Sem acordo, professores entrarão com ação coletiva e podem paralisar aulas

Publicado em quarta-feira, Maio 9, 2012 ·

Após uma longa reunião na tarde desta terça-feira, o sindicato patronal não aceitou as propostas para a nova convenção coletiva de trabalho apresentada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino Privado da Paraíba (Sinteenp-PB), o que levará a categoria a um dissídio coletivo.

Enquanto as empresas propuseram reajuste de 10,23% para o Ensino Fundamental I, 9,7% para os não docentes, e 6,5% para os demais casos, o Sinteenp-PB propôs reajuste de 10,23% para todos os pisos, e 7,5% para os demais casos.

Ainda na terça-feira, o Sinteenp-PB ajuizou uma ação de dissídio coletivo, cabendo ao TRT analisar a proposta dos trabalhadores, e decidir sobre os reajustes salariais e demais cláusulas. O sindicato não descarta a possibilidade de paralisação da categoria durante o dia da primeira audiência.

Da Ascom do Sinteenp-PB

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627