Relatório destaca importância de investimentos em políticas e infraestrutura de recursos hídricos

Publicado em domingo, agosto 28, 2011 ·


80962_W220Q60I2SASRFHFVRLRRCLCTCRCB“Aproximadamente 1 bilhão de pessoas carece de acesso à água limpa para beber; 2,6 bilhões carecem de acesso a melhores serviços sanitários; e 1,4 milhão de crianças abaixo de cinco anos morre todo ano como resultado da carência de acesso à água limpa e serviços sanitários adequados”. Essa é uma das informações destacadas no Relatório sobre Economia Verde, lançado no último dia 25 pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma).


A pesquisa chama a atenção para a importância de investimentos na infraestrutura, no desenvolvimento de novas tecnologias, em reformas nas políticas de recursos hídricos e no incentivo de ações de eficiência e sustentabilidade do uso da água.


De acordo com comunicado de imprensa de Pnuma, o documento revela que “um investimento de 0,16% do PIB [Produto Interno Bruto] mundial no setor hídrico poderia diminuir a escassez de água e reduzir pela metade o número de pessoas sem acesso à água potável e a serviços de saneamento básico em um período inferior a quatro anos”.


Em um boletim divulgado em março deste ano por ocasião das comemorações do Dia Mundial da Água, a Organização das Nações Unidas (ONU) revelou que 120 milhões de pessoas que habitam os centros urbanos da América Latina não têm acesso à água potável e 150 milhões não possuem serviços sanitários adequados.


Segundo o relatório divulgado ontem, a ausência de investimentos em serviços hídricos e de tratamento e reutilização eficiente da água contribuem para a redução de reservas aquíferas no mundo. “Caso não haja êxito na promoção do uso mais eficiente da água, a demanda por água pode ultrapassar a oferta em 40% até o ano de 2030”, alerta o comunicado de Pnuma.


De acordo com o organismo internacional, o aumento do setor industrial também contribui para o crescimento da demanda pelo recurso hídrico. O estudo prevê que na China, por exemplo, mais de 50% do aumento da demanda por água nos próximos 25 anos será por conta do crescimento da indústria.
O relatório completo está disponível (em inglês) em: http://www.unep.org/greeneconomy/Portals/88/documents/ger/GER_water_chapter_25082011.pdf








Karol Assunção
Do Adital
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627