Arquivo da tag: agredido

Candidato a prefeito de Santa Terezinha, PB, é agredido durante assalto em fazenda da família

O candidato a prefeito da cidade de Santa Terezinha, na Paraíba, Arimatéia Camboim (Republicanos) foi agredido por bandidos durante assalto que aconteceu na fazenda dele, na manhã deste domingo (8). A ação durou cerca de duas horas.

Ao G1, o coordenador de campanha do candidato, Wendell Carneiro, Arimatéia foi encaminhado para o Hospital Regional de Patos, onde passou por exames e até a publicação desta matéria aguardava a avaliação médica.

Conforme informações da Polícia Militar, aproximadamente cinco homens chegaram na fazenda afirmando que era da Polícia Federal. Em seguida, arrombaram a porta e entraram na residência. Dez pessoas que estavam no local foram amarradas pelos bandidos.

De acordo com com o tenente-coronel Rômulo Ferreira do 3º Batalhão em Patos, os bandidos levaram objetos pessoais e dinheiro. Além disso, um carro que estava na fazendo foi roubado. O veículo foi encontrado pelos policiais a cerca de 5km de onde aconteceu o crime.

Em vídeo transmitido ao vivo em uma rede social, a esposa do candidato, Jakelina Camboim, mostrou como os bandidos deixaram a casa e relatou como foi a ação. Segundo Jakelina, os assaltantes pediam a todo momento um relógio no valor de R$50 mil.

A vítima contou que também foi agredida pelos homens, além de outras pessoas que também foram rendidas, incluindo a mãe do candidato a prefeito, que tem 98 anos de idade. “Eles falavam que iam cortar meus dedos se eu não falasse onde tinha dinheiro”, relatou na transmissão. De acordo com o vídeo, os bandidos prenderam as vítimas na casa grande e reviraram todas as demais residências da fazenda.

Conforme a Polícia Militar, até às 11h deste domingo (8), viaturas faziam procuras pelas proximidades, mas até a publicação desta matéria nenhum suspeito havia sido localizado. O caso será investigado pela Polícia Civil.

G1

 

Delegado afirma que foi agredido e nega ter ameaçado advogado na Central de Polícia de João Pessoa

O delegado Afrânio Doglia Brito Filho, que foi apontado como responsável por ameaçar um advogado e agredir outros na Central de Polícia de João Pessoa, afirmou que os fatos não ocorreram como os advogados estão relatando. Em entrevista ao ClickPB, ele negou ter ameaçado o advogado Felipe Leite e afirmou que foi agredido por advogados da OAB-PB, junto com mais dois agentes da Polícia Civil, que ficaram bastante feridos.

De acordo com Afrânio, o advogado Felipe Leite não foi impedido de participar da oitiva de cliente presa em flagrante, como foi afirmado. O que ocorreu, segundo o delegado, foi que o advogado discordou da forma que a delegada Viviane Magalhães procedeu a autuação, querendo uma situação mais favorável para a sua cliente. ”Ele começou a dizer que a delegada estava errada, que ela não estudou, então ele pediu que ele fosse retirado da sala até chegar a vez da cliente dele depor”, disse.

Afrânio garantiu que o advogado participou da oitiva e, inclusive assinou toda a documentação, apesar de ter se exaltado e até agredido a delegada Viviane Magalhães. ”Ele é jovem, só tem dois três meses de OAB, acho que pela imaturidade ele errou”, comentou. ele nega que tenha telefonado para o advogado para fazer ameaças. ”Eu sou delegado há 15 anos. Você acha que eu ia ligar para ameaçar alguém por causa de uma coisa corriqueira da profissão que aconteceu com a minha esposa?”, disse.

O delegado afirmou que o vídeo que circula na internet, na qual Viviane Magalhães aprece xingando o advogado, foi feito no momento em que a delegada perdeu a paciência por conta das agressões sofridas. ”Por que não posta o vídeo todo? Aparece só a parte que interessa pra eles”.
No dia seguinte ao ocorrido, na sexta-feira (25), o delegado contou que estava de plantão quando cerca de 40 advogados apareceram na Central de Polícia para protestar. ”Acho ótimo, faz parte do processo democrático”, ressaltou o delegado, que explicou, porém, que o protesto não poderia ocorrer em salas privativas dentro da Central.

Ele contou que viu um agente argumentando com os advogados que eles não poderiam entrar em uma determinada área. O agente então teria sido empurrado por um advogado com o antebraço. Ao ver a cena, o delegado deu ordem de prisão ao advogado por desacato, já que o empurrão com o antebraço não se classificaria como lesão corporal. Nesse momento ele conta que levou uma cotovelada no pescoço e tanto ele, quanto os agentes tiveram que ”reagir com a força proporcional” para conter os manifestantes. Três foram presos. Segundo o delegado, um dos agentes machucou o braço e outro, de quase 60 anos, levou um chute no quadril.

Por fim, o delegado disse estar tranquilo diante das acusações sofridas, pois tem provas de que todas as ações foram realizadas dentro da lei. Ele destacou que a prisão dos advogados foi realizada por outra delegada, já que ele figurava como vítima, e teve como testemunhas dois outros advogados, de fora do protesto, e um repórter policial que trabalhavam na Central e presenciaram a situação.

 

clickpb

 

 

Comissário de bordo é agredido e esfaqueado enquanto caminhava, em João Pessoa

Um homem de 32 anos foi agredido e esfaqueado na manhã desta quinta-feira (10) enquanto caminhava no bairro de Manaíra, em João Pessoa. Ele é comissário de bordo, é da cidade de São Paulo e está na capital paraibana a trabalho.

A vítima estava hospedado no bairro de Manaíra e saiu para caminhar. Não há informações se algo foi roubado dele. O homem foi encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde deu entrada por volta das 6h.

O comissário está na ala vermelha da unidade de saúde, com perfuração de faca no tórax, machucados na cabeça e ferimentos no ombro e nos joelhos. Ele passa por exames de imagem e o estado de saúde dele ainda não foi divulgado.

G1

 

Idoso de quase 100 anos é agredido e roubado após saque de benefício na Paraíba

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba prendeu, no início da tarde deste sábado (6), um homem que havia assaltando na tarde de ontem um idoso de 94 anos no município de Riachão do Bacamarte, região metropolitana de Itabaiana.

Os policiais receberam a informação que um homem estaria fugindo para Campina Grande como passageiro de um veículo VW Gol. Com base nas características do indivíduo os policiais passaram a monitorar os veículos e conseguiram localizar o fugitivo. A prisão ocorreu na Unidade Operacional da PRF em Santa Terezinha, em Campina Grande.

O homem de 18 anos foi preso na última quarta-feira (3) por furto qualificado e liberado pela justiça no dia seguinte ao crime. Menos de 24 horas após ser solto, o jovem voltou a praticar crimes, desta fez um roubo qualificado com uso de violência a um idoso de 94 anos que havia sacado seu benefício na caixa econômica.

Durante o assalto, o homem aplicou um golpe de gravata no idoso, o jogou no chão e subtraiu R$ 280 sacado na loteria instantes antes. Com a queda, o idoso teve escoriações pelo corpo. Também foi levado o cartão do banco utilizado pelo idoso para sacar seu benefício.

Ao ser perguntado pelos policiais onde estaria o dinheiro roubado, o homem informou que já havia gastado todo dinheiro. O homem foi novamente detido e conduzido à Polícia Civil de Itabaiana.

 

Portal WSCOM

 

 

Pai que matou filha de 1 ano é agredido por vizinhos e morre em delegacia

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar a causa da morte de um homem, de 35 anos, ocorrida na madrugada desta segunda-feira, dentro da 126ª DP (Cabo Frio), no município de Cabo Frio, na Região dos Lagos. Portador de problemas psicológicos, segundo relato de seus familiares, ele havia sido preso horas antes por policiais militares, após sofrer um suposto surto e esfaquear a própria filha de um ano e a mãe de criança, de 33.

A agressão ocorreu em uma casa do Bairro Unamar. O bebê não resistiu aos ferimentos e morreu. A mulher foi ferida na mão. Depois de ouvir gritos das vítimas, um grupo de pessoas ainda não identificadas, invadiu a residência e agrediu o homem a socos, pauladas e golpes de uma pá.

Socorrido por policiais militares e por bombeiros, ele foi levado para o Hospital Tamoios e de lá, foi transferido para 126ª DP, onde acabou sendo autuado em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio.

Segundo a polícia, por volta das 5h desta segunda-feira, presos que estavam em uma cela chamaram os policiais alertando que homem estava passando mal.

Retirado do xadrez, ele ainda foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu e morreu. Os investigadores da 126ªDP aguardam o resultado de um exame cadavérico para saber qual a causa exata da morte do homem.

Caso fique confirmado que a morte ocorreu por espancamento, o fato passará a ser investigado como homicídio.

 

Extra

 

 

Homem teria agredido vendedor para proteger filho autista

(Foto: Portal Correio)

Uma moradora entrou no ar no programa Correio Debate, da Rede Correio Sat, desta quarta-feira (2), em defesa do vizinho suspeito de agredir o vendedor ambulante Severino Ferreira, na tarde dessa terça-feira (1º), em João Pessoa.

Ela informou que o suspeito tem um filho autista, com sensibilidade para ouvir barulho, e há quase dois anos ele descia o prédio, constantemente, para pedir ao vendedor que não gritasse por causa do problema do menino.

Ela também afirma que a criança tinha crises de pânico quando ouvia os gritos do vendedor. A confusão ocorreu porque o pai teria pedido várias vezes a ele que evitasse gritar naquelas imediações, mas o vendedor não teria acatado. O suspeito não foi localizado para comentar a polêmica.

De acordo com a vítima, ele foi agredido quando estava vendendo seus produtos como faz há mais de 10 anos, seguindo o mesmo trajeto, pelos bairros de Altiplano até Jardim Oceania, passando por Miramar, Tambaú e Manaíra, onde aconteceu a agressão. Segundo a vítima, um morador de um dos prédios desceu e começou a reclamar com Severino pelo fato dele estar gritando para anunciar seus produtos. Foi nesse momento que as agressões começaram.

Tanto o morador quanto o comerciante foram até a 12ª Delegacia Distrital de João Pessoa para prestar esclarecimentos. Severino registrou um boletim de ocorrência por crime de agressão. Já o homem que o agrediu foi ouvido e em seguida liberado, e até o momento não quis se pronunciar sobre o assunto.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Cachorro é agredido e tem pata decepada a golpe de facão no Sertão

Uma atitude de violência e pura crueldade vitimou um cachorro gravemente no município de Patos, no Sertão da Paraíba. O animal foi encontrado sangrando muito embaixo de um veículo.

Médicos veterinários foram chamados por uma moradora após ela escutar os ‘gemidos’ do cachorro. No local, os veterinários encontraram o animal agonizando e com parte de uma das patas decepadas. De acordo com os profissionais, um golpe de facão teria provocado o ferimento.

Além da pata ferida, o cachorro presentava ferimentos por todo o corpo. Ele foi resgatado pelos veterinários e levado a uma clínica. O cão apresentava ainda sintomas de desnutrição.

Não há informações referentes a quem teria provocado o ferimento.

 

PB Agora
Foto: Reprodução / Portal Patos Online

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Dupla rouba agência dos Correios em Serra da Raiz; funcionário foi agredido

Uma agência dos Correios da cidade de Serra da Raiz, no Brejo paraibano, foi roubada na tarde desta terça-feira (2). O crime ocorreu durante a tarde e foi praticado por dois homens armados que, segundo a Polícia Militar, chegaram ao local a pé. Um funcionário chegou a ser agredido e precisou de atendimento médico.

Segundo a Polícia Militar, era por volta das 13h50 quando os dois homens entraram na agência e anunciaram o assalto, rendendo funcionários e outras duas pessoas que estavam no local. Os homens roubaram o dinheiro do caixa de atendimento e ainda forçaram um funcionário a tentar abrir o caixa da agência.

Como não tiveram êxito nesta ação, um dos homens agrediu o funcionário com a arma. Ele sofreu um ferimento na cabeça e precisou de atendimento médico, segundo a Polícia Militar. Depois do roubo, os dois homens saíram da agência correndo, mas a Polícia Militar acredita que eles tinham algum tipo de veículo para apoio na fuga.

“A gente acredita que eles saíram correndo e depois pegaram uma moto. Segundo informações que levantamos, eles seguiram com destino ao município de Duas Estradas. Foram feitas buscas, mas ninguém foi preso”, disse o soldado Rosinaldo da Silva.

No fim da tarde desta terça-feira, uma equipa da Polícia Federal esteve na agência realizando um procedimento de perícia e levantando informações com os funcionários. A Polícia Militar disse que o valor levado pelos suspeitos não foi informado pelos funcionários.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Sargento da PM é agredido a pauladas e tem arma roubada em Santa Rita

casos de policiaNa madrugada deste sábado (18), um sargento da Polícia Militar foi alvo de bandidos na Região Metropolitana de João Pessoa. Ele foi abordado por quatro homens que logo em seguida o espancaram.

O crime aconteceu no distrito de Várzea Nova, em Santa Rita e, de acordo com a Polícia Militar, a vítima declarou que voltava para sua residência em sua motocicleta quando ao passar pela comunidade Bela Vista foi surpreendido pelo bando.

Segundo a vítima, o sargento José Cosme, ao parar o veículo, foi agredido com uma paulada na cabeça e em seguida espancado. Os elementos fugiram levando a bolsa do sargento, documentos, o capacete, o relógio e sua arma, uma pistola.

Várias viaturas foram ao local auxiliar no socorro da vítima e na busca pelos suspeitos. Os acusados foram capturados no início da manhã e conduzidos até a 6ª DD com parte dos objetos pessoais da vítima.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Homem é agredido até a morte após briga na cidade de Sousa, na Paraíba

sireneUm homem de 42 anos foi morto agredido até a morte na madrugada deste domingo (12), na cidade de Sousa, no Sertão paraibano. O crime teria ocorrido depois de uma briga entre o suspeito e a vítima. Segundo a Polícia Militar, a briga teria começado depois que a vítima teria assediado a esposa do suspeito Já a Polícia Civil disse que essa versão de houve um assédio ainda não foi confirmada.

Segundo a Polícia Civil o crime ocorreu por volta das 2h, no bairro Guanabara. A vítima foi ferida por um objeto que causou lesões e cortes, mas a perícia do Instituo de Polícia Científica (IPC) ainda não conseguiu confirmar o tipo de objeto usado. O suspeito do crime já foi identificado e está sendo procurado. Até 17h deste domingo, ele não havia sido preso.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Carlos Seabra, o crime ocorreu depois que vítima e suspeito tiveram uma briga. “Pelo que apuramos no início desta investigação, a vítima e o suspeito brigaram na tarde do sábado (11) e o suspeito teria feito uma ameaça de morte. Ele está sendo procurado. As equipes estão nas ruas em busca dele, mas ainda não o encontraram”, disse o delegado.

Ainda segundo a Polícia Civil, a vítima morava no estado de São Paulo e estava na cidade de Sousa, na Paraíba, havia cerca de 15 dias. “Ele viajou até a Paraíba para visitar os parentes. O pai dele está doente e por isso ele decidiu passar alguns dias com a família”, contou Carlos Seabra.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br