‘Semana Santa’: sobe para 25 o número de pessoas assassinadas na Grande JP

Publicado em domingo, Março 31, 2013 ·

Aguinaldo Mota
Aguinaldo Mota

A onda de assassinatos não para na região metropolitana de João Pessoa. Entre a noite de sexta-feira santa (29) e a manhã deste domingo (31), 24 homicídios foram registrados. A polícia calcula que, em média, uma pessoa foi morta a cada três horas, em apenas três dias.

Domingo

No final da tarde, mais um jovem foi vítima do tráfico de drogas. Jeferson Caio (20) morreu no meio da rua, no bairro do Castelo Branco, depois que dois homens efetuaram disparos de armas de fogo contra ele e fugiram numa moto Honda Fun preta.

Parentes do rapaz revelaram que ele tinha envolvimento com drogas e já havia tentado matar alguém no mesmo bairro onde morreu, mas nunca passou pela polícia.

Os acusados desse crime não foram localizados.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Jefersaon Caio (20) assassinado no Castelo BrancoFoto: Jefersaon Caio (20) assassinado no Castelo Branco

Créditos: Emerson Machado

Por volta das 10h30 da manhã deste domingo, o adolescente Israel Sousa (16) foi morto a tiros próximo ao City Park, no bairro do Valentina, zona Sul da Capital.

A polícia informa que o jovem estava com um amigo quando dois homens chegaram atirando em uma moto. O outro rapaz conseguiu fugir, mas Israel foi atingido e morreu no local.

As autoridades dizem que esse crime pode ter relação com tráfico de drogas.

Israel Sousa (16)Foto: Israel Sousa (16)

Créditos: Aguinaldo Mota

Ainda na manhã de Páscoa, Erivan da Silva Jaquim (32) foi morto com vários disparos de armas de fogo, no bairro Alto das Populares, em Santa Rita.

No momento do crime, ele estava de bicicleta quando foi rendido por dois homens armados. Os acusados efetuaram o primeiro disparo nas costas e a vítima ainda tentou correr por uns 30 metos, mas não resistiu e sofreu vários tiros, até falecer no local.

De acordo com a polícia, ele era acusado de pratica aassaltos nos bairros da zona Oeste de João Pessoa e pode ter sido responsável por pelo menos seis homicídios na Região metropolitana.

Os responsáveis pelo assassinato não foram localizados.

Já na madrugada, o jardineiro Jonathan Micael Feitosa Barbosa (18) morreu depois de sofrer quatro tiros no bairro dos Funcionários I. Segundo a polícia, ele bebia com um amigo, que fugiu do local. As autoridades investigam para descobrir as causas e saber se o rapaz que bebia com a vítima fugiu para não ser assassinado ou se ele tem alguma responsabilidade no crime.

Erivan da Silva Jaquim (32) era acusado de cometer crimesFoto: Erivan da Silva Jaquim (32) era acusado de cometer crimes

Créditos: Aguinaldo Mota

Sábado

Na noite do último sábado, o auxiliar de serviços gerais, Carlos Alexandre Pereira dos Santos, (30), foi morto com dois golpes de faca no pescoço, no bairro João Agripino, na Capital. A polícia informa que os motivos do crime ainda são desconhecidos, mas disse que havia muitas garrafas de bebida, o que indica que a vítima pode ter ficado escessivamente embriagada.

Na tarde de sábado, dois assassinatos foram registrados. O primeiro crime ocorreu dentro de um bar em Santa Rita. O outro crime aconteceu no Altiplano Cabo Branco. As vítimas não foram identificadas e a polícia não tem pistas dos autores. Os corpos foram levados à Gerência de Medicina e Odontologia Legal, no bairro do Cristo Redentor.

No bairro do Jardim Planalto, em João Pessoa, João Paulo Ferreira dos Santos, 25 anos, foi assassinado a golpes de faca, na madrugada deste sábado, em frente à residência da mãe, na rua do Juá. Segundo informações de vizinhos, João Paulo bebia muito e ficava agressivo. O principal suspeito de cometer o homicídio é Alexsandro Ferreira dos Santos, irmão da vitima, que está foragido. A vitima já respondeu por porte ilegal de arma.

Já no bairro dos Ipês, um jovem foi morto e outro ficou gravemente ferido a tiros, na Avenida Tancredo Neves. A vítima, que era conhecida por “Nininho”, estava pilotando uma moto com um amigo na garupa, quando foi surpreendida por dois homens, que chegaram em uma moto preta e começaram a disparar contra os jovens. Nininho foi atingido com tiros na cabeça e morreu no local. Já o amigo, que não foi identificado, ficou gravemente ferido, sendo socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma em uma ambulância do Samu.

No bairro Altiplano Cabo Branco, também na Capital, o albergado Davidson Alexandre Jerônimo de França, 25 anos, foi executado com vários tiros na cabeça. Davidson, que cumpria pena por assalto, foi assassinado por dois homens que chegaram em uma moto. Um fato que chamou a atenção da polícia foi que os assassinos deixaram uma moeda de R$ 0,50 dentro da boca da vítima, que pode significar “pagou na mesma moeda”.

Homicídio no AltiplanoCréditos: Aguinaldo Mota

Horas antes, de acordo com a Polícia Militar do 7º BPM, Joeferson Felipe de Oliveira, 21 anos, foi assassinado durante uma troca de tiros com a polícia. A polícia informou que os moradores da Rua da Macaíba ligaram para o 190 informando que estava ocorrendo um tiroteio no bairro. Quando a viatura da Força Tática, comandada pelo tenente Ulisses, chegou no local encontrou três homens armados na rua.

Houve troca de tiros e Joeferson Felipe foi atingido no rosto e abdômen. Ele ainda chegou a ser socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa por uma viatura, mas morreu.  Os outros acusados fugiram em uma motocicleta.

Sexta

Na cidade de Conde, um ex-interno do Central Educacional do Adolescente ( CEA), de 17 anos, foi assassinado com três tiros na cabeça em um campo de futebol no Distrito de Gurugi, no Conde, na manhã desta sexta. A polícia disse que a vítima tinha diversas passagens pela polícia por assaltos. Policiais militares cercaram a área e apesar da aglomeração de pessoas, ninguém quis se pronunciar sobre o assassinato.

Ainda na manhã desta sexta, a adolescente Taislane Ferreira de Oliveira, 14 anos, foi encontrada morta dentro de um riacho no final do bairro do Bessa, em João Pessoa. O achado ocorreu no início da manhã desta sexta-feira (29). Ela foi morta com cerca de 17 facadas. De acordo com a Polícia Militar, populares estavam caminhando pelo local quando perceberam um corpo boiando nas águas turvas do riacho.

O corpo estava com 17 perfurações Foto: O corpo estava com 17 perfurações
Créditos: Foto: Ainoan Geminiano

O Corpo de Bombeiros foi acionado e ao retirar o corpo das águas constatou que a vítima foi morta a facadas, devido às inúmeras perfurações. Latas de cerveja e roupas masculinas foram encontradas perto do corpo.

Pelas características do crime, a polícia acredita que a adolescente foi morta em outro lugar e teve o corpo jogado no riacho. O corpo foi encaminhado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol ) para necrópsia.

Já nesta quinta-feira (28), o empresário Adalberto Pinto Monteiro, 36 anos, foi assassinado durante uma tentativa de assalto no bairro de Manaíra, em João Pessoa. Ele ainda chegou a ser socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas veio à óbito. Câmeras de segurança do circuito interno do prédio flagraram um homem que está sendo apontado como o suspeito pelo crime. Câmeras de segurança do circuito interno do prédio flagraram um homem que está sendo apontado como o suspeito pelo crime.

Os outros crimes ocorreram na cidade de Santa Rita, e nos bairros Cruz das Armas e Vieira Diniz, na Capital paraibana. Apesar de rondas efetuadas pela Polícia Militar, nenhum dos acusados pelos crimes foi identificado.

Leandro foi morto com tiro na testaFoto: Leandro foi morto com tiro na testa
Créditos: Aguinaldo Mota

 

 

 

Hyldo Pereira, Portalcorreio

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627