Arquivo da tag: Bahia

Ceni aceita proposta do Flamengo e já não comanda o Fortaleza contra o Bahia

O Flamengo está perto de anunciar novo técnico. Após a demissão de Domènec Torrent, o clube agiu rápido e iniciou as conversas com Rogério Ceni para o comando da equipe. O treinador aceitou a proposta da diretoria rubro-negra e deixa o cargo de comandante no Fortaleza após quase três anos, interrompidos por uma breve passagem pelo Cruzeiro. Ceni deve ser anunciado após assinar contrato com o Flamengo até fim de 2021.

Além dele, o preparador físico Danilo Augusto, os auxiliares Charles Hembert e Nelson Simões também irão. Ceni já se despediu do elenco do Fortaleza e agradeceu a dirigentes e jogadores.

Rogério Ceni tem passagem marcada para o Rio de Janeiro na manhã desta terça-feira e vai direto para o Ninho do Urubu. A ideia da diretoria rubro-negra é que ele já comande o treino e esteja à beira do campo na partida contra o São Paulo, quarta-feira, no Maracanã, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Rogério Ceni — Foto: José Leomar/SVM

Rogério Ceni — Foto: José Leomar/SVM

Em 2020, Rogério Ceni chegou ao quarto título com o Fortaleza: Série B do Campeonato Brasileiro, Copa do Nordeste e o bicampeonato do Cearense. O técnico sai após 153 jogos, com 81 vitórias, 33 empates e 39 derrotas.

O treinador comandou atividade do Tricolor cearense nesta segunda-feira, no turno da manhã. Após a atividade, o grupo embarcou para Salvador. O Leão encara o Bahia na próxima quarta-feira, mas Ceni não irá comandar a equipe.

GE

 

“Municípios estão se recusando a testar população contra a Covid-19 com medo do impacto eleitoral”, diz secretário de Saúde da Bahia

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, declarou que apesar de o Governo do Estado oferecer testes para Covid-19, inclusive do tipo RT-PCR, considerado o mais confiável, alguns municípios estão se recusando a testar a população com medo de que isso possa ter impacto nas eleições municipais deste ano.

“Nós estamos no pé dos municípios. Oferecemos uma capacidade de testagem próxima a 5 mil exames por dia e estamos processando menos da metade. Isso porque ativamente, alguns deles, estão escondendo os testes que estão sendo realizados”, afirmou o secretário.

A acusação feita por Villas-Boas não citou o nome ou a quantidade de municípios que estaria recusando a testagem para Covid-19 e, procurada, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) também não detalhou. Mas segundo levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI), dos 417 municípios baianos, 16 deles tiveram queda no número de testes realizados.

Entre os cinco com maior redução na porcentagem estão Lagoa Real (-90%), Itaparica (-76%), Andaraí (-74%), Muquém do São Francisco (-73%) e Santa Rita de Cássia (-73%). A assessoria da SBI pontuou que o levantamento dos municípios que tiveram diminuição de testagem não apresenta os motivos da redução. Podendo ser considerados assim diversos fatores, como a redução de casos suspeitos, o que tornaria legítima a redução de testes, por exemplo.

A infectologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Raquel Stucchi, destacou a importância da testagem no combate à pandemia e definiu como grave a possível recusa na realização dos exames.

“A forma de fazer diagnóstico é testando, então quanto mais testes eu faço na população maior a chance de controlar a epidemia, evitando um aumento do número de casos. É gravíssimo que os gestores municipais não queiram fazer o teste na população, que está disponível, com medo que isso atrapalhe uma eventual campanha. É colocar em risco a saúde da população, é no mínimo improbidade administrativa”, ressaltou.

Apesar de ser uma das principais recomendações para conter o avanço do vírus, o Brasil ainda não consegue cumprir a testagem em massa. Nos últimos meses a quantidade de exames realizados aumentou, mas ainda está longe de ser suficiente, principalmente nos municípios do interior do país. Dados divulgados pelo Ministério da Saúde no último mês apontaram ainda que o ritmo de processamento dos exames na rede pública caiu 10% na comparação de agosto a setembro.

Campanhas

Outra preocupação é que as campanhas no interior do estado voltaram a registrar aglomerações, com trios-elétricos, desrespeitando as normas de segurança sanitária estabelecidas. O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), lançou uma campanha que conscientiza os candidatos a realizarem as programações externas diante aos eleitores. Com a determinação os partidos e coligações devem adotar medidas necessárias para que as campanhas atendam recomendações.

Procurado pela reportagem do portal Brasil61.com para repercutir a diminuição da testagem nos municípios em razão do período eleitoral, o TRE-BA indicou que o assunto deveria ser tratado com o Ministério Público Eleitoral, que também não se pronunciou. A Procuradoria-Regional Eleitoral, o Conselho Nacional dos Secretários e Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) também não se posicionaram.

Fonte: Brasil 61

 

 

Salvador ganha força e Botafogo-PB deve jogar reta final da Copa do Nordeste na Bahia

A Bahia deve ser anunciada como sede da reta final da Copa do Nordeste 2020. Com a indefinição quanto à liberação dos jogos em Pernambuco, que segue sem data, Salvador levou a melhor também sobre Fortaleza e será escolhida como cidade sede para abrigar os jogos, que devem ter início entre 18 e 19 de julho.

A tendência é que Salvador resolva os últimos detalhes burocráticos nesta segunda-feira e, com isso, seja a escolhida. A data, no entanto, ainda pode sofrer ajustes. Com isso, o time do Botafogo-PB, que já retornou aos treinos e iniciou sua preparação, deve viajar para a capital baiana nos próximos dias.

Sobre o retorno

A princípio, as partidas ocorrerão na Fonte Nova, Pituaçu, Barradão e Joia da Princesa, em Feira de Santana, estádios eleitos para receber os confrontos.

A expectativa do anúncio é para o início desta semana. Para isso, a capital baiana precisa validar os protocolos junto à CBF, processo que está em fase final e deve ocorrer nesta segunda-feira.

Com cinco datas ainda por disputar, a Copa do Nordeste deve ser finalizada em até 10 dias. Período visto como suficiente para não atrapalhar os Estaduais da região.

No início de julho, o prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto, abriu as portas da cidade para a competição que, por conta da pandemia causada pela Covid-19, será disputada em sede única.

Confira a tabela antes da parada:

Imagem reprodução

WSCOM

 

Bahia registra primeira morte de paciente com covid-19

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) registrou a primeira morte pelo novo coronavírus (Covid-19) no estado. A informação foi divulgada na manhã deste domingo (29).

O paciente era um homem de 74 anos, que estava internado em um hospital privado de Salvador. Ele estava entubado e em diálise continua. A Sesab não divulgou mais detalhes sobre o paciente e nem quando ocorreu a morte.

O idoso estava internado no Hospital da Bahia, segundo confirmou a assessoria de comunicação do hospital.

Até a noite de sábado (28), a Sesab havia confirmado mais quatro novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no estado. Com isso, o total de casos confirmados no estado totaliza 127.

Boletim

Os novos casos divulgados no último boletim são em Itagibá (1) e Salvador (3). Não há detalhes sobre os perfis dos pacientes, como gênero, idade e forma de contaminação. De acordo com a secretaria, 1.380 suspeitas foram descartadas. O órgão também divulgou que 2.702 casos estão em investigação.

A Secretaria de Saúde informou também que, do total de infectados, 17 pessoas já estão curadas e outras 14 hospitalizadas. O restante dos infectados está em isolamento domiciliar.

Segundo informações do órgão, 58,3% dos casos confirmados são mulheres e 41,7% são homens. A faixa de idade em que mais foram registrados casos foi entre 30 e 39 anos, representando 25,58% do total.

Porém, o coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos, seguida da faixa de 80 e mais, indicando o maior risco de adoecer entre os idosos.

Os municípios com casos positivos são: Alagoinhas (01); Barreiras (01); Brumado (01); Camaçari (01); Canarana (01); Conceição do Jacuípe (01); Conde (01); Feira de Santana (09); Ilhéus (02); Ipiaú (01); Itabuna (02); Itagibá (01); Jequié (01); Juazeiro (02); Lauro de Freitas (07); Porto Seguro (10); Prado (03); Salvador (81 casos, sendo 60 residentes na capital, 1 residente em Mossoró RN, 1 São Paulo e 1 Miami); São Domingos (01); Teixeira de Freitas (01); e 4 em investigação epidemiológica.

Os números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com os Cievs municipais.

A Sesab ressalta que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

O diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades primárias de atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

 

G1

 

 

Palmeiras empata com Bahia e fica 13 pontos atrás do Flamengo

O Palmeiras apenas empatou contra o Bahia por 1 a 1, neste domingo, em Salvador, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e viu o líder Flamengo, que venceu o Grêmio por 1 a 0, ampliar a vantagem na ponta da competição. Agora o time paulista tem 68 pontos, contra 81 do rival. Na matemática da taça, o clube alviverde pode dar o título de bandeja para os cariocas caso não vença o Grêmio no próximo domingo.

Desde os primeiros minutos dava para perceber que o Bahia seria ofensivo e buscaria o gol, ao contrário dos visitantes, que estavam bastante precavidos no confronto. E até por isso não demorou para o goleiro Weverton se destacar, pois a movimentação ofensiva dos baianos deixava um jogador em boa posição a todo momento.

Logo aos quatro minutos, Arthur Caíke aproveitou o cruzamento da esquerda e cabeceou, mas a bola foi no meio do gol e Weverton segurou. Pouco depois, o goleiro palmeirense fez uma ótima defesa em um chute de Gilberto, evitando o pior. Já aos 19, o próprio centroavante do Bahia tentou marcar, mas o voleio saiu fraco em direção ao gol.

O Palmeiras não conseguia articular uma jogada na frente e pecava na criação. E a defesa tomava sufoco diante de um adversário a fim de mostrar serviço em casa. Aos 35 minutos, Elber recebeu em velocidade e chutou, mas Weverton salvou mais uma vez. Só que aos 46, em uma cobrança de falta, Arthur Caíke cobrou, a bola passou no meio da barreira e o goleiro alviverde nada pôde fazer para impedir o gol do Bahia.

No segundo tempo, o técnico Mano Menezes tentou tirar o Palmeiras do marasmo colocando Borja e Lucas Lima. Apesar de não mexer tanto na maneira de jogar do time, as duas alterações melhoraram a equipe. Logo aos 2 minutos, o centroavante colombiano chutou de virada e a bola passou raspando, assustando o goleiro Douglas.

Depois, em uma ótima chance, Dudu deu um lindo passe para Bruno Henrique que, sozinho, mandou por cima do gol. Só aos 25 minutos veio o empate. Borja recebeu de Zé Rafael, chutou e deixou tudo igual. Pouco depois, Lucas Lima mandou da entrada da área e Douglas espalmou, evitando a virada do Palmeiras.

No final da partida, os dois técnicos mandaram as suas equipes para o ataque e o confronto ficou aberto com ambos os times querendo a vitória. Borja, quase sem querer, de barriga, quase fez o segundo, mas Douglas salvou. Nos acréscimos, Willian recebeu de Dudu, escolheu o canto, mas mandou para fora, perdendo a chance de dar a vitória para o Palmeiras.

 

Band

 

 

Estelionatário foragido da Cadeia de Solânea é preso na Bahia

O estelionatário Allan Júnior Fernandes, foragido da Cadeia de Solânea/PB em maio deste ano, foi preso em uma blitz de rotina na cidade de Eunápolis, Estado da Bahia, quando trafegava em um veículo com placas adulteradas na BR 101 e foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal na tarde desta quarta-feira 02.10.2019.

De acordo com o delegado Seccional de Solânea/PB, Diógenes Fernandes, a informação da prisão foi confirmada com a Polícia Civil do Estado da Bahia, onde o foragido apresentou documento falso, identificando-se como Alisson Carlos Fernandes, 32 anos, e encontra-se custodiado na delegacia de Eunápolis/BA. No momento da  abordagem, Allan Júnior estava acompanhado de sua mulher Ana Cristina de Oliveira e sua enteada de 14 anos, oriundas da cidade de Soledade/PB.

Ainda de acordo com o delegado, o investigado Allan Júnior é um estelionatário que responde processos em mais de dez Estados e foi preso por Polícias Civis da 21 Seccional em Solânea no dia 17 agosto de 2018. Allan foragiu da Cadeia local de forma inusitada em 19 de maio de 2019, quando foi liberado pelos funcionários da Cadeia para ir a um motel e não mais retornou, ainda subtraindo a arma de fogo funcional de responsabilidade do diretor da Cadeia.

Na época a Polícia Civil indiciou os Agentes Penitenciários pelos crimes de facilitação dolosa de fuga e prevaricação, sendo o foragido também indiciado pelo furto da pistola, onde o inquérito Policial foi enviado à Justiça.

 

 Informações da Delegacia Seccional em Solânea

 

 

Acidente envolvendo caminhão da banda de Léo Santana deixa mortos na Bahia

Um acidente envolvendo um caminhão da banda do cantor Léo Santana deixou duas pessoas mortas na BR-116, na altura da cidade de Itatim, a cerca de 220 km de Salvador, no sábado (6). A informação foi confirmada pela assessoria do artista.

Conforme a nota divulgada pela produção do cantor, neste domingo (7), as vítimas estavam em um caminhão contratado para transportar os equipamentos da banda. Não há informações sobre as causas do acidente.

De acordo com a ViaBahia, o acidente aconteceu por volta das 9h, na altura do km 523, quando o caminhão da banda bateu de frente com outro veículo do mesmo porte.

Léo Santana falou sobre o acidente no Instagram — Foto: Reprodução/ Instagram

Léo Santana falou sobre o acidente no Instagram — Foto: Reprodução/ Instagram

No Storie do Instagram, Léo lamentou o acidente e falou sobre a relação com as vítimas.

“É muito ‘punk’ ter que trabalhar quando se recebe uma notícia ruim, drástica. Um caminhão da minha banda, da minha equipe, com duas pessoas que trabalhavam na equipe da gente acabou batendo de frente com uma carreta. Os dois vieram a falecer. Ter que trabalhar com isso na cabeça é muito forte, é muito punk. Fica meus pêsames para os familiares do Gustavo e do Nabo, que eram moleques que eu gostava demais. Que Deus conforte os corações de vocês”, disse o artista.

Léo fez shows na noite de sábado em Fortaleza e em São Gonçalo do Amarante, ambas no Ceará. A agenda do artista segue normalmente.

Produção do artista confirmou acidente através de um anota divulgada para a imprensa, neste domingo (7). — Foto: Divulgação

Produção do artista confirmou acidente através de um anota divulgada para a imprensa, neste domingo (7). — Foto: Divulgação

 

G1

 

 

Inter passa pelo Bahia em Salvador e encosta na liderança

Mostrando maturidade e segurança, o Internacional foi a Arena Fonte Nova enfrentar o Bahia e confirmou a boa fase: Gol de Patrick e triunfo sobre o Bahia por 1 a 0. Com o resultado e o empate em 1 a 1 do Paraná contra o São Paulo, agora o Colorado está a apenas um ponto dos paulistas na tabela do Brasileirão.

Por sua vez, o resultado interrompeu uma série sem derrotas na competição do Tricolor Baiano que durava desde antes da Copa do Mundo. Além disso, a equipe nordestina fica na 12ª posição continuando com 22 pontos.

Patrick comemora gol do Internacional
Patrick comemora gol do Internacional

Foto: Tiago Caldas / Fotoarena / Estadão Conteúdo

O jogo

A primeira grande oportunidade do jogo favoreceu a equipe que conseguia ser mais constante no campo de ataque como era o caso do Internacional. Depois de passe espirrado na zaga baiana, Camilo apareceu frente a frente com Anderson, mas bateu cruzado tirando demais da meta e a bola passou do lado esquerdo.

Os erros de passe do Bahia frente a uma marcação tão acertada como se posicionava o time Colorado. Com isso, cada vez mais se tornava raro ver a equipe da casa efetivamente ter a posse e conseguir espaços para armar uma jogada de ataque.

Foi somente em um erro na saída de bola do time visitante que o Tricolor da Boa Terra conseguiu levar bastante perigo a meta de Lomba. Roubando a bola na intermediária, Zé Rafael teve campo para arrumar o corpo e bater forte para ver a bola raspar o travessão.

Apesar dos visitantes preferirem a troca de passes no chão, foi por um lançamento que surgiu o lance do gol. Depois de bola lindamente dominada por Rossi dentro da área, na base da habilidade e velocidade o camisa 22 girou na marcação e cruzou na medida para a chegada de Patrick concluir de cabeça para as redes.

No trecho final da primeira etapa, o Bahia passou a ter mais atitude, empurrado também por estar atrás do marcador e apostando bastante nas bolas aéreas, porém, sem a efetividade necessária para alterar novamente o marcador.

Disputa de bola em Bahia x Inter
Disputa de bola em Bahia x Inter

Foto: Tiago Caldas / Fotoarena / Estadão Conteúdo

Segundo tempo

Assim como foi no primeiro tempo, quem inaugurou as chances perigosas foi o time dirigido por Odair Hellmann. Em cobrança de falta vindo da ponta esquerda feita por Camilo, o volante Rodrigo Dourado testou para o chão e forçou Anderson a fazer uma complicada intervenção.

O Bahia até tentava tomar as rédeas da partida com a posse de bola superior, mas continuava esbarrando na postura retraída bem organizada do time gaúcho e não criava. Quem mais sofria nesse panorama eram Edigar Junio e Gilberto, pouco acionados diante do intenso acompanhamento dos zagueiros e volantes do Inter.

A entrada de Régis melhorou a “inspiração” da ofensiva de Salvador, criando dois bons lances onde o chute de Léo encontrou a boa defesa de Marcelo Lomba e Gilberto, em cruzamento muito preciso, cabeceou por cima em lance claro de gol.

Mesmo melhorando por alguns momentos, em via de regra o time de Enderson Moreira não conseguiu implementar um alto e constante nível de pressão sobre o Inter.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 0 X 1 INTERNACIONAL

Data-hora: 22/08/2018 – 19h30
Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (CBF-SC)
Assistentes: Helton Nunes e Alex dos Santos (ambos CBF-SC)
Público-renda: 18.671 pessoas – R$ 339.261,00
Cartões amarelos: Lucas Fonseca (BAH), Willian Pottker, Edenílson (INT)
Cartões vermelhos: 
Gols: Patrick (22’/1°T) (0-1)

BAHIA: Anderson; Bruno (Clayton, aos 38’/2°T), Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Vinícius (Marco Antonio, aos 28’/2°T), Zé Rafael e Edigar Junio (Régis, aos 13’/2°T); Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Dudu (Zeca, aos 24’/2°T) Victor Cuesta, Rodrigo Moledo e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson e Patrick; Camilo (Brenner, aos 28’/2°T), Rossi (Juan Alano, aos 22’/2°T) e William Pottker. Técnico: Odair Hellmann.

 

Lance

Bahia explora erros do Corinthians e vence por 2 a 0 em casa

Em mais uma atuação fraca no segundo turno do Campeonato Brasileiro, o líder Corinthians conheceu a sua quarta derrota no torneio e desperdiçou a oportunidade de ficar mais perto do título. Na noite deste domingo, o time alvinegro perdeu por 2 a 0 para o Bahia, na Arena Fonte Nova, com gols incomuns: o primeiro numa falha infantil de Fagner e o segundo com a meta vazia após Cássio se aventurar no ataque.

Vinicius comemora o gol que abriu o placar da partida em Salvador.
Vinicius comemora o gol que abriu o placar da partida em Salvador.

Foto: Will Vieira/Raw Image/Gazeta Press

Com 58 pontos ganhos, o Timão pode ver a distância diminuir para o Santos (48), que nesta segunda-feira enfrenta o Vitória, no Pacaembu. Já o Bahia, que luta contra o rebaixamento, subiu quatro posições e agora ocupa o décimo lugar, com 35 pontos.

Ainda confortável na ponta da tabela, o Corinthians voltará a campo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), para enfrentar o Grêmio, em Porto Alegre. No dia seguinte, às 21 horas, o Bahia tentará manter a invencibilidade de quatro partidas diante do Flamengo, na Ilha do Urubu.

O jogo – Sem intensidade, o Corinthians começou sendo dominado pelo Bahia, que quase abriu o placar aos 23 minutos, quando Zé Rafael tabelou com Rodrigão e arriscou de fora da área, exigindo grande defesa de Cássio.

Logo depois, o time da casa chegou perigosamente mais uma vez: após cruzamento da direita, Edigar Junio assustou de cabeça. Apesar dos passes errados, o Corinthians aos poucos foi melhorando na partida.

Aos 33 minutos, a equipe paulista teve a sua melhor chance no primeiro tempo. Romero avançou sozinho pela direita e cruzou na medida para Jô testar na pequena área. A bola quicou no chão, mas o goleiro Jean foi rápido e evitou o gol alvinegro.

O segundo tempo começou na mesma toada, com o Bahia pressionando e o Corinthians apostando nos contra-ataques. Tentando torná-los mais velozes, Fábio Carille colocou Marquinhos Gabriel no lugar de Jadson.

E, em um deles, quase tirou o grito de gol da garganta de seu torcedor: aos 21 minutos, Fagner carimbou a zaga e, no rebote, Maycon bateu de primeira, mas Jean, caído no chão, fez a defesa. Mas, em uma falha infantil de Fagner, que teve a bola roubada ao tentar sair jogando na área, Vinicius aproveitou o vacilo para vazar Cássio aos 26 minutos.

No fim, Carille ainda pôs o ‘talismã’ Clayson e Giovanni Augusto em campo, mas o Corinthians continuou inofensivo e ainda viu o Bahia ampliar o placar nos acréscimos, quando Cássio, na tentativa de empatar, deixou o gol vaziou e viu Marquinhos Gabriel errar passe que culminou em contra-ataque concluído por Régis.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 2 x 0 CORINTHIANS

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 15 de outubro de 2017, domingo

Horário: 19 horas (Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)

Público: 23.413 pagantes

Renda: R$ R$ 719.882,00

Cartão Amarelo: Jô e Camacho (Corinthians)

Cartão Vermelho: –

Gols:

BAHIA: Vinicius, aos 26 minutos do 2º tempo, e Régis, aos 48 minutos do 2º tempo

BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Renê Júnior, Edson e Vinicius (Matheus Sales); Zé Rafael (Allione), Rodrigão (Régis) e Edigar Junio

Técnico: Paulo César Carpegiani

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Camacho e Maycon (Giovanni Augusto); Rodriguinho, Jadson (Marquinhos Gabriel) e Romero (Clayson); Jô

Técnico: Fábio Carille

Gazeta Esportiva

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Fla bate Bahia com estreia e passe sem querer de E. Ribeiro

O Flamengo não mostrou um bom futebol neste domingo, mas venceu por 1 a 0 o Bahia, na Fonte Nova, pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os rubro-negros chegaram a 17 pontos e vão dormir na terceira colocação da Série A. Já os baianos seguem com dez e entram na zona de rebaixamento.

O Bahia foi melhor na partida até a expulsão do zagueiro Lucas Fonseca, ainda no primeiro tempo. A partir daí, o time rubro-negro teve mais posse de bola, mas sofria com os contra-ataques dos donos da casa, que eram mais perigosos. Só que no segundo tempo, após assistência sem querer de Éverton Ribeiro, a bola sobrou para Berrío finalizar para a rede e decretar a vitória carioca em Salvador.

Na próxima rodada, o Flamengo terá pela frente o São Paulo, no domingo, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, o Bahia joga o clássico contra o Vitória, no Barradão.

Foto: Raul Spinassé/A Tarde / Futura Press

O jogo – O duelo começou movimentado, com as duas equipes em busca do ataque. O Bahia teve a primeira boa chance de gol aos nove minutos. Zé Rafael roubou a bola de Willian Arão e arriscou de longe, mas para fora. A resposta do Flamengo veio aos 13, quando Diego achou Guerrero na área, só que o peruano chutou fraco, facilitando a defesa de Jean.

Aos poucos, o Bahia dominou as ações e passou a pressionar o Flamengo. Aos 20 minutos, Zé Rafael levou a melhor sobre Rafael Vaz na linha de fundo e cruzou, mas viu Rhodolfo salvar os rubro-negros. Depois, aos 29, Lucas Fonseca quase abriu o placar, só que cabeceou errado.

Quando o Bahia era superior em campo acabou ficando com um homem a menos após Lucas Fonseca receber o segundo cartão amarelo. O zagueiro acertou chute sem bola em Guerrero e ficou discutindo com o peruano após o lance.

Foto: Will Vieira/Raw Image / Gazeta Press

Mesmo com um homem a menos, o Bahia permanecia mais perigoso. Zé Rafael roubou a bola de Diego no meio, foi em direção ao gol e chutou para boa defesa de Thiago. O Flamengo respondeu no minuto seguinte, em finalização em força de Guerrero que parou em Jean.

Nos minutos finais, a partida ganhou em emoção, pois o Flamengo passou a pressionar, mas dava espaço para os contra-ataques do Esquadrão de Aço. Os donos da casa quase marcaram aos 44 minutos, em chute de Allione que parou em grande defesa de Thiago. Nos acréscimos, foi a vez dos cariocas responderem em cabeceio de Willian Arão que foi próximo do gol de Jean. Assim, o duelo foi para o intervalo com o placar inalterado na Fonte Nova.

No segundo tempo, o time carioca voltou pressionando os mandantes em busca do gol, mas sofria com os erros de passes. Assim como na etapa inicial, os donos da casa tinham espaço para avançar e tiveram a primeira boa chance de marcar aos 11 minutos. Zé Rafael cobrou falta e quase acertou o ângulo de Thiago. Os rubro-negros só finalizaram aos 16, com Trauco, de longe, que parou em defesa de Jean.

Foto: Walmir Cirne/Coofiav / Gazeta Press

O Bahia permanecia sendo mais perigoso e teve nova chance de marcar aos 20 minutos. Mendoza recebeu passe na entrada da área e finalizou para o gol. O goleiro Thiago tentou a defesa, mas a bola escorregou de mão e passou por cima do travessão para sua sorte.

Quando o Flamengo mais sofria no segundo tempo, acabou “achando” o gol, aos 28 minutos. Éverton Ribeiro tentou o chute, mas deu um passe para Berrío. O colombiano finalizou cruzado,m sem chance para Jean.

Depois do gol, os cariocas passaram a administrar o resultado. Com isso, o Bahia perdeu o espaço para os contra-ataques e teve dificuldade em buscar o empate. Assim, o duelo diminuiu o ritmo até o apito final do árbitro.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 0 X 1 FLAMENGO

Local : Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 25 de junho de 2017, domingo

Hora: 16h (de Brasília)

Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)

Assistentes: Marcio Eustaquio Santiago (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)

Renda: R$ 730.534,50

Público: 14.065 pagantes

Cartões amarelos: Matheus Reis (Bahia); Guerrero, Rodinei e Éverton Ribeiro (Flamengo)

Cartões vermelhos: Lucas Fonseca (Bahia)

GOL: FLAMENGO: Berrío, aos 28min do segundo tempo

BAHIA: Jean, Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Matheus Sales, Juninho, Vinícius (Rodrigo Becão) e Allione (Régis Souza); Zé Rafael e Edigar Junio (Mendoza)

Técnico: Jorginho

FLAMENGO: Thiago, Rodinei, Rhodolfo, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão (Berrío), Diego e Everton Ribeiro (Cuéllar); Matheus Sávio (Vinícius Júnior) e Guerrero

Técnico: Zé Ricardo

Gazeta Esportiva

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br