Segundo maior colégio eleitoral da Paraíba, Campina Grande completa nesta terça 147 anos

Publicado em terça-feira, outubro 11, 2011 ·

Campina_Grande_vista_aereaCampina Grande foi fundada em 1º de dezembro de 1697, tendo sido elevada à categoria de cidade em 11 de outubro de 1864. A Rainha da Borborema possui o segundo maior colégio eleitoral da Paraíba com 266.516 eleitores distribuídos em 598 secções e quatro zonas eleitorais. O primeiro Colégio Eleitoral de Campina foi criado em 1878, e possuía apenas 34 eleitores.

Até 1895, as funções executivas de Campina Grande eram exercidas pelo Conselho Municipal. Em 2 de março de 1895, o cargo de Prefeito Municipal foi criado, pela Lei Estadual nº 27, sendo o primeiro prefeito de Campina foi o major Francisco Camilo de Araújo e o primeiro vice-prefeito Silvino Rodrigues de Sousa Campos.

Somente em 1947 o povo passou a escolher os prefeitos da cidade diretamente, através das eleições. O prefeito atual de Campina Grande, em seu segundo mandato consecutivo, é Veneziano Vital do Rêgo Segundo Neto.

De acordo com estimativas de 2011, sua população é de aproximadamente 400 mil habitantes, sendo a segunda cidade mais populosa da Paraíba, além de ser o 56º maior município brasileiro e o 12º maior município interiorano do Brasil. Sua região metropolitana, formada por 23 municípios, possui uma população estimada em 687.545 habitantes, sendo a maior zona metropolitana do interior nordestino, quarta maior zona metropolitana do interior brasileiro, 24ª maior do Brasil e 787º maior do mundo.

A cidade possui uma agenda cultural variada, destacando-se os festejos de São João, que acontecem durante todo o mês de junho, a Micarande, um dos mais tradicionais carnavais fora de época do país, o Encontro da Nova Consciência, um encontro ecumênico realizado durante o carnaval, além do Festival de Inverno e outros 20 eventos. Campina Grande também é conhecida como cidade universitária, pois conta com 16 universidades, sendo três delas públicas. É comum estudantes do Nordeste e de todo o Brasil virem morar no município para estudar nas universidades locais. Além de ensino superior, o município oferece capacitação para o nível médio e técnico.

A cidade tem o segundo maior PIB entre os municípios paraíbanos, representando 13,63% do total das riquezas produzidas na Paraíba, e o 128º maior PIB entre os municípios do Brasil. Uma evidência do desenvolvimento da cidade nos últimos tempos é o ranking da revista Você S/A, no qual Campina Grande aparece como uma das 10 melhores cidades para se trabalhar e fazer carreira do Brasil, única cidade do interior entre as capitais escolhidas no país.

Considerada um dos principais polos industriais da Região Nordeste e o maior pólo tecnológico da América Latina, segundo a revista norte americana Newsweek. Campina Grande foi indicada pelo jornal a Gazeta Mercantil, como a cidade mais dinâmica do nordeste e 6ª cidade mais dinâmica do Brasil.

Lista de prefeitos:

1. Francisco Camilo de Araújo (2 de Março de 1895 7 de Janeiro de 1901);

2. João Lourenço Porto (7 de Janeiro de 1901 14 de Novembro de 1904);

3. Cristiano Lauritzen (14 de Novembro de 1904 18 de Novembro de 1923);

4. Juvino de Souza do Ó (23 de Novembro de 1923 23 de Maio de 1924);

5. Ernani Lauritzen (23 de Maio de 1924 13 de Dezembro de 1928);

6. Lafayete Cavalcanti Correia de Melo (7 de Fevereiro de 1929 20 de Dezembro de 1932);

7. Antônio Pereira de Almeida (20 de Dezembro de 1932 8 de Junho de 1934);

8. Antônio Pereira Diniz (27 de Junho de 1934 12 de Setembro de 1935);

9. Bento Figueiredo (12 de Setembro de 1935 18 de Dezembro de 1935);

10. Vergniaud Borborema Wanderley (18 de Dezembro de 1935 1 de Março de 1938);

11. Bento Figueiredo (4 de Janeiro de 1938 20 de Agosto de 1940);

12. Vergniaud Borborema Wanderley (20 de Agosto de 1940 1 de Março de 1945);

13. Severino Gomes Procópio (1 de Abril de 1945 6 de Novembro de 1945);

14. Raimundo Viana de Macêdo (6 de Novembro de 1945 22 de Agosto de 1946);

15. Anfrísio Ribeiro de Brito (22 de Agosto de 1946 11 de Outubro de 1946);

16. Sabiniano Alves do Rêgo Maia (14 de Março de 1947 30 de Outubro de 1947);

17. Elpídio Josué de Almeida (30 de Outubro de 1947 30 de Novembro de 1951);

18. Plínio Lemos (30 de Novembro de 1951 30 de Novembro de 1955);

19. Elpídio Josué de Almeida (30 de Novembro de 1955 30 de Novembro de 1959);

20. Severino Bezerra Cabral (30 de Novembro de 1959 30 de Novembro de 1963);

21. Newton Vieira Rique (30 de Novembro de 1963 15 de Junho de 1964);

22. João Jerônimo da Costa (15 de Junho de 1964 30 de Novembro de 1964);

23. Williams de Souza Arruda (30 de Novembro de 1964 31 de Janeiro de 1969);

24. Ronaldo José da Cunha Lima (31 de Janeiro de 1969 14 de Março de 1969);

25. Orlando Augusto César de Almeida (14 de Março de 1969 14 de Maio de 1969);

26. Manoel Paz de Lima (14 de Maio de 1969 15 de Julho de 1970);

27. Luiz Motta Filho (15 de Julho de 1970 31 de Janeiro de 1973);

28. Evaldo Cavalcanti da Cruz (31 de Janeiro de 1973 31 de Janeiro de 1977);

29. Enivaldo Ribeiro (31 de Janeiro de 1977 31 de Janeiro de 1983);

30. Ronaldo José da Cunha Lima (31 de Janeiro de 1983 1 de Janeiro de 1989);

31. Cássio Rodrigues da Cunha Lima (1 de Janeiro de 1989 31 de Dezembro de 1992);

32. Félix Araújo Filho (1 de Janeiro de 1993 31 de Dezembro de 1996);

33. Cássio Rodrigues da Cunha Lima (1 de Janeiro de 1997 5 de Abril de 2002);

34. Cozete Barbosa Loureiro Garcia de Medeiros (5 de Abril de 2002 31 de Dezembro de 2004);

35. Veneziano Vital do Rêgo Segundo Neto (1 de Janeiro de 2005 31 de Dezembro de 2008 – 2012).

PolíticaPB com Wikipédia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627