o compromisso deste domingo (20), às 18h, contra o Remo-PA, o mais preocupante que encarar um adversário difícil é não contar com o goleiro Felipe. Ele pegou pena de quatro jogos de suspensão no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O meia Juninho, que cumpriu suspensão no jogo passado, volta a ficar à disposição para o compromisso deste domingo. Com isso, o time comandado por Rogério Zimmermann ganha um importante reforço para armar o esquema tático. O Botafogo vem de um empate de 0 a 0 contra o Vila Nova-GO.

Com uma campanha preocupante, ocupando a oitava colocação no Grupo A do Brasileirão, o Botafogo soma seis pontos, uma média de um ponto por rodada. São três empates, uma vitória e duas derrotas. Por isso, a missão dos botafoguenses é engordar a pontuação, nas próximas rodadas, para respirar nas partidas de volta.

*Por: Franco Ferreira

 

 

Rodada decisiva do Brasileirão define rebaixamento do Cruzeiro; Ceará permanece na elite

A última e decisiva rodada do Campeonato Brasileiro de futebol definiu o rebaixamento do Cruzeiro à série B, no próximo ano. Esta é a primeira vez que o time mineiro disputa a segunda divisão do futebol brasileiro.

Precisando vencer o Palmeiras e torcer por um tropeço do Ceará, o Cruzeiro não conseguiu superar o time paulista e sofreu mais uma derrota por 2 a 0. Os mineiros ainda viram o ‘Vozão’ arrancar um empate em 1 a 1 diante do Botafogo carioca, o que mantinha os cearenses na 1ª divisão independente de qualquer outro resultado. Os outros três times rebaixados são o Avaí, Chapecoense e o CSA.

Campeão por antecipação, o Flamengo terminou o campeonato com 90 pontos, recorde absoluto da competição desde que o torneio foi realizado com 20 clubes na modalidade de pontos corridos.

Com o fim do Brasileirão e a queda da Raposa, agora apenas três clubes nunca foram rebaixados à série: Flamengo, Santos e São Paulo.

Confira os resultados:

Internacional 2 x 1 Atlético Mineiro

Cruzeiro 0 x 2 Palmeiras

Fortaleza 2 x 1 Bahia

Corinthians 1 x 2 Fluminense

Santos 4 x 0 Flamengo

Vasco 1 x 1 Chapecoense

Botafogo 1 x 1 Ceará

Avaí 0 x 0 Athlético-PR

Goiás 3 x 2 Grêmio

CSA 1 x 2 São Paulo

 

 (Foto: Divulgação / Cruzeiro)
paraiba.com.br

 

 

Flamengo quebra outro recorde e tem o ataque mais positivo em uma edição desde que Brasileirão passou a ter 20 clubes

O Flamengo de 2019 vem pulverizando marcas no futebol brasileiro. Neste domingo, o time precisou de apenas quatro minutos para conseguir quebrar outro recorde. Com o gol de Arrascaeta, contra o Palmeiras, a equipe chegou a 78 gols no Brasileirão, superou os números do Cruzeiro em 2013 (77) e tem o ataque mais positivo em uma edição na era dos pontos corridos, desde que a competição passou a ter 20 clubes, em 2006.

Ainda no primeiro tempo, em São Paulo, o Flamengo ampliou com Gabigol. No segundo tempo, novamente com o seu artilheiro, o time de Jorge Jesus marcou mais um e soma 80 gols na competição.

Na última quarta-feira, na goleada por 4 a 1 sobre o Ceará, o Flamengo atingiu a melhor campanha da era dos pontos corridos, desde que o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado por 20 clubes. Com 84 pontos, o Rubro-Negro superou o Corinthians, que em 2015 atingiu 81 pontos.

GE

 

Flamengo bate recorde de melhor campanha do Brasileirão em pontos corridos com 20 clubes

Mesmo com o título brasileiro já assegurado desde domingo, o Flamengo venceu o Ceará por 4 a 1, nesta quarta-feira, no Maracanã, e quebrou o recorde de melhor campanha do Brasileirão de pontos corridos com 20 clubes. A marca pertencia ao Corinthians em 2015.

O Flamengo chegou a 84 pontos, três a mais do que a equipe paulista fez há quatro anos. Faltando três rodadas para acabar a competição, o Rubro-Negro venceu 26 jogos, empatou seis e perdeu três.

Além disso, o Flamengo igualou a marca de melhor ataque do Brasileirão em pontos corridos, com 77 gols. O recorde era do Cruzeiro de 2013, que também tinha Everton Ribeiro como um dos destaques.

Na atual edição, o campeão brasileiro tem os dois artilheiros do torneio: Gabigol, com 22 gols, e Bruno Henrique, com 21.

O Flamengo já é dono do maior número de vitórias em uma mesma edição.

O Brasileirão passou a ser disputado em pontos corridos em 2003, mas com 24 clubes. O torneio tem o formato atual, com 20 equipes, desde 2006.

G1

 

Brasileirão Série C: Náutico vence o Sampaio Correia e conquista o primeiro título nacional da história

O Clube Náutico Capibaribe conquistou o seu primeiro título nacional da história. Em jogo frenético, após vencer o jogo de ida por 3 a 1, o alvirrubro pernambuco empatou em 2 a 2 neste domingo com o Sampaio Correia, no estádio Castelão, em São Luís, Maranhão e levantou a taça.

Sobre o jogo – Com a necessidade de fazer pelo menos dois gols de diferença, o Sampaio Corrêa se lançou ao ataque desde o primeiro minuto e abriu o placar aos 13, quando Everton recebeu pela direita, cortou para o meio e bateu de canhota. A bola quicou no gramado e enganou o goleiro Jefferson. 1 a 0.

No minuto 23, Esquerdinha cruzou na área e Paulo Sérgio cabeceou livre. Jefferson, dessa vez, salvou o Náutico. Quando o placar marcava 29 jogados, Eloir chutou de longe e o goleiro do Timbu espalmou. Ainda deu tempo de Esquerdinha driblar Hereda e cair na área. O Sampaio reclamou demais de pênalti, mas o juiz mandou seguir.

Segundo tempo – O Sampaio Corrêa foi para cima em busca da reação, mas recebeu uma ducha d’água fria aos seis minutos. Jean Carlos cobrou escanteio e Álvaro marcou para o Timbu. O gol fez com que os donos da casa tivessem que marcar mais dois para levar aos pênaltis.

Desanimado, o Sampaio viu o Náutico passar a controlar a partida. No minuto 16, Salatiel fez jogada individual e ficou cara a cara com Jefferson, mas parou no goleiro. Quando o placar marcava 26, outra excelente defesa de Jefferson em cabeceio contra de Eloir.

O Sampaio Corrêa só assustou efetivamente no minuto 36, quando Eloir, agora a favor, mandou uma bomba na trave. Pouco tempo depois, Esquerdinha foi até a linha de fundo e cruzou para Salatiel, sozinho, empurrar e manter vivo o sonho do título. Só que viria outra frustração.

Com 39 jogados, o Náutico se aproveitou da empolgação do Sampaio e marcou com Matheus Carvalho em contra-ataque, garantindo a taça da Série C. No fim, houve uma confusão generalizada e expulsão de Diego, dos visitantes. Nada que tenha apagado o título do Timbu.

 

_
Portal WSCOM

 

 

Flamengo bate o Ceará e é o novo líder do Brasileirão 2019

Com vitória por 3 a 0 sobre o Ceará na Arena Castelão, Flamengo assume a liderança do Campeonato Brasileiro, superando o Santos

O Flamengo é o novo líder do Campeonato Brasileiro, com 33 pontos. A equipe venceu o Ceará por 3 a 0 na Arena Castelão e alcançou a mesma pontuação do Santos. No entanto, supera o time de Jorge Sampaoli pelos critérios de desempate.

O Rubro-Negro Carioca chega a 33 pontos graças ao triunfo obtido na noite deste domingo (25). Pablo Marí e Gabigol fizeram os gols da equipe.

O Santos tinha 32 pontos antes do início da rodada. Contudo, a equipe empatou por 3 a 3 com o Fortaleza na Vila Belmiro.

 

goal

 

 

‘De pernas pro ar’, Corinthians perde com gol de Lucca e reabre Brasileirão

© Ricardo Moreira/Fotoarena/Lancepress!

Título? Tô nem aí, tô nem aí… Pela sexta vez em 12 partidas disputadas no segundo turno do Campeonato Brasileiro, o Corinthians foi derrotado. Só que desta vez o resultado veio com os clichês “requintes de crueldade”: gol de Lucca a favor da Ponte Preta, que venceu por 1 a 0 no estádio Moisés Lucarelli, e a chance de o rival Palmeiras encurtar a distância para apenas três pontos na liderança da tabela. E pior… o jogo seguinte é justamente contra o time de Dudu, Moisés e companhia.

“De pernas pro ar”, como cantava no sucesso dos anos 2000 a xará do autor do gol da Macaca, o Corinthians continua descumprindo tudo aquilo que o fez chegar à liderança disparada do Brasileirão. Não há mais tranquilidade com a bola no pé, as demonstrações de garra diminuem a cada rodada e o repertório ofensivo não chama atenção. Tanto é que a primeira chance surgiu dos pés de Danilo, que ganhou a bola de Fagner e bateu pela linha de fundo.

Sem contar o lance da defesaça de Cássio com Rodrigo impedido, as melhores chances acabaram sendo do Corinthians na sequência. Teve cruzamento de Fagner em que Pablo tirou a bola da cabeça de Jô e errou o alvo e também teve uma blitz impressionante com defesa de Aranha em chute de Jadson, cruzamento de Rodriguinho, desvio do goleiro e chute de Gabriel no travessão. A pressão não rendeu nada, e quem aproveitou foi a Macaca.

Aos 39 minutos do primeiro tempo, Jeferson chegou à linha de fundo após descolar de Gabriel e cruzou para trás. Livre por conta de uma movimentação errada de Arana, Lucca apareceu sem marcação e cabeceou no canto direito de Cássio. Era gol da Ponte. Lembra do pesadelo do Corinthians na bola aérea? Ainda não acabou…

Carille “desatou as mãos” no segundo tempo. Tirou os dois volantes e Romero e colocou apenas jogadores ofensivos (Clayson, Pedrinho e Kazim). Foi Clayson o responsável por uma boa jogada pela esquerda que terminou com defesaça de Aranha após chute de Rodriguinho. A Ponte fazia de tudo para segurar, colocou zagueiro, tentou evitar os cruzamentos na área e garantiu a vitória que sacramenta sua saída da zona de rebaixamento do Brasileirão.

Dono de péssimo aproveitamento no segundo turno, o Corinthians da melhor metade de campeonato na história pode perder a liderança na próxima rodada do Brasileirão.

PONTE PRETA 1 X 0 CORINTHIANS

Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)

Data/hora: 29 de outubro de 2017 (domingo), às 17h

Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo (ambos de SP)

Público e renda: 12.328 pagantes, 13.121 total / R$ 119.620,00

Cartões amarelos: Fernando Bob, Emerson Sheik, Naldo e Danilo Barcelos (PON); Clayson (COR)

Cartões vermelhos:

Gol: Lucca, aos 39’/1ºT (1-0)

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Rodrigo, Yago e Jeferson (Luan Peres, aos 43’/2ºT); Fernando Bob e Wendel (Naldo, aos 32’/1ºT); Lucca (Felipe Saraiva, aos 47’/2ºT), Elton e Danilo Barcelos; Emerson Sheik. Técnico: Eduardo Baptista.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel (Clayson, no intervalo) e Maycon (Kazim, aos 36’/2ºT); Jadson, Rodriguinho e Romero (Pedrinho, aos 29’2ºT); Jô. Técnico: Fábio Carille.

Lance

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Com show de Keno, Palmeiras vence e volta ao G-4 do Brasileirão

Goalmedia Tecnologia e Marketing Digital Ltda

Na tarde deste domingo (15), o Palmeiras encarou o Atlético Goianiense, fora de casa, e conquistou um triunfo por 3 a 1. A partida foi válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado conquistado longe de São Paulo, o Palmeiras volta a vencer após dois tropeços dentro de casa e a ocupar um dos quatro pontos que dão vagas diretas na fase de grupos da Taça Libertadores de 2018. O Verdão ocupa o terceiro lugar da classificação.

Para manter seu posto dentro do G-4, o Palmeiras vai receber a visita da Ponte Preta, nesta quinta-feira (19), diante da Ponte Preta, no Estádio Pacaembu.

O JOGO

Sob o comando do técnico interino Alberto Valentim, o Palmeiras abriu a vitória ainda na primeira etapa, com dois gols antes do intervalo.

Aos 20 minutos, o atacante William recebeu assistência de Keno – após arrancada pelo lado direito – e finalizou sem chances para o arqueiro adversário.

O segundo gol alviverde foi marcado por Moisés, em mais uma bela assistência de Keno, ampliando o placar e encaminhando a vitória.

Na etapa final, o Verdão ampliou com gol marcado de cabeça pelo baixinho Dudu. A assistência foi de quem? ele mesmo, Keno. O Atlético-GO descontou com gol de pênalti anotado por Walter.

 

Torcedores.com

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Fortaleza vence o Belo, que sofre quarta derrota seguida na Série C do Brasileirão

Botafogo-PB e Fortaleza se enfrentaram em busca da reabilitação na Série C na noite desta sexta-feira (21), no estádio Almeidão, em João Pessoa. Jogando mal, o time paraibano sofreu a quarta derrota consecutiva e pode deixar o G4 no fim da rodada. Os dois gols da equipe adversária foram marcados por Bruno Melo. 

Jogando em casa, o Belo começou a partida tentando pressionar e, nos primeiros minutos, rondava bastante a área. Sem muita efetividade, mas controlava as ações do jogo. Mas logo na primeira chegada, o Leão do Pici abriu o placar. Aos 11 minutos, após cobrança de escanteio pela direita, Bruno Melo se antecipou e, no primeiro pau, desviou de cabeça e mandou no canto direito do goleiro para abrir o placar.

Depois do gol sofrido, a equipe pessoense sentiu a pressão e pouco conseguiu criar. A chance mais clara foi em um chute de fora da área de Cleyton, aos 14 minutos, que passou à direita da meta cearense. O Fortaleza se fechou e neutralizou as infiltrações botafoguenses, que aconteciam sempre pelo meio de campo, e assim conseguiu levar a vantagem para o intervalo do jogo.

No segundo tempo, o time da Capital seguia sem conseguir se organizar. O técnico Itamar Schülle voltou com Lito na vaga de Rafael Cruz, mas pouca coisa mudou. Sem conseguir criar, o Belo teve mais de 20 minutos para jogar com um jogador a mais, quando Jefferson foi expulso, aos 25 minutos. Mas ainda assim o time sofria com a criação e também com o visível nervosismo dos jogadores.

A única chance clara de empate no segundo tempo veio aos 42 minutos, quando depois de cruzamento da esquerda, a bola sobrou na grande área para Lito, que encheu o pé, mas mandou a bomba por cima do gol.

Já quase no final da partida, aos 48 minutos, Lito cometeu pênalti em Everton. Na cobrança, Bruno Melo mandou no meio do gol, marcou o segundo dele na partida e fechou o placar. Logo na sequência o árbitro apitou o fim do jogo.

 Voz da Torcida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br


INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627