Provas do Enem já estão nos estados protegidas pela PF, diz Mercadante

Publicado em segunda-feira, outubro 21, 2013 ·

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou nesta segunda-feira (21) que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já foram impressas e estão protegidas pela Polícia Federal nos estados em que serão distribuídas para os mais de 15 mil locais onde as provas serão aplicadas. O ministro destacou o reforço na segurança com os malotes de prova equipados com lacres eletrônicos e GPS. O Enem será realizado neste sábado (26) e domingo (27).

“Todos os malotes (64 mil) que levam as provas têm um cadeado eletrônico com GPS e informa o exato momento que foi aberto”, disse ele.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O ministro afirmou ainda que nenhuma ação prevista para ser concluída está atrasada. “Ainda há ações a executar como a distribuição das provas nos locais de aplicação”.

De acordo com Mercadante, 1.068 estudantes não receberam o cartão de confirmação de inscrição. O ministro afirmou que o envio foi feito via e-mail ou SMS e aqueles que não confirmaram podem não ter acessado o sistema ou não ter recebido o SMS por não ter telefone ou ter cadastrado o número errado.

Sobre o Enem 2013
A edição do Enem deste ano terá 7.173.574 candidatos, ao custo de R$ 49,86 cada para o governo. O número de inscritos para a prova superou o recorde anterior, de 2012, que era de 5.971.290 pessoas.

De acordo com Mercadante, foram entregues 99,98% dos cartões de confirmação de inscrição para a prova. Cerca de 53,5 mil cartões foram devolvidos por motivos de ausência, endereço insuficiente, falência, recusa ou se o candidato mudou de endereço e não informou.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, falou sobre o Enem nesta segunda-feira (Foto: Isabella Calzolari/G1)O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, falou
sobre o Enem nesta segunda-feira (Foto: Isabella
Calzolari/G1)

A correção da redação do Enem ficará mais rígida. Inserção de trechos indevidos, como receitas de macarrão e hinos de times de futebol, que fogem ao tema, poderão resultar em nota zero para o candidato. A alteração, inclusive, está explícita no edital da prova, ao contrário das edições anteriores. “Estamos bastante seguros quanto às correções das provas, que será feita com mais rigor dentro dos padrões pedagógicos”, afirmou Mercadante.

Uma comissão de especialistas com nove professores doutores com notório saber em avaliação textual foi montada para a correção das redações do Enem. A comissão de especialistas participou da elaboração do edital, capacitação dos supervisores e corretores, sob a forma de mesa-redonda, elaboração de artigos e videoaulas.

A orientação do Ministério da Educação é para que o participante leve caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente e documento de identificação original com foto. No ano passado foram retirados 65 alunos usando aparelhos eletrônicos durante a prova.

 

G1

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627