Secretaria de Saúde aguarda contraproposta de médicos até terça

Publicado em sábado, maio 14, 2011 ·

saude1A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) se reuniu na tarde de hoje com a nova comissão do comando de greve dos médicos. Durante o encontro, que ocorreu no gabinete da SMS, foram apresentados os novos representantes e, na oportunidade, a categoria fez um pedido de reavaliação da proposta efetivada pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) na última quarta-feira (11).

“Recebemos a comissão de médicos, que pediu que a Secretaria de Saúde fizesse uma reavaliação da proposta apresentada, mediante a apreciação de uma contraproposta que eles irão formular na próxima semana”, afirmou a secretária adjunta da Saúde, Adriene Jacinto.

A comissão se comprometeu de entregar essa contraproposta até às 10 da manhã da próxima terça-feira (17). “É importante que o documento chegue às nossas mãos para que possamos avaliar com propriedade e encaminhar uma resposta baseada no impacto que esta proposta causaria na gestão”, enfatizou Adriene.

Na proposta mais recente realizada pela Prefeitura ao Sindicato dos Médicos do estado da Paraíba (Simed/PB) foi apresentado um reajuste dos plantões para R$ 665,00, aos médicos da rede hospitalar e para os médicos que trabalham no ambulatório de especialidade e cirurgias o valor do vencimento será efetivado a partir de critérios de produtividade, ou seja, o pagamento de 50% da Gratificação por Desempenho de Produção (GDP) será pago considerando o número de consultas reguladas e realizadas.

Em acordo a proposta, o corpo dos profissionais médicos assumiria o compromisso de realizar os procedimentos represados durante os dias de greve, assumindo a Secretaria de Saúde o compromisso de não descontar os dias do movimento paredista. Além do reajuste nos valores, a Prefeitura se comprometeria, a partir de julho de 2012, a implantar o pagamento da GDP para férias e licenças saúde e prêmio. A SMS também iria promover a retenção, para repasse ao Simed/PB, do percentual de 5% sobre o aumento obtido pela categoria, correspondente à taxa assistencial, mediante a apresentação de cópia da ata da assembléia deliberativa pelo sindicato.

No documento entregue pela Prefeitura é apresentada à possibilidade de criação de uma comissão para acompanhamento desses indicadores em cada hospital da rede municipal, respeitando suas especificidades. Essas comissões seriam compostas por representantes das direções dos hospitais, dos trabalhadores e da Secretaria de Saúde de forma paritária.

A reunião de hoje foi solicitada pelo próprio Sindicato dos médicos no final da tarde desta quinta-feira (12) e marcada de forma imediata pela Prefeitura.

parlamentopb

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627