Arquivo da tag: Auto Esporte

STJD exclui Auto Esporte e Desportiva Guarabira da 2ª divisão do Campeonato Paraibano

A Comissão Extraordinária do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) – atualmente o TJD-PB está sob intervenção do tribunal superior – excluiu na tarde desta terça-feira o Auto Esporte e a Desportiva Guarabira do Campeonato Paraibano. Como as equipes caíram para a segunda divisão do torneio no ano passado e pretendem disputar a competição neste ano, a decisão pode impedir que os clubes participem do torneio de acesso. Ainda cabe recurso aos clubes.

Além da pena maior, os clubes foram multados, cada um, em R$ 5 mil. Ambos foram incursos no artigo 231 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (STJD), acusados de entrar na Justiça Comum antes de esgotadas as instâncias desportivas.

Auto Esporte e Desportiva Guarabira fizeram várias ações em conjunto a fim de se garantirem nas disputas da primeira divisão do Campeonato Paraibano deste ano. Os dois clubes ingressaram tanto na Justiça Comum quanto na Justiça Desportiva, alegando que Botafogo-PB e Campinense que deveriam ser rebaixados, já que fizeram parte de um suposto esquema que manipula resultados no estadual do ano passado.

Na esfera desportiva, dirigentes dos dois clubes foram banidos e suspensos do futebol. Já na esfera criminal, o processo segue em andamento, mas até agora ninguém foi julgado. Mesmo que não houvesse o rebaixamento dos clubes no lugar de Auto Esporte e Desportiva, as diretorias do Alvirrubro e do Espantalho do Brejo pediam que seus times fossem incluídos no Paraibano deste ano, o que foi denegado pelo STJD em um outro julgamento.

O advogado do Auto Esporte, Eli Veloso, disse que o clube ainda não foi notificado da decisão, mas que, se for verdade o resultado, o clube vai recorrer.

– Não fomos notificados oficialmente. Se essa informação for confirmada, iremos recorrer. Temos o direito de ação resguardado pela Constituição Federal, então o corpo jurídico do Auto Esporte vai analisar e tomar as providências cabíveis – comentou.

Auto Esporte e Desportiva Guarabira foram os piores times no Campeonato Paraibano de 2018. Por terem caído, as equipes tinham direito de disputar a segunda divisão do estadual. O Macaco, por exemplo, já estava se organizando no departamento de futebol para as disputas.

GE

 

 

Jogadores do Auto Esporte se negam a treinar por causa de atraso salarial

Os jogadores do Auto Esporte estão de braços cruzados por causa do atraso de salários. E o protesto deve continuar pelo menos até que uma reunião para tratar do assunto aconteça entre o elenco e a presidência do clube. Os atletas, inclusive, não treinaram na tarde desta terça-feira, mas a previsão é que o encontro entre diretores e jogadores aconteça na tarde desta quarta. As informações são da Rádio Tabajara.

O protesto aconteceu ontem à tarde. No horário marcado para o treino, os jogadores estiveram no Estádio Mangabeirão. Mas eles não entraram em campo e ainda avisaram que a paralisação deve se manter até que a diretoria venha conversar sobre o pagamento do salário do mês de março.

auto esporte, campeonato paraibano (Foto: Pedro Paulo / Auto Esporte)Auto Esporte resolve entrar em greve (Foto: Pedro Paulo / Auto Esporte)

Os jogadores não quiseram falar com a imprensa. E o capitão Fábio Bilica seria o porta-voz do grupo.

A crise acontece em um momento importante para o Auto Esporte no Paraibano. O Alvirrubro está na briga pela última vaga na semifinal do Campeonato Paraibano e tem um jogo importante neste domingo, contra o Internacional-PB.

O Clube do Povo está na sexta colocação da tabela do Campeonato Paraibano, com 22 pontos conquistados em 17 jogos, sendo seis vitórias, quatro empate e sete derrotas. O Alvirrubro está brigando pela classificação junto com Atlético de Cajazeiras, que está em quarto lugar; e o Serrano-PB, que está em quinto.

Fábio Bilica, Auto Esporte (Foto: Divulgação / Auto Esporte)Fábio Bilica teria sido eleito porta-voz do elenco do Auto Esporte (Foto: Divulgação / Auto Esporte)
G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Em jogo de oito gols, Campinense vence Auto Esporte e encosta no líder do Estadual

Foto: Paraibaonline
Foto: Paraibaonline

Em um jogo emocionante e de muitos gols, o Campinense venceu o Auto Esporte por 5 a 3 no Estádio Almeidão, no fechamento da 13ª rodada do Campeonato Paraibano. Augusto, foi o grande nome do confronto com a marcação de três gols do triunfo raposeiro. Os outros foram anotados por Diego Torres e João Paulo. Pelo lado do Auto, marcaram Gil Bala, Isaías e Cesinha, respectivamente.

Com o resultado, a Raposa segue firme na vice-liderança, agora com 25 pontos, três a menos que o líder  Botafogo-PB. Já o Auto estacionou na terceira posição, com 19. Na próxima rodada, o Campinense vai encarar o rival Treze, enquanto que o Alvirrubro pega o Botafogo, no Botauto pessoense.

O JOGO

Mesmo jogando fora de casa, o Campinense entrou em campo determinado a conquistar mais uma vitória no Estadual. Tanto é que partiu com tudo para cima do Auto Esporte e abriu o placar  logo aos 18 minutos. Após cobrança de falta de Diego Torres, o goleiro Danilo deu rebote nos pés de Augusto, que teve o trabalho de colocar para dentro das redes.

Apesar de dominar o jogo, a Raposa acabou sendo surpreendida em um lance de contra-ataque do Alvirrubro. O meia Gil Bala avançou sozinho e se aproveitou de uma falha do goleiro Gledson para empatar a partida, aos 39 minutos.

No entanto, aos 47, o Campinense voltou a ficar na frente do marcador, com gol de pênalti   marcado por Diego Torres. E após a cobrança, o árbitro João Bosco Sátiro encerrou o primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o time rubro-negro voltou com o estreante Fábio Gama em lugar de Casagrande. Já o Auto trocou Gil Bala por Samuel. Mas logo aos dois minutos, a Raposa marcou o terceiro. Maranhão recebeu e cruzou na medida paraa Augusto finalizar em gol.

Apesar de ter tomado o terceiro gol, o Auto Esporte não se abalou. Foi para cima dos raposeiros e conseguiu diminuir o placar com Isaías, aos 21 minutos. Animado, o Auto partiu em busca do empate. E conseguiu. Fernando Pires saiu jogando errado, Léo Lima ficou com a bola e tocou para Cesinha, chutar sem chances para Gledson. Aos 32 minutos.

O gol incendiou o jogo na reta final. O Campinense, que dominava o adversário, agora passou a buscar a vitória a todo custo. E conseguiu sacramentar o placar nos minutos finais com mais dois gols. João Paulo desempatou aos 43 e Augusto, o artilheiro da noite, anotou o quinto. Foi o terceiro tento do atacante no jogo.

Ficha Técnica

Campinense: Glédson, Joécio, Fabinho (Duda), Osvaldir e Rafael Jensen; Fernando Pires, Magno (João Paulo), Diego Torres e Augusto; Casagrande (Fábio Gama) e Maranhão.  Técnico: Sérgio China
Auto Esporte: Danilo, David (Bruno), Tiago Bob, Fábio Bilica e Tadeu; Jé (Cesinha), Émerson Bastos, Gil Bala (Samuel) e Léo Lima; Van Basten e Isaías. Técnico: Severino Maia
Árbitro – João Bosco Sátiro

Assistentes –  Sousa Júnior e Tarcísio José
Gols – Augusto (C), aos 18min, Gil Bala (AE) aos 38min; Diego Torres (C), aos 47min do 1º T; Augusto (C) aos 2min, Isaías (AE) aos 20min, Cesinha (AE), aos 32min, João Paulo (C), Augusto (C) aos 45min do 2º T
Cartão amarelo – Émerson Bastos (AE),Osvaldir (C)

paraibaonline

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Sem Marcelinho, Treze tropeça e perde para o Auto Esporte, em JP

Treze-e-AutoA rodada de número nove do Campeonato Paraibano começou, neste sábado (18), com a realização de dois jogos. No Almeidão, em João Pessoa, o Auto Esporte não tomou conhecimento do Treze, e proporcionou a segunda derrota consecutiva para a equipe galista, vencendo o jogo por 2 a 1. Com a vitória o ‘Macaco Autino’ sobe para a quinta colocação na classificação.  já o Galo cai para o sexto lugar.

O Treze não pôde contar com o seu maior destaque, Marcelinho Paraíba, que cumpriu suspensão após receber o terceiro cartão amarelo.

No CT Ivan Tomaz, também em João Pessoa, o Internacional recebeu o Atlético de Cajazeiras e as duas equipes não marcaram gols. O empate fez o Inter subir uma posição na tabela, ficando agora em terceiro lugar. Já  o Atlético permanece em segundo, mesmo tendo conquistado mais um ponto.

A rodada final dos jogos de ida será completada neste domingo (19), com mais três jogos. Sem Michell,Plinio,  Sapé , Amarildo, Rafael Oliveira, Diogo Campos e ainda Rafael Luz, que deixou o Clube após acertar com o Oeste de Itápolis-SP, o líder Botafogo vai até Cajazeiras enfrentar o Paraíba, no Perpetão.

Já o Sousa, depois de conquistar sua primeira vitória na rodada passada diante do CSP, recebe o Serrano no Marizão, e em Campina Grande no Amigão o Campinense enfrenta a equipe do CSP.

Confira classificação

Clubes PG J V E D GP GC SG
 1º-   Botafogo  18  8  6  0  2  12  7  5
2º-  Atlético 15 9 4 3 2 6 3 3
3º-  Internacional 13 9 3 4 2 5 4 1
4º-  Campinense 12 8 3 3 2 11 7 4
5º-  Auto Esporte 12 9 3 3 3 9 9 0
6º-  Treze 12 9 3 3 3 7 7 0
7º-  Serrano 11 8 3 2 3 9 11 -2
 CSP 8 8 2 2 4 7 11 -4
 Sousa 6 8 1 3 4 5 7 -2
10º  Paraíba 6 8 1 3 4 3 8 -5

Albemar Santos

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Com gol nos acréscimos, Bota-PB vence Auto Esporte e reassume liderança

Um gol nos acréscimos do segundo tempo garantiu mais uma vitória do Botafogo-PB em um clássico Botauto.

Neste domingo (22), pela quinta rodada do Campeonato Paraibano de 2017, o zagueiro Gustavo Henrique deus os três pontos que recolocaram o Belo na liderança da competição, e deixaram o Auto Esporte ainda na lanterna.

Como em quase todo dérbi, a partida foi muito brigada e recheada de cartões amarelos. Sem nenhuma cena lamentável, as punições aconteceram apenas pela força excessiva utilizada em algumas jogadas. No total, seis cartões foram aplicados, sendo quatro botafoguenses e dois automobilistas.

Quem chegou com algum perigo pela primeira vez foi o Auto Esporte. Aos 13 minutos, Cesinha lançou a bola para Van Basten, que chutou cruzado, de pé esquerdo, e obrigou Michel Alves a se esticar todo para mandar a bola para escanteio.

Cinco minutos mais tarde foi a vez do Botafogo-PB quase abrir o placar. Gustavo cobrou falta próximo da marca de escanteio, Gustavo Henrique subiu mais que a defesa e cabeceou, mas a bola passou a esquerda da trave esquerda defendida por Danilo.

O jogo ficava muito amarrado e sem muitas oportunidades de gol. Jogando com três zagueiros, o alvirrubro de Mangabeira tinha uma postura mais defensiva e não dava espaços para o Botafogo-PB, que por sua vez, jogando com três volantes no meio campo, tinha pouca criatividade e dependia muito das jogadas em velocidade de Wanderson, que não surtiram efeito.

Percebendo a falta de opções para armar, ainda antes do intervalo, o treinador Itamar Schulle tirou Amarildo e colocou Luiz Paulo, que entrou na lateral esquerda e deslocou Tarcísio, que estava improvisado no lado do campo, na armação, sua posição de origem, junto com Raphael Luz.

Para o segundo tempo Itamar colocou o time ainda mais para cima, sacando Tarcísio e colocando o atacante Biro Biro em seu lugar logo na volta do intervalo.

Foto: Voz da Torcida

Antes do primeiro minuto da segunda etapa quase o Belo abre o placar. Raphael Luz cobrou falta pela esquerda e Rafael Oliveira desviou de cabeça, no canto esquerdo rasteiro de Danilo, que se esticou todo e conseguiu espalmar a bola, afastando o perigo.

Por sua vez, o Auto Esporte fez uma bonita jogada aos 14 minutos do segundo tempo e quase marcou o seu também. Gil Bala dançou na frente de Robston quase na bandeira de escanteio do lado direito do campo, tabelou com Arthur, que de dentro da área, chutou de perna esquerda, mas a bola subiu demais e passou por cima do travessão.

Na melhor oportunidade do jogo até então, o Botafogo-PB chegou bem com Biro Biro pela direita. O xodó da torcida botafoguense invadiu a área e bateu cruzado, de pé direito. Danilo rebateu para o meio, Gustavo pegou a sobra e a defesa bloqueou o chute. Wanderson ainda tentou empurrar para as redes, mas Júlio afastou o perigo da pequena área automobilista.

Mas quem chegou ao gol primeiro foi o Auto Esporte. Aos 23 minutos, Tadeu fez boa jogada pela direita, limpou Gustavo Henrique e bateu cruzado. A bola ia cruzar a pequena área, mas Van Basten apareceu nas costas de Plínio e só empurrou de pé direito para o gol vazio, estufando a rede e abrindo o placar no Almeidão.

Três minutos mais tarde, Júlio tentou cortar o cruzamento e colocou a mão na bola dentro da área. Pablo Alves assinalou pênalti. Rafael Oliveira foi para a bola, tocou no canto esquerdo de Danilo, que foi para o outro lado, e deu a resposta imediata do Botafogo-PB, empatando o jogo.

O Belo teve uma chance espetacular para virar o jogo aos 41 do segundo tempo. A bola sobrou na pequena área para Raphael Luz, que ficou só com o goleiro Danilo a sua frente. O meia encheu o pé esquerdo, mas o arqueiro alvirrubro conseguiu fazer grande defesa e evitou o segundo gol do Botafogo-PB.

Na base da pressão, o Botafogo-PB conseguiu virar o jogo. Aos 48 do segundo tempo, Gustavo cobrou falta na área, Rafael Oliveira desviou de cabeça para Danilo defender, mas no rebote, o zagueiro Gustavo Henrique, quase na linha do gol, só tocou na bola para marcar o gol que garantiu a vitória botafoguense.

Os três pontos recolocam o Botafogo-PB na liderança isolada do Paraibano, agora com 12 pontos. No meio da semana, na quinta-feira (26), o Belo tem compromisso pela Copa do Nordeste, quando irá a Natal enfrentar o América-RN. Pelo estadual, o time volta a campo no domingo (29), no Amigão, em Campina Grande, onde enfrentará o Serrano.

Já o Auto Esporte segue sem vencer, somando apenas 2 pontos, ocupando a lanterna do certame. Na próxima rodada o alvirrubro enfrentará o Sousa, no Marizão.

Ficha técnica

Botafogo-PB 2 x 1 Auto Esporte

Campeonato Paraibano 2017 (5ª rodada)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Pablo Alves; José Maria Neto, e Michelson Nóbrega

Gols: Rafael Oliveira, Gustavo Henrique (B);Van Basten (A)
Cartões amarelos: Amarildo, Plínio, Gustavo Henrique, Robston (B); Cesinha, Tiago Bob (A)

Botafogo-PB: Michel Alves, Gustavo, Plínio, Gustavo Henrique, Tarcísio (Biro Biro); Djavan, Amarildo (Luiz Paulo), Robston, Raphael Luz; Wanderson (Warley), Rafael Oliveira. Técnico: Itamar Schulle.

Auto Esporte: Danilo, Tiago Bob, Júlio, Fábio Bilica; Naldo (Emersonn Bastos), David (Izaias), Tadeu, Léo Lima, Tadeu, Gil Bala; Cesinha (Arthur), Van Basten. Técnico: Severino Maia.

paraibaonline

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Auto Esporte anuncia Fábio Bilica para 2017

Foto: Allan Hebert
Foto: Allan Hebert

As dicas que o presidente do Auto Esporte, Watteau Rodrigues dava sobre o ‘grande reforço’ já davam a certeza de que se tratava do zagueiro paraibano Fábio Bilica. Ontem, o defensor de 37 anos foi apresentado durante uma entrevista coletiva no CT Evandro Lélis, em João Pessoa.

Nascido em Campina Grande, Bilica teve uma passagem rápida pelo futebol paraibano, em 1996, atuando pelo Vila Branca de Solânea, porém o início oficial da sua carreira foi através do Vitória-BA, no mesmo ano. Em 1998, embarcou para uma temporada no futebol italiano, onde jogou em times como Venezia, Brescia, Palermo e Ancona.

Em 2004, Fábio resolveu voltar ao futebol brasileiro e vestiu a camisa de dois clubes: Goiás e Grêmio. Porém, acostumado com o esporte em outro continente, em 2005, Bilica voltou a atuar no futebol europeu, atuando no FC Köln (Alemanha), FC Istres (França) e U Cluj (Romênia).

A partir de 2008, o defensor viveu um dos grandes momentos da sua carreira, quando decidiu se transferir para o futebol turco. Lá, Bilica jogou no Sivasspor, Elazığspor e no Fenerbahçe, onde conquistou três títulos.

Fábio Bilica também faz parte da seleta lista de paraibanos que vestiram a camisa verde-amarela. O zagueiro teve duas oportunidades, sendo uma no Campeonato Mundial Sub-20, em 1999 e no Torneio Pré-Olímpico Sul-Americano Sub-23, quando foi campeão ao lado de grandes nomes como Ronaldinho e Athirson, comandados pelo técnico Vanderlei Luxemburgo.

correiodaparaiba

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Treze vence no Presidente Vargas, mas Auto Esporte mantém a liderança no Paraibano

Reprodução/Voz da Torcida/ Pedro Alves
Reprodução/Voz da Torcida/ Pedro Alves

O Treze continuou no embalo da última vitória sobre o Sousa e venceu mais uma vez neste domingo (8). Em jogo no Presidente Vargas, em Campina Grande, o alvinegro derrotou o líder da competição, Auto Esporte por 2 a 0.

O Treze dominou o jogo, mas os dois gols só saíram na segunda etapa da partida. O destaque foi para o atacante Araújo, autor dos gols da vitória do time campinense. Apesar da derrota, o Auto Esporte mantém a liderança do Paraibano com 10 pontos, já o treze subiu para a quinta posição com sete pontos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O primeiro tempo começou com o Treze fazendo as melhores jogadas. Já no segundo minuto Zotti teve grande chance de abrir o placar após o rebote do goleiro Gessé, que deixou o gol livre, mas o jogador colocou a bola para fora.

O time de Campina Grande continuou pressionando e aos 13 minutos o atacante Araújo acertou a trave do Auto Esporte. O clube rubro-negro teve boa chance de marcar com jogada de Raphael Freitas e Jó Boy, que chutou para o gol. A bola foi defendida pelo goleiro Paulo Musse. No rebote, Léo Olinda cabeceou, mas a bola tocou na zaga do Treze e saiu pela linha de fundo.

No fim do primeiro tempo o jogador Panda, do Treze, e Léo Olinda, do Auto, se desentendem e foram punidos pela arbitragem. Leo Olinda que já tinha cartão amarelo, com o segundo foi expulso, já Panda recebeu o primeiro amarelo.

Já aos 13 minutos da segunda etapa do jogo, o Treze abriu o placar. Após cruzamento da esquerda, Araújo cresceu na defesa do Auto e, de cabeça, mandou para o fundo da rede.

O segundo gol só saiu no fim da partida aos 40 minutos. Novamente Araújo mandou para o gol do Auto após passe David Modesto.

 

portalcorreio

Paraibano 2013: Campinense aplica goleada de 4 a 0 no Auto Esporte

Márcio Rangel
Márcio Rangel

O Campinense deu mais uma demonstração de força e que não é à toa que é campeão da Copa Nordeste 2013. Em jogo realizado na tarde deste domingo (28), no estádio Amigão, a Raposa goleou o Auto Esporte por 4 a 0. Os gols foram marcados por Dedé (2) e Luiz Paulo (2) e a partida foi válida pela 11ª rodada da segunda fase do Campeonato Paraibano.

As duas equipes protagonizaram um primeiro tempo fraco e sem muitas chances de gol. O Campinense voltou para o segundo tempo com Edmar e Bismarck no lugar de Ricardo Maranhão e Paulo Victor. Aos 15 minutos, Luiz Paulo de cabeça abre o placar para a Raposa.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Aos 24 minutos, o Auto Esporte quase empara após uma cobrança de falta de Samir, onde a bola bateu no travessão do goleiro Ricardo Vilar. Logo depois, Dedé chuta da entrada da área, sem chances de defesa para Alan, e marca o segundo da Raposa.

Aos 38 minutos, Dedé faz mais um e amplia o placar no Amigão e o 4º gol surgiu aos 41 minutos, após tabela de Dedé e Edimar que sobrou para Luiz Paulo marcar seu segundo na partida e o quarto da equipe da Rainha da Borborema.

Com o resultado, o Campinense chega a 22 pontos e se torna líder da segunda fase do Paraibano. Já o Auto permanece com 16 pontos.

Ficha Técnica:

Campinense: Ricardo Vilar, Tiago Granja, Edvânio, Roberto Dias, Glaybson; Rodrigo, Dedé, Fumaça, Paulo Victor; Luiz Paulo, Ricardo Maranhão
Auto Esporte: Alan, Coca, Luciano Tandera, Laerson, Ronaldo; Gildo, Vanderson, Samir, Mael; Romarinho, Tércio.

Treze x Sousa

O Treze chegou a Sousa neste domingo (28) como líder geral do Paraibano, mas não conseguiu emplacar nenhum gol no estádio Marizão, Alto Sertão da Paraíba. O jogo foi válido pela 11ª rodada da segunda fase do campeonato e terminou empatado em 0 a 0.

Durante os dois tempos, a partida foi considerada tranquila, já que não houve muitos lances e chances de gol. Na próxima rodada, o Sousa encara o Atlético de Cajazeiras. Já o Treze enfrenta o Campinense.

Com o resultado, o Treze permanece com os 16 pontos e fica atrás do Campinense, que segue na liderança com 22 pontos marcados. Já o Sousa continua em sexto lugar, com 13 pontos ganhos.

 

 

Felipe Silveira