Próxima edição do “Vamos empreender no agronegócio?” será na UFPB Campus de Areia

Publicado em segunda-feira, novembro 7, 2011 ·


ufpb areia1Com o objetivo de difundir e apoiar a geração de novos empreendimentos com foco no agronegócio no Estado da Paraíba, o “Vamos empreender no agronegócio?” já percorreu seis municípios e capacitou mais de 600 pessoas interessadas em empreender em tecnologias do agronegócio. A próxima edição do evento será na quinta-feira, dia 10, a partir de 8 horas, no município de Areia, campus da Universidade Federal da Paraíba – UFPB. A atividade é gratuita e com direito a certificado.

A programação do evento prevê a difusão das tecnologias da Embrapa e informações sobre o PROETA com o analista Ramiro Pinto, apresentações do Parque Tecnológico da Paraíba e da Incubadora Tecnológica de Campina Grande com Danielly Costa, do Programa de Estudos e Ações para o Semiárido – PEASA com Thiago Xavier, além da Emepa, Emater; com apresentações dos órgãos de fomento, com o gerente de Alagoa Grande do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Robson Luis Andrade, e Gilmar Battistuzzi do Empreender PB, entidades de apoio aos empreendedores com José Marcílio de Souza Santos, Gerente Regional do Sebrae em Guarabira e a realização das oficinas de Empreendedorismo e de Plano de Negócios.

O público alvo do “Vamos empreender no agronegócio?” tem como público alvo graduandos (de último ano prioritariamente), pós-graduandos, técnicos de nível superior, tecnolandos, técnicos agrícolas, produtores rurais e empreendedores interessados em empreender em tecnologias do agronegócio.

O evento é uma realização conjunta da Embrapa Algodão com a Fundação PaqTcPB, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), através do Programa de Estudos e Ações para o Semiárido – Peasa/UFCG, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Instituto Nacional de Semiárido (Insa), Emepa, Emater, SEBRAE-PB, Fundação de Apoio à Pesquisa – Fapesq/PB, Banco do Brasil, Banco do Nordeste e os governos federal e estadual.

A meta inicial do evento era capacitar 600 novos empreendedores em 10 municípios paraibanos, mas a procura já superou as expectativas dos organizadores, o “Vamos empreender no agronegócio?” já percorreu os municípios de Campina Grande, Patos, Sumé, Pombal, Catolé do Rocha e Cuité com 604 inscritos. O projeto ainda vai passar por Bananeiras (17/11), Sousa (24/11) e Picuí (01/12). Para mais informações sobre o evento acesse o site www.paqtc.org.br/proeta/ ou entre em contato com proeta@paqtc.org.br ou (83) 2101.9044.

A disseminação de informações sobre a importância da criação de novas empresas de bases tecnológicas, das tecnologias existentes nas instituições de pesquisa, desenvolvimento, dos incentivos das agências de fomento e de apoio é de fundamental importância para a geração de novas empresas, para a geração de emprego e renda e o programa de Difusão e Capacitação do PROETA, através do ‘Vamos empreender no agronegócio?’, numa parceria de 17 entidades”, comenta Ramiro Pinto, analista da Embrapa e coordenador do Proeta no Estado da Paraíba.

O Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Novas Empresas de Base Tecnológica Agropecuária e Transferência de Tecnologia – Proeta foi criado pela Embrapa em 2008 com o intuito de diminuir o lapso temporal da geração e a adoção de novas tecnologias e desenvolvimento de produtos e serviços que beneficiem as cadeias produtivas agropecuárias. Os principais objetivos do Proeta são: transferir tecnologias, produtos e serviços gerados pela Embrapa para a iniciativa privada; contribuir para a geração de empresas de base tecnológica agropecuária; contribuir para a geração de emprego e renda; apoiar a disseminação de uma cultura de inovação e empreendedorismo; contribuir para o desenvolvimento das cadeias produtivas do agronegócio; e contribuir para o desenvolvimento regional.


Aviso de confidencialidade: – Esta mensagem da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuaria (Embrapa), empresa pública federal regida pelo disposto na Lei Federal nº 5.851, de 7 de dezembro de 1972, é enviada exclusivamente a seu destinatário e pode conter informações confidenciais, protegidas por sigilo profissional. Sua utilização desautorizada é ilegal e sujeita o infrator às penas da lei. Se você a recebeu indevidamente, queira, por gentileza, reenviá-la ao emitente, esclarecendo o equívoco. Confidentiality note: – “This message from Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a government company established under Brazilian law (5.851/72), is directed exclusively to its addressee and may contain confidential data, protected under professional secrecy rules. Its unauthorized use is illegal and may subject the transgressor to the law’s penalties. If you are not the addressee, please send it back, elucidating the failure”.

Edna Santos – (MTB-CE 01700 JP)
Colaboração de Ramiro Pinto
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627