NOVE ANOS DE PRISÃO

Robinho é condenado em última instancia pela Justiça italiana por estupro coletivo

Publicado em quarta-feira, Janeiro 19, 2022 ·

O atacante ex-seleçãoo brasileira e atualmente sem clube, Robinho, foi condenado nesta quarta-feira (19) pela Justiça italiana pelo crime de estupro coletivo e, caso vá ao país, deve cumprir nove anos de prisão. A condenação é referente a um crime cometido pelo atleta em 2013, em uma boate em Milão.

Além de Robinho, Ricardo Falco, seu amigo, também foi condenado. Os advogados do jogador e do amigo negaram o crime. A defesa do atleta argumentou que não havia provas de que a relação com a vítima, uma mulher albanesa, não teria acontecido de maneira consensual.

Os recursos dos advogados de defesa foram recusados, que tentavam reverter a decisão tomada pela corte em segunda instância, em 2020. Os juízes analisaram aspectos exclusivamente técnicos e não entraram no mérito da questão.

Apesar da decisão, os efeitos punitivos para Robinho e Falcão só poderão ser aplicados em território italiano. É que a constituição de 1988 proíbe a extradição de brasileiros, portanto, no caso do jogador estar em território nacional, a decisão da justiça italiana não pode ser aplicada, por exemplo. Caso a Itália emita um pedido internacional de prisão, Robinho poderá ser preso em qualquer país da União Europeia.

MaisPB com informações de O Antagonista

 

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br