Ricardo Marcelo disputará reeleição na ALPB: “Foi uma decisão coletiva, sem imposições”

Publicado em sexta-feira, Janeiro 30, 2015 ·

ricardo-marceloO presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Ricardo Marcelo (PEN), disputará a reeleição da Mesa Diretora da Casa no próximo domingo (1º). A informação foi confirmada na manhã desta sexta-feira (30), através de nota divulgada por sua assessoria.

Segundo o texto, a sua chapa tem como “prioridade a defesa e o fortalecimento do Legislativo Estadual. A defesa das conquistas sociais e políticas dos paraibanos e o atendimento aos seus anseios e reivindicações”.

O presidente destacou que sua candidatura foi construída na base do diálogo, sem nenhum tipo de imposição.

“Foi uma decisão coletiva, sem imposições. O que nos move não são acomodações de projetos pessoais ou a contemplação de interesses individuais. Não somos candidatos por imposição, mas deputados eleitos para a defesa e a representação da população, em qualquer circunstância”, sustentou.

Ricardo Marcelo aproveitou para fazer uma prestação de contas de suas ações à frente da Assembleia e defendeu a autonomia entre os Poderes como condição para a Democracia.

“Nossa chapa terá apenas e sempre as cores da Paraíba. Símbolos da paz que queremos, da harmonia que buscamos e do entendimento que sempre defenderemos a autonomia dos Poderes e o respeito à democracia como condições essenciais para um Estado mais desenvolvido, mais justo e que ofereça oportunidades iguais para todos os paraibanos”.

A Eleição

A eleição da Mesa Diretora da ALPB para o primeiro biênio da 18º Legislatura acontece logo após a sessão de posse dos deputados estaduais eleitos em outubro de 2014. De acordo com o artigo 6º do Regimento Interno da Casa Epitácio Pessoa, a eleição da Mesa ocorre em sessão preparatória. O mandato é de dois anos, permitida a recondução para o mesmo cargo na eleição subsequente.

Ainda de acordo com o Regimento, o processo eleitoral ocorre por votação secreta, por meio do sistema eletrônico, em plenário. É exigida ainda a maioria absoluta de 19 votos, em primeiro escrutínio, e a maioria simples, em segundo, com os dois mais votados para cada cargo, desde que esteja presente a maioria absoluta dos deputados.

MaisPB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627