Santiago garante: cumpre mandato de senador até 2018; ‘Cássio foi cassado não só pela Ficha Limpa’

Publicado em quinta-feira, setembro 8, 2011 ·

wilson santiagoO senador Wilson Santiago (PMDB), esteve nesta quinta (8) no programa Rede Verdade da TV Arapuan. Ele comentou a respeito da lentidão para o caso do senador eleito Cássio Cunha Lima (PSDB) ser julgado e garantiu que não se sente ameaçado, pois não acha que vai perder seu mandato.

De acordo com Santiago, a segurança jurídica que ele tem para cumprir o mandato inteiro até 2018, vem de exemplos de algumas decisões já tomadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele garantiu que o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) teve a candidatura impugnada não só com base na lei da “Ficha Limpa”, mas também pela lei 64/90 que era a lei que anteriormente tratava sobre a inelegibilidade do senador eleito.

A respeito das declarações de que senadores do PMDB estariam trabalhando contra a cassação de Cássio, Santiago afirmou que não existe esse trabalho e garantiu que o partido tem dois senadores na mesma situação que são Jader Barbalho (PMDB/ PA) e Marcelo Miranda (PMDB/ TO).

O senador garantiu que acompanha o caso e defende que seja julgado o mais rápido possível. “A gente foca no caso Cássio, mas quantos Cássios não têm pendentes?”, diz. O senador destacou o caso do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB) que está tendo a cassação julgada pelo TRE.

De acordo com Santiago, ele não tinha certeza jurídica que entraria no senado e Cássio teria dificuldades na justiça, mas garantiu que as pesquisas realizadas por ele apontavam que em 150 municípios ele era o segundo colocado, à frente do senador Vital do Rego (PMDB) e em 98 municípios à frente de Cássio. “Perdi o segundo lugar na última semana”, diz.

Marília Domingues

Paraíba.com

Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br