Arquivo da tag: ameaça

Três são presos acusados de ameaça e porte ilegal de arma em Araçagi e Belém

Três homens foram presos em flagrante por policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) neste domingo (3), nas cidades de Belém e Araçagi, acusados de porte ilegal de arma e ameaça, respectivamente. A primeira prisão foi feita por policiais da 3ª Companhia, na PB-073, entre Belém e Dona Inês, no trevo que dá acesso à cidade de Caiçara, quando eles realizavam rondas.

O homem de 27 anos, que reside em Bananeiras, conduzia uma moto e portava uma espingarda de fogo. Ele foi preso pela guarnição formada pelo Sgt Dinarte, Cb André, Sd Michel e Sd Fernandes, e, juntamente com a arma, foi levado à Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante. A moto foi recolhida ao pátio da CPTran por estar com o licenciamento atrasado.

Em Araçagi, na Fazenda Santa Rios, um homem, com sinais visíveis de embriaguez e sem motivo aparente, fez ameaças a outro na residência dele. Os dois foram conduzidos à delegacia para a realização dos procedimentos legais.

Assessoria 4º BPM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Solânea: Adolescente de 15 anos ameaça o próprio pai de morte e é apreendido

viaturaUm adolescente de apenas 15 anos de idade foi apreendido nessa quinta-feira (02), em Solânea, após ameaçar o próprio pai, de 36 anos, com uma faca. Os dois foram conduzidos à delegacia local para prestarem depoimento.

Por volta das 17h40, a Polícia Militar foi acionada pela vítima, que relatou que o seu filho encontrava-se no local bastante agressivo e armado com uma faca peixeira querendo lhe matar.

Compareceu ao local a guarnição na viatura 6886, que constatou a veracidade da denúncia, porém a arma não foi localizada e como a vítima expressou o desejo de denunciar o filho, os dois foram conduzidas até a delegacia para serem adotados os procedimentos legais que o caso requer.

 

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Prefeito proíbe servidores de utilizar celular durante expediente e ameaça punir quem desobedecer

celularOs servidores da Prefeitura de Soledade estão proibidos de utilizar celulares durante o horário expediente. Um decreto assinado pelo prefeito Geraldo Moura Ramos destaca que o horário de expediente é exclusivo para o desempenho das funções públicas e prestação de serviços à comunidade.

Com base nisso, o gestor proibiu o uso de  de aparelho celular, tablet, smartphone e congêneres por servidores públicos municipais, para acesso a redes sociais e sites de relacionamento.

O prefeito afirma que o decreto foi emitido após ter sido verificado que a utilização desmedida de aparelhos eletrônicos durante o horário de expediente atrapalhava “e muito” o andamento dos serviços públicos.

O servidor que for flagrado descumprindo o decreto poderá sofrer penalidades. A Secretaria de Administração, Fazenda e Planejamento irá adotar medidas que visem à conscientização dos servidores sobre a interferência do telefone celular e também vai garantir que os servidores tenham conhecimento da proibição e das penalidades que poderão receber em caso de desobediência.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Vereador eleito sofre ameaça de morte e é coagido a renunciar mandato, na PB

osorioO vereador eleito da cidade de Soledade, Osório Guedes Policarpo Neto (PROS), conhecido por Professor Netinho, sofreu ameaças de morte e foi mantido em cárcere privado na madrugada desta quarta-feira (28). De acordo com postagem do vereador publicada esta manhã (28) no Facebook, os criminosos teriam exigido que ele renunciasse ao mandato.

“Fui ameaçado de morte caso não renunciasse ao mandato que o povo me concedeu para vereador! Passei momentos de tortura e cárcere na madrugada de hoje e estou chocado; Peço a Deus muita sabedoria de agora em diante e que as medidas cabíveis sejam tomadas. Minha vida está em jogo”, disse Netinho, enquanto fazia check in na sede da Polícia Federal de Campina Grande.

Professor Netinho foi o segundo vereador mais votado do município, com 424 votos. Ele integra a coligação formada por PP, PROS e PSB. Estão na sua suplência os vereadores Márcio do Caminhão (PSB) e Danda (PP).

Confira a postagem do vereador:

z-2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Policial surta, ameaça explodir a casa com familiares dentro e causa tumulto em CG

sireneUm policial teve um surto psicótico, na tarde dessa quinta-feira (13), e ameaçou explodir a própria casa com os familiares dentro na cidade de Campina Grande, no Agreste paraibano.

De acordo com informações, o PM estava afastado de suas atividades para submeter-se a um tratamento psiquiátrico. Por conta da situação, ele estaria depressivo.

Informações de familiares dão conta que o policial estava em casa quando repentinamente ameaçou tocar fogo na casa. No momento, os familiares entraram em pânico e acionaram a polícia. A todo momento ele dizia estar com coquetéis molotov para incendiar a residência.

Após a chegada da polícia no local, uma longa negociação se arrastou e entrou pela noite. Após mais de sete horas, o policial foi convencido a deixar a casa e levado por um ambulância do Samu para um hospital.

O fato chamou a atenção de curiosos, que ficaram acompanhando o desenrolar dos acontecimentos próximo à residência do policial.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Furacão ameaça três Estados nos EUA; Haiti registra mais de 840 mortos

furacao-matthewO furacão Matthew segue em direção ao norte da Flórida e aos Estados de Geórgia e Carolina do Sul nesta sexta-feira (7), depois de ter deixado mortes e destruição no Caribe durante a semana. No Haiti, as agências oficiais governamentais registram pelo menos 842 mortos.

No sul da Flórida, uma mulher de 58 anos morreu depois de sofrer um ataque cardíaco e não conseguir receber atendimento. Ela morava em Saint Lucie, a 180 quilômetros ao norte de Miami, e não pôde ser levada a um hospital e nem receber atendimento dos serviços de emergência devido aos efeitos do furacão.

A passagem do furacão também deixou cerca de 600 mil americanos sem luz.

Na manhã desta sexta-feira, o presidente Barack Obama disse na Casa Branca que os centros populacionais do sul da Flórida tinham “escapado do pior” do furacão Matthew, mas disse que as tempestades e enchentes continuam sendo uma preocupação real. Ele se reuniu com seus assessores e foi informado sobre a evolução de Matthew pelo chefe da Agência Federal para a Gestão de Desastres (Fema, sigla em inglês), Craig Fugate.

“Ainda estamos na parte frontal” do furacão, ressaltou Obama, ao acrescentar que serão necessários “três, quatro, cinco dias” até que se possa saber onde será o último impacto do furacão.

Ele também alertou a população do norte da Flórida, cujo centro populacional é a cidade de Jacksonville, da Geórgia e da Carolina do Sul. “Acho que a maior preocupação neste momento não é apenas a força dos ventos do furacão, mas um aumento das tempestades e enchentes. Eu enfatizo que este ainda é um furacão muito perigoso”, disse.

Obama pediu que os americanos seguissem sempre a orientação das autoridades e estar alerta a qualquer pedido de saída. “Se mandarem evacuar, é preciso sair. As tempestades movem muito rapidamente. A situação ainda é muito perigosa, existe potencial para enchentes intensas”, disse Obama. O presidente lembrou o furacão Sandy, de 2012, que no início não parecia tão intenso e depois causou várias enchentes.

O pedido de Obama para que as pessoas respeitem o alerta das autoridades foi endossado pelos governadores da Flórida, Rick Scott, e da Carolina do Sul, Nikki Haley.

Haiti

Em sua entrevista, Obama ainda pediu que os americanos ajudassem o Haiti, por meio da Cruz Vermelha ou de outras organizações humanitárias. “O Haiti é um dos países mais pobres do mundo, que tem sido atingido por vários desastres naturais, com propriedades danificadas e centenas de mortos. Qualquer pequena contribuição pode ajudar”, disse Obama.

O número de pessoas mortas pelo furacão no Haiti subiu para ao menos 842 pessoas, à medida que informações foram recebidas de áreas remotas que tiveram as comunicações cortadas pela tempestade, disseram autoridades.

Com o número crescendo rapidamente, diferentes agências governamentais e comitês deram informações diferentes sobre vítimas.

A agência de defesa civil do Haiti, que demora para coletar números, disse que 271 pessoas morreram pela tempestade. Cerca de 61.500 pessoas continuam em abrigos, relatou a agência.

Ao menos três cidades relataram dezenas de mortos, incluindo a comunidade de Chantal, cujo vice-prefeito disse que 90 pessoas morreram, sem dar mais detalhes. Ao menos 89 outras pessoas estão desaparecidas, muitas delas na região de Grand’Anse, no sul do Haiti. (Com AFP, EFE e Reuters)

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Ameaça de bomba suspende prova da OAB

 (Foto: Maiana Belo/G1)
(Foto: Maiana Belo/G1)

Uma ameaça de bomba interrompeu e suspendeu a prova da OAB na Unijorge, que fica na Avenida Paralela, em Salvador, por volta das 12h40 deste domingo (24). De acordo com a assessoria da instituição, um homem ameaça explodir o local. A situação causou pânico e correria. A polícia informou que não há feridos e que o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) negocia a rendição do rapaz.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), ainda não há informações sobre a motivação das ameaças. A SSP informou que o suspeito está isolado em uma sala. Por volta das 15h50, o grupo antibomba da Polícia Federal chegou no local.

Um advogado que foi contratado pela família do suspeito chegou à universidade às 16h50, mas não passou mais informações sobre o rapaz.

Segundo Fabrício de Castro Oliveira, Conselheiro Federal da OAB na Bahia, o homem teria entrado em uma sala e pedido para os candidatos saírem em 11 minutos, pois estava em posse de uma bomba pronta para explodir. Neste domingo é realizada a primeira fase do exame da Ordem dos Advogados do Brasil em todo o país. A presidente da comissão do exame da OAB na Bahia, Beta Norma, informou que 3,4 mil pessoas iriam fazer a prova na Unijorge, 6 mil na Bahia.

Ameaça de bomba
O agente penitenciário Jorge Magno relatou que chegou a conversar com suspeito. “Ele estava em uma sala do lado da minha, fui lá e tentei conversar com ele, disse ‘rapaz, vamos conversar’, e ele disse: ‘você tem 12 minutos para deixar o prédio’. Não vi bomba, mas ele estava com duas sacolas e quando eu tentava me aproximar, ele colocava a mão na sacola, então preferi sair”, disse o candidato.

O jornalista Alex Soares estava no local à espera da esposa que estava dentro da universidade para fazer a prova. “Ela disse que pediram para todos [os candidatos] deitarem no chão e chegou uma informação de que um homem estava com bomba no corpo”, disse.

A candidata Suzane Senzano relatou que algumas pessoas ficaram feridas na confusão. “Eu estava no 5° andar. Estava em frente à minha sala quando ouvi um barulho alto. Todo mundo começou a correr. As pessoas foram pisoteadas. Fui correndo para o lado de fora. Me escondi em um condomínio aqui do lado [da universidade]. Perdi algumas coisas que estavam na minha bolsa, as pessoas me empurraram na escada, na hora não senti nada, só saí correndo”,  disse. Não há informações oficiais sobre feridos.

De acordo com um outro candidato que preferiu não se identificar, o homem que estaria com bombas amarradas ao corpo estava na sala ao lado da dele. “Na sala ao lado tinha um cara com um colete, com bombas amarradas e armado. Disseram que outras pessoas armadas estavam com ele também. Nessa confusão, ele abriu a camisa e deu tiro na sala. Ele ainda colocou cadeira e mesa para atrapalhar a saída das pessoas. Foi a maior correria”, contou. A polícia não confirma a ocorrência de tiros no local.

Segundo Luiz Viana, presidente da OAB-BA, uma nova data será marcada para a realização do exame em Salvador.

“A prova está suspensa em Salvador. Vai ser marcada uma nova data garantindo a todos a fazer uma nova prova com tranquilidade. O mais importante é que estão todos do lado de fora e ninguém ficou ferido. A nova data vai ser publicada no site da OAB nacional e no regional”, disse.

A Unijorge emitiu nota oficial sobre a situação. Confira o comunicado na íntegra:

Em relação ao incidente que paralisou a realização da primeira fase do exame da OAB, no prédio 1 do campus Paralela da Unijorge, a instituição confirma que o prédio foi evacuado e até o momento não há reféns, vítimas ou feridos. A Polícia Militar está no comando da situação, que está restrita à sala 711, no 7º andar, e atualizará as informações tão logo seja possível.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Agência de inteligência confirma ameaça de atentado do EI ao Brasil

islanA Agência Brasileira de Inteligência (Abin) afirmou, na quarta-feira, que a ameaça de ataques terroristas no Brasil foi realmente postada por um membro do grupo Estado Islâmico. A mensagem foi publicada pelo Twitter uma semana após os atentados em Paris, em novembro de 2015, por um perfil que tinha como dono Maxime Hauchard, de 22 anos — terrorista francês que aparece decapitando sírios em vídeos do grupo. As informações são do portal Último Segundo.

A mensagem dizia: “Brasil, vocês são nosso próximo alvo. Podemos atacar esse país de merda”. A conta do terrorista na rede social já foi suspensa.

— Monitoramos e percebemos que o perfil realmente era do Maxime, um dos líderes do Estado Islâmico. A partir do momento da postagem houve uma maior intensidade nos discursos de agressividade dos autoproclamados seguidores do grupo terrorista no Brasil — afirmou o diretor de Contraterrorismo da agência, Luiz Alberto Sallaberry, na Feira Internacional de Segurança, que está sendo realizada no Rio de Janeiro.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

— Maxime é uma espécie de garoto-propaganda do Estado Islâmico. Saiu de um vilarejo no interior da França para a Síria, aos 18 anos, onde se integrou ao terrorismo. É o segundo na linha de comando de decapitadores e gosta de dizer que estar no grupo “é como estar no Éden” — descreveu o diretor a uma plateia de especialistas em segurança.

Segundo Sallaberry, no Brasil há um crescente nível de pessoas que dizem ter feito o juramento ao califado do Estado Islâmico, ou seja, concordantes com um grupo que deturpou os princípios da religião islâmica e utiliza a violência para expandir seu domínio territorial.

Os ataques dos chamados “lobos solitários”, pessoas que praticam ataques sozinhas, são a maior preocupação da agência para a Olimpíada no Rio de Janeiro. Dez delegações, entre elas dos Estados Unidos e Canadá, são classificadas pela agência com nível “muito alto” para ataques. O nível de ameaça da delegação brasileira é “alto”.

O monitoramento das redes sociais é uma das atividades da Abin para combater o terrorismo. Por razões de segurança, Sallaberry não divulga o número de pessoas que se dizem autoproclamadas e que são monitoradas.

 

Zero Hora

Mulher com faca faz motorista refém e ameaça matá-lo durante assalto a ônibus em JP

 (foto ilustrativa)
(foto ilustrativa)

Um ônibus da linha 5204 (Cristo/Manaíra) foi assaltado na noite desse domingo (10), quando passava pela Rua Aderbal Piragibe, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa. Uma mulher armada com faca peixeira tomou o motorista como refém até que os cerca 10 passageiros entregassem dinheiro, celulares e pertences.

A criminosa pediu parada no primeiro ponto da rua e anunciou o assalto assim que subiu no ônibus, agarrando a cabeça do motorista. De cabelo curto, bermuda e camisa, ela tirou a faca escondida na cintura e sem passar na catraca apontou a arma para o condutor. “Todo mundo passa o celular ou eu mato ele; vou meter a faca no pescoço dele”, dizia enquanto esbravejava xingando os passageiros e pedindo também o dinheiro do caixa do ônibus. Os relatos são de uma passageira.

O motorista foi forçado a seguir com o ônibus e um passageiro teve que juntar os celulares e pertences dos demais, enquanto a assaltante continuava as ameaças. “Vou matar ele!”, gritava.

O material foi entregue, ela levou o dinheiro do caixa e pediu parada no segundo ponto da Aderbal Piragibe. “Se tu abrir a boca eu te rasgo todinho, mato você”, disse ao motorista enquanto descia. Ela seguiu caminhando pela rua que fica na lateral do Centro Administrativo do Estado, em direção à Rua das Trincheiras.

“Só havia dois ou três homens no ônibus. O resto de nós éramos todas mulheres. Entrei em desespero e comecei a chorar. Foi horrível, ela gritava muito e dizia o tempo todo que ia esfaquear o motorista. Entreguei meu celular pra que aquilo acabasse logo sem mais problemas”, disse uma passageira.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A Polícia Militar foi acionada, mas até o fechamento desta matéria nenhuma suspeita do crime havia sido presa.

O motorista não foi ferido, mas ficou em estado de choque e foi amparado pela PM e por um colega de outro ônibus que passou pelo trecho logo depois da chegada da polícia.

Os passageiros seguiram viagem em outro ônibus do Cristo que passou pelo local cerca de 20 minutos depois da fuga da assaltante.

 

 

portalcorreio

Planalto ameaça deputados favoráveis a impeachment com pente-fino em cargos

dilmaO Palácio do Planalto está fazendo um pente-fino nos cargos de primeiro, segundo e terceiro escalões do governo para mapear as indicações políticas e usá-las como forma de evitar o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O objetivo é tentar detectar os reais padrinhos dos ocupantes dos cargos de confiança em Brasília e nos Estados para pressioná-los a votar contra o afastamento, ou negociar essas nomeações com quem esteja disposto a defender a permanência da petista.

O governo evita informar quantos são os cargos distribuídos a afilhados de parlamentares ou caciques políticos entre os cerca de 22 mil postos comissionados na máquina federal. Sabe-se, porém, que há deputados publicamente favoráveis ao impeachment que indicaram nomes para essas vagas. Há também o que chamam de “barriga de aluguel”: um parlamentar indica um nome que, na verdade, é ligado a outra legenda ou grupo político, o que torna mais difícil o rastreamento.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Estão no radar do governo, por exemplo, os afilhados do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), patrocinador do processo de impeachment de Dilma e inimigo número um do Planalto. O Planalto trata como “inaceitável” manter as indicações feitas pelo peemedebista. Outra situação já detectada envolve o principal órgão do turismo e a bancada do PMDB catarinense.

O atual presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur) é o catarinense Vinícius Lummertz, nomeado na cota do vice-presidente Michel Temer, mas indicado pelo deputado Mauro Mariani, que é presidente do PMDB de Santa Catarina e para quem o impeachment se tornou “inevitável”, como disse em entrevista a um colunista de seu Estado em outubro.

Volta no tempo

O Planalto, no entanto, sabe que é muito difícil desenrolar o novelo de cada nomeação e detectar a origem da indicação política. Mas o trabalho em curso envolve vasculhar nomeações antigas, inclusive dos governos Itamar Franco, que era peemedebista, e Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Várias dessas nomeações foram esquecidas e os supostos afilhados ainda estão nos mesmos cargos. Esse problema não existe apenas em relação ao PMDB, mas em todos os partidos da base. Daí a tentativa de mapeamento e busca da origem da indicação política.

Embora o mapeamento dos cargos seja recorrente – foi feito nos dois mandatos de Luiz Inácio Lula da Silva e já na gestão Dilma -, nem sempre se conseguiu detectar o padrinho “original” de um ocupante de cargo de confiança. Até porque há funcionários de segundo e terceiro escalões que buscam novos padrinhos políticos para manterem o comissionamento ou que escondem o apadrinhamento, justamente para evitar pressão sobre seus aliados políticos.

Ainda no segundo mandato de Lula, os articuladores políticos da gestão petista avaliaram que, dos cerca de 22 mil cargos no governo, 5 mil seriam os realmente importantes para a divisão de poder entre os dez partidos que apoiavam o presidente no Congresso naquela época.

Hoje, em tese, há 18 legendas que dizem sustentar Dilma, mas na prática essas siglas conseguem garantir apenas cerca de 250 votos contra o impeachment na Câmara. O número é suficiente para impedir a abertura de processo pelo afastamento de Dilma, mas pequeno para uma base de apoio ao governo – é inferior à maioria simples da Câmara, composta por 513 deputados.

Lideranças

O mapeamento também dará subsídio às conversas que o governo terá a partir desta semana sobre a escolha das lideranças dos partidos da base, em fevereiro. Para o Planalto, é fundamental garantir o maior número de líderes na Câmara contrários ao impeachment, pois eles vão indicar os integrantes da Comissão Especial do impeachment. Essa tarefa está a cargo do ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini.

O desafio é não fazer com que essa interferência abra crises como a ocorrida no PMDB, que teve o líder Leonardo Picciani (RJ), contrário ao impeachment, destituído e reconduzido ao posto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

UOL