Sindicato e a Fenaj repudiam demissões em massa em duas TVs no CE

Publicado em quinta-feira, Maio 9, 2013 ·

demitidoO Sindjorce (Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará) e a Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) emitiram um comunicado onde repudiam as 70 demissões na TV Ceará, que pertence ao Governo do Ceará, e na TV Diário.
Na TV Ceará, as 20 demissões ocorreram em vários departamentos, e não apenas na redação. Mas pelo menos um repórter, um cinegrafista e um editor de imagem foram demitidos. A empresa alegou excesso de funcionários terceirizados após os cortes.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Já na TV Diário, 50 profissionais de comunicação foram demitidos, dentre eles cinco jornalistas. O motivo alegado foi o cancelamento de nove programas, que forçaram a empresa a fazer uma “readequação”.
Segundo a nota do site do Sindicato, apesar das demissões ocorrerem em meio a Campanha Salarial 2013, “o motivo de crise financeira não pode ser alegado”, pois, segundo dados do Projeto Inter-Meios, acordos publicitários renderam algo em torno de R$ 2,5 bilhões as emissoras do Ceará em 2012, número 9,12% maior do que no ano anterior.
Os órgãos ainda manifestaram sua solidariedade e afirmaram estar a disposição dos jornalistas demitidos. “O Sindjorce e a FENAJ manifestam a sua solidariedade aos profissionais dispensados sem justa causa e repudiam essa medida ofensiva aos trabalhadores e aos interesses do público, que fica privado da programação regional. Destacamos que as duas entidades estarão ao lado de todos os trabalhadores e acompanhará rigorosamente a observância dos direitos dos jornalistas demitidos, colocando, desde já, nossa assessoria jurídica à disposição”.
Portal IMPRENSA

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627