Arquivo da tag: Botafogo-PB

Treze perde para o Remo e vê Botafogo-PB diminuir vantagem na briga contra a degola

Na noite deste domingo (08), o Treze visitou o Remo, no estádio Mangueirão, pela décima quarta rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Em um jogo bastante brigado e sem tantas oportunidades de gol, os paraneses fizeram valer o mando de campo e se aproveitaram de um lance infantil que gerou pênalti no começo da partida para construir a vitória por 1 a 0.

O lance que definiu o jogo ocorreu logo cedo. Aos 10 minutos, Gilberto Alemão sofreu pênalti bobo cometido por Robson, que nem esboçou reclamação. Salatiel foi para a bola e mandou no canto esquerdo de Andrey, que pulou para o outro lado, e abriu o marcador no Mangueirão para o Remo.

A partida era bastante truncada e o Galo, em desvantagem, buscava as jogadas ofensivas para ir para o intervalo pelo menos com o resultado igual. E em algumas oportunidades se aproximou do gol.

Já no fim da primeira etapa, aos 44, Vinícius Barba cruzou na cabeça de Danilo Bala, que escorou para o gol. A bola chegou a balançar as redes, mas foi pelo lado de fora. Nos acréscimos, aos 47, Douglas Packer cruzou, Nilson Júnior também de cabeça mandou para o gol, mas o arqueiro paraense fez grande defesa e manteve a vantagem para os donos da casa.

Segundo tempo

Durante o intervalo, o técnico Márcio Fernandes fez algumas alterações no Treze. Saíram Gilvan e Danilo Bala para dar lugar a Polegar e Edson Carioca. Mas quem voltou assustando foram os donos da casa.

Já aos 6 minutos, Andrey foi obrigado a fazer grande defesa em chute de Salatiel após passe açucarado de Tcharlles. Três minutos mais tarde Charles foi quem arriscou de fora da área, a bola quicou no chão e explodiu na trave do goleiro trezeano, assustando o time da Paraíba.

Só dava Remo. Aos 12, Ricardo Luz avançou em velocidade pela direita, invadiu a área e cruzou. Gilmar cortou, mas quase mandou contra a própria meta. A bola acabou indo para escanteio. Na cobrança, a defesa afastou e, no rebote, Dudu Mandai pegou de canhota e acertou o poste esquerdo de Andrey.

O Treze chegou com perigo aos 21 minutos. Gustavo cruzou da esquerda, a bola resvalou na defesa e chegou livre em Neto Baiano, que se esticou para tocar na fora, mas bateu nela sem dar direção, e ela foi para fora, em uma oportunidade clara de empate.

Já perto do fim do jogo, da entrada da área, Bruno Mota chutou firme de esquerda. A bola ia no cantinho do goleiro Vinícius, que se esticou todo e conseguiu, com a ponta dos dedos, desviar a bola para a linha de fundo.

Com a derrota, o Treze segue na oitava colocação, com 16 pontos, um a mais que o Botafogo-PB, primeiro time na zona de rebaixamento. O Remo, vice-líder, chega aos 26 pontos e fica muito perto da vaga para a próxima fase. Na sexta-feira (13), o Leão recebe o Santa Cruz, novamente no Mangueirão, enquanto o Galo vai enfrentar o Manaus, no Amigão, no sábado (14)

Ficha técnica

Remo 1 x 0 Treze

Campeonato Brasileiro da Série C 2020
Grupo A – 14ª rodada
Estádio: Mangueirão (Belém)

Arbitragem: Rodrigo Batista Raposo; Kleber Alves Ribeiro e Lucas Costa Modesto, todos do Distrito Federal.

Gols: Salatiel (R)
Cartões amarelos: Tcharlles (R)

Remo: Vinícius, Ricardo Luz, Gilberto Alemão, Mimica, Dudu Mandai (Lailson); Charles, Lucas Siqueira (Ronald), Eduardo Ramos (Carlos Alberto); Tcharlles, Hélio (Gustavo Ermel) e Salatiel (Walace). Técnico: Paulo Bonamigo.

Treze:Andrey, Gustavo, Ítalo, Nilson Júnior, Gilmar (Douglas Lima); Robson (Cláudio Murici), Vinícius Barba, Douglas Packer (Bruno Mota), Danilo Bala (Polegar), Gilvan (Edson Carioca) e Neto Baiano. Técnico: Márcio Fernandes.

 

VozDaTorcida

 

 

Botafogo-PB perde para o Santa Cruz e segue no Z-2 da Série C

Na noite deste domingo (25), o Botafogo-PB foi até o estádio Arruda enfrentar o Santa Cruz pela décima segunda rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro.

O Belo até equilibrou uma partida contra o líder, mas acabou perdendo por 1 a 0 devido a um pênalti bobo cometido por Kellyton e convertido por Didira. O time pessoense segue na zona de rebaixamento, com dois pontos a menos que o Treze, primeira equipe fora do Z2.

Com a derrota, o Belo segue com 11 pontos na nona colocação, dentro da zona de rebaixamento. O Santa Cruz chegou aos 27 e disparou na liderança. O Botafogo-PB volta a campo no domingo (01), quando irá receber o Jacuipense-BA, no Almeidão. Um dia antes, o tricolor pernambucano vai até o Maranhão encarar o lanterna Imperatriz.

Mesmo com desfalques de última hora do atacante Diego Rosa e do lateral-direto Marcos Martins, o Botafogo-PB começou bem o jogo e frequentava o campo ofensivo. Em jogada pelo lado esquerdo, aos 11 minutos, Rodrigo Andrade cortou para o meio e, quando achou espaço, chutou de perna direita, mas a bola foi por cima da meta pernambucana.

Antes dos 15 minutos, o meio-campista Higor Leite sentiu uma lesão sozinho após pisar em falso no gramado, foi preciso ser substituído e deixou o campo chorando para dar lugar ao volante Mineiro.

E aos 16, o Santa Cruz teve um pênalti ao seu favor. Após cruzamento da direita, o árbitro Leonardo Sígari Zanon marcou pênalti de Kellyton após o lateral-direito agarrar Jaderson na área. Na cobrança, aos 18, Didira mandou no canto direito de Felipe, que pulou para o outro lado, e abriu o placar.

A situação do Belo se complicou mais ainda aos 29 minutos, quando Luís Gustavo se chocou com Jaderson, se contundiu e precisou ser substituído por Donato.

Em nova investida, o Botafogo-PB quase empatou aos 35. Ramon deu bom passe para Rodrigo Andrade na meia direita. O camisa 10 avançou e tocou para Cristian, que invadiu a área e bateu cruzado de direita, mas o goleiro Luiz Fernando fez grande defesa e desviou a bola, que ainda resvalou na trave e foi para escanteio.

Segundo tempo

Na volta do intervalo Rogério Zimmermann colocou o Botafogo-PB para frente sacando o lateral-direito Kellyton e colocando o atacante David Batista em seu lugar.

E aos 4 minutos, Juninho arriscou da intermediária com um chutaço e o goleiro do Santa Cruz se esticou todo para fazer ótima defesa e evitar que a bola entrasse no seu ângulo esquerdo.

Seis minutos mais tarde o Santa Cruz quase amplia o marcador após jogada pela esquerda. A bola foi cruzada, Felipe espalmou, os dois times ficaram disputando na pequena área, mas a Rodrigo conseguiu afastar antes de Pipico completar para o gol.

Na sequência, Perí cruzou da esquerda e Lourenço apareceu sozinho na marca do pênalti para bater de canhota, mas o goleiro botafoguense caiu no seu canto esquerdo e fez a defesa.

A partida ficou equilibrada, com o time da estrela vermelha tentando pressionar, mas sem exigir muito do goleiro, e a Cobra Coral aproveitando os espaços dados para contra atacar.

Ficha técnica

Santa Cruz 1 x 0 Botafogo-PB

Campeonato Brasileiro da Série C 2020
Grupo A – 12ª rodada
Estádio: Arruda (Recife)

Arbitragem: Leonardo Sígari Zanon, Luciano Reggenbaum e Jefferson Cleiton Piva da Silva, todos do Paraná.

Gols: Didira (S)
Cartões amarelos: Lourenço (S); Kellyton, Felipe, Vitinho (B)

Santa Cruz: Luiz Fernando (Jordan), Toty, Danny Morais, William Alves, Perí (Leonan); Bileu, Paulinho (André), Didira; Lourenço (Tinga), Jaderson (Kleiton) e Pipico. Técnico: Marcelo Martellote.

Botafogo-PB: Felipe, Kellyton (David Batista), Luís Gustavo (Donato), Rodrigo, Christianno (Fernando Júnior); Vitinho, Juninho, Rodrigo Andrade, Higor Leite (Mineiro); Cristian (Mário) e Ramon. Técnico: Rogério Zimmermann.

 

VozDaTorcida

 

 

Treze vence clássico tradição contra o Botafogo-PB e conquista a 1ª vitória na Série C

O Clássico Tradição válido pela Série C do Campeonato Brasileiro terminou com a vitória do Treze, pelo placar de 2 a 0, sobre o Botafogo-PB na tarde deste sábado (3), no Estádio Amigão, em Campina Grande. A partida foi válida pela 9ª rodada da competição nacional. Os gols foram marcados ainda no primeiro tempo de jogo, com Ítalo, aos 10 minutos, e Ramon, que anotou contra o patrimônio, ao 32 minutos.

Esta foi a primeira vitória do Treze na Série C 2020. O Galo da Borborema conquista três pontos importantes na luta contra o rebaixamento e, com um jogo a menos, respira na competição. Já o Belo sofreu a terceira derrota e ficou muito próximo de entrar na zona da degola.

O Treze volta a campo para cumprir jogo atrasado da primeira rodada, contra o Imperatriz-MA, na próxima quinta-feira (8), às 20h, no Estádio Amigão, em Campina Grande.

Já o Botafogo-PB entra em campo no sábado (10), às 17h, contra o Ferroviário-CE, no Almeidão, em João Pessoa.

 

Portal WSCOM

 

 

Botafogo-PB fica no empate com o Remo e segue perto da zona de rebaixamento

O Botafogo-PB conseguiu arrancar um empate com o Remo-PA por 0 a 0 neste domingo, no Estádio Mangueirão, em jogo válido pela sétima rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro.

O resultado, no entanto, não foi bom para o time paraibano, já que permanece à frente do Treze, penúltimo colocado na zona de rebaixamento. O Belo chegou aos sete pontos na tabela. Já o Remo segue no G-4, com 10 pontos ganhos.

Na partida deste domingo em Belém, o Bota foi melhor que o adversário paraense em quase todo o confronto, mas errou demais na finalização e abusou dos cruzamentos à área.

O Leão Azul paraense cresceu no final do confronto, pressionou após a expulsão do zagueiro Donato, entretanto, uma testada certeira de Eduardo Ramos parou em uma grande defesa do goleiro Samuel, um dos destaques do embate.

Na próxima rodada, o Botafogo-PB enfrenta o Paysandu, sábado, no Estádio Almeidão. Por sua vez, o Remo recebe o Manaus-AM, no domingo.

O JOGO

A primeira chegada perigosa aconteceu aos 11 minutos e foi com a equipe dona da casa. Marlon cruzou na cabeça de Gustavo Hermel, que colocou no canto do goleiro botafoguense, que fez grande defesa para evitar o primeiro gol do jogo.

Bem organizado em campo, o Belo procurava as saídas em velocidade e em uma dessas jogadas, aos 18 minutos, Lohan recebeu na área e finalizou na trave, mas a arbitragem assinalou impedimento no lance.

Em sua especialidade, o chute de fora da área, o lateral-esquerdo Marlon soltou a bomba aos 28 minutos e tirou tinta da trave direita do time paraibano.

Perto do fim da primeira etapa, a melhor chance do Botafogo-PB veio em um chute cruzado de Juninho, que por pouco não é desviado por Lohan, e acabou cruzando toda pequena área.

Foto: Ascom/Remo

Segundo tempo

Depois do intervalo a equipe pessoense seguia bem organizada e sem ceder espaços para o Remo atacar. Mazola Júnior mexia na sua equipe em busca de alternativas, mas não conseguia furar a boa postura botafoguense no gramado.

Juninho reabriu os trabalhos para o Botafogo-PB aos 8 minutos, quando passou pelos zagueiros e tocou para Lohan, mas a bola foi com muita força.

E aos 19, o Belo chegou a balançar a rede com Lohan após cobrança de escanteio, mas o árbitro Alinor Silva da Paixão havia marcado um empurrão do atacante em Gilberto Alemão antes, e anulou o gol.

Dois minutos mais tarde, Marlon bateu da entrada da área e a bola quase passou por baixo das pernas de Samuel Pires, mas o goleiro se recuperou e agarrou a pelota.

Por volta dos 24, Zimmermann mexeu no Belo colocando Léo Moura e Dico nas vagas de Higor Leite e Ramon.

A torcida do Botafogo-PB ficou de cabelo em pé aos 34 minutos, quando Eduardo Ramos cobrou escanteio da esquerda e Fredson subiu livre para cabecear. A bola foi no canto esquerdo de Samuel Pires, que só olhou e torceu, e acabou passando a milímetros de seu poste.

Na reposição do lance, o Belo perdeu a bola, que ficou com Tcharlles perto da área. Donato parou a jogada com falta, recebeu o segundo amarelo e foi para o chuveiro mais cedo, deixando a equipe com um jogador a menos.

O Remo pressionava devido a vantagem numérica e em cruzamento de Marlon, aos 42, Eduardo Ramos cabeceou firme no canto esquerdo, mas o goleiro do Belo fez excelente defesa e salvou o time pessoense.

Com o empate, o Botafogo-PB chegou aos 7 pontos e continua na oitava colocação, com quatro pontos e um jogo a mais que o Treze, primeiro time na zona de rebaixamento, e dois pontos atrás do Jacuipense-BA, quarto colocado. Outro paraense será o próximo adversário do Belo. No sábado (26), o time enfrenta o Paysandu no Mangueirão.

Por sua vez, o Remo fica na terceira posição da chave, com 10 pontos. Na oitava rodada o clube vai receber o Manaus, no domingo (27).

Ficha técnica

Remo 0 x 0 Botafogo-PB

Campeonato Brasileiro da Série C 2020
Grupo A – 7ª rodada
Estádio: Mangueirão (Belém)

Arbitragem: Alinor Silva da Paixão, Marcelo Grando e Fernanda Kruger. Todos do Mato Grosso.

Gols:
Cartões amarelos: Gilberto Alemão, Tcharlles, Fredson, Eduardo Ramos (R); Donato, Marcos Martins (B)
Cartão vermelho: Donato (B)

Remo: Vinícius, Rafael Jensen, Fredson, Gilberto Alemão, Marlon; Charles, Lucas Siqueira, Carlo Alberto (Eduardo Ramos), Hélio (Dioguinho); Gustavo Ermel (Wallace) e Tcharlles. Técnico: Mazola Júnior.

Botafogo-PB: Samuel Pires, Marcos Martins, Donato, Marcelo Xavier, Christianno; Vitinho, Juninho (Erivélton), Rodrigo Andrade, Higor Leite (Léo Moura); Ramon (Dico) e Lohan (Luís Gustavo). Técnico: Rogério Zimmermann.

* Com Vozdatorcida

 

 

Sérgio Meira renuncia ao cargo de presidente do Botafogo-PB

O presidente do Botafogo-PB, Sérgio Meira, renunciou ao cargo no início da noite desta quarta-feira (2). O agora ex-mandatário do Belo alegou motivos pessoais para tomar a decisão, além de possibilitar que, segundo ele “uma melhor e importante condução” assuma o clube de João Pessoa.

Recentemente, a oposição política do Belo, encabeçada pelo ex-comandante do Departamento Jurídico do clube, o advogado Alexandre Cavalcanti, havia firmado um acordo com a atual diretoria, para tocar setores estratégicos da equipe, como o departamento de futebol e o setor financeiro.

Veja o documento:

 

(Foto: Arquivo/Jornal CORREIO)

portalcorreio

 

 

Botafogo-PB cede empate para o Jacuipense e continua sem vencer na Série C

O Botafogo-PB empatou com o Jacuipense por 1 a 1, nessa sexta-feira (28), no estádio Metropolitano Governador Roberto Santos, o  Pituaçu, em Salvador. A partida isolada deu pontapé de início para a quarta rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C.

Com o resultado, os donos da casa foram para a quarta colocação, com quatro pontos. A zona de classificação ainda tem Santa Cruz-PE e Remo-PA, com sete, e Ferroviário-CE, com seis.

O Belo por outro lado, fica em oitavo, com dois, à frente apenas de Imperatriz-MA, com um, e o zerado Treze-PB. Os maranhenses, porém, fizeram apenas um jogo; os paraibanos, dois.

PRIMEIRO TEMPO
Mesmo atuando como visitante, o Botafogo-PB é que começou controlando as ações na primeira etapa. Logo aos quatro minutos da etapa inicial, Ramon conseguiu desviar a bola por cima do travessão após escanteio de Rodrigo Andrade. E foi justamente Ramon quem abriu o placar.

Pouco depois, aos oito, ele aproveitou rebote depois de bela trama pelo lado direito para bater no cantinho e estufar as redes. Aos 15, Vitinho bateu forte após passe de Juninho, mas mandou para fora. Na reta final, o Jacuipense-BA equilibrou as ações, deixando o duelo travado.

ETAPA FINAL
As estratégias para o segundo tempo foram bem claras. Os donos da casa passaram a mandar no ritmo e abusavam das bolas alçadas. Os visitantes, por outro lado, contavam com a atuação do goleiro Felipe para parar os cruzamentos e tentar sair em contra-ataques.

Melhor nos últimos 45 minutos, os mandantes foram premiados com o gol de empate – um golaço – após pressionarem. Aos 35, após falta cometida por Vitinho, que foi amarelado por conta da infração, Rafael Bastos foi para a cobrança e, mostrando imensa categoria, acertou o ângulo.

SEQUÊNCIA
A rodada terá prosseguimento no sábado, com mais dois jogos, e no domingo, com mais cinco partidas. Já na quarta-feira (2), às 16h, após findar participação na primeira fase do Paulista A2, o São Bento-SP receberá o Ypiranga-RS, no Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).

O complemento acontece no dia 30 de setembro, quarta-feira, quando o Tombense-MG, que disputa a decisão estadual diante do Atlético-MG, enfrenta o Criciúma-SC, às 20h, no Antônio de Almeida, em Tombos (MG).

PRÓXIMOS JOGOS
O Botafogo-PB volta a campo no sábado, 5, no estádio Frei Epifânio, em Imperatriz (MA), quando, às 17h, encara o Imperatriz-MA, enquanto o Jacuipense-BA enfrenta o Paysandu-PA, às 20h de quarta-feira, 9, na Curuzu, em Belém (PA). Os duelos serão válidos pela quinta rodada da primeira fase da Série C.

 

Foto: Renan Oliveira / Jacuipense

WSCOM com Futebol Interior

 

 

Patrocinadores ameaçam romper seus contratos se grupo investigado na ‘Operação Cartola” voltar a dirigir Botafogo/PB

Em 2018, foi deflagrada a ‘Operação Cartola’ na Paraíba. Além de entidades do futebol paraibano, a operação apura o envolvimento do ex-vice-presidente do Botafogo-PB, Breno Morais Almeida. Ele é acusado de integrar o núcleo da liderança do esquema criminoso, para manipular resultado de partida de futebol.

Mesmo após dois anos, a ‘Operação Cartola’ têm respigado conseqüências no Botafogo-PB. Hoje (11), os dirigentes do clube foram surpreendidos por alguns patrocinadores. Eles ameaçaram romper seus contratos, considerando a possibilidade do retorno de grupo que praticou corrupção no futebol da Paraíba por anos.

Diante disso, o Belo poderá perder patrocínios, pois as empresas não querem vincular sua marca, caso o retrocesso na direção do clube aconteça.

 

pbagora

 

Torcedores do Botafogo-PB pedem renúncia da diretoria e saída de Léo Moura durante protesto na Maravilha do Contorno

Os torcedores do Botafogo-PB voltaram a protestar, na tarde desta terça-feira (11), em frente a sede do clube, a Maravilha do Contorno, no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa. Eles pediram a renúncia da Diretoria do Clube e a saída do jogador Léo Moura. Essa é a segunda vez que os torcedores se manifestam insatisfeitos com a eliminação do Campeonato Paraibano 2020 ocorrido na semana passada quando o time perdeu para o Treze de Campina Grande.

Com carro de som, torcedores gritavam frases de ordem e os que estavam mais próximos da entrada da Maravilha do Contorno chegaram a bater boca com o presidente, Sérgio Meira. O protesto acontece no mesmo dia em que o Botafogo-PB apresenta o novo técnico do time, Rogério Zimmerman, conforme apurou o ClickPB.

O técnico assume o lugar de Mauro Fernandes, que foi demitido na última quinta-feira (06) após a derrota do time para o Treze de Campina Grande. Interinamente assumiu Varley, que volta como auxiliar técnico. A Polícia Militar esteve no local para acalmar os ânimos. Nos vídeos abaixo é possível observar o clima de insatisfação de um grupo de torcedores.

 

 

clickpb

 

Treze e Botafogo-PB se enfrentam para decidir segundo finalista do Paraibano

Precisando vencer por três gols de diferença para avançar, o Treze terá missão dura contra o Botafogo-PB nesta quarta-feira (05), às 21h30, no estádio Amigão, no segundo jogo das semifinais do Campeonato Paraibano de 2020. Depois de perder por 2 a 0 em João Pessoa, o Galo, caso vença por dois gols de vantagem, leva a decisão para os pênaltis. O Belo pode ser derrotado por um gol para ser finalista do estadual.

Com o ataque precisando funcionar para vencer, mas com o menor número de gols marcados entre os semifinalistas, o alvinegro vai precisar mudar de postura na tentativa de alcançar a final do estadual e quebrar um jejum sem títulos que vem desde 2011.

O treinador Moacir Júnior, que viu seus comandados balançarem as redes apenas uma vez após o retorno do torneio, no Clássico dos Maiorais, com o zagueiro Nilson Júnior, não tem desfalques para o jogo. O meio-campista Bruno Mota, que cumpriu suspensão no jogo de ida, volta a ficar à disposição e deve ganhar vaga entre os titulares.

Pelo lado do Belo, a boa vantagem conseguida no jogo de ida, no qual sequer sofreu sustos, liga o alerta para que a atenção esteja em alta para evitar algum tipo de acomodação. O time busca sua quarta final de estadual consecutiva, e para estar novamente entre os dois melhores, o que acontece desde 2013.

Para o duelo em Campina Grande, Mauro Fernandes, técnico do Botafogo-PB, vai ter que jogar sem o meio-campista Rodrigo Andrade, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O lateral-direito Léo Moura e o volante Rogério, se recuperando de lesões, seguem desfalcando a equipe. O lateral-esquerdo Mário Sérgio, que desfalcou a equipe no jogo de ida, deve retornar. Pimentinha e Christianno aguardam novos exames de Covid-19, já que os últimos tiveram resultados inconclusivos, para saber se ficam à disposição.

O finalista garante vaga na Copa do Brasil de 2020.

Transmissão

O Clássico Tradição que definirá o segundo finalista do Campeonato Paraibano será exibido na TV Itararé, para a região de Campina Grande, e na 13 TV no Youtube.

Arbitragem

O controverso Wagner Reway vai comandar a partida, auxiliado por  Kildenn Tadeu e Ruan Neres. Thiago Galdino e Dorgival Júnior serão os quatro e quinto árbitros, respectivamente. Thales Gabriel foi escalado como assistente reserva.

Escalações

Treze: Jeferson, Léo Pereira, Breno Calixto, Nilson Júnior, Gilmar; Robson, Bruno Mota, Alexandre Santana (Dedé); Tales, Douglas Lima e Ermínio. Técnico: Moacir Júnior.

Botafogo-PB: Felipe, Juninho, Fred, Luís Gustavo, Mário; Mineiro, Everton Heleno, Marcos Vinícius, Cássio Gabriel, Kelvin e Lohan. Técnico: Mauro Fernandes.

Voz da Torcida

 

 

Salvador ganha força e Botafogo-PB deve jogar reta final da Copa do Nordeste na Bahia

A Bahia deve ser anunciada como sede da reta final da Copa do Nordeste 2020. Com a indefinição quanto à liberação dos jogos em Pernambuco, que segue sem data, Salvador levou a melhor também sobre Fortaleza e será escolhida como cidade sede para abrigar os jogos, que devem ter início entre 18 e 19 de julho.

A tendência é que Salvador resolva os últimos detalhes burocráticos nesta segunda-feira e, com isso, seja a escolhida. A data, no entanto, ainda pode sofrer ajustes. Com isso, o time do Botafogo-PB, que já retornou aos treinos e iniciou sua preparação, deve viajar para a capital baiana nos próximos dias.

Sobre o retorno

A princípio, as partidas ocorrerão na Fonte Nova, Pituaçu, Barradão e Joia da Princesa, em Feira de Santana, estádios eleitos para receber os confrontos.

A expectativa do anúncio é para o início desta semana. Para isso, a capital baiana precisa validar os protocolos junto à CBF, processo que está em fase final e deve ocorrer nesta segunda-feira.

Com cinco datas ainda por disputar, a Copa do Nordeste deve ser finalizada em até 10 dias. Período visto como suficiente para não atrapalhar os Estaduais da região.

No início de julho, o prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto, abriu as portas da cidade para a competição que, por conta da pandemia causada pela Covid-19, será disputada em sede única.

Confira a tabela antes da parada:

Imagem reprodução

WSCOM