Geraldo Medeiros

Secretário diz que Brasil está na 3ª onda da covid e lembra “pior cenário” da pandemia vivenciado pela PB

Publicado em terça-feira, junho 15, 2021 ·

Para Geraldo Medeiros, secretário de Saúde da Paraíba, o Brasil vive uma 3ª onda da covid-19. Ele argumenta que, no resto do mundo, houve um declínio considerável na curva epidemiológica, o que permitiu se observar com mais clareza o fim da 2ª onda e o início da 3ª. No nosso país, de acordo com ele, houve uma pequena queda, mas a curva se manteve estável com um alto número de mortes e novas infecções pela doença, mas nós já estaríamos na 3ª onda.

“No resto do mundo, aquela curva em que se atinge um pico e há um declínio súbito com um vale, mas isso nós não observamos no Brasil. O que ocorre no Brasil é que há um pico e há um declínio pequeno, lento e se mantém num platô sustentado com alto número de óbitos e casos novos confirmados. É um pouco diferente. Na minha concepção, isso é uma 3ª onda”, considerou.

Geraldo Medeiros acredita, ainda, que o pior cenário da pandemia na Paraíba ocorreu há duas semanas – com pessoas em filas de espera por leitos de UTI para tratar quadros graves da covid-19. As falas do secretário foram registradas durante entrevista concedida nesta terça-feira (15) ao programa ‘Correio Debate’.

“No nosso estado, foi o pior cenário o que nós observamos. Tivemos uma situação há duas semanas atrás muito crítica com as pessoas esperando em ambientes hospitalares sob tratamento por leitos de UTI que estavam sendo disponibilizados gradativamente. Mas, na minha concepção, esse foi o pior cenário. Hoje já temos, em função das medidas restritivas do decreto estadual, um declínio na ocupação dos leitos de UTI adulto”

pbagora

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627