Arquivo da tag: avaliada

Fisco apreende 13 toneladas de alimentos; carga é avaliada em R$ 200 mil

Reprodução Whatsapp

Uma carga com 13 toneladas de gêneros alimentícios foi apreendida pelo Fisco Estadual da Paraíba, em Campina Grande. A carga, avaliada em cerca de R$ 200 mil, estava com nota fiscal irregular, segundo o Fisco Estadual, que fez a apreensão. A multa para regularização e liberação dos produtos custa R$ 43 mil.

A apreensão ocorreu na quinta-feira (9) e os produtos estavam sendo transportados de Recife com destino a Campina Grande. Segundo o auditor-fiscal, Osvaldo Dunga, a mercadoria seria repassada para comerciantes do município.

“Essa apreensão foi no girador Raimundo Asfora, na entrada da cidade, onde já estávamos monitorando. O carregamento vinha de Recife para ser distribuído em Campina Grande fazendo concorrência desleal com os comerciantes daqui que pagam impostos”, explicou o responsável pela apreensão.

Ele disse ainda que a documentação estava irregular e a multa para regularização custa R$ 43 mil. “Nosso trabalho tem sido intenso para não permitir que esses produtos irregulares, onde não se pagam impostos, não seja fator de uma concorrência desleal para os nosso comerciantes, que pagam seus encargos. É um ação constante de 24 horas por dia”, destacou o auditor-fiscal. A mercadoria só será liberada após o pagamento da multa e regularização.

Por Alexandre Kito, do Jornal Correio da Paraíba

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Polícia apreende carga de cigarros contrabandeados avaliada em R$1 milhão

cigarroA Polícia Civil da Paraíba, por meio de um trabalho investigativo dos Grupos Tático Especial (GTE) de Pombal e Sousa, no Sertão paraibano, apreendeu, na manhã dessa sexta-feira (9), mais de 800 caixas de cigarros contrabandeados.

O material estava escondido no sitio Flores, localizado na zona rural de Pombal. A mercadoria era comercializada na região sem notas fiscais.

De acordo com informações do delegado André Rabelo, na ocasião, também foram presos dois homens em flagrante.

“Os dois suspeitos ainda tentaram fugir, mas foram contidos pelos policiais. Entretanto, ainda tentaram convencer os investigadores a não realizarem o flagrante e a apreensão dos cigarros, mas foram imediatamente repreendidos pelos policiais civis. As caixas de cigarros foram levadas para delegacia da cidade”, disse o delegado.

A mercadoria foi avaliada em mais de R$ 1 milhão e foram necessários dois caminhões para transportar o cigarro apreendido. Depois de serem ouvidos, os suspeitos e a carga foram encaminhados para a Policia Federal, responsável pelas investigações de contrabando e descaminho.

A Polícia Civil vai continuar o trabalho de investigação para identificar outros suspeitos do crime.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Encontrado corpo de caminhoneiro desaparecido na Paraíba quando transportava carga avaliada em R$ 3 milhões

natanaelFoi encontrado no final da tarde desta terça-feira (28) o corpo do caminhoneiro pernambucano Natanael Amaro da Silva, 33 anos, desaparecido desde a manhã da última sexta-feira (24). Ele transportava uma carga de medicamentos, avaliada em R$ 3 milhões.

De acordo com as primeiras impressões colhidas no local onde o corpo foi encontrado, o motorista provavelmente cochilou ao volante e acabou caindo numa vala que fica no meio de uma pequena ponte na BR-230, próximo ao Distrito de Galante, em Campina Grande. O corpo, já em decomposição, ainda estava preso ao cinto de segurança e todo o conteúdo da carga permaneceu intacto. O corpo foi encontrado por um agricultor que reside próximo à região onde o veículo caiu.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Natanael dirigia um caminhão de placas KHF – 7094, transportando a carga valiosa na BR-230, fazendo o percurso João Pessoa-Campina Grande; ao passar pela cidade de Riachão do Bacamarte, Região Metropolitana de Campina, não foi mais localizado através do sistema de rastreamento da empresa na qual trabalhava. As informações foram confirmadas por um amigo do rapaz.

Devido ao alto valor da carga, a polícia foi acionada pela transportadora logo após a perda de contato com Natanael e chegou a cogitar a possibilidade dele ter sido sequestrado. A empresa onde a vítima trabalhava é a Jarfry Logística, sediada em Recife/PE, mas com filiais em João Pessoa e Campina Grande.

Natanael Amaro morava no bairro de Janga, na cidade de Paulista/PE; ele era casado e pai de uma criança de dois meses.

 

Portalcorreio com informações de Márcio Rangel

Em PE, carga de tecido avaliada em meio milhão de reais é recuperada

Carga de tecidos apreendida pela PRF em PE (Foto: Divulgação / Polícia Rodoviária Federal)

Uma carga de tecidos que havia sido roubada e estava avaliada em R$ 598 mil foi recuperada, na noite do sábado (09), na BR-232, em Gravatá, Agreste de Pernambuco, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O roubou ocorreu durante a madrugada, em Currais Novos, no Rio Grande do Norte, e a Polícia Rodoviária interceptou o caminhão em Gravatá. O veículo estava atrelado ao semi-reboque roubado com a carga. Todo o material ainda estava intacto.

A ocorrência foi encaminhada à delegacia de Polícia Civil do município de Vitória de Santo Antão, na Mata Sul. Em depoimento, o motorista contou que havia sido contratado em Mamanguape, na Paraíba, para levar o tecido até Caruaru, no Agreste pernambucano.

“Ele alegou que não sabia que a carga era roubada, mas nós já levantamos a ficha dele, que é suja. Ele já foi preso por assalto e porte de arma”, disse o delegado de plantão de Vitória de Santo Antão, Rodolfo Barcelar.

Em depoimento à PRF, o motorista ainda afirmou que o seu caminhão estava sendo acompanhado por um veículo com dois homens, sendo um deles o que o contratou para o serviço. Durante o interrogatório, a PRF disse que o suposto contratante ligou para o motorista informando que estava parado com outra carreta em um posto de combustível na cidade de Pombos, também no Agreste de Pernambuco.

Agentes da Federal e da Polícia Militar foram ao posto e confirmaram que a carreta e o veículo realmente estiveram no local, mas já tinham ido embora, tomando outra direção que não a de Gravatá. A segunda carreta não foi localizada, mas confirmou-se que toda a carga de tecidos roubada estava sendo transportada no caminhão interceptado.

O motorista foi autuado em flagrante por receptação de carga roubada e adulteração de sinal identificador de veículo, já que as placas dianteira e traseira eram diferentes. O suspeito foi encaminhado para o Presídio de Vitória de Santo Antão.

G1 PB