Sinidcato denuncia desvio de função de trabalhadores que realizam entrega de mercadoria

Publicado em sexta-feira, abril 12, 2013 ·

 

desvioDurante mesa-redonda realizada na tarde da quarta-feira, 10/04, entre representantes do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Campina Grande e Região e o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Estado da Paraíba, foi debatido o enquadramento dos trabalhadores que prestam serviços como entregador, usando motos, na Lei 12009, de 29 de julho de 2009), quei regulamenta a atividade desses profissionais.

O Sindfarma levou para análise da Diretoria a reinvidnicação dos trabalhadores, que segundo denúncia do Sindicato dos Comerciários, exercem a atividade com desvio de função e sem qualquer garantia de seus direitos trabalhistas, além disto, recebem salário no valor R$ 678, quando na realidade a remuneração deve ser de R$ 705.

Como se não bastasse o salário inferior ao piso, os motoboys contratados pelas empresas para determinada atividade inbterna, e que estão realizando o serviço de entrega, ainda se responsabilizam pela manutenção e combustível  de suas motos.

O presidente do Sindicato dos Comerciários, José do Nascimento Coelho, informa que, caso o Sindfarma não enquadre a atividade desses trabalhadores na lei referida acima, o Ministério Público será acionado para intermediar esta situação.

Itaporanga.net com Ascom

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627