Região Nordeste é contemplada com R$ 4,4 milhões para combater a desnutrição infantil

Publicado em terça-feira, outubro 28, 2014 ·

Jornal Correio da Paraíba
Jornal Correio da Paraíba

A Região Nordeste foi beneficiada com o repasse de mais de quatro milhões de reais do Ministério da Saúde. O recurso foi destinado para  combater a desnutrição infantil em 81 municípios de pequeno porte, onde ainda 10 por cento  das crianças menores de cinco anos estão abaixo do peso ideal para a idade. A nutricionista da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Ana Maria Cavalcante, destaca que o Brasil avançou no combate à desnutrição infantil. Mas ela acredita que ainda existem desafios para serem superados.

“Na verdade o Brasil avançou muito na redução da desnutrição infantil nas últimas décadas, só que a tendência de redução ela não ocorreu de maneira uniforme em todos os grupos populacionais. Então a gente ainda tem como público importante alvo dessa ação e intervenção, indígenas também, que têm ainda uma prevalência a desnutrição maior que a média nacional. Então, a gente ainda tem alguns desafios a alcançar e percorrer para controlar e prevenir a desnutrição infantil no nosso país.”

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A nutricionista explicou ainda que, com os recursos destinados para combater a desnutrição infantil, os gestores municipais podem realizar oficinas com a comunidade sobre alimentação e nutrição, além de contratar profissionais para apoiar no cuidado integral à saúde da criança.

“Esse recurso ele pode, além de apoiar os gestores e profissionais, o recurso também serve para potencializar a implementação da vigilância alimentar e nutricional. O gestor e profissional de saúde também pode utilizar esse recurso para potencializar a investigação dos casos de desnutrição e atraso de desenvolvimento infantil. Tudo relacionado à organização do cuidado à criança desnutrida, à promoção de alimentação saudável, à prevenção de carência de micronutrientes, podem ser reunidas no planejamento municipal para implementação da agenda.”

A desnutrição na infância pode prejudicar o desenvolvimento, causar doenças infecciosas e respiratórias, comprometer o aproveitamento e a capacidade produtiva na idade adulta e até levar à morte.Para saber mais sobre  as ações do Ministério da Saúde de combate à desnutrição infantil, acesse:www.saude.gov.br

Agência Rádio

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627