Segunda etapa do Programa Bolsa-Atleta 2013 abre inscrições

Publicado em quinta-feira, julho 25, 2013 ·

Bolsa AtletaOs atletas que competem em modalidades fora dos programas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos também poderão se inscrever para o Programa Bolsa-Atleta. As inscrições, referentes ao exercício de 2013, seguem desta quarta (24) até o dia 12 de agosto. A base para as inscrição são os resultados esportivos de 2012.

Esta será a segunda lista de beneficiados a ser paga em 2013, o que garante a equivalência do pagamento ao desempenho esportivo do ano anterior. As inscrições devem ser feitas pelo portal do Ministério do Esporte.

Após o cadastro, os esportistas terão 30 dias para enviar ao Ministério dos Esportes a documentação exigida.  A primeira lista de bolsas anunciada neste ano, referente aos resultados de 2011, contemplou 750 atletas em 40 modalidades.

Maior programa esportivo do mundo de patrocínio individual, o Bolsa-Atleta é uma das iniciativas do Ministério do Esporte que tem contribuído para a formação de atletas de alto rendimento que representem o País em competições nacionais e internacionais.  Para conceder a bolsa, o Ministério do Esporte exige a participação das entidades nacionais de administração do desporto – as confederações ou comitês – na indicação dos eventos esportivos que confirmem o desempenho dos atletas, assim como no controle de dopagem.

 

Programa de Incentivo

 

O Bolsa-Atleta é um programa do governo federal, gerido pelo Ministério do Esporte, que visa garantir a manutenção pessoal aos atletas de alto rendimento que não possuem patrocínio. Com isso, busca-se dar as condições necessárias para que se dediquem ao treinamento esportivo e possam participar de competições que permitam o desenvolvimento de suas carreiras. O valor do benefício mensal varia de R$ 370,00, para atletas estudantes, a R$ 3.100,00, para esportistas olímpicos e paraolímpicos.

 

Pré-requisitos

 

 

Para obter o benefício do programa é necessário ser maior de 14 anos; estar regularmente matriculado em instituição de ensino público ou privado; apresentar declaração sobre valores recebidos a título de patrocínio de pessoas jurídicas; públicas ou privadas, assim como qualquer tipo de apoio em troca de vinculação de marca; estar vinculado a alguma entidade de prática desportiva; ter participado de competição no ano imediatamente anterior àquele em que está pleiteando a Bolsa, tendo obtido classificação. Cabe ao Ministério do Esporte selecionar os atletas que atendam aos pré-requisitos determinados em Lei, conforme a sua categoria esportiva.

 

Fonte:

Ministério do Esporte

CAIXA

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br