Secretário de Saúde denuncia cartel dos laboratórios e Anibal pede intervenção do Ministério da Justiça

Publicado em terça-feira, novembro 29, 2011 ·

anibalO deputado Anibal Marcolino, do PSL, disse que na segunda-feira (dia 28) passada, o Secretário de Saúde, Waldson de Sousa, participou de uma sessão especial na Assembléia Legislativa, ocasião em que denunciou a cartelização dos laboratórios que produzem alguns tipos de medicamentos de uso continuo, com a finalidade de aumentar os preços, sendo esse um dos motivos para a falta dos medicamentos nos estoques da Secretaria.

O deputado defendeu que o caso fosse levado ao conhecimento o Conselho de Desenvolvimento Econômico do Ministério da Justiça, para que sejam tomadas providências e o cartel seja quebrado, da mesma forma que fez o ex-ministro José Serra, que quebrou a patente de vários laboratórios que produziam remédios de uso continuo e medicamentos para tratamento de AIDS.

Anibal disse que ficou satisfeito com as explicações do Secretário, quando ele disse que até o dia 10 de dezembro vai ter parte dos medicamentos em estoque e principalmente quando ele informou que por determinação da Juíza Luiza ramalho, da 5ª Vara da Fazenda Pública, a Secretaria de saúde esta comprando sem licitação, 32 tipos de medicamentos para suprir as necessidades de quem precisa dos remédios.

O deputado lembrou que a lista de medicamentos em falta chega a 230 itens e aproveitou para denunciar que pessoas já morreram pela falta dos remédios, mas ficou satisfeito ao tomar conhecimento das providências que já foram tomadas.

Segundo ele, os medicamentos em falta são para Mal de Alzheimer, esquizofrenia, hipertensão e diabetes, aproveitando para lembrar que quando esteve na Assembléia Legislativa no inicio do ano, o Governador chegou a declarar que o problema estava resolvido a até agora o problema não foi resolvido.

Jonas Batista/Fernando Braz

Paraíba.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627