SOLÂNEA: SINDSOL emite nota sobre paralisação da CNTE

Publicado em terça-feira, outubro 25, 2011 ·

elmar1Os Profissionais da área de Educação do Município de Solânea devem manter suas atividades normais amanhã, dia 26 de outubro; já que, o chamado da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) é para uma macha que acontecerá em Brasília; e tem como objetivo concentrar no planalto suas 43 entidades filiadas em todo o Brasil para um manifesto público em prol do cumprimento da Lei do piso, destinação de 10% do PIB para a Educação entre outros pontos em pauta a serem discutidos.

Queria muito poder formar uma caravana e se deslocar para lá, mas a falta de recursos não nos permite realizar tal vontade, pelo menos por enquanto; a nós só resta estar apoiando nossos companheiros de luta e deseja-lhes sucesso nesta macha por uma Educação melhor, mas também temos que cumprir a missão de educar nossas crianças e jovens, por não ser possível estar nesta macha, as atividades deve ser realizadas com normalidade. A nota não convoca todos os Estados e Municípios a pararem suas atividades, mas sim, convida as entidades a se deslocarem para lá. Neste dia, amanhã, 26 de outubro de 2011, os participantes se concentrarão pela manhã em frente ao estádio Mané Garrincha (em reforma para a Copa do mundo de 2014) e marcharão até o Congresso Nacional, onde será feito um ato pela defesa de 10% do PIB e não apenas 7% como consta no Plano Nacional de Educação (PNE), em tramitação no Congresso.

Mostrando com detalhes o objetivo central da mobilização, que será uma macha a se realizar em Brasília; a nossa impossibilidade de deslocamento, e não podemos esquecer, que temos compromisso com o alunado do nosso Município; não podemos parar só por parar, pois este não é nosso objetivo; o Estado vai parar, mas trata-se de uma pauta de reivindicação a nível Estadual, trata-se da busca um acordo formal junto ao Governo Ricardo nobre alguns pontos não aceitos pela categoria Estadual. Busquei me informar com outras entidades, como Esperança e Campina Grande; que entendem da mesma forma. Os companheiros de Campina Grande ainda trabalham a possibilidade de um protesto em praça pública para amanhã, uma vez, que a gestão do Prefeito Veneziano adotou uma carga horária de 20 horas semanais contra a vontade dos profissionais da área de educação, só para pagar um salário de fome, mas que, proporcionalmente se tornaria legal; é hoje o Município que pior paga aos Professores e demais profissionais ligados a área; em média, um Professor recebe 800 reais em Campina Grande, isto, para um Professor com especialização.

É preciso lutarmos, mas sempre respeitando o alunado; são eles, quem menos tem culpa do descaso com a educação, são eles, quem sofre as conseqüências da falta de sensibilidade dos governantes para com os Professores; não podemos simplesmente parar por parar, se não vamos para a macha em Brasília, vamos as salas de aulas salvar nossos jovens e crianças, que são o futuro deste país. Não lutamos apenas por salários melhores, lutamos para que nossas crianças e jovens tenham educação de qualidade; lutamos, mas lutamos com responsabilidade e respeito.  Solânea, 25 de outubro de 2011

ELMAR DOS SANTOS LIMA NETO

Presidente Sindical

Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627