Serra sugeriu acordo em licitação da CPTM para evitar disputa entre transnacionais

Publicado em sexta-feira, agosto 9, 2013 ·

SerraO escândalo que envolve parlamentares do PSDB com transnacionais no esquema do cartel do metrô e trens ganha mais um capítulo. Dessa vez, a denúncia envolve o ex-governador de São Paulo, José Serra. Segundo e-mail enviado por Nelson Branco Marchetti, diretor da Siemens – transnacional alemã envolvida no esquema -, Serra sugeriu um acordo, em 2008, para evitar que uma disputa empresarial travasse uma licitação da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). O documento foi obtido pelo jornal Folha de S.Paulo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A mensagem, que foi escrita por Serra e seu secretário de Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella, foi encaminhada durante congresso do setor ferroviário em Amsterdã, na Holanda. Na época, a Siemens disputava com a espanhola CAF uma licitação milionária aberta pela CPTM para aquisição de 40 novos trens.

Foi então que a transnacional apresentou a segunda melhor proposta da licitação, mas esperava ficar com o contrato se conseguisse desqualificar a rival espanhola.

Segundo o e-mail, uma das saídas discutidas seria a CAF dividir a encomenda com a Siemens, subcontratando a empresa alemã para a execução de 30% do contrato, o equivalente a 12 dos 40 trens previstos. Outra possibilidade seria encomendar à Siemens componentes dos trens.

Entretanto, na licitação dos trens, as negociações da Siemens com a CAF não deram resultado. A Siemens apresentou recursos administrativos e foi à Justiça contra a rival, mas seus pedidos foram rejeitados.

Por fim, a CAF venceu a licitação e assinou em 2009 o contrato com a CPTM. A empresa espanhola executou o contrato sozinha, sem subcontratar a Siemens ou outras empresas.

Os documentos foram entregues ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), do Ministério da Justiça, pela própria Siemens, que fez um acordo com as autoridades brasileiras para colaborar com as investigações e assim evitar as punições previstas pela legislação para a prática de cartel.

Defesa

Em resposta à denúncia, Serra confirmou ter ido à conferência em Amsterdã para assistir a “algumas solenidades e palestras”. No entanto, afirmou que, na data em que o diretor da Siemens escreveu a seus superiores, a licitação já havia sido concluída.

Já o ex-secretário de Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella, confirmou ter participado com Serra da conferência mencionada no e-mail do diretor da Siemens, mas afirmou que não se lembra de ter conversado com o executivo durante o evento. “É totalmente absurda a acusação”, afirmou Portella.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

brasildefato

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627